Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Sporting CP 1 Nacional 0 - Estamos no Jamor!

O jogo de ontem teve, infelizmente, semelhanças com o de Paços de Ferreira mas, felizmente, um desfecho diferente em que os rostos fechados e desiludidos da Capital do Móvel deram lugar a sorrisos rasgados de alegria.

Foi um jogo de nervos.

Começou melhor o Nacional mas equilibramos e os últimos 20 minutos da primeira parte já foram razoáveis.

Quando Slimani falhou pela primeira vez percebi que era mais um daqueles jogos. Podia vir a corre bem mas...tudo podia acontecer.

A verdade é que tivemos sempre o domínio territorial e da posse de bola. O Nacional jogou na expectativa e apostou nos remates de longe e nas bolas paradas. A estratégia de Manuel Machado quase dava resultado, não fosse Patrício estar em noite inspirada. Tirou duas ou três bolas de golo (uma dela verdadeiramente fantástica) e foi um dos melhores em campo.

Enquanto isso, continuávamos a falhar golos, ora por Slimani, ora por João Mário. Slimani levou-me ao desespero. Péssimo jogo de cabeça para alguém que, supostamente, é exímio cabeceador e um outro falhanço dentro da pequena área onde nem na bola acertou. Quem me conhece e já falou comigo de futebol e do Sporting sabe que não morro de amores pelo argelino.

Curioso como se nota muito mais o nervoso da equipa em frente à baliza adversária do que em acções defensivas.

Ao mesmo tempo parece inacreditável como como não consentimos maior perigo. O nosso meio-campo teve muitos furos abaixo do que já os vimos fazer. Nenhum dos três jogou bem e nota-se por demais o cansaço (sobretudo em Adrien).

Nani também esteve apagado enquanto que Carrillo foi bem mais preponderante (tivesse Slimani aproveitado os dois golos cantados oferecidos pelo peruano e teria sido uma noite tranquila).

Marco Silva fez bem em retirar João Mário para lançar Mané, porém, errou logo de seguida ao retirar Carrillo para colocar André Martins (e isto nada tem a ver com o médio português mas sim com o facto de termos em Carrillo o único verdadeiro desequilibrador).

Sofremos e roemos as unhas até ao minuto 85...Ewerton resolveu a eliminatória e, de cabeça, sentenciou o jogo e deu como certa a nossa presença no Jamor.

Objectivo mínimo cumprido! Agora, falta levantar o caneco.

Até lá, há muito para jogar e, espero eu, algumas oportunidades para que outros se mostrem e os mais utilizados descansem.

Hoje joga o Sporting

O dia começa com mais uma tentativa de desestabilização. O drama da 'fuga' de Marçal para o Benfica.

Isto resolve-se fácil. Basta que Nani e Carrillo hoje provem que Marçal não passa de um Marían Had da Choupana e que o meio milhão a mais que o orelhas terá despendido para 'convencer' o trigésimo sétimo defesa-esquerdo do seu mandato a rumar à Luz ainda nos vai fazer rebolar de riso.

Parece que Manuel Machado disse que talvez tenha sido melhor o 2-2 da primeira mão que um hipotético 2-1. Não sabia que o 'professor' entrava neste tipo de 'mind games' mas esta afirmação deve servir como um alerta para Marco Silva. Nada de defender a mísera vantagem obtida na Madeira. Será necessário jogar como se lá tivéssemos perdido.

Sem surpresas na convocatória, não há dúvidas de que será com os do costume que teremos de contar. Confio neles. E espero vencer.

Do outro lado não vejo ninguém que imponha verdadeiro 'respeito'. Lucas João é um bom jogador e será importante marcá-lo de forma apertada, pois segura bem, progride em posse e sabe jogar com os companheiros. De resto, vejo uma equipa equilibrada que, quando unida, é forte mas sem rasgo individual.

Nós?! Nós somos o Sporting e temos de mostrar porque queremos estar no Jamor e voltar a festejar um título.

Temos Nani, Carrillo, Slimani, João Mário, William, Patrício...enfim, temos qualidade mais do que suficiente para carimbar o passaporte para a final.

Basta que sejamos a equipa que fomos durante quase todo o jogo em Paços de Ferreira com mais 10% de eficácia e estaremos no Jamor para a festa do futebol.

Assim espero!

SPOOOOOOOOORTING!

Taça de Portugal: Nacional 2 Sporting CP 2

Salvou-se o resultado numa exibição medonha! Não que um empate seja alguma vez um resultado positivo para o Sporting mas, atendendo à qualidade da exibição, saiu bem melhor do que esperava.

Parecia um jogo de sábado à tarde, como os que faço com os meus amigos.

Intensidade baixíssima, erros atrás de erros e dois bons golos de Tobias e Mané (e sim, nos jogos entre amigos também se marcam bons golos...e por vezes a intensidade até é superior á que verifiquei ontem).

Não me vou alongar muito na análise ao jogo.

Não sou o mais impaciente dos adeptos, mas tenho olhos na cara. Quando se esperava que a equipa estivesse no melhor momento da época e com um estilo de jogo consolidado, vê-se exactamente o oposto.

Começo a duvidar, não da capacidade de jogadores e treinador, mas do comprometimento de todos.

Pouco se salvou do jogo de ontem e pouco tem escapado dos últimos jogos (salvo raras excepções) e isso não augura nada de bom para o resto da temporada.

Podemos agradecer o facto desta fase da Taça de Portugal se jogar agora a duas mãos pois se tudo tivesse de ter ficado decidido ontem não sei se estaríamos no Jamor. Continuo a não saber mas conto com isso.

Hoje joga o Sporting

Não temos vivido dias fáceis mas, hoje, é dia de sacudir a juba, erguer a cabeça e correr de forma furtiva em direcção à presa.

A presa é o Nacional de Manuel Machado. Um osso duro de roer que se encontra na melhor fase da temporada (6v, 3e, 2d, nos últimos 11 jogos). Um boa equipa, treinada por um dos treinadores mais competentes do nosso campeonato.

Mas, nada que assuste o leão. Seremos vorazes e, de tanto lhes mordermos os calcanhares, eles acabarão por tropeçar. Aí, é dar-lhes a dentada fatal e refastelarmo-nos com o manjar, guardando para a segunda parte da caçada apenas os ossos, para entreter.

Marco Silva manteve-se fiel àquele que tem sido o seu comportamento e, para um dos jogos mais importantes da época, não mexeu no seu núcleo duro e chamou os habituais convocados para a deslocação à Madeira.

Espero que saiba dar o abanão que a equipa precisa já que não mostrou que não há lugares cativos, chamando outros nomes menos frequentes.

Tomara que monte a estratégia a pensar na vitória e não a pensar em resolver tudo em Alvalade. Temos de defender bem mas marcar golos deve ser obrigatório.

Já ontem disse qual a equipa que acho que Marco Silva apresentará.

Por mim, eram estes:

Rui Patrício - Porque não acho que Marcelo tenha os índices competitivos e de atenção no ponto para um jogo desta importância.

Cédric - Descansou no jogo com o Gil Vicente, em que não jogou por castigo, e não me parece dos mais fatigados.

Paulo Oliveira e Tobias - Falo dos dois em simultâneo, pois não acho benéfico mexer nesta dupla, que tão bem tem estado (fazendo do jogo do Dragão a excepção).

Miguel Lopes - Por mim jogava, só para não utilizar Jefferson. Depois da birra por causa do dinheiro, faz mais sentido apostar num jogador que, embora mais fraco, abdicou de algum para servir o clube que ama.

William - Não nos podemos dar ao luxo de abdicar do nosso melhor jogador.

João Mário - É, a seguir a William, aquele que se encontra num melhor momento de forma. Em pólo oposto, encontra-se Adrien. Por isso, recuava João Mário para a posição 8.

Freddy Montero - Precisamos de um meio-campo com ideias se queremos fazer um golo na Choupana. Com Montero mais recuado, não só ganhamos na capacidade de fazer entrar aquele último passe como podemos lucrar com a meia-distância do 'cafetero'.

Carlos Mané - Na ausência de Nani, só faz sentido usar Mané.

Carrillo - Apesar de não estar num bom momento, não tem substituto à altura (pelo menos no banco de suplentes).

Tanaka - Achei injusta a sua 'não utilização' no clássico e espero que jogue hoje, até porque Slimani parece muito preso de movimentos.

Só a vitória interessa para que evitemos calafrios na 2ª mão, em Alvalade.

SPOOOOOOOOOTING!

Novidades? Nem vê-las!

Acabou de sair a lista de convocados para o encontro de amanhã, na Choupana, frente ao Nacional.

Convocados Nacional.png

É mais do mesmo. Confesso que não esperava que Marco Silva se desviasse das 'linhas mestras' que sempre tem seguido, mas gostava.

Claro que o facto de Nani ficar de fora é novidade, mas apenas por ser um habitual titular. Diz que é por gestão de esforço. Nada que me espante, tendo em conta o desgaste por demais evidente e espero que lhe faça bem.

Assim sendo, a gestão vai ser feita dentro dos habituais convocados. Isto porque acredito que alguma gestão deve ser feita.

Julgo que Marco Silva aposte num onze mais ou menos assim:

Rui Patrício (Sei que Boeck tem sido o habitual titular em jogos da Taça, mas não sei até que ponto deve ser utilizado, tendo em conta o pouco ritmo de jogo. Tendo em conta a importância do jogo, creio que o brasileiro será preterido).

Cédric (Não é dos mais sobrecarregados nos últimos jogos, onde até nem jogou (por castigo) com o Gil Vicente).

Paulo Oliveira (É o patrão da defesa).

Tobias (Mesmo depois do descalabro que foi a exibição no Dragão, não creio que saia da equipa).

Jefferson (Se está convocado, é porque vai jogar).

William (Não estamos em condições de abdicar de jogadores fundamentais. Talvez descanse com o Penafiel).

João Mário (Um dos que está em melhor forma. Deve recuar, pois julgo que Adrien não jogará).

André Martins (Tem sido opção nos jogos da Taça de Portugal e deve render Adrien. Jogará na posição de João Mário, embora eu ache que devesse ser o oposto).

Carrillo (Na ausência de Nani e depois de Mané ter sido relegado para fora da convocatória no último jogo, não me parece que vá abdicar do peruano).

Capel (Seguindo a lógica apresentada acima, Capel estará, eventualmente, à frente de Mané para ocupar o lugar de Nani).

Slimani (Desta vez, acho que o 'mister' não vai resistir à tentação de colocar Slimani em campo. Pode ser que Capel tenha mais utilidade do que a que tem mostrado).

Volto a dizer que isto é o que acho que Marco Silva fará amanhã.

Tenho opinião diferente e amanhã direi qual o meu 'onze'.

Jogue quem jogar, é para ganhar!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Posts mais comentados