Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Agenda Leonina (com links para transmissões online)

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Agenda 4.png

Agenda 5.png

Agenda 6.png

Agenda 7.png

Agenda 8.png

Agenda 9.png

Agenda 10.png

Agenda 11.png

Agenda 12.png

Agenda 13.png

Agenda 14.png

Agenda 15.png

Agenda 16.png

Agenda 17.png

Agenda 18.png

Agenda 19.png

Agenda 20.png

Agenda 21.png

Agenda 22.png

 ATLETISMO (Taça dos Campeões Europeus) - Link

JUDO (Grand Prix Hohhot) - Link

JUDO (Cadet European Cup) - Link

FUTEBOL (Campeonato Nacional Juniores) - Link

FUTEBOL DE PRAIA (European Winners Cup) - Link

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Voz aos sócios

A minha vontade é pedir a todos os Sportinguistas que se respeitem neste mês e que, no dia 23 de junho, todos, mas mesmo todos, se apresentem na AG para dar a sua opinião.

Eu sei que ninguém se vai respeitar e isso entristece-me. Sei que vai ser um mês de palhaçada, de informação e contra-informação. De manipulação da nossa opinião. Tentem filtrar da melhor forma que possam ou entendam e votem em consciência. É o futuro do Sporting que está em jogo.

Sejam a favor ou contra a continuidade de Bruno de Carvalho, é importante que todos marquem na agenda a ida à Assembleia Geral Destitutiva. O clima não vai ser o melhor, é certo, mas que ninguém tenha medo de se apresentar para exercer o seu direito, enquanto sócio. 

Lá estarei.

Sporting Sempre!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Uma competição sem campeão e um título para revalidar

Realizou-se anteontem o sorteio da taça nacional de juvenis em futebol feminino. Uma competição que junta os vencedores dos campeonatos regionais, com vista a encontrar a melhor equipa nacional do escalão.

Estarão representados os campeões das associações do Porto, Viana do Castelo, Vila Real, Braga, Aveiro, Viseu, Guarda, Coimbra, Leiria, Setúbal e Beja. Mas não só...

A competição juntará onze campeões distritais e cinco equipas convidadas, quando no ano passado a competição se circunscreveu a nove equipas (a intenção seria alargar para doze, este ano).

Porque é que isto acontece? Conheçam a história...

 

A equipa de juvenis do Sporting estava a disputar o título de campeão distrital, taco a taco, com o Casa Pia mas o jogo decisivo entre ambas as equipas foi adiado duas vezes e continua sem marcação à vista após um mês.

Tudo isto aconteceu porque o Sporting jogou o jogo da primeira volta, em Pina Manique, sob protesto.

O motivo? 

O Casa Pia incluiu treze jogadoras na ficha de jogo, quando o regulamento só permitia a presença de doze.

O árbitro deu ordens para se jogar e o Sporting, que acabaria por perder 2-0, formalizou o protesto já anunciado antes do encontro, entregando o processo ao gabinete jurídico do Clube.

 

Passado um mês, a Associação de Futebol de Lisboa (AFL) resolveu arquivar o processo por falta de aprovação do dito regulamento em assembleia geral, ficando a regra das doze jogadoras sem efeito, passando a ser permitidas quinze, como acontece nas competições masculinas.

Isto pode parecer preciosismo da nossa parte mas, tendo em conta que sempre se pôde jogar com quinze jogadoras, o Sporting passou toda a temporada a deixar de fora três que poderiam ter jogado mais e evoluído.

Este regulamento havia sido decidido uma semana antes do início das competições, pelo que o Sporting o tomou como válido.

 

Voltando ao jogo em falta, o Sporting tudo fez para o disputar, mesmo sabendo que teria de vencer por três golos de diferença para se sagrar campeão distrital.

Importa realçar que o Casa Pia se alheou de todo o processo, não fazendo qualquer esforço para encerrar um campeonato que poderia ter vencido mesmo que perdesse o jogo que falta disputar.

Neste momento, devido ao calendário já definido da festa do futebol feminino e da taça nacional, o mais provável é que o jogo nunca se realize e não seja atribuído o título de campeão distrital.

 

A solução encontrada pela Federação Portuguesa de Futebol passou por convidar ambas as equipas (Sporting e Casa Pia) a participar na Taça Nacional, estendendo o convite a três equipas das associações de Porto, Braga e Viseu, formando assim quatro grupos em vez de três.

 

Primeira conclusão: há cinco equipas que podem vencer uma competição para a qual não se apuraram;

Segunda conclusão: o Sporting viu-se privado de defender o título distrital alcançado no ano passado;

Terceira conclusão: o Casa Pia preferiu a decisão fácil de ganhar o direito a competir na taça nacional sem ter de disputar um jogo decisivo;

Quarta conclusão: os objectivos desportivos das equipas foram completamente desprezados pela AFL, que chutou para canto uma decisão que se limitava à marcação de um jogo que estava calendarizado e em atraso.

 

Que isto sirva de exemplo e não se volte a passar no futuro (consta que não foi a primeira vez).

Quanto ao Sporting, começará dia 31 a disputar a primeira fase da Taça Nacional e a lutar por revalidar o título alcançado no ano passado.

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Dr. Frederico Varandas é candidato

 

Sportinguistas, Hoje entreguei ao presidente do nosso Clube, Dr. Bruno de Carvalho, uma carta comunicando a minha saída do Departamento Médico da Sporting SAD. Tenho a honra de ter crescido numa família de dedicados sportinguistas e tenho estado ativamente ligado às atividades do Sporting. Sinto e vivo Sporting desde os 3 anos e até hoje, mesmo nos momentos mais críticos da minha vida, como na comissão de serviço militar no Afeganistão, nunca deixei de respirar “Sporting”. Tive com o atual presidente, desde que ele confirmou a minha colaboração ao tomar posse no seu primeiro mandato, a máxima lealdade e revejo-me em grande parte no património material e imaterial que ele deixa ao nosso Clube. Revejo-me na valorização dada às Modalidades, no aumento de exigência e ambição competitiva do Futebol Profissional, na concretização do projeto do Pavilhão João Rocha, na atenção aos Núcleos, na dinamização dos Associados e Adeptos. E revejo-me na capacidade demonstrada nos primeiros anos de presidência de convocar os Sócios a participar na vida do nosso Clube. Infelizmente, os acontecimentos dos últimos meses sublinharam a faceta autocrática e sectária do Dr. Bruno de Carvalho, tornando impossível a minha permanência sob pena de faltar ao meu superior dever de Lealdade para com o Sporting. No momento em que se produzem sucessivos episódios desviantes deste nosso Património comum, faço questão de ficar completamente livre para participar numa solução de governação do SCP que respeite os princípios democráticos, éticos e competitivos que marcam a nossa História. Esta minha demissão não deve, pois, ser vista como um afastamento da Vida do SCP. Constitui, na realidade, um primeiro passo para liderar uma solução de Direção do nosso Clube que seja convergente com o nosso desígnio histórico, respeitando os nossos fins, os nossos valores, a nossa identidade, visando a harmonia entre associados e a projeção ambiciosa no futuro que todos queremos. Viva o Sporting Clube de Portugal.

Uma publicação partilhada por Frederico Varandas (@frederico_varandas) a

 

Coragem e determinação do Dr. Frederico Varandas que, espero, consiga constituir uma lista orientada pelos valores enunciados, com um programa ambicioso e de acordo com aquilo que são os pergaminhos do nosso Clube.

Merecerá da minha parte toda a atenção.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Inácio e o momento actual

Ponto prévio: Bruno de Carvalho não tem, para mim, condições para continuar, muito menos a longo prazo. O histórico de eventos preocupantes é já vasto e nada me garante que estes não se repitam ou até se agravem.

