Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Mourinho, e se fosses para o ca#%&*inho!

«Tenho de olhar apenas para o que está a acontecer no meu país. No geral, é um país com muitos problemas. Sociais, políticos, económicos. É um país com problemas, as pessoas estão a sofrer, houve muitos cortes, os idosos têm problemas com as suas reformas, os impostos são altos, há problemas de salários, emprego, tudo»

«O FC Porto pagou 20 milhões de euros pelo Imbula e deu um salário incrível ao Casillas. O Sporting está a pagar milhões a treinadores e jogadores. O futebol contraria qualquer situação.»

 

Comparar a situação de Sporting e Porto, deixando inclusive de fora o Benfica é má fé, de uma desonestidade intelectual incrível e até parece que virou 'paineleiro'.

A manipulação continua e até Mourinho alinha no folclore.

Pó caralho!

Sir Steven Gerrard

Ontem, José Mourinho homenageou Steven Gerrard na conferência de antevisão do jogo que irá opor o Chelsea, novo campeão inglês, ao Liverpool.

Dou destaque a isto porque Gerrard é um dos meus jogadores favoritos mas, sobretudo, porque Mourinho soube enumerar as qualidades de Gerrard, como jogador e como pessoa.

A fidelidade e o amor à camisola ainda existem e gostava de ter homens destes no meu Sporting!

"Falando do Liverpool e falando de honrar campeões, chegou a minha vez de falar de um campeão e de honrar Steven Gerrard.

Devo dizer, que é graças a oponentes como ele que eu sou o treinador que sou. Porque aprendo com os meus jogadores e com os meus melhores oponentes.

Aprendo com os problemas, dúvidas e qualidades dos meus jogadores e aprendo com os meus melhores oponentes e com os problemas que eles me dão.

Pela forma como eles me fazem pensar e pela forma como me obrigam a analisá-los e a estudar a melhor forma de jogar contra eles.

E o Steven Gerrard, é de certeza um dos meus inimigos favoritos...

Inimigo com tudo o que a palavra possa expressar de bom em termos futebolísticos.

Podem ter a certeza, que em Inglaterra ele foi o meu querido inimigo.

Em Inglaterra, foi de certeza aquele que fez de mim um melhor treinador. Pará-lo ou tentar pará-lo, foi muito difícil...

Eu perdi contra ele, ganhei, empatei...Fui feliz, fiquei triste...

Joguei contra o Liverpool com ele a trinco, como número 8, como número 10 e até o vi jogar por alguns momentos a extremo num destes últimos jogos.

Estou muito triste por ser a última vez que vou jogar contra ele...

Porque eu preciso de pessoas como ele para ser um melhor treinador.

Tenho de honrá-lo, dizendo que estou muito triste que ele esteja de saída do futebol inglês.

Tenho de honrá-lo dizendo, que tentei contratá-lo para o Chelsea, para o Inter de Milão, para o Real Madrid, mas ele quis ser sempre um querido inimigo...

Espero que Stamford Bridge tenha o mesmo sentimento que eu tenho e perceba que nós precisámos mais pessoas como ele.

Estou muito feliz por ele nunca ter saído do Liverpool...

Ele teve uma carreira espantosa e junto da gente dele. Recusou-se a jogar por outros grandes clubes, recusou-se a jogar em grandes Ligas, só para jogar pelo Liverpool!

Acho que é um sentimento que vai ficar para sempre...

Mas quem sabe?! Talvez um dia o reencontre e jogue contra o Steven, com ele sendo o treinador do Liverpool...".

...

Queria começar por emitir opinião sobre algo do Sporting Clube de Portugal, mas a falta de acontecimentos nos últimos dias leva-me a dedruçar-me sobre outro tema. José Mourinho.

Sou um admirador daquele que é o melhor dos treinadores portugueses da atualidade, sobretudo desde que o técnico português se auto-intitulou de "special one". Recordo-me de no seu primeiro ano em Stamfor Bridge me deslocar ao café mais próximo de casa para ver todos os jogos do Chelsea. Jogava-se futebol espetáculo de ataque.

Hoje vejo um jogo do Chelsea de Mourinho (através de um streaming qualquer) e dá-me náuseas ver um treinador que, com um plantel de estrelas que custaram milhões e que são pagos a peso de ouro a jogar como se vestissem as camisolas de um Crystal Palace ou de um Sunderland. Se me foi fácil compreender esta atitude extremamente defensiva e apenas resultadista de Mourinho no Inter, pois penso que aquando da vitória na Champions o Inter não tinha dos melhores plantéis da Europa, custa-me entender que o faça durante uma época inteira com um Chelsea misto de jovens e veteranos, mas cheio de qualidade individual e potencial coletivo. Seria mais apelativo para os adeptos do futebol e em particular os do Chelsea que o seu treinador se preocupasse que a sua equipa jogasse futebol.

Tudo isto para dizer que depois do jogo desta tarde entre o Liverpool e o Chelsea, irritou-me profundamente ver jogadores de grande qulidade como os do Chelsea terem de obedecer a um treinador que os estrangula criativamente e os obriga apenas e só a defender esperando por um erro do adversário (como infelizmente aconteceu com o enorme Steven Gerrard) para ganhar por 1-0. 

Sendo admirável a capacidade defensiva do Chelsea, esperava mais do melhor treinador do mundo!

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Posts mais comentados