Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Voltaremos a tentar

A tarefa era difícil? Claro, era uma final-four europeia.

Foi efectivamente difícil. Para nós, anular as individualidades do Barcelona. Para o Barcelona, pareceu por vezes impossível suplantar o nosso colectivo.

Fizemos um jogo quase perfeito.

Colocámo-nos em vantagem.

Deixámos que o Barça virasse o jogo com dois golos a favor.

Com um esforço tremendo, voltámos a empatar a partida.

O esforço foi tal que faltou cabeça fria e concentração no último minuto, num filme tantas vezes visto em jogos decisivos entre portugueses e espanhóis.

É claro que o lance de Bateria é de génio (sim, venham cá dizer que o Ferrão é que era bom e o Bateria banal) mas a nossa defesa esteve demasiado anárquica naquele minuto final.

Assim que empatámos só queríamos que o tempo passasse. E, naqueles momentos finais, parece que demora sempre demasiado tempo.

Não éramos favoritos, mas quisemos tanto como os espanhóis estar na final. Não aconteceu e não podemos ter vergonha de assumir que falhámos um objectivo.

Devemos assumí-lo, dando o devido mérito ao adversário depois do o congratularmos.

Grande organização, grande público, grande equipa.

Caímos de pé e, para o ano, havemos de conseguir voltar...e tentaremos de novo.

Assim faz o leão!

Entretanto, domingo, é dia de voltar a encher o MEO Arena, mesmo que seja para o jogo que ninguém quer jogar. Voltaremos a mostrar a força do Sporting e, mais do que ficar em 3º ou 4º, porque o objectivo está perdido, há que dar espectáculo e jogar com alegria (a possível). No final serão, com certeza, aplaudidos de pé pois deixaram em nós um sentimento de orgulho em sermos o Sporting Clube de Portugal!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal