Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

O derby da Taça

Em dois anos, dois títulos...um deles internacional. O projecto desportivo que visa devolver o Sporting à elite do hóquei em patins Mundial continua o seu caminho.

 

Não foi uma época que tenha correspondido às elevadas expectativas mas é impossível dizer que foi uma má temporada.

Começámos por vencer a Supertaça, chegámos à final-four da Taça CERS (que não conseguimos revalidar), assegurámos a presença na próxima Liga Europeia (a Champions do hóquei) e temos agora a possibilidade de terminar como começámos...com um título, que seria o terceiro em 2 anos, desde o regresso oficial da modalidade ao Clube.

 

A equipa de Nuno Lopes, já bem diferente daquela que atingiu os restantes objectivos acima mencionados, parte como underdog para esta final-four. Tendo em conta as circunstâncias, somos mesmo os menos favoritos e os que, teoricamente, integram o jogo com maior desequilíbrio entre os intervenientes.

Não só vamos defrontar o campeão nacional e europeu como o faremos sem 4 dos jogadores que fizeram parte do plantel desta época (Ricardo Figueira, Tiago Losna, Cacau e Luís Viana).

Restam André Centeno, Tuco, Poka e João Pinto, ladeados por Girão e Zé Diogo, a que se juntam atletas da equipa de juniores, que acumulam a disputa pelo título nacional do seu escalão com a ajuda à equipa sénior.

 

Não se antevê um jogo fácil, onde se prevê ainda o cansaço acumulado pelo maior período em jogo das peças principais. Mas nós nem nos damos mal com este 'estatuto'. A baixa expectativa relativamente à nossa prestação e o nível baixo a que o rival tem jogado após atingir os principais objectivos da época, podem jogar a nosso favor.

É acreditar na surpresa, defender em bloco, com espírito de sacrifício e jogar tudo no contra-ataque, onde até os mais jovens podem fazer a diferença, dada a motivação de estar presente em tão importante fase da competição.

 

O Sporting não vence a taça de Portugal à 16 anos e, depois de quebrar os jejuns da Taça CERS e da Supertaça, talvez possamos matar mais um borrego. Para já, temos pela frente um dos grandes, antes da final de domingo.

 

Força, Sporting!

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Uma vergonha

Vi jogadores a agredir impunemente adversários.

Vi exclusões ridículas.

Vi penaltis sancionados seguindo critérios dúbios e pouco claros.

Vi árbitros a roubar.

Vi jogadores a sorrir de escárnio perante o roubo.

Vi um canal transmitir o jogo com comentadores parciais, coniventes e quase solidários com tais práticas.

Vi adeptos festejar de forma entusiástica, ignorando todos estes vergonhosos factos.

Depois...

Vi uma equipa que batalhou contra tudo e todos.

Vi uma equipa que apesar de tudo, nunca perdeu a cabeça.

Vi uma equipa que foi digna do princípio ao fim.

Vi que neste país vale tudo porque a impunidade é total e só vencer interessa, independentemente do modo como se chega ao sucesso.

Competiremos sempre, mesmo que com armas desiguais, mas não nos peçam para vir a palco aplaudir uma falsidade.

Estou solidário com esta equipa de hóquei e apoio totalmente a forma como demonstraram desagrado no final do mesmo.

Não queremos medalhas!

Queremos imparcialidade!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal