Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Enfim, fechou o mercado

Circulava desde o início da pré-temporada o desejo de Jorge Jesus em não perder mais de dois jogadores fundamentais. Assim foi.

João Mário (Inter - 40M€) e Islam Slimani (Leicester - 30M€) deixam 70 milhões de euros nos cofres de Alvalade, que podem vir a ser 80. Convém não esquecer que 25% da venda de João Mário vão para o Quality Football Ireland Limited (10 milhões) e 20% da mais-valia da venda de Slimani vão para o seu antigo clube, o Belouizdad (5,940 milhões).

Um valor recorde para o Clube e as duas maiores vendas de sempre do Sporting Clube de Portugal (a terceira é Nani - 25M€).

 

Num patamar inferior, é de elogiar a venda de Naldo por 4,5 milhões de euros, depois de o termos adquirido no ano passado por 3 milhões.

 

Desde o início que me sentia tranquilo quanto a este período de transferências. Tinha a certeza que Bruno de Carvalho quer ser campeão e, para isso, não iria certamente vender metade da equipa titular. O desejo de Jesus não só era de valorizar como seria um dos maiores passos para fazer do Sporting campeão.

Fora isto, havia que tentar reforçar posições deficitárias, dotando a equipa de mais e melhores opções para atacar todas as frentes desta época.

 

Era no reforço do plantel que estava o foco, tendo a certeza que havia mercado para qualquer um dos mais cotados jogadores do Sporting.

Desde o início se percebeu que João Mário e Slimani eram os mais prováveis encaixes para depois se atacar o mercado. O timing, tardio para uns e perfeito para mim, teve o condão de não nos deixar "descalços" antes de um clássico importantíssimo que antecedia uma paragem para as selecções, ideal para integrar os novos reforços.

 

Tudo correu como esperado e, melhor que as vendas foi a forma como se apetrechou o plantel com jogadores de clara valia e que aumentarão em muito a profundidade, qualidade e competitividade do plantel.

Confesso-me surpreendido com a nossa capacidade e a qualidade com que o fizemos. Jogadores como Bas Dost, Douglas, Campbell, Markovic, André, Castaignos e Elias vêm emprestar muita qualidade e um vasto leque de opções a Jorge Jesus.

Ficou a faltar, para mim, um defesa esquerdo mas, às tantas, depois destes primeiros dois meses da época, Jesus achou que o que tinha servia. Eu acho que pode ser curto mas é impossível apontar isto como um erro quando este defeso foi, indiscutivelmente, o melhor de sempre.

 

Num plano diferente, as rescisões de Labyad, Aquilani, Cissé, Dramé, Zezinho, Kikas, Luís Ribeiro, Mica Pinto e Jorge Silva, são excelentes notícias. Uns porque eram 'pesos mortos', outros porque não corresponderam e a maioria porque precisava de seguir o seu caminho, após muitos anos de Sporting.

 

Para terminar, o desejo de rápida integração dos reforços e a certeza que temos um plantel forte para encarar de frente todas as competições.

Plantel 16-17.jpg

Um plantel talvez demasiado longo e no qual 2/3 jogadores terão certamente poucos minutos mas que, espero, Jesus saiba gerir com mestria.

Eu quero o Sporting campeão!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Isto não precisa de ir para os leaks

Transparência acima de tudo. Aqui estão os valores das tranferências deste defeso.

Entradas e saídas.png

 

(Clicar sobre a imagem para ampliar)

Problema resolvido

Shika.png

O Sporting Clube de Portugal chegou a acordo com o Zamalek Sports Club para a transferência a título definitivo do atleta Shikabala, por um valor de 650 mil Dólares (aproximadamente 735 mil euros), ficando a Sporting SAD com 15% numa futura transferência.

Está resolvido o erro de casting

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD informa que chegou a acordo com o RCD Espanyol de Barcelona, SAD, para a transferência a título definitivo do atleta Michaël Ciani, ficando a Sporting SAD com 25% dos direitos económicos do jogador.

A Sporting SAD deseja a Ciani as maiores felicidades pessoais e profissionais."

Sobre Naby Sarr

O Sporting esclareceu, mesmo sem clarificar, que Naby Sarr foi transferido para o Charlton por um valor que poderá chegar aos 2.5M€, ficando o Sporting com uma percentagem numa potencial mais-valia futura.