 

Posto isto, admitindo que não se demite e que os sinais passados pelo presidente da Mesa da Assembleia Geral não me pareceram indicativos de uma tentativa de avançar para a destituição dos órgãos sociais nem para a marcação de eleições antecipadas, a inclusão de Augusto Inácio novamente como parte da estrutura do futebol parece-me um passo positivo no meio do caos que foi este final de época.

 

Naturalmente é uma medida de contenção de danos, de recurso, mas que finalmente afastará Bruno de Carvalho do futebol profissional e o entregará às suas funções institucionais.

Teoricamente é uma boa medida mas só terá efeitos práticos se Augusto Inácio tiver efectivamente poderes e autonomia dentro da estrutura do futebol profissional. 

A sua função imediata passará por juntar os cacos que sobraram desta época desportiva e com eles tentar criar uma base minimamente sólida, que dê para safar a planificação da próxima.

 

O regresso à matriz original do projecto, como diz no comunicado, exige quase um regresso ao passado. Reviver 2013 ajudará a perceber o caminho próspero que se trilhou mas também os erros que se cometeram.

Não tenho grandes esperanças que corrijamos todos mas exige-se bom senso e equilíbrio, se é que Bruno de Carvalho quer efectivamente terminar o mandato para o qual foi legitimado há pouco mais de um ano.

Este será o verdadeiro teste de fogo desta direcção; é urgente devolver a paz ao Sporting.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana (outros destaques)

MIGUEL ALVES CONQUISTA MEDALHA DE BRONZE NA TAÇA DA EUROPA DE JUNIORES (CORUÑA, ESPANHA) EM JUDO

 

SETE MEDALHAS DE OURO NO CAMPEONATO NACIONAL DE TRAMPOLIM INDIVIDUAL E SINCRONIZADO

ELITES MASCULINOS EQUIPAS
ELITES FEMININOS EQUIPAS
SENIORES MASCULINOS EQUIPAS
JUVENIS FEMININOS EQUIPAS
INICIADOS FEMININOS EQUIPAS
MATILDE MOURÃO - JUVENIS FEMININOS INDIVIDUAL
CATARINA ANTUNES - INICIDOS FEMININOS INDIVIDUAL

TRÊS APRESENTAÇÕES APURADAS PARA AS APRESENTAÇÕES DE INTERIOR DA GYMNAESTRADA MUNDIAL (GINÁSTICA)

SPORTING CP - Movement through the ages
SPORTING CP - The Colors of Queen
SPORTING CP - High School Musical

 

FILIPA MENDONÇA VENCE OPEN HOSPITAL SANTA MARIA, EM PADEL

 

"RASTAARTUR" VENCEU A TAÇA DE PORTUGAL 1VS1, NO E-SPORTS

 

SPORTING CP LIDERA 6ª PROVA NACIONAL DE CAMPO (TIRO COM ARCO), COM SETE MEDALHAS

OURO: DUARTE FERREIRA (RECURVO CADETES); MARIA JOÃO ZAGALO (RECURVO SENIORES);
PRATA: LILIYA DUBYEY (RECURVO JUNIORES); 
BRONZE: ANTÓNIO FERREIRA (RECURVO VETERANOS); INÊS CUNHA (RECURVO JUNIORES); HENRIQUE RIBEIRO (RECURVO JUNIORES); MARIA PAULA CATITA (RECURVO SENIORES).

 

FREDERICO FIGUEIREDO E ALEXANDER GRIGOREV NO PÓDIO DO GRANDE PRÉMIO ANICOLOR, EM CICLISMO

FREDERICO FIGUEIREDO (M.T)
ALEXANDER GRIGOREV (M.T)

 

FRANCISCO MOURA VENCE AOS PONTOS NA II GALA BELOURA CAR, UMA DAS MAIS IMPORTANTES DO BOXE NACIONAL

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana (voleibol, basquetebol e ténis de mesa)

Resultados 12.png

Resultados 13.png

Resultados 14.png

Resultados 15.png

Resultados 16.png

RESUMOS

TÉNIS DE MESA

SENIORES

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana (andebol e hóquei em patins)

Resultados 8.png

Resultados 9.png

Resultados 10.png

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana (futebol e futebol feminino)

Resultados 1.png

Resultados 2.png

Resultados 3.png

Resultados 4.png

RESUMOS

SENIORES

JUVENIS

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Farei o que puder pelo meu Sporting

"Tu vais vencer, Podes crer,

Porque a nossa força é brutal.

Mais de um século de histórias para contar

Sporting, tu nunca vais acabar."

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Quando pareciam reunidas as condições para que a final da taça de Portugal se pudesse disputar dentro da normalidade possível, Bruno de Carvalho voltou falar.

Peço apenas a todos os que nos representarão em campo que façam o melhor pelo Sporting, por eles e por nós, adeptos, que não temos culpa e somos impotentes para travar tudo o que se tem passado.

Ganhem a taça, festejem com os que estiverem no Jamor (que lá vão pelo Sporting e por vocês) e confiem que tudo se resolverá pelo melhor.

A tranquilidade regressará. 

Força! Sporting Sempre!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Ténis de Mesa é Tri-Campeão Nacional

Mais um ano perfeito da equipa liderada por Chen Shi Chao, com o pleno de títulos nacionais e a brilhante caminhada europeia que só terminou nas meias-finais, no ano de estreia no actual formato da prova.

Foi o nono título nacional em nove possíveis nas últimas três épocas. Um domínio avassalador que promete alargar-se na próxima época, com a possibilidade da equipa ser ainda reforçada, para atacar a Champions League.

Parabéns a todos os intervenientes em mais uma conquista para o Sporting Clube de Portugal, em especial aos atletas, que são quem joga e sua em cada vitória.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Leonina (com links para transmissões online)

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Agenda 4.png

Agenda 5.png

Agenda 6.png

Agenda 7.png

Agenda 8.png

Agenda 9.png

Agenda 10a.png

Agenda 10b.png

Agenda 11.png

Agenda 12.png

Agenda 13.png

Agenda 14.png

Agenda 15.png

Agenda 16.png

 JUDO (EUROPEAN JUDO CUP) - Link

CANOAGEM (TAÇA DO MUNDO VELOCIDADE) - Link

ATLETISMO (TAÇA DA EUROPA 10000M) - Link

E-SPORTS (FINAL TAÇA DE PORTUGAL) - Link

E-SPORTS (LIGA PORTUGUESA) - Link

E-SPORTS (CAMPEONATO NACIONAL) - Link

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Destaque a quem o merece

Sexta taça de Portugal de futsal da história do Sporting Clube de Portugal. Sétimo título nacional em dez possíveis, nas últimas três temporadas e hegemonia na modalidade (resumos - 1/4 final1/2 final / final).

 

Segunda época desde o regresso do futebol feminino / cem por cento dos títulos conquistados.

Este fim-de-semana a equipa orientada por Nuno Cristóvão carimbou o passaporte para mais uma final da Taça de Portugal, com um esclarecedor 1-6, em casa do Estoril (resumos - link1 / link2).

 

Sub-14 Campeões.jpg

O Sporting é o novo campeão distrital de iniciados C1 (sub-14) e sucede ao Sacavenense, campeão na época passada.

Importa realçar a excelência desta geração, que tem vencido todas as competições onde entrou, competindo no escalão sub-14 com um grupo totalmente composto por atletas sub-13.

Com duas equipas a disputar duas das quatro séries, o Sporting venceu ambas com 59 vitórias e uma derrota em 60 encontros.

Este fim-de-semana, na impossibilidade de apresentar as duas equipas na fase final, o plantel que se apresentou na disputa do título venceu a Escola Academia Sporting do Turcifal, por 4-0, na meia-final e a Escola de Futebol "Os Belenenses" de Odivelas na final, por 2-0.

Este título sucede à conquista no mediático torneio internacional da Pontinha.

 

As nossas infantis femininas terminaram a temporada neste fim-de-semana e obtiveram a décima vitória em vinte e quatro encontros, num projecto ímpar em que competiram num campeonato masculino.

A época terminou com uma vitória espectacular em casa do Oriental (2-4), terceiro classificado que até este fim-de-semana tinha apenas três derrotas em toda a competição.

As nossas meninas terminaram em oitavo lugar num conjunto de treze equipas e deram um passo importante rumo a um futuro brilhante.

 

* * * * *

 

Estes são os meus quatro destaques deste fim-de-semana que, no geral, não foi positivo para o clube mas que, felizmente, nos permite sempre exultar com conquistas.

Relativamente ao futebol sénior, nem uma eventual conquista da taça de Portugal ameniza mais uma época falhada. Era mais importante o segundo lugar do que levantar o caneco no Jamor.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

O dia de ontem esteve longe de ser bom. 

A derrota do hóquei, que acabou com o sonho da Liga Europeia. A derrota do andebol, que pôs fim a uma série de vitórias histórica. A derrota dos juniores no Seixal, que entregou o título ao Benfica. A derrota na quinta etapa do nacional de rugby feminino (sevens), que adiou a possibilidade de renovar o título na competição e a derrota do futsal feminino, também com o Benfica, que nos deixou fora da Taça de Portugal.

Demasiadas derrotas para um clube que se quer vencedor. Só o futsal masculino manteve a normalidade e ultrapassou com classe o Benfica, com uma exibição consistente e de qualidade, em dar hipóteses de sucesso ao rival.

 

Hoje é dia de vencer mais uma taça de Portugal de futsal, num dia histórico para o GD Fabril, adversário inédito nesta fase da prova.

A equipa de futebol feminino pode confirmar a presença das duas equipas seniores de futebol nas respectivas finais do Jamor, enquanto que o voleibol feminino fecha hoje uma época de estreia perfeita, com o último jogo do campeonato nacional da terceira divisão, onde o Sporting já é campeão.

Há ainda a última etapa da Vuelta Aragón, onde o Sporting/Tavira pode tentar sobressair na etapa decisiva, em terreno montanhoso, com Alejandro Marque com hipóteses na geral individual e a equipa classificada em quinto, na tabela colectiva.

 

O prato forte do dia fica para as 18 horas, com a deslocação da equipa de futebol aos Barreiros, onde o Marítimo promete dificultar muito a vida ao Sporting na luta pelo acesso à Champions League da próxima época.

Uma vitória garante o acesso às fases preliminares da liga dos milhões e atira o Benfica para a Liga Europa.

Após mais uma semana internamente conturbada, com recados e respostas completamente desnecessárias, confio numa boa resposta da equipa, após dias em que me senti pouco confiante.

Acho que os jogadores deixarão tudo em campo e tudo farão para terminar a época com duas vitórias antes de um defeso que se adivinha conturbado.

 

Enquanto isto, os nossos iniciados, vão empatando a uma bola no Olival, com o Porto, num jogo que é importante vencer para não deixar fugir o Benfica na classificação geral.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Déjà vu: um dia repleto de Sporting

Eu já vi este filme! Não tentem dizer-me que não...

Os rapazes de verde-e-branco de patins calçados e stick em punho. Uma meia-final em casa do adversário. O Reus como possível oponente na final.

Eu já vi este filme! E fiquei muito feliz no final!

 

Admito, o Sporting não é o favorito a vencer a Liga Europeia de hóquei em patins. Do outro lado está a equipa do Porto, crónico finalista (sempre vencido desde a nova designação) e actual líder do campeonato nacional. 

O Porto tem oito finais perdidas nos últimos vinte e um anos, duas delas perdidas em casa. Uma para o Bercelona (o último dos presentes na final-four deste ano) e outra para o Benfica.

Resumindo, teremos de ultrapassar a equipa da casa, campeã nacional em título e líder do nosso campeonato para depois nos cruzarmos com o campeão europeu ou o actual campeão espanhol, que também lidera destacado a OK Liga deste ano.

 

O Sporting é o underdog e já se deu bem com este estatuto.

Eu já vi este filme! E acaba com o levantar de uma taça e pessoas a chorar de alegria. No ringue e em casa.

Não tenham medo de ser felizes!

 

Mas nem só de uma meia-final europeia se faz este, sábado, que tem três derbies decisivos, dois deles em meias-finais da taça de Portugal. As equipas masculina e feminina tentarão, em Gondomar, ultrapassar o eterno rival e marcar ambos presença nas respectivas finais da prova rainha.

Também a contar para a Taça de Portugal joga a equipa de futebol feminino, que enfrentará o Estoril, um osso que se tem mostrado bem duro de roer.

 

Mas há mais, muito mais, como se pode comprovar com uma Agenda Leonina (link) com 49 eventos desportivos para acompanhar este sábado.

 

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Leonina (com links para transmissões online)

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Agenda 4.png

Agenda 5.png

Agenda 6.png

Agenda 7.png

Agenda 8.png

Agenda 9.png

Agenda 10.png

Agenda 11.png

Agenda 12.png

Agenda 13.png

Agenda 14.png

Agenda 15.png

Agenda 16.png

Agenda 17.png

 HÓQUEI EM PATINS - CERH TV (Link)

TÉNIS - ATP CHALLENGE TOUR (Link)

CICLISMO - ARAGÓN TV (Link)

ANDEBOL - ANDEBOL TV (Link)

E-SPORTS - TWITCH TV SCP (Link)

TÉNIS DE MESA - NA MINHA TERRA TV (Link)

ANDEBOL - ARTÍSTICA TV (Link)

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

O dia em que um gajo deixa de ser anónimo (Entrevista ao Jornal Sporting)

GAG Jornal Sporting.jpg

Agradeço novamente o convite do Jornal Sporting, ao Mário Vasa (fotógrafo) e à Sofia Oliveira (jornalista) pelo tempo disponibilizado.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

O triste fim da equipa B

Consumada que está a decisão de acabar com a equipa B em prol da criação de uma equipa sub-23, é tempo de fazer o balanço e calcular os possíveis efeitos desta decisão (ainda não comunicada oficialmente).

 

Balanço claramente negativo de uma equipa que, pese embora a perspectiva de ser o último ano, podia e devia ter saído da Ledman LigaPro com algum brio. A saída acabará assim por se fazer pela porta pequena, com uma desprestigiante descida de divisão que acabará por se diluir na extinção da equipa.

Não é possível isentar de culpas o treinador do escalão secundário. Pese embora a falta de qualidade e/ou inexperiência em boa parte do plantel, Luís Martins tinha obrigação de fazer melhor.

O Sporting B acabará a temporada com o estatuto indesejável de pior defesa do campeonato e há vários motivos para que isso aconteça; falta de organização defensiva, falta de estabilidade no onze (com efeitos mais negativos no sector recuado) e os erros individuais, que podem ser mais uma consequência dos dois factores anteriores do que, por si só, um dos motivos do insucesso.

 

Em 51 encontros à frente da equipa B, Luís Martins liderou uma equipa que não foi além das 18 vitórias (35%). Não sei se o acumular de funções prejudicou a sua prestação enquanto treinador mas sei que as coisas não melhoraram relativamente ao que se verificava com João de Deus, pessoa que nunca identifiquei como parte do problema do nosso segundo escalão profissional.

Em 110 encontros como líder da equipa B, João de Deus ajudou a obter 43 vitórias (39%). Acrescento que as 40 derrotas (36%) na "era" João de Deus não diferem em muito das 20 (39%) desde que Luís Martins assumiu o cargo de treinador.

 

Mesmo com ligeiro ascendente para o trabalho de João de Deus, no que aos resultados diz respeito, é justo dizer que o problema da equipa B, nos últimos anos, nunca esteve circunscrito à qualidade dos treinadores ou dos respectivos plantéis mas sim a um défice de planeamento.

Plantéis com bem mais de 30 jogadores nunca facilitam o trabalho dos treinadores nem beneficiam a performance dos jogadores. Se tivermos em conta que a maior parte dos contratados não apresentam qualidade evidente que seja possível vislumbrar uma subida à equipa principal, torna-se inevitável questionar o porquê de fazerem parte do plantel.

Parece-me legítimo que se questione o porquê da vinda de muitos dos jogadores, estrangeiros mas não só. Será que é o preço a pagar pela relação privilegiada com este ou aquele empresário ou empresa de agenciamento? Simples erros de scouting? Podia fazer mais algumas perguntas mas parece-me que muitos não vieram pela sua qualidade ou potencial futebolístico.

 

Seja como for, o mal está feito. A pergunta que agora faço é; o que vem mudar com a criação de uma equipa sub-23? Respondo, em vez de aguardar pela resposta. Nada!

Excluíndo Ary Papel, o actual plantel já tem idade sub-23 e, previsivelmente, grande parte destes atletas transitarão para o novo projecto.

Por falar em projecto, compreendo as reticências do FC Porto em avançar para o campeonato sub-23. Não só porque se têm dado bem no modelo actual mas também porque a criação de um escalão intermédio entre os juniores e os seniores virá privar os atletas de algumas dificuldades potenciadoras do seu crescimento, que podem ser encontradas no contexto actual da segunda liga.

 

Entendo que há a necessidade de, em muitos casos, dar mais um/dois anos de maturação a um jogador que acabe de subir dos juniores. O choque com a realidade do futebol sénior (mais ainda no profissional) é forte e alguns não aguentam o embate. Facilmente se passa de bestial a besta, de uma potencial estrela a uma desilusão.

Posto isto e porque é uma conversa que vem dos meus tempos de jogador, questiono se não seria mais benéfico alargar o escalão júnior para sub-20 (actualmente é sub-19), permitindo assim aos menos preparados um ano mais de processo formativo que potencie depois o processo integrativo nos campeonatos profissionais.

É minha convicção que os atletas com 22 anos que disputem o campeonato sub-23 o farão, na sua grande maioria por não apresentarem qualidade para jogar ao mais alto nível e que, por isso, acabarão por nivelar por baixo a qualidade, limitando a evolução de jogadores mais jovens com potencial para outros voos.

Acho que está na hora de deixar de usar as equipas secundárias (sejam elas B's ou sub-23) como depósito de excedentes dos empresários e das equipas principais. Os jogadores precisam que se aposte neles e se tente fazer deles o melhor possível. É também disso que se faz o sucesso de um departamento de formação.

 

Ninguém me tira da cabeça que a saída das equipas B da Ledman LigaPro se deve mais à urgente redução de equipas da competição (que aumenta os custos anuais das equipas que lutam por objectivos desportivos reais) do que a qualquer outro motivo. A criação de um escalão que integre precisamente esses jogadores, de certa forma, valida a minha teoria. Desportivamente, não vejo grandes vantagens neste novo projecto, que mais não vai ser do que aquilo que já existia, noutro contexto competitivo.

 

No caso do Sporting, que é o que me interessa, acho mais importante lutar pelo alargamento aos três anos do escalão júnior, reduzindo custos com a dispensa de jogadores não quais não vejamos futuro ou evolução que sustente a continuação da aposta. Paralelamente a isto, há que potenciar a integração dos mesmos em equipas dos primeiros dois escalões nacionais, aumentando assim a quota de formados em Alcochete nos campeonatos profissionais.

Os menos maduros, teriam assim mais um ano para continuar o processo formativo e os restantes ficariam entre dispensas (podiam até ser colocados e clubes com uma cláusula de recompra), empréstimos e apostas para o plantel principal.

O desejável seria que o conjunto de jogadores com contrato profissional em idade sénior diminuísse para 40/50, em vez dos actuais 60/70.

 

Provavelmente as decisões já estão tomadas e não será agora, em cima do final da época mas também da preparação da próxima que estarão em cima da mesa novas abordagens ao tema mas espero que este contributo seja benéfico para a discussão.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal