Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Uma questão central

Numa altura em que o centro da nossa defesa parece ter estabilizado e é mais que óbvio que temos uma dupla para o futuro, secundada por vários atletas com enorme potencial que poderão afirmar-se num futuro próximo, parece-me natural falar de um assunto que me faz confusão.

Não, não vou falar de Tobias Figueiredo nem de Paulo Oliveira. A nossa defesa parece nunca ter estado tão bem entregue como está agora e, o que me preocupa, é a evolução dos restantes.

Naby Sarr, Ramy Rabia, Ewerton, Domingos Duarte, Sambinha e Nuno Reis são as outras opções para a posição de defesa central e são os dois últimos que vêm sendo opção na equipa B.

Ora, se são precisamente Sambinha e Nuno Reis que vêm terminar o seu contrato no final da presente temporada, porque é que são precisamente eles que compõem a dupla de centrais titular na 2ª Liga?! Se o caso de Nuno Reis me é fácil de entender pois, sendo um atleta mais experiente, poderá ajudar no crescimento do seu colega de sector, o caso de Sambinha é-me incompreensível. Se é um dado adquirido que deixará o clube no final da época (que saiba não lhe foi apresentada uma proposta de renovação de contrato), para quê tapar outros que podiam já estar a jogar?!

Rabia tem sido deslocado para o meio campo e, quem sabe, seja essa mesmo a sua posição. Se não for, devia estar a jogar ao lado de Nuno Reis, dando possibilidades de jogar a Zezinho, que se encontra numa fase crucial do seu desenvolvimento e precisa de jogar.

E que dizer de Domingos Duarte, que não me parece ter o potencial de Tobias ou Rúben Semedo mas deve ter possibilidades de mostrar valor, sobretudo dada a situação de Sambinha.

Espero que o empréstimo de Semedo no Reus, onde não te jogado tanto quanto eu esperava, tenha nele o mesmo efeito que teve em Tobias. Que volte mais forte e sobretudo mais estável psicologicamente e disponível para trabalhar de forma profissional.

Ewerton parece-me que poderá nunca chegar a vestir a verde e branca, pelo menos esta temporada. Se se decidir avançar para a sua contratação em definitivo, deve ser com o intuito de 'morder os calcanhares' a Tobias e Oliveira.

Sendo óbvio que, neste momento, Sarr é a alternativa mais directa aos dois titulares da equipa principal, espero que o francês tenha a capacidade para crescer não jogando, algo que nunca é fácil. Deve tentar evoluir a cada treino, pois será sempre opção para as convocatórias embora não tenha grandes chances de integrar o 'onze inicial'. Acredito no francês e espero que possa sair por empréstimo na próxima temporada para ver, de forma mais clara, a sua evolução.

Concluindo, volto a frisar que não me parece benéfico estar a dar minutos a um dispensável, estando com isso a deixar que alguém em quem acreditamos para o futuro não jogue.

Mais sobre mim

imagem de perfil