Tendo em conta que Jorge Jesus assinou por 3 épocas e que não terá visto em Sarr o potencial necessário para fazer dele um bom defesa central, aceito a transferência, sobretudo porque encerrou mais um negócio proveitoso para o Sporting Clube de Portugal - obviamente, isto é tudo hipotético.

Tendo sido adquirido por 1M€ e desconhecendo para já quais os valores fixos e variáveis desta transferência, assumo que Bruno de Carvalho terá, pelo menos, acautelado o valor investido na sua contratação.

Apesar de tudo, não é este o principal motivo do post.

Naby Sarr foi jogador do Sporting. Foi sempre profissional e nunca teve para com o Clube nenhuma atitude de desrespeito. Uns terão gostado mais da sua passagem pelo Clube do que outros. Algo perfeitamente normal e que acontece com todos os que por cá passam e dão o seu melhor.

Dito isto, não entendo a atitude de gozo e desrespeito para com o jogador demonstrada por muitos Sportinguistas que, nas redes sociais, inclusive na página oficial do clube que passará a representar, se mostraram irónicos e cáusticos.

Naby Sarr não será o novo Desailly, como muitos afirmaram de forma jocosa, mas também não será o 'manco' que muitos querem fazer crer.

Espero que Sarr tenha sucesso em Inglaterra e que se valorize desportiva e economicamente. Quem sabe não recebemos as tais mais-valias e alguns Sportinguistas não ficarão  engolir em seco.

Boa sorte, Mouhamadou-Naby Sarr!

Enoh no Lokeren, pode render 350m€

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, informa que chegou a acordo com o KSC Lokeren OV, para a transferência definitiva do atleta Lewis Enoh, por um montante até 350 mil euros, permanecendo a Sporting SAD com 20% de uma transferência futura."


A meu ver, a contratação de Enoh foi um caso de sucesso.

Apesar de ter sido notória a sua evolução ao longo desta temporada, avaliando friamente, parece lógico que a sua vinda para o Sporting nunca teve como objectivo a aposta no jogador no âmbito desportivo.

O nosso scouting detectou algum potencial e 35 mil euros eram uma pechincha.

O jogador alinhava no Campeonato Nacional de Seniores e auferia, certamente, valores abaixo dos 1000€ mensais.

Como qualquer jogador do CNS, sonharia com algo melhor para a sua carreira.

O Sporting acabou de proporcionar isso ao jogador e toda esta 'operação' e um rotundo sucesso para ambas as partes.

Não resultou ainda com Dramé ou Gazela, mas funcionou para o Enoh.

350 mil euros significam um encaixe razoável para as contas da SAD e o jogador num ano passou a valer 10 vezes mais.

Ficaremos com 20% de uma futura transferência e o futebol belga parece-me adequado à valorização do jogador.

Quanto ao comunicado em si, também não me agrada a imprecisão, no que ao valor diz respeito mas, à semelhança do que aconteceu em anos anteriores, esperemos pelo fecho do mercado de transferências para aferir todos os valores imediatos e futuros.

E não houve surpresas

Acho piada àqueles que ficam a fazer refresh em tudo o que é página de desporto à espera das últimas do mercado. Nesta janela de transferências que agora terminou, acho ainda mais piada a Sportinguistas que se tenham dado a esse trabalho. Não pela 'tarefa' em si, mas sim pelas expectativas baixíssimas de movimentações para os nossos lados.

Somos um clube com limitações financeiras, com um orçamento reduzido, sob vigilância da UEFA por causa do fair-play financeiro e estavam à espera de um craque para o Sporting?

Temos lá muitos, com Nani à cabeça (que foi a melhor jogada de mercado desta temporada em Portugal).

Foi um mês de Janeiro em que recebemos uma espécie de "Querido mudei a casa", mas em versão "Querido arrumei a casa" pois, como já disse, não havendo dinheiro para renovações, limitámo-nos a arrumar e desfazer-nos (mesmo que temporariamente) de 'coisas' que não nos eram agora úteis mas que ali paradas também só ganhavam pó - espero que ninguém se ofenda com este paralelismo.

Dois jogadores saíram em definitivo. Maurício foi vendido à Lazio por 2.65M€ e Wilson Manafá foi cedido ao Beira-Mar a custo zero, tendo o Sporting ficado com 50% do passe.

Dos mais de dois milhões e meio que nos rendeu Maurício, 300m€ foram investidos no empréstimo de Ewerton, que terá os seus ordenados suportados pelos russos do Anzhi até ao final da época. Entendo este empréstimo como um período de experiência para que os responsáveis leoninos avaliem as capacidades actuais do jogador. Se corresponder às expectativas, pagaremos os 1.5M€ acordados para a compra definitiva dos direitos do jogador e teremos reforço para a próxima época pois, parece-me que Tobias já não 'descalça' do 11 inicial.

Entre compras e vendas, saldo positivo. Gastámos menos do que recebemos, reforçamos a confiança em Tobias e não ficamos mais fracos.

Yan Zihao, cujo contrato terminava no final desta temporada, rescindiu e seguirá carreira noutras paragens.

Diego Rubio e Zezinho regressaram à Academia e integrarão a equipa B.
Rubio tinha terminado o empréstimo ao Sandnes Ulf, da Noruega, equipa que desceu de divisão mas onde Rubio fez pela vida, tendo sido o melhor marcador da equipa. Confesso que vejo potencial em Rubio. Não podemos esquecer-nos que tem ainda 21 anos e que o próprio Sporting não lhe tem facilitado a vida com empréstimos que castram a evolução. Ainda não perdi a esperança no chileno e os dois golos em dois jogos pela equipa B, para já, são bons indicadores.
Zezinho regressa após quebra do contrato de empréstimo que o ligava ao AEL Limassol até ao final da temporada. Foi um empréstimo claramente falhado onde, num campeonato pouco competitivo e com as dificuldades de adaptação normais, pelo facto de ser um país e uma cultura diferente não facilitariam a sua evolução. Confesso que já o vi jogar muitas vezes e considero ser até a melhor opção para fazer sombra a William Carvalho.

No campo dos empréstimos, tentou dar-se aos visados minutos e possibilidade de evoluir ou simplesmente de competir.

Iuri Medeiros e Fabrice Fokobo seguiram para Arouca e se Pedro Emanuel conseguir fazer o que fez com Adrien e Cédric já valeu a pena.

Filipe Chaby seguiu para a Madeira e jogará na União até ao final da temporada. Fontes próximas do clube garantiram-me que Chaby está bem entregue e que, embora apresente falta de ritmo e algumas lacunas no jogo sem bola, com ela nos pés acontece magia.

Ricardo Esgaio e Salim Cissé seguiram para a Académica. Parece-me um empréstimo com objectivos diferentes. Para Esgaio uma oportunidade de evoluir, jogando num patamar mais competitivo que a 2ª Liga. Para Cissé parece-me mais uma tentativa de dar 'montra' ao jogador com vista a um possível negócio no final da temporada.

Lewis Enoh foi um dos 'tiros no escuro' do último mercado de transferências. O risco era praticamente nulo e era uma questão de ver no que dava. Veremos se mostra alguma coisa no Leixões.

Gazela, o outro 'tiro no escuro', segue para o Salgueiros 08. Este parece-me mais óbvio que não convenceu pois nem jogou na nossa equipa B nem foi possível emprestá-lo para uma equipa da 2ª Liga.

Heldon foi emprestado ao Córdoba. Neste caso pareceu-me que o empréstimo era para Capel, no entanto, nenhum clube revelou capacidade de pagar o salário do espanhol e, devido ao excesso de opções e à paulatina afirmação de Podence, sobrou para o cabo-verdiano. Que se valorize e aproveite a experiência de competir num campeonato de topo.

Wilson Eduardo saiu, após meia época na Croácia para ingressar no Ado Den Haag, da Holanda. Diferendos no Dínamo de Zagreb terão estado na origem desta mudança. Tenho dúvidas do seu valor para integrar o plantel do Sporting, por isso, espero que as coisas lhe corram bem para que possamos daí tirar dividendos e que o Wilson possa seguir a sua carreira num clube que o deseje.

