Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Quanto mais tempo é preciso fazer mal ao futebol para se iniciar o tempo de refundação?

"Descobriu apenas agora, o Presidente da Liga, que luto com todas as forças por um futebol sem hipocrisias, diferente, transparente, moderno, digno de respeito e admiração. Até George Lucas (criador de Star Wars) percebeu que existem sempre dois lados da força e que isso representa a vida real. Não podemos lutar por valores e querer agradar aos dois lados da força, não podemos evoluir perdendo tempo com objectivos fúteis e inúteis, não podemos querer lutar por regras quando queremos juntar as vontades antagónicas de todos. E essa é a luta da vida, a constante saga de nos mantermos no caminho da verdade e do bem e não sermos atraídos para o lado escuro da força."

 

"Bruno de Carvalho está um passo mais à frente em relação à classe dirigente dominante, porque o futebol precisa de uma grande transformação e está escudado em 'certezas' que perderam valor há pelo menos 15-20 anos. Como a questão da arbitragem e da introdução da figura do vídeo-árbitro. Quanto mais tempo é preciso fazer mal ao futebol para se iniciar o tempo de refundação?"

O primeiro parágrafo é um excerto do texto de Bruno de Carvalho, publicado ontem no jornal "A Bola". O segundo parágrafo é da autoria de Rui Santos, também ele um excerto de um artigo publicado no jornal "Record".

Ambos demonstram que o caminho escolhido pelo nosso Presidente é correcto e merece o apoio de todos os Sportinguistas.

Veremos se será possível lutar por interesses comuns numa organização que rege o nosso futebol, em que o lado escuro da força continua a ser predominante.

A luta continua e não se afastará nunca dos valores e ideais de Bruno de Carvalho, que não podiam estar mais alinhados com aquilo que é a identidade do Sporting Clube de Portugal.

Da minha parte, não lhe faltará apoio.

“Vídeo-árbitro está a ser utilizado na avaliação dos árbitros”

Para não variar, estas declarações de Pedro Henriques vão passar entre os pingos da chuva, para não levantar questões importantes.

O Sporting foi corajoso em apresentar propostas para a arbitragem (entre elas o vídeo-árbitro), os árbitros também querem o sistema implementado (apenas divergem na forma), o sistema não é tão caro como alguns alegam e muito menos difícil de implementar e, espantem-se, hoje os observadores recorrem à análise em vídeo para avaliar as prestações dos árbitros.

Se assim é, neste momento é mais importante do que nunca que as classificações atribuídas aos árbitros sejam públicas.

Porque a margem de erro de quem tem o suporte da transmissão televisiva é mínimo e porque, na grande maioria dos casos, as imagens dissipam todas as dúvidas.

Sabendo dos poderes de quem avalia na classificação dos árbitros e nas consequentes subidas e descidas de divisão, mais do que nunca se pede transparência em todo o processo.

Porque ninguém quer ver um árbitro ter uma classificação positiva após uma má arbitragem, sobretudo quando o observador pode rever o jogo em casa!

Teremos de esperar mais uma semana

"Na próxima edição do Jornal, o Sporting vai divulgar todas as contas do mercado, à semelhança do que tem acontecido nas duas últimas épocas, e congratula-se por outros clubes, como o Sp. Braga, seguirem a mesma prática. Assim todos os emblemas o fizessem, em nome do rigor e da transparência no futebol."

Informação veiculada no Jornal Sporting do dia de hoje

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Posts mais comentados