Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

19 longos anos

A equipa masculina do Sporting Clube de Portugal sagrou-se ontem campeã nacional de corta-mato longo por equipas, título que nos fugia há 19 anos.

Não vencemos individualmente mas, se há disciplina em que a classificação colectiva tem grande relevância, é no corta-mato. Porque normalmente demonstra hegemonia, poder, força colectiva e porque, naturalmente, uma equipa mais forte terá sempre um rol vasto de candidatos à vitória individual.

Foram 5, os leões classificados entre os 10 primeiros (9, nos primeiros 19). Rui Teixeira, em 3º, foi o melhor leão em prova, seguido de Hermano Ferreira (5º), Licínio Pimentel (6º), Pedro Ribeiro (7º), Rui Silva (10º), Eduardo Mbengani (11º), José Moreira (13º), António Silva (14º) e Ricardo Mateus (19º).

Neste 17 anos de 'seca', só Domingos Castro (1998) e Manuel Damião (2014) furaram o domínio do Maratona e da Conforlimpa.

No global, continuamos a dominar. Temos o dobro (44) das vitórias do Benfica (22), o segundo vencedor por equipas e, individualmente, Carlos Lopes, com 10 vitórias, é o 'Rei'.

E abraço especial a Sara Moreira que, devido a um erro, não conseguiu sagrar-se campeã nacional.

 

Uma palavra de apreço também para a equipa de ciclismo do Sporting CP / Tavira, que venceu a classificação colectiva do 8º GP Liberty Seguros, realizado este fim-de-semana e colocou dois ciclistas no top 10 (Jusús Ezquerra e David de la Fuente - 9º e 10º).

Mais sobre mim

imagem de perfil