Simeon Slavchev foi emprestado para o Bolton, que disputa o Championship. Gostava que tivesse ficado. Gostei do que vi, sobretudo em casa com o Boavista para a Taça da Liga. No entanto, nota-se que precisa de jogar e no Sporting só o faria a espaços. Espero que joguem muito em Inglaterra e que tenhamos box-to-box para 2015/2016. Vou estar atento.

Rúben Ribeiro, sem espaço na equipa B, foi emprestado ao Santa Clara. Não conheço muito do jogador, como tal, vou apenas desejar-lhe sorte.

Por fim, Mama Baldé, ponta-de-lança que pouco jogou na equipa B. Tendo em conta que era suplente de Enoh e Cissé, não sei se terá valor suficiente mas, como é mais um dos que pouco vi, espero que as coisas lhe corram bem em Castelo Branco, no Benfica local.

Mais um duplo empréstimo

O Sporting anunciou ontem em comunicado os empréstimos de Salim Cissé e Ricardo Esgaio à Académica.

Espero que sejam tão bem sucedidos quanto foram Adrien, Cédric e o próprio Cissé, que regressa assim ao clube onde o Sporting o contratou.

Em novo comunicado, emitido ontem ao final da noite, foram prestados os seguintes esclarecimentos, relativamente a atletas da equipa B:

- Iuri Medeiros – Empréstimo ao FC Arouca, até final da presente época;

- Fabrice Fokobo - Empréstimo ao FC Arouca, até final da presente época;

- Filipe Chaby – Empréstimo ao União da Madeira, até final da presente época;

- Mama Samba Baldé – Empréstimo ao S.B. Castelo Branco, até final da presente época;

- Wilson Manafá – Cedência a título definitivo para o Beira-Mar, ficando a Sporting SAD com 50% de uma futura venda;

- Zihao Yan – Rescisão por mútuo acordo;

- Diego Rubio – Reintegrado na Equipa B;

- Zezinho – Reintegrado na Equipa B;

- Lewis Enoh – Empréstimo ao Leixões, até final da presente época;

Maurício na Lazio por 2.650M€

"A Sporting SAD vem comunicar que chegou a acordo com a Società Sportiva Lazio para o empréstimo do jogador Maurício Nascimento, com obrigatoriedade de compra do seu passe por 2,650 milhões de euros no final da época.

 

A Sporting SAD ficará com 20% da mais-valia futura, no caso de transferência do atleta da Lazio para outro clube.

Este negócio está sujeito à realização de exames médicos do atleta na Lazio.

A Sporting SAD deseja os melhores sucessos pessoais e profissionais ao jogador Maurício Nascimento."

De Slimani a Reus

Desde sábado que tive coisas mais importantes para falar, mas não posso ignorar o 'assunto' Slimani.

Foi dado a conhecer través de um comunicado, que pode ser lido aqui, que Islam Slimani será reintegrado hoje nos trabalhos da equipa principal.

Esta é uma situação que me desagradou e que tenho opinião formada desde o início.

Slimani partia para esta época com o estatuto de titular indiscutível e parte importante do sucesso a curto prazo da equipa de futebol do Sporting Clube de Portugal, mas a ilusão dos €, toldou a razão do argelino, que depressa informou a direcção que queria ganhar mais dinheiro ou, caso contrário, saíria para onde lhe pagassem mais.

Assinada a nota de culpa por parte do argelino, restam dois caminhos (na minha opinião):

1º (e é este que eu defendo) - vender o avançado argelino a qualquer clube que pague 10M€

2º (se ninguém der os 10M€) - que fique por Alcochete a treinar até terminar o contrato pois, por mim, não é digno de vestir a camisola do Sporting!

Mas...não sou eu a decidir. Se a solução encontrada for a reintegração na equipa (competitivamente falando), para mim, parte como 3ª opção para o ataque (mesmo que tenha valor e características para pegar de estaca no onze). Prove que está comprometido com o clube e com os colegas de equipa e faça por merecer oprtunidade de jogar novamente. A acontecer, será como uma segunda vida e uma oportunidade que não pode desperdiçar.

Entretanto, já hoje, foi emitido novo comunicado (aqui) divulgando o destino profissional de Rúben Semedo e Vítor (o Reus, de Espanha).

Rúben Semedo está sob alçada disciplinar e não está autorizado a frequentar as instalações do clube, pelo que este empréstimo sem opção de compra, válido até ao final da presente época, com os custos com o atleta suportados pela equipa espanhola tem os seguintes objetivos:

- Dar a Semedo um banho de humildade, que lhe poderá ser útil, se quiser ter futuro no clube

- Terapia de choque para um atleta que tem vindo a demonstrar falta de profissionalismo, mascarado de rebeldia

Como resultado final, vamos obter uma de duas coisas (e recordo que Semedo renovou recentemente contrato com o Sporting):

- Semedo aprendeu alguma coisa em Espanha e volta mais profissional e focado no Sporting e no seu futuro

- Semedo prova que é um caso perdido e deverá ser encontrada uma solução para o seu futuro que não passe pelo Sporting

Quanto a Vítor, será cedido a título definitivo aos espanhóis. O Sporting ficará com 25% de uma futura mais-valia de uma venda acima dos 300.000€. Estranho esta opção do jogador, que me parece que tinha mercados mais apelativos (até mesmo em Portugal), mas desejo-lhe sorte para o seu futuro e que, a entrada no mercado espanhol, possa valer uma transefência para a 1ª Liga do país vizinho (cenário perfeito para o jogador e para o Sporting).

Viola no Karabükspor

Finalmente veio a confirmação oficial da saída de Valentín Viola. Pensava que podia ter uma oportunidade esta época, mas o seu vencimento estava claramente fora das nossas possibilidades.

Segue para a Turquia, mais concretamente para o Karabükspor. O empréstimo, por uma temporada custa aos turcos 200 mil euros e o valor estipulado para a compra de 50% do passe do argentino são 3 milhões de euros.

Que tudo lhe corra bem e que no final da época os 3 milhões venham parar aos nossos cofres. Boa sorte Valentín!

Matias Pérez regressa à base

Entretanto, o defesa-central peruano, Matías Pérez não viu o Sporting exercer o direito de opção sobre ele possuúdo e regressará ao seu clube, sem se ter estreado na principal equipa do Sporting.

Eric Dier no Tottenham

"O Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD, informa que no decorrer do corrente mês, encetou negociações com o atleta Eric Dier para a renovação do seu contrato de trabalho. 

Inesperadamente, a Sporting, SAD foi confrontada, pelo pai e representante oficial do jogador, com um valor de aquisição por parte do Tottenham Hotspur, que remeteu a decisão da actual Administração para contratos assinados por Direcções e Administrações anteriores, que obrigavam a uma venda, do referido atleta, por um montante igual ou superior a 5 milhões de euros ou a igualar as condições salariais propostas, algo impossível devido à imprescindível manutenção da política salarial implementada e respectivo equilíbrio no seio do grupo de trabalho, da reestruturação financeira em curso e da necessária sustentabilidade do Clube.

Para além disto, a Sporting, SAD foi informada que mesmo igualando a proposta salarial, o jogador não desejava continuar, e mesmo que o Sporting obtivesse uma proposta, superior, quer a nível de compra quer a nível salarial, que fosse de outro clube, o jogador não aceitaria.

Face às condicionantes expostas, a Sporting, SAD vem comunicar a alienação da totalidade dos direitos económicos do jogador Eric Dier ao Tottenham Hotspur, pelo valor de 5 milhões de euros líquidos, sem qualquer outro tipo de direitos futuros ou salvaguardas, em conformidade com os contratos anteriormente referidos.

Apesar do sucedido a Sporting, SAD deseja a Eric Dier as maiores felicidades na sua carreira." (Comunicado Oficial do Sporting)

 

Tenho muita pena que andemos a formar jogadores para reforçar outras equipas.

Vejamos uma coisa: os custos com a Academia rondam os 3M€ anuais (disse de cabeça e se estiver enganado, corrijam-me). Falamos, portanto, de uma estrutura altamente profissional. Dier, como Bruma, Ilori, Pedro Mendes e outros casos menores seguiram o seu caminho e nós, sócios, ficámos tristes.

Será possível que uma estrutura altamente profissional como a nossa não se tenha dado ao trabalho de ler o contrato do Eric?! Será possível ver um dos mais promissores jogadores da nossa Academia sair de uma casa que é a sua desde os 11 anos sair do clube desta forma?! Valerá a pena gastar milhões na formação para ver isto acontecer todos os anos?!
Já por aqui abordei o tema da formação e julgo que alguma coisa de muito grve se passa na formação do carácter dos nossos jovens e a estrutura da formação do Sporting também tem culpa no cartório (não são só os pais, tutores e empresários dos jovens jogadores que lhes fazem a cabeça).

Só queremos os que cá querem estar. Concordo! Mas devemos acauelar-nos e e evitar que eles queiram ir. Bruno de Carvalho teve muito tempo para renovar o contrato do Eric, e tinha obrigação de o fazer por forma a anular esta cláusula estúpida feita por outros, mas ignorada por ele.

Por isso mesmo não gosto deste sacudir de água do capote, pois a culpa não é apenas de quem assinou com o jogador o contrato em vigor.

Quato ao jogador, que meta as juras de amor num sítio que eu cá sei e vá à sua vida. Que seja mais um Ilori!

Empréstimo de Zezinho

Sou um admirador de Zezinho e não me agrada esta tentativa de nos livrarmos de um bom jogador.

Há 2 anos, quando a nossa equipa B jogava em Rio Maior, vi vários jogos e Zezinho enchia o campo em todos eles. Era de todos o mais maduro e não foi à toa que acabou por se estrear na equipa A.

Penso que mereceia uma oportunidade para mostrar o seu valor e em vez disso, mandamo-lo para o Chipre com uma opção de compra de 1 milhão de euros, numa clara tentativa de despachar o jogador. Não sei quanto ganha, mas tenho a certeza de que haveriam outros clubes, por exemplo em Portugal, que podiam comportar o vencimento anual do ainda jogador do Sporting. Evoluía mais e acima de tudo estava debaixo do nosso olhar, para além de ser uma melhor perspectiva de futuro para o jogador.

Compreendo que não será fácil ao conselho diretivo tomar certas decisões, mas esta é uma que me custa aceitar porque acredito bastante no valor do Zezinho. Que tenha muita sorte e venha a singrar ao mais alto nível, é o que lhe desejo!

Saídas de Wilson Eduardo e Diogo Salomão

O motivo das saídas de Wilson Eduardo e Diogo Salomão é apenas um: facilitar a vida à 'nossa' Sara Silveira, para que não chame Wilson Carvalho ao Wilson Eduardo e para não correr o risco de um dia ela chamar Salmão ao Salomão!

Brincadeiras à parte, são quanto a mim saídas anunciadas e por mim desejadas.

O mais velho dos irmão Eduardo é um razoável jogador, bom profissional e sempre dignificou a camisola leonina, mas isso não basta. É preciso algo mais para a posição que ocupa no campo e julgo que o empréstimo com opção de compra celebrado com o Dínamo de Zagreb é uma boa solução para as três partes envolvidas.

Quanto a Diogo Salomão, vejo uma tentativa de corrigir dois erros: a contratação do jogador e a sua renovação de contrato, já sob a égide de Bruno de Carvalho. Aqundo da sua contratação, devido talvez ao clube de origem (Real Massamá), pensou-se que estava ali um novo Nani, mas não só Salomão nunca mostrou poder chegar a esse nível, como não passou pela academia, tendo chegado já em idade sénio e com menores possibilidades de progressão. A sua ida, novamente para a Corunha é um 'juntar o útil ao agradável'. Por cá não era opção e lá é desejado. Não se sabendo pra já os contornos do negócio, imagino que seja mais um empréstimo com opção de compra.

Obrigado aos dois e boa sorte para as vossas carreiras!

OFICIAL: Sporting anuncia saída de Welder, Piris e Gerson Magrão

Continua a planificação da época do Sporting. Depois das entradas de Slavchev e Paulo Oliveira, vemos partir (sem deixar saudades) Welder, Piris e Gérson Magrão. Eram saídas anunciadas, pois não mostraram valor para ficar no plantel, mas ainda assim, deixo o meu voto de felicidades para as respetivas carreiras. Foram saídas que já aqui tinha anunciado e com as quais estou 100% de acordo.

A casa começa ficar arrumada!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal