Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Vitória FC 1 Sporting CP 2

Fiquei feliz com a vitória!

E hoje nem vou dizer se acho que o Marco Silva montou bem a equipa, se fez bem as substituições...se o Rosell esteve bem ou se o Tanaka deve jogar mais.

Hoje, digo-vos que, se não fosse pelo meu (nosso) Sporting, nem ligava ao futebol português.

O nosso futebol morreu, foi enterrado há décadas e acredito que não cheguei a vê-lo com vida.

Quem acha que o apito dourado foi apenas uma fase má e um mau exemplo passageiro do que de mau se pode fazer com o desporto está enganado.

Nem o apito dourado foi apenas uma fase, nem só um mau exemplo.

O apito dourado é o espelho que reflecte o futebol português. Não apenas o das décadas de 80 e 90 mas o que daí em diante se viu, com episódicas excepções.

Ontem, assistiu-se a mais uma tentativa de roubo com um conjunto de cúmplices com medo de acusar e apontar o dedo ao ladrão.

E digo tentativa de roubo, porque o roubo efectivamente não se consumou.

Olegário Benquerença passou ontem 90 minutos a tentar evitar que o Sporting levasse para Lisboa os merecidos três pontos que com tanto esforço conquistou.

Se na primeira parte o esforço do Olegário foi atenuado com dois golos, na segunda, o golo dos sadinos deu mais força ao ladrão.

Enquanto este tentava consumar o roubo, certos comentadores televisivos tentavam branquear todo aquele circo montado, para 'gamar' nem que fossem apenas dois pontos (ou mais dois).

Exibição medíocre e insolente. Ridícula e ofensiva. 

Uma vergonha para o futebol nacional, um futebol que se diz e quer respeitado além fronteiras, onde outros o vêm ridículo.

Cá, não são os treinadores, os jogadores, as tácticas nem as fintas que resolvem jogos e campeonatos.

Cá, os campeonatos decidem-se atrás de secretárias (ao telefone), em restaurantes, hotéis e casas de alterne. Decidem-se na Liga, na Federação e no Conselho de Disciplina e de Arbitragem. Por vezes, até mesmo nos tribunais.

Por isso, eu estou feliz!

Porque o Leão lutou e, pelo menos desta vez, batalhou para levar para casa o que lhe pertencia e havia conquistado com mérito.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal