Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Ténis de Mesa entra a ganhar na Champions

O Sporting não defrontou ontem um adversário qualquer. O Pontoise Cergy foi campeão europeu há dois anos e semi-finalista da Liga dos Campeões no ano passado.

Com o português Marcos Freitas nos seus quadros, os franceses contavam com o melhor cotado dos dois conjuntos (17º do ranking mundial).

Aruna Quadri (33º) é o melhor posicionado no ranking mundial da equipa do Sporting mas João Monteiro (48º) em nada lhe fica a dever no que à experiência internacional diz respeito. 

Sem ser um expert na modalidade, parecia-me que Diogo Carvalho (278º) tinha qualidade suficiente para vencer o seu oponente e era evidente que tudo se decidiria nos duelos com Marcos Freitas, sendo necessário chegar vivo ao segundo.

 

O Sporting cumpriu com distinção aquilo que me pareceu a estratégia adoptada. 

Aruna Quadri perdeu o primeiro encontro para Marcos Freitas por claros 3-0 mas, de seguida, com alguma dificuldade e nervosismo à mistura, João Monteiro empatou a partida após vitória por 2-3 sobre Can Akkuzu, francês, 123º do Mundo.

Diogo Carvalho beneficiou da ausência de Tristan Flore, 44º do ranking mundial, e impôs-se sobre Niagol Stoyanov (154º) em mais um duelo equilibrado que pendeu para nós com mais um 2-3.

O Pontoise decidia a continuidade na disputa do encontro num electrizante duelo de portugueses. Marcos Freitas defrontou João Monteiro que, ao contrário do primeiro encontro com Can Akkuzu, se mostrou muito seguro e a jogar um ténis de mesa de grande qualidade. Notava-se o profundo conhecimento que ambos tinham um do outro. Monteiro ganhou o primeiro set com facilidade (5-11) mas o equilíbrio seria a nota dominante dos seguintes. Ao fazer o 0-2, com 9-11 no segundo set, João Monteiro deixou Marcos Freitas muito pressionado. O nº17 mundial teve de esforçar-se para se manter vivo no jogo. Venceu o terceiro set por 11-9 mas Monteiro ainda estava em vantagem. O quarto set era fundamental para o Sporting. Caso João Monteiro falhasse, Freitas viria para o quinto e último set com ascendente no plano psicológico. O quarto set seria então decidido nas diferenças, com João Monteiro a salvar dois pontos de set antes de cifrar o 12-14 final que faria história.

 

O Sporting, estreante na competição, venceu 1-3 em casa de um dos candidatos ao título que nos últimos 13 encontros em casa, na Champions, perdeu apenas pela terceira vez e iniciou assim da melhor forma a sua temporada de estreia entre os maiores clubes da Europa. Um orgulho enorme para qualquer Sportinguista. Curioso que em futebol, andebol e ténis de mesa, todas as equipas leoninas entraram a ganhar na condição de visitante na Liga dos Campeões.

 

Este fim-de-semana joga-se a Supertaça portuguesa e o Sporting, enquanto detentor de todas as provas nacionais, defrontará o São Roque TMC, finalista vencido da última taça de Portugal.

 

A fechar, deixo-vos os vídeos dos 4 sets do encontro de ontem:

Marcos Freitas 3-0 ARUNA QUADRI

Can Akkuzu 2-3 JOÃO MONTEIRO

Niagol Stoyanov 2-3 DIOGO CARVALHO

Marcos Freitas 2-3 JOÃO MONTEIRO

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal