Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Um sábado quase perfeito

O dia começou com a vitória da equipa B de futebol, sobre o Porto B, por 2-1, num jogo a contar para a Segunda Liga. Os golos leoninos foram apontados por Cissé e Sacko com os forasteiros a reduzirem já no final do encontro, num lance muito duvidoso em que Fokobo não parece cometer grande penalidade. Do lance acabou por resultar a expulsão de Riquicho, por protestos. Segunda vitória consecutiva da equipa liderada por João de Deus, que parece ter afastado o problema de ineficácia ofensiva.

À mesma hora, a nossa equipa de ténis de mesa derrotava por inequívocos 4-0 o Oliveirinha, num encontro jogado em casa do adversário.

Seguiu-se mais uma vitória, desta vez em futsal. A equipa sénior feminina do Sporting deslocou-se ao terreno do Del Negro, segundo classificado, e venceu por 3-2, reforçando assim a liderança do campeonato, que neste momento se encontra segura, com nove pontos de vantagem para o vice-líder.

No hóquei em patins, regresso à normalidade. Vitória por 6-1 frente ao Carvalhos e manutenção no comboio da frente. Continuamos invictos em casa, facto que prova que o Pavilhão do Sporting do Livramento foi uma boa escolha da direcção leonina.

À mesma hora do hóquei, jogava a nossa equipa de futebol júnior na Madeira, frente ao Nacional. Foi o primeiro desaire do dia, tendo-se registado uma derrota por 1-0. Este desaire mantém a equipa no segundo lugar e bem dentro dos lugares que dão passagem à fase seguinte do campeonato nacional, no entanto, são já quatro derrotas nesta primeira fase, número anormal para a habitual valia das nossas equipas em comparação com as adversárias.

A imagem deixada pela nossa equipa de andebol no jogo desta tarde foi de desleixe e desconcentração. Nem isso impediu a equipa de triunfar, mas não se podem desperdiçar vantagens de 5 e 6 golos, acabando o jogo em sofrimento. A sorte que nos tem faltado nos últimos segundos tem-nos feito perder jogos importantes, mas desta vez a bola embateu na trave e ditou a nossa vitória por 30-29.
Não posso deixar de referir que, num jogo em que o Sporting jogava em casa, a claque adversária era bastante mais ruidosa e provavelmente mais numerosa.

No Municipal da Graça, em Almada, jogavam-se os oitavos-de-final da Taça de Portugal de basquetebol feminino. Calhou-nos em sorte o Vagos, uma equipa de um escalão superior. As nossas leoas saíram derrotadas por 46-66 e saem da Taça de Portugal.

O dia terminou com o jogo de futsal entre o Olivais e o Sporting. Depois do regresso às vitórias e após dupla derrota, todos esperávamos manter-nos no trilho do sucesso. Num jogo que nem sempre foi bem jogado, acabámos por vencer por 2-1 num último minuto louco. Entrávamos para o último minuto a vencer por 1-0 quando em situação de 5 contra 4 acabámos por sofrer o golo do empate (faltavam jogar cerca de 40 segundos). Nuno Dias pediu o desconto de tempo que lhe restava e solicitou o 5 para 4 ofensivo, que nos últimos jogos nos tinha tirado pontos. Tive medo que voltasse a acontecer, mas desta vez a sorte esteve do nosso lado (com mérito também) e o golo da vitória chegou, literalmente, no último segundo do jogo, com um golo de Diogo, desviando ao segundo poste um passe-remate de Caio Japa.

Não consegui apurar o resultado da equipa de polo aquático, que também jogou ontem (espero que tenha sido mais uma vitória para a turma de verde e branco).

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil