Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Voz aos sócios

A minha vontade é pedir a todos os Sportinguistas que se respeitem neste mês e que, no dia 23 de junho, todos, mas mesmo todos, se apresentem na AG para dar a sua opinião.

Eu sei que ninguém se vai respeitar e isso entristece-me. Sei que vai ser um mês de palhaçada, de informação e contra-informação. De manipulação da nossa opinião. Tentem filtrar da melhor forma que possam ou entendam e votem em consciência. É o futuro do Sporting que está em jogo.

Sejam a favor ou contra a continuidade de Bruno de Carvalho, é importante que todos marquem na agenda a ida à Assembleia Geral Destitutiva. O clima não vai ser o melhor, é certo, mas que ninguém tenha medo de se apresentar para exercer o seu direito, enquanto sócio. 

Lá estarei.

Sporting Sempre!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Os melhores adeptos do Mundo

Somos nós! Os mais fiéis, os que mais apoiam, os que estão sempre lá.

Não há nada que pare um leão determinado.

Prova disso são as assistências no nosso estádio. Média de 44300 espectadores e a melhor taxa média de ocupação da Liga NOS (88.51%).

Jogos fora?

O Sporting nunca joga fora. 92.62% de ocupação nas Aves, 76.43% em Guimarães, 100% na Feira e 64.62% em Moreira de Cónegos. Isto com bilhetes que chegaram aos 45 euros nas duas últimas deslocações.

Os Sportinguistas sacrificam-se e abdicam de tempo com as suas famílias para acompanhar a apoiar um amor que, na maior parte dos casos vem do berço.

 

Berço que se encarregou de não deixar esmorecer o Sportinguismo de gerações e gerações que pouco ou nada viram o Sporting ganhar.

"Um caso de estudo", disse Jorge Jesus sobre os adeptos do Sporting, acrescentando que, mesmo sem títulos "cada vez há mais Sportinguistas".

Verdade. Cada vez somos mais mas sempre fomos muitos. 

Os últimos anos trouxeram os Sportinguistas de volta mas, só por si, não formaram a massa adepta de mais de três milhões de pessoas. Os três milhões já existiam, formados a alimentados por si próprios e pelo amor ao Sporting que tem passado de geração em geração, de amigo para amigo.

Um amor que não se alimenta de títulos mas sim de valores, que nos unem a um Clube com o qual nos identificamos pela forma como foi "edificado".

 

Foi o respeito pela instituição que vimos nestes últimos anos, o amor à causa que fizeram com que o número de sócios aumentasse em 60%, para os actuais mais de 160 mil, recorde absoluto do Clube, que nem nos tempos áureos de João Rocha ultrapassou os 130 mil.

Os Sportinguistas são gratos, reconhecem valor mas não são cegos.

É isso que nos distingue dos demais. Somos fiéis, presentes, participativos, atentos e críticos. 

Hoje mais do que ontem, fruto da atitude de um Presidente que, quando eleito nos pediu exactamente isso; exigência e espírito crítico, para que o Sporting nunca mais caísse no buraco em que o encontrou.

 

Ora, posto isto, não entendo o porquê de, de há uns meses para cá, serem os adeptos do Sporting um dos alvos das críticas de Bruno de Carvalho.

Adeptos que não são militantes, que fazem o trabalho dos rivais, porque criticam esta ou aquela atitude e que podem ser responsáveis por um futuro desinvestimento nas modalidades, segundo palavras do próprio.

Isto deixa-me perplexo, triste, desiludido e até um pouco irritado.

 

Mas não são os adeptos do Sporting que enchem estádios por todo o país? 

Não são os adeptos do Sporting que nunca abandonaram as modalidades, das quais sempre brotou gratidão pelo apoio em casas espalhadas um pouco por toda a Lisboa e arredores?

Não foi aos adeptos do Sporting que foi pedido espírito crítico?

Não foram os adeptos do Sporting que possibilitaram o aumento do investimento nas modalidades, fazendo-se sócios?

Então, se tudo isto é verdade, porquê estas criticas?

 

Nós fazemos tudo pelo nosso Sporting, como diz na canção. Por amor e dedicação.

Não pedimos nada em troca para além de respeito por nós e pelos ideais sempre preconizados pelos nossos fundadores. Ideais nem sempre respeitados por direcções seguintes, sobretudo algumas do passado recente.

Sim, eu sei que esta conversa dos fundadores se pode virar contra mim:

"Mandamento 6º: Nunca em público amesquinhes os actos de quem represente o teu Clube; roupa suja lava-se em família e o teu dever é criar em toda a parte, pelas tuas palavras e pelos teus actos, um ambiente favorável ao Sporting, enaltecendo-o."

Acontece que os dias de hoje não são como eram há 100 anos. Os directores não são só sete e os sócios não são apenas centenas ou parcos milhares.

Os tempos são outros. Temos adeptos em todos os cantos do Mundo e, para muitos, a internet é dos poucos pontos de encontro para viver, sentir e discutir o dia-a-dia do Sporting.

Nem toda a gente se pode deslocar a uma Assembleia Geral, a uma sexta-feira, para enaltecer ou criticar e, acredito, muitos gostariam de o poder fazer.

 

Pode o Presidente do nosso Clube criticar quem critica em público, sobretudo quem o faz nas redes sociais?

Pode, mas não deve. E não deve sobretudo porque essa tem sido uma ferramenta bastante utilizada pelo próprio para se defender, defender o Sporting mas também para atacar jogadores e adeptos. E ambas as coisas já aconteceram mais que uma vez.

Assim sendo, regresso aos recentes bloqueios de utilizadores no facebook oficial do Clube. Como já aqui referi, muitos (senão todos) foram levantados e as pessoas voltarão, se assim o entenderem, a poder manifestar-se na página oficial do Sporting.

Aquilo que espero é que, daqui para a frente, essas criticas sejam acatadas mas, mais do que isso, sejam respeitadas e equacionadas como sugestões de melhoria, dentro daquilo que cada um entende ser o comportamento ou medidas correctas para a gestão do nosso Clube.

 

Da nossa parte, continuaremos a ser os melhores adeptos do Mundo, Seguiremos fiéis, presentes, participativos, atentos e críticos, sempre que se justifique, seja a critica positiva ou negativa, desde que construtiva.

O Sporting é nosso e, no que depender de nós, continuará a crescer e estará, sem margem para dúvidas, entre os maiores da Europa, como assim foi desejado.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Se não fizeres pelo Sporting, fá-lo por ti!

Já são inúmeros os apelos aqui feitos aos adeptos do Sporting para que se façam sócios. 

Pelo sentimento de pertença, pelo simples orgulho de mostrar o cartão de sócio ou pela vontade profunda de ajudar o Clube.

Cada um saberá o que o move a ajudar ou a não o fazer.

Uma coisa é certa: acho injusto que se espere algo em troca antes de dar, que se exija antes de retribuir.

Este fim-de-semana não há futebol profissional mas não é apenas por isso que direcciono o meu apelo para algo mais específico, que nada tem a ver com a SAD do Sporting Clube de Portugal.

Ser sócio é fundamental para a sustentabilidade das nossas modalidades e para que a aposta deste ano possa ter continuidade nos próximos. 

Ser sócio é fundamental para que, para além da manutenção do que temos, possamos ver o regresso de outras modalidades que podem inclusive cativar mais adeptos e praticantes.

Ter mais modalidades orgulha-nos como clube ecléctico que somos, pela nossa forte componente social, mas também porque nos proporciona atingir novos objectivos. Objectivos esses que visam a obtenção de ainda mais títulos.

Esses títulos só são possíveis com equipas competitivas em todas as modalidades e equipas competitivas só se conseguem com dinheiro para cativar os melhores como complemento à nossa matriz formativa, transversal em todas as modalidades praticadas no Clube.

É importante ressalvar que todo o dinheiro das quotização é direccionado para o Clube e não para a SAD, por isso, vejam a quota mensal como um investimento nas ditas modalidades amadoras, aliado ao imenso orgulho que é pertencer à família leonina.

O apelo é para que comprem a Gamebox Modalidades. Façam-no para o Andebol, Futsal ou Hóquei. Se puderem, comprem as três. Façam-no, nem que seja pela simples possibilidade de ganharem prioridade de estar presentes na inauguração do Pavilhão João Rocha ou pelo simples facto de garantirem um lugar nas épocas que se seguem.

Façam-no porque todos os que servem o Sporting o fazem com esforço, dedicação e devoção e porque, sem nós, a glória fica mais longe.

Se não o fizeres pelo Sporting, fá-lo por ti!

Antes que se crie mais um mito...

É verdade. Em Março de 2013, no culminar do mandato de Godinho Lopes apenas 36500 sócios dos 96 mil inscritos tinha quotas em dia e, consequentemente, só esses podiam figurar nos cadernos eleitorais em http://www.sporting.pt/incscp/pdf/eleicoes2013/caderno_eleitoral_210313.pdf#sthash.VGtmDlgz.dpuf,

 

Sem duvida, uma sombra do que já tinha sido. Pois percebemos bem porque os nossos rivais tanto gostavam de Godinho Lopes...

 

No final de 2014, sinais preocupantes...o Sporting ultrapassa os 120 mil sócios inscritos...http://www.record.xl.pt/futebol/nacional/1a-liga/sporting/detalhe/leoes-ultrapassam-os-120-mil-socios-921639.html .. "Bahh...somos o maior clube do mundo diziam alguns...não nos preocupemos"

 

Em Junho de 2015, o Sporting faz, conforme os seus estatutos, a recontagem de sócios ....xiu...ninguém se interessou em saber com quantos sócios ficou...

 

Em Agosto de 2015, estala a bomba....o Benfica, o suposto maior clube do mundo baixa para 157 mil sócios.....pois é...Nesse mesmo mês de Agosto o Sporting , pós-recontagem ultrapassa ...os 125 mil sócios! Xiu....Epá ...mas como e possível?

 

Pois é...Já em Outubro, o Sporting ultrapassou os 129 mil e o Benfica apenas vai em 160 mil...

 

Muito agradecemos ao povo de Carnide por nos lembrar o clube que Bruno de Carvalho herdou, e a justa homenagem que fazem aos milhares de Sportinguistas que regressaram á orbita do Sporting, reabilitando os seu futebol e as suas modalidades face à realidade que foram revolver no baú de 2013.... Bravo!

 

Sem duvida que ter memória é importante e não se esqueçam...apenas 30000 de diferença.....Bem Hajam!

 

Texto escrito por: Frost SCP

Será mesmo necessário outro estímulo?!

Abri uma excepção para ver (embora à posteriori) o Play-Off, na SIC Notícias, afim de observar como se sentiria Augusto Inácio no papel de 'paineleiro'.

Esteve bem, não se deixou pisar e ripostou sempre que devia e de forma clara e inequívoca.

Às tantas, Rui Santos puxou à conversa algo que lhe faz confusão que é das coisas que mais me deixa estupefacto no seio do associativismo. Em Portugal, desde que se ganhe, por norma, os sócios dos clubes estão-se borrifando para as contas.

Não vejo adeptos do Benfica e do Porto preocupados com gestões que geram milhões e dão prejuízo enquanto aumentam brutalmente o passivo e só vejo os do Sporting preocupados com isso depois do clube quase ter desaparecido, fruto de gestões danosas e, quem sabe, criminosas.

(Afinal algo de bom trouxe Godinho. Os Sportinguistas acordaram para a realidade.)

Isto levou-me a um assinto que considero de extrema importância no seio do Sporting: o que mais esperam os Sportinguistas para dar o seu precioso e essencial contributo?

Temos um Clube rigoroso na sua gestão, a crescer sustentadamente, dando lucros consecutivos, com um presidente com o qual a maioria dos adeptos se identifica e com equipas competitivas e bem orientadas em todas as modalidades.

O que mais será preciso para dar a este Sporting um voto de confiança com um simbólico contributo que pode ser de apenas 6€ mensais?

Esqueçam as conversas de que faltam títulos! Para apoiar um Clube que se ama não é necessário que este ganhe mas sim que este viva de forma digna e correcta, dentro da realidade que são as suas possibilidades e, hoje, é isso que se verifica.

Passa na cabeça de alguém só apoiar um familiar se este nos der algo em troca? Ou alguém que amamos?

E não falo de apoio anímico, pois esse nunca deve ser negado àqueles de quem gostamos e este é um ponto em que sempre fomos fortes.

Se me é fácil compreender quem deixou de contribuir financeiramente enquanto o Clube foi mal gerido, passa a ser-me complicado só contribuir se o Clube nos der algo em troca, sobretudo quando este está actualmente no bom caminho.

Claro que pode ser como um familiar que se meteu na droga. Muitos deram-lhe dinheiro enquanto o vício tomou conta dele, alimentaram-no. Outros cortaram-lhe as vazas. Hoje, mesmo após dois anos e meio de abstinência, vejo demasiados relutantes em dar um voto de confiança a alguém que demonstra merecê-la e fez um esforço enorme para se afastar do vício.

Claro que são muitos os sócios que têm contribuído e isso é fácil de ver quando, após a recontagem, já temos quase os mesmos sócios do que tínhamos antes da mesma.

Espero que todos os pagantes que assumiram com o Clube o compromisso que é ser associado da maior potência desportiva nacional o honrem, exigindo sempre o máximo rigor, transparência e competência que esta direcção tem mostrado até hoje.

Claro que espero também que todos os que são orgulhosamente sócios do Sporting Clube de Portugal possam cativar outros familiares e amigos com a finalidade de se juntarem à imensa família leonina.

Hoje, somos mais de 124000 sócios (seremos cerca de 70000 os pagantes) e temos um potencial de crescimento tremendo.

O Sporting está de volta e isso sente-se, por isso, junta-te à família leonina. Se já fazes parte dela, traz contigo um amigo.

Querem um estímulo? 

Aqui vai...

Querem ver que, dentro em breve, até podemos ser mais do que os maiores do mundo e arredores?! Talvez seja por isto que não foram ainda anunciados os números da recontagem do outro lado da 2ª circular.

#estánahora

Está na hora de te fazeres sócio do Sporting Clube de Portugal!

Não és sócio?
Porquê?

Se já foste e queres voltar a ser, clica aqui. Não tens de pagar as quotas em atraso e se quiseres, podes usufruir de desconto e facilidades de pagamento.

Nunca foste sócio?

Este é o momento!

Sê sócio do Sporting num minuto.

Sem burocracias e sem esperas.

Ajuda o teu grande amor e orgulha-te de pertencer à família leonina.

Mais uma grande iniciativa do nosso Sporting, facilitando a todos os Sportinguistas de todo o Mundo o acesso à grande família que somos.

Juntos somos mais fortes.

E não te esqueças de aproveitar a campanha de Natal para comprar a tua Gamebox (AQUI)

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal