Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Volta a Portugal: 4ª etapa

Nocentini entrou para a subida final desacompanhado e mal posicionado no mini-pelotão que entrou na frente para o ataque à Sra da Graça. É verdade que pareceu sempre em esforço mas não é menos verdade que nunca virou a cara à luta e recolou vezes sem conta.

Foram demasiadas movimentações e acelerações para um ritmo que só lhe seria benéfico caso fosse constante. Nocentini, sozinho, foi um lutador durante os 10km da subida e o minuto que perdeu no final da tirada acabou por ser menos do que eu esperava no decorrer da subida.

Hoje ficou demonstrado que a equipa da W52/FC Porto é mesmo demasiado forte para a concorrência. Nocentini está, para já, fora do top-10 mas terá oportunidades para retomar uma posição de relevo.

Seguem os últimos 10 quilómetros e as classificações da etapa e da geral:

 

 

CLASSIFICAÇÃO LEONINA NA ETAPA

13º RINALDO NOCENTINI +1'09''
28º VALTER PEREIRA +4'22''
31º DAVID DE LA FUENTE +4'55''
39º DAVID LIVRAMENTO +8'21''
67º HUGO SABIDO +20'11''
68º JESUS EZQUERRA +20'11''
107º MARIO GONZALEZ +29'08''
114º OSCAR BREA +35'17''

CLASSIFICAÇÃO POR EQUIPAS NA ETAPA

6º SPORTING/TAVIRA +9'17''

CLASSIFICAÇÃO GERAL LEONINA

11º RINALDO NOCENTINI +4'09''
27º DAVID DE LA FUENTE +8'07''
41º VALTER PEREIRA +21'03''
51º DAVID LIVRAMENTO +26'37''
67º JESUS EZQUERRA +38'01''
84º HUGO SABIDO +53'39''
113º OSCAR BREA +1.20'20''
123º MARIO GONZALEZ +1.29'12''

CLASSIFICAÇÃO GERAL POR EQUIPAS

7º SPORTING/TAVIRA +13'13''

 

Amanhã prevê-se mais uma etapa acidentada, com várias contagens de montanha, antes da descida para Viseu. Veremos qual é a atitude de Vidal Fitas, agora que parece estar perdida a luta pela geral. Ganhar uma etapa passa a ser prioritário, bem como recolocar Nocentini no melhor lugar possível. Depois de amanhã haverá dia de descanso, que pode ser fundamental para o nosso líder.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    GAG 03.08.2016

    A oportunidade era esta, amigo. Depois de ter caído o acordo com a W52, ficámos numa posição difícil, visto que que o Clube de Ciclismo de Tavira era uma equipa em dificuldades e que precisava de ajuda, numa fase em que todas as outras tinham os seus plantéis definidos.
    Acabámos por ajudar uma equipa histórica, aceitando o desafio de tentar reerguê-la. Na verdade, é algo mais do meu agrado. Para o ano espero que melhoremos a parceria, que consigamos construir uma equipa mais competitiva que, certamente estará mais próxima das grandes equipas de Sporting e Tavira do passado.
    Foi um ano zero que lançará as bases de uma parceria mais forte, espero eu. Abraço e SL
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Blogs Portugal