Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

Dia de Sporting com jogos sobrepostos, que nos obrigarão a desdobrarmo-nos para não perder nada.

Às 17 horas começa o jogo que, provavelmente, será o decisivo na luta pelo primeiro lugar da fase principal da UEFA Futsal Champions League. O Kairat Almati será, em princípio, tudo o que nos separa de voltarmos a ser cabeças-de-série na ronda de elite da prova de clubes da UEFA.

Os cazaques são, tal como nós, crónicos candidatos à final-four da prova e passar esta fase em primeiro lugar deixa-nos livres da nossa besta negra, o Inter Movistar, na ronda de elite.

 

Na Ucrânia, menos de uma hora depois, arranca a segunda jornada da Liga Europa. Os comandados de José Peseiro procuram a segunda vitória na prova que, a acontecer, nos dará um importante "empurrão", rumo à qualificação para os 16avos-de-final. Para que isso aconteça, será suficiente que ganhemos os restantes jogos em nossa casa.

Peseiro incluiu Miguel Luís e Elves Baldé na convocatória, dando sinais interessantes acerca da aposta na nossa formação.

Espero um jogo difícil, perante uma equipa que venceu todos os quatro jogos disputados em sua casa e confesso-me algo ansioso pela expectativa de estreia de Miguel Luís como titular. O Sporting tem um jogo muito importante em Portimão, no próximo domingo e Gudelj parece precisar de descanso.

 

O que é certo é que não espero menos do que duas vitórias em mais um dia de Sporting em cheio, a somar ao de ontem.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Queremos o tri

Foto de Sporting Clube de Portugal - Futsal.

 

Hoje à tarde, a equipa de futsal do Sporting fará o 52º jogo oficial da temporada. As 45 vitórias averbadas nos 51 jogos anteriores podem culminar hoje no terceiro título da temporada, lembrando que o Sporting foi novamente vice-campeão europeu.

Os playoff foram introduzidos em Portugal na temporada 2004/2005 e, desde então, o Sporting juntou sete títulos aos sete que já tinha antes. Hoje poderemos atingir o 15º título nacional em 27 temporadas no topo do futsal português.

 

Sempre que saiu vencedor da fase regular, o Sporting foi campeão nacional mas nunca conseguiu vencer uma final a 5 jogos.

Curiosamente, na única ocasião em que disputou uma final até ao derradeiro encontro, perdeu o título para o Benfica depois de ter estado na frente da final por 2-1 e de um jogo 4 em que os encarnados venceram em casa do Sporting no desempate através de pontapés de penalti.

Hoje a história pode inverter-se, com o Sporting a manter a tradição de vencer sempre que ganha a fase regular, quebrando a "malapata" de ter saído derrotado na única final disputada a 5 jogos (o Benfica havia ganhado outra em 5 encontros, ao Belenenses).

 

Em 2011/2012, na tal final perdida no jogo 5, o título decidiu-se em casa do rival, com uma vantagem tangencial no prolongamento.

Hoje temos um trunfo importante que se tem revelado talismã. O Pavilhão João Rocha tem sido casa de vitórias e todos quantos lá jogaram foram campeões nacionais.

Juntando a isso a qualidade, entrega e união dos nossos jogadores e a simbiose perfeita com os adeptos, temos a fórmula perfeita para mais uma tarde de glória que pode fechar a temporada da melhor forma para os comandados de Nuno Dias, que não poderá hoje estar no banco, devido a castigo.

 

Deo e Djô são também baixas confirmadas para o encontro, por castigos decorrentes dos jogos 3 e 4 e João Matos, lesionado, também não fará parte das contas para o jogo decisivo. Espera-se que Cavinato regresse, após não ter alinhado no jogo da Luz e espera-se um Pavilhão João Rocha em ebulição, a empurrar os rapazes de verde-e-branco, rumo à vitória.

Com o trio de pivots novamente disponível, é um Sporting mais perto da máxima força, o que se apresentará hoje. Divanei tem mostrado que quer mais uma saída em grande e tem elevado o seu nível nos jogos da final, onde apontou 2 dos seus 5 golos na Liga SportZone.

Espera-se sangue, suor e lágrimas...de alegria.

Força, Sporting! Que possamos dedicar este título ao nosso capitão.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Dér(bi)

Hoje é dia de dérbi...a dobrar. O voleibol desloca-se à Luz para defender a liderança e o hóquei em patins recebe o Benfica também com o propósito de manter a liderança e a invencibilidade na prova.

Os jogos vão sobrepor-se e obrigarão todos nós a manter o PC, tablet ou telemóvel em funcionamento, ao mesmo tempo que acompanharemos, na Sporting TV, o hóquei (18h). O voleibol tem transmissão às 17h, na BTV.

 

No voleibol, Hugo Silva, treinador do Sporting, frisou que a equipa tem crescido e que a receita para hoje passa por continuar a fazer o jogo que tem feito nos restantes encontros, ressalvando que foi alguma ingenuidade nos momentos de maior stress competitivo que levaram o último dérbi a cair para o lado do Benfica.

Até agora, e após o regresso do Sporting à modalidade, foram dois os dérbis que se realizaram entre águias e leões. O primeiro no Pavilhão João Rocha, a abrir o campeonato, que caiu para o Sporting, e o segundo, no Pavilhão da Luz, para os oitavos de final da Taça de Portugal, que caiu para o Benfica.

Nestes dois jogos, três curiosidades que saltam à vista. Ambos os jogos terminaram 3x1, ambos caíram para a equipa visitada e ambos tiveram um set decidido nas vantagens, acima dos 30 pontos.

Agora, no Dia de Reis, Benfica e Sporting jogam o desempate e a liderança no Pavilhão da Luz. Liderança essa que passou para o poder dos leões antes do Natal, quando acertou calendário com o São Mamede. O Sporting leva uma derrota na prova (com o Espinho) e o Benfica leva duas, numa diferença que está fixada num ponto.

Os dados estão lançados e há, pelo menos, uma certeza. Este será um embate entre dois históricos emblemas do panorama desportivo nacional, de onde apenas um sairá vencedor... e líder.

 

No hóquei, invicto, o Sporting recebe o Benfica que, não esqueçamos, é uma equipa mais habituada a momentos de decisão e grande pressão, tendo recentemente vencido a Taça Intercontinental, frente ao actual campeão europeu, o Reus, de Espanha.

«Se não nos permitirmos sonhar é porque estamos a fazer qualquer coisa mal. Mas o título é mais do que um sonho. É trabalho, qualidade, responsabilidade, compromisso e atitude. Um conjunto de argumentos que temos demonstrado. No sábado vamos disputar o dérbi dos dérbis. Ainda assim, se pensarmos de forma pragmática, que é a forma como gosto de pensar, este é um encontro que vale três pontos. Trabalhar em cima de vitórias é diferente. Até agora, não conhecemos outro resultado, daí o facto de haver boa disposição, pese embora a responsabilidade esteja sempre presente»

Estas foram as declarações de Paulo Freitas, treinador do Sporting, na antevisão ao dérbi.

O Sporting só sabe vencer mas ainda não encontrou pela frente nenhuma das verdadeiras dificuldades deste campeonato, enquanto que o Benfica terminará hoje o ciclo de confrontos entre os principais candidatos ao título sendo que, até ao momento, empatou com Oliveirense e venceu o Porto, actual campeão nacional e vencedor, já esta época, da Supertaça.

Tenho expectativas elevadas para este encontro e para esta equipa de hóquei em patins, que me parece finalmente equilibrada e construída com maior realismo. Sendo que a maior parte dos melhores atacantes a nível mundial alinham nos rivais, o Sporting apostou mais forte na defesa, com jogadores de grande valia e sentido de compromisso.

A equipa de Paulo Freitas é a melhor defesa do hóquei em patins europeu e está na hora de colocar verdadeiramente à prova esse estatuto, frente a uma equipa que não se tem apresentado tão poderosa no ataque como em épocas anteriores.

Há, no entanto, que ter em atenção o tridente ofensivo composto por João Rodrigues, o espanhol Adroher e o argentino Nicolía sendo que, no caso do último, teremos ainda de contar com elaborados números de ilusionismo, nos quais algumas duplas de árbitros nacionais continuam a cair ou a participar (não se percebe bem).

Seja como for, acredito muito na nossa coesão e capacidade de sofrer a defender, confiando em cada um dos intervenientes.

Se há modalidade que vivo com a mesma intensidade do futebol, é o hóquei em patins. Estou com um nervoso miudinho idêntico (talvez até superior) ao da passada quarta-feira.

 

Agenda Leonina.png

Se quiserem consultar a Agenda Leonina completa para o dia de hoje (e seguintes), podem fazê-lo AQUI.

Bom fim-de-semana!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

18 de junho de 1977. Euforia em Villanueva, após vitória na segunda mão da Taça dos Campeões Europeus de hóquei em patins.

Ramalhete, Júlio Rendeiro, Sobrinho, Chana, António Livramento, Jorge Costa, Carlos Alberto, Garrido, Carmelino, José Manuel Paiva e o treinador Torcato Ferreira seriam recebidos em festa à chegada a Lisboa e conduzidos num ambiente de perfeita euforia em cortejo triunfal para o Estádio José Alvalade.

 

Troquem-se datas, locais e protagonistas e todos veremos um sonho antigo tornado realidade. Pela frente teremos o campeão espanhol naquele que é o dia mais importante da época leonina, não apenas do futsal. Hoje é o dia mais importante da época do Clube, em todas as modalidades. A possibilidade de conquistar um título inédito, há muito ansiado e merecido pela secção de futsal abafa tudo o que sobra deste Dia de Sporting.

 

Ressalvo as conquistas do Atletismo na maior competição de clubes da Europa, tanto em Pista como em Corta-Mato. Como é evidente, serão igualmente inspiradoras para os nossos leões mas, por motivos que, para mim, são evidentes, acabei por destacar o hóquei em patins. É que o atletismo já nos deu qualquer coisa como 16 títulos máximos europeus.

 

A Nuno Dias (sem esquecer restante staff técnico e directivo) e a todo o plantel, força, muita força. Ambição, concentração, união e alegria. Os poucos (mas bons) que estiverem convosco em Almaty terão a força de toda uma nação leonina para vos empurrar para a vitória.

 

Depois há futebol, em Braga, entre outros motivos de interesse (equipa B, hóquei em patins, futebol feminino...) mas o dia é todo dedicado à malta do futsal. Basta que vocês levantem o caneco para o dia ser perfeito.

 

SPOOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Tarde em cheio que terá Sportinguistas espalhados desde Setúbal, passando pela Academia, com paragem em Viseu, antes de acabar em Paços de Ferreira (consulta a agenda completa AQUI).

Tudo isto com a quase certeza que Joel Campbell será reforço, por empréstimo do Arsenal.

Lógico que, para ser um bom dia, tem sobretudo que começar e terminar em beleza, com uma vitória que garanta a final no futebol de praia e outra que nos mantenha na frente da Liga NOS, com três pontos conquistados na Capital do Móvel.

 

Começando pelo areal, o Sporting defrontará uma equipa que já por duas vezes nos venceu este ano. A Casa do Benfica de Loures foi 2ª classificada na fase regular (nós ficámos em 3º) e dificultará certamente a nossa tarefa rumo a uma terceira final consecutiva, sem que nunca tenhamos conquistado o título. O Braga, tri-campeão nacional é o principal favorito mas nós já nos reforçámos com o guarda-redes espanhol, Dona (campeão no ano passado pelos bracarenses) e os internacionais brasileiros Bruno Xavier, Datinha, Nelito, Catarino e Rodrigo. Uma aposta forte que pretende juntar mais um título nacional ao nosso palmarés.

 

Segue-se a recepção ao Fafe, na nossa Academia, por parte da equipa B. Os fafenses subiram este ano aos campeonatos profissionais  e empataram ambos os jogos já disputados (com Braga B e Freamunde). Com um conjunto inexperiente neste patamar, o Fafe poderá surpreender, devido ao maior desconhecimento dos seus jogadores, onde se destaca o avançado Alan Júnior, o melhor marcador da equipa.

 

Em Viseu, a equipa sénior de andebol disputa com o Porto o acesso à final de um dos mais prestigiantes torneios nacionais. Será um teste sério à capacidade da equipa e uma boa forma de estudar um adversário directo na luta pelo campeonato nacional. Veremos se os comandados de Zupo fazem algo raro nos últimos anos: vencer o Porto.

 

Termina o dia com o prato mais apetecido. Em Paços de Ferreira, a nossa equipa sénior de futebol defronta os "castores", depois de uma vitória segura em casa, diante do Marítimo. O Paços vem de um empate em Moreira de Cónegos, onde alternou bons momentos com períodos de indecisão. A "Mata Real" promete ser terreno difícil, com uma equipa diferente do ano passado mas, ainda assim, com alguns bons valores no seu plantel. A mudança de treinador poderá levar a que tenhamos, aliada à nossa qualidade, a vantagem da mais adiantada assimilação de processos.

Ninguém pensa noutro resultado que não a vitória e ninguém pensa em amuos ou rumores de mercado. Só os três pontos interessam. Depois sim, teremos mais uma semana para nos entretermos com o entra-sai de João Mário e os rumores de entradas e saídas no plantel. Enquanto isso, é ir ganhado e esperar que o 31 chegue rápido.

Desta vez não estarei no "Capital do Móvel", que certamente estará à pinha de leões determinados a ajudar a averbar mais 3 pontos. A Onda Verde continua forte, pronta a inundar cada estádio deste país e sedenta do maior título nacional.

 

Vamos lá ter um sábado em grande. SPOOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Passou a azia...é dia de Sporting!

Mesmo numa competição secundária, custou a digerir o resultado de Portimão. Tinha dito que só hoje me passava a azia mas, na verdade, ontem já nem me lembrava do jogo.

Sendo assim, hoje é dia de vestir a camisola, levantar cedo (também para dar algum apoio moral ao vimaranense João Sousa, no Open da Austrália) e estagiar todo o dia à espera do prato forte.

Pelo meio, jogo de juniores na Academia, frente ao Belenenses (às 15 horas), derby na Luz em futsal (juniores), às 16 horas, andebol e hóquei (ambos às 18 horas), mais um derby de iniciados em futsal (também às 18 horas) e depois vou jantar, na esperança de fazer boa digestão.

Que seja um dia de leão! Mais logo falamos do jogo da Capital do Móvel.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal