Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Bas vs Dost

2017/18: 40 Jogos / 3301 Minutos / 82 remates / 30 Golos / 1 golo a cada 110.03 minutos / 36.59% de aproveitamento


2016/17: 37 Jogos / 3191 Minutos / 98 remates / 35 Golos / 1 golo a cada 91.17 minutos / 35.71% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 38 Jogos / 3121 Minutos / 81 remates / 30 Golos / 1 golo a cada 104.03 minutos / 37.04% de aproveitamento


2016/17: 37 Jogos / 3191 Minutos / 98 remates / 35 Golos / 1 golo a cada 91.17 minutos / 35.71% de aproveitamento

 

Curiosidades:

- Faltam 4 golos para o holandês cifrar um novo máximo de golos numa época, na sua carreira.

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 37 Jogos / 3031 Minutos / 76 remates / 29 Golos / 1 golo a cada 104.52 minutos / 38.16% de aproveitamento


2016/17: 37 Jogos / 3191 Minutos / 98 remates / 35 Golos / 1 golo a cada 91.17 minutos / 35.71% de aproveitamento

 

Curiosidades:

- Contabilizando todas as competições, Dost marcou mais no ano passado, em menos jogos. 41 jogos / 36 golos vs 43 jogos / 32 golos.
- Faltam 5 golos para cifrar um novo máximo de golos numa época, na sua carreira.

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 36 Jogos / 2941 Minutos / 75 remates / 28 Golos / 1 golo a cada 105.04 minutos / 37.33% de aproveitamento


2016/17: 36 Jogos / 3101 Minutos / 94 remates / 32 Golos / 1 golo a cada 96.91 minutos / 34.04% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 35 Jogos / 2851 Minutos / 71 remates / 27 Golos / 1 golo a cada 105.59 minutos / 38.02% de aproveitamento


2016/17: 35 Jogos / 3011 Minutos / 93 remates / 32 Golos / 1 golo a cada 94.09 minutos / 34.41% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 34 Jogos / 2761 Minutos / 70 remates / 27 Golos / 1 golo a cada 102.26 minutos / 38.57% de aproveitamento


2016/17: 34 Jogos / 2921 Minutos / 92 remates / 32 Golos / 1 golo a cada 91.28 minutos / 34.78% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 33 Jogos / 2659 Minutos / 69 remates / 27 Golos / 1 golo a cada 98.48 minutos / 39.13% de aproveitamento


2016/17: 33 Jogos / 2830 Minutos / 88 remates / 29 Golos / 1 golo a cada 97.58 minutos / 32.95% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Desp. Chaves 1-2 SPORTING CP: Bas "Panic" Dost

Minuto 55:

Nuno André Coelho olha para a linha lateral e vê Bas Dost. Avisa Maras; "Vem aí o gajo!"

Maras responde; "E agora?!"

NAC encolhe os ombros...

SCPGDC.png

Um Chaves organizado entrou em pânico quando Bas Dost entrou em jogo. Sentiu-se isso de imediato. Os flavienses esforçaram-se para que a bola não chegasse ao holandês mas, quando chegou, o inevitável aconteceu; três remates (dois de cabeça e um de pé direito), dois golos. 

Em quinze toques na bola aproveitou treze (foi desarmado uma vez e dominou mal uma bola), fez dois golos e nove passes (100% de eficácia), dois deles para finalização. Pouco mais de meia-hora de pânico para os adversários e de qualidade e definição para o jogo ofensivo do Sporting.

 

A primeira parte foi muito fraca, sem dinâmica, sem acerto no passe mas não é dia de bater na equipa. Misic e Battaglia estiveram muito inseguros nos primeiros 45 minutos e isso passou para os colegas. Faltou ligação entre o meio-campo e o ataque. Rúben Ribeiro foi uma sombra daquilo que pode fazer e mostrou, depois, na segunda parte.

Com as ausências, o desgaste, a falta de ritmo de um ou outro jogador, dou por mim a desculpar aquela primeira parte e apenas a sentir-me feliz por termos conseguido vencer num campo difícil, a meio de mais um ciclo competitivo terrível.

 

Jesus optou por adaptar dois laterais em vez de usar os de origem e, embora tenha acabado por ser forçado a usar Lumor, a equipa foi sabendo equilibrar-se e corrigir as falhas pontuais de um ou outro jogador. Algumas vezes teve de ser Patrício a salvar os colegas e a equipa. Fê-lo ao décimo primeiro minuto, após uma má abordagem de Bruno César, naquela que foi a melhor oportunidade de golo em toda a primeira parte.

Imediatamente antes da entrada de Bas Dost, Nuno André Coelho obrigou Rui Patrício a mais uma boa defesa e menos de dez minutos depois já Dost tinha causado pânico (e mossa) na defensiva transmontana. Nos dois momentos mais importantes da jogada, acaba por ser Nuno André Coelho e o seu mau posicionamento a viabilizar o bom envolvimento ofensivo do Sporting. Coloca Rúben Ribeiro em jogo, antes do bailado do nosso 7, que colocou a bola redondinha para a cabeça de Dost, mais uma vez colocado em jogo por Coelho.

 

Estava feito o mais difícil e viríamos a assistir ao melhor período do Sporting no jogo. Montero serviu Battaglia para o remate, que tardou e foi bloqueado por um opositor. Coates cabeceou a rasar a barra mas o segundo golo não apareceu e Luís Castro arriscou. Tirou o médio mais defensivo e tentou dar mais capacidade ofensiva à sua equipa.

Jesus respondeu com a entrada de Palhinha que, a frio, viu Bressan escapar para apanhar Battaglia a dormir. Davidson voltou a ser perdulário. Patrício atrapalhou-o e Battaglia viria a redimir-se do erro...duas vezes.

Isto porque, minutos depois, ganharia uma bola em zona adiantada a Platiny (que também estava a dormir - e ainda bem) e serviria Bas Dost para o 0-2.

 

O jogo parecia resolvido mas Hugo Miguel trataria de dar emoção aos últimos minutos, assinalando um penalti bastante forçado, na minha opinião. O movimento de Coates é natural e não me parece ter tido qualquer intenção de atingir Djavan, que fez o teatro que lhe competia.

Patrício não conseguiu travar o remate de Platiny mas o Sporting acabaria por garantir os três pontos, a quarta vitória em dezassete jogos em Chaves e via assim reduzida a diferença para o líder, Porto, que escorregou este fim-de-semana na Capital do Móvel.

 

Temos campeonato e embora me mantenha céptico relativamente à conquista do título, acredito que não acabaremos a época só com a vitória na Taça da Liga.

Daqui a dois dias já jogamos novamente, na República Checa, em mais um jogo que desafiará as capacidades de Jesus em encontrar soluções.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 31 Jogos / 2449 Minutos / 64 remates / 26 Golos / 1 golo a cada 94.19 minutos / 40.63% de aproveitamento


2016/17: 31 Jogos / 2650 Minutos / 83 remates / 28 Golos / 1 golo a cada 94.64 minutos / 33.73% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da liga no comparativo.

 

Curiosidades: 
- No total das competições, Dost tem 29 golos em 37 jogos. No ano passado tinha marcado 30 em igual número de jogos de leão ao peito.

- A lesão terá atrasado Dost na procura de cifrar um novo máximo de golos por época na carreira, os 37 do ano passado, entre Sporting e Wolfsburg, repetidos em 2011/12, pelo Heerenveen. Com pelo menos dez jogos por disputar em todas as competições, até final da época, os oito golos que faltam para bater esse recorde parecem, ainda assim, possíveis.

- Dost faz este ano um golo a cada 2.46 remates. No ano passado marcava a cada 2.96 remates. 

- Ciro Immobile (102 remates / 30 golos), Edinson Cavani (114 / 31), Harry Kane (194 / 31), Lionel Messi (181 / 28), Mohamed Salah (145 / 30), Robert Lewandowski (138 / 28), Luis Suárez (120 / 21), Sergio Agüero (116 / 25), Neymar (118 / 25) e Cristiano Ronaldo (204 / 30). Entre as ligas do "big 5" (Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália e França), são estes os jogadores com mais golos marcados. Reuni os dados apresentados desta época, entre campeonato e competições europeias...NENHUM sequer se aproxima da eficácia de Bas Dost. Cavani, o mais eficaz destes dez, apresenta um índice de 29.41% (mais de dez pontos percentuais abaixo do goleador holandês).

- Jonas (135 / 31), Marega (93 / 20), Aboubakar (82 / 20) e Raphinha (69 / 14) são os jogadores que completam, em conjunto com Dost, o top 5 de marcadores da nossa Liga. Considerando a mesma amostra de Dost (campeonato e competições europeias), Aboubakar é o mais eficaz dos restantes, com 24.39% de eficácia, a mais de 15 pontos percentuais do holandês.

 

Já não imagino o Sporting sem Dost e nem sei como nenhum clube da Liga Inglesa veio ainda a Portugal buscar o goleador mais eficaz do Mundo (se não for, andará  lá perto).

Dost não só é uma máquina de fazer golos, como a afina a cada dia que passa. Na na na na na na na na, BAS DOST!

 

(Do jogo falo mais logo)

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 30 Jogos / 2415 Minutos / 61 remates / 24 Golos / 1 golo a cada 100.6 minutos / 39.34% de aproveitamento


2016/17: 30 Jogos / 2560 Minutos / 77 remates / 25 Golos / 1 golo a cada 102.4 minutos / 32.47% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

Curiosidade: No total das competições, Dost tem 27 golos em 36 jogos. No ano passado tinha marcado 30 golos nos primeiros 36 jogos de leão ao peito.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 29 Jogos / 2325 Minutos / 57 remates / 23 Golos / 1 golo a cada 97 minutos / 40% de aproveitamento


2016/17: 29 Jogos / 2470 Minutos / 75 remates / 25 Golos / 1 golo a cada 99 minutos / 33% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

Curiosidade: Está agora a começar a entrar no comparativo a fase "on fire" de Bas Dost na sua temporada de estreia. Só mais oito jogos entrarão no comparativo e não há dúvidas que Dost jogará muitos mais jogos esta temporada que na anterior. Nos últimos oito jogos da época passada, o holandês marcou dez golos. Veremos como reage agora, num momento tão importante da temporada e com a equipa em todas as frentes.
No global, Dost está 11 golos dos 37 da época passada, sendo que terá ainda pela frente, no mínimo, 13 jogos.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 26 Jogos / 2098 Minutos / 50 remates / 22 Golos / 1 golo a cada 95 minutos / 44% de aproveitamento


2016/17: 26 Jogos / 2200 Minutos / 65 remates / 19 Golos / 1 golo a cada 116 minutos / 29.2% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

Curiosidade: Nos jogos em análise neste comparativo, 30 remates foram enquadrados, 1 ao poste, 4 bloqueados por adversários e 15 não acertaram no alvo. Isto significa que, quando acerta na baliza, 73% dos seus remates dão em golo. Ainda mais impressionante, mesmo tendo em conta que finaliza todas as jogadas dentro da grande-área.
Neste capítulo (e, aqui, vou comparar apenas em jogos da Liga) a eficácia é, mais uma vez, demolidora face aos principais rivais pelo título de melhor marcador da Liga NOS. Jonas, actualmente o melhor marcador do campeonato, concretiza 47.72% dos remates enquadrados. Marega tem idêntico índice de eficácia nos remates enquadrados (48.27%) e Aboubakar (que partilha a terceira posição com o colega de equipa) é o mais eficaz dos perseguidores, ao concretizar 53.84% dos remates enquadrados com os postes. 
Nada que se aproxime sequer dos incríveis 73% de Bas Dost. WOW!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Abraça-me outra vez

Mais um jogo que acabou sem golos sofridos (já são quatro consecutivos em casa, para a Liga) e com Bas Dost a abraçar pessoas.

A confirmar pelo que se passa em campo, não devem faltar afectos no balneário do Sporting. Talvez por isso a expressão "acasalar", usada por Jorge Jesus possa parecer perigosa.

Rúben Ribeiro, ainda agora chegou e já leva efusivos e apertados abraços do nosso matador holandês.

A cega demanda pelo afago vigoroso de Bas Dost não pára e tem tudo para correr bem. Quanto mais lhe procurarem o abraço, mais vezes ele abraçará e, com isso, mais vezes nós nos abraçaremos uns aos outros.

Assim fica mais fácil sermos felizes.

 

A análise ao jogo e ao fim-de-semana leonino fica por aqui.

Hoje é dia de marcar presença no #Sporting160 e espero que todos quantos aqui passam possam ouvir.

Caso não possam ouvir em directo, façam-no após a emissão, no MixcloudMixlriTunes ou em qualquer aplicação de podcast no Android (basta pesquisar por "Sporting160").

Até lá!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 25 Jogos / 2008 Minutos / 45 remates / 19 Golos / 1 golo a cada 106 minutos / 42.2% de aproveitamento


2016/17: 25 Jogos / 2110 Minutos / 61 remates / 18 Golos / 1 golo a cada 117 minutos / 29.5% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

Nota: No global, Bas Dost tem 20 golos em 28 jogos, mais um golo que nos primeiros 28 jogos da época passada. Impressionante, para além do aumento brutal do aproveitamento das situações de finalização.
Em 2016/17, acabaria por realizar apenas mais 13 jogos, tendo marcado mais 17 golos (total de 36). Esta temporada, no máximo, podem haver ainda 32 jogos por disputar e não é difícil prever que Dost aumente o seu máximo de golos por temporada (37, no Heerenveen, em 2011/12 e no ano passado, entre Wolfsburg e Sporting).

 

Curiosodades: Entre Liga Nos e Champions, Jonas tem 20 golos em 23 jogos mas, para isso, rematou 96 vezes (mais do dobro dos remates de Bas Dost em 25 jogos).
Aboubakar acumula os mesmos 19 golos de Bas Dost, entre o campeonato e a Liga dos Campeões, tendo disputado 22 jogos e rematado 67 vezes.
Nenhum se aproxima sequer da eficácia do holandês.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 23 Jogos / 1838 Minutos / 41 remates / 16 Golos / 1 golo a cada 115 minutos / 39% de aproveitamento


2016/17: 23 Jogos / 1930 Minutos / 58 remates / 17 Golos / 1 golo a cada 114 minutos / 29% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 22 Jogos / 1748 Minutos / 38 remates / 15 Golos / 1 golo a cada 117 minutos / 39% de aproveitamento


2016/17: 22 Jogos / 1840 Minutos / 58 remates / 17 Golos / 1 golo a cada 108 minutos / 30% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 20 Jogos / 1613 Minutos / 33 remates / 13 Golos / 1 golo a cada 124 minutos / 39% de aproveitamento


2016/17: 20 Jogos / 1660 Minutos / 52 remates / 14 Golos / 1 golo a cada 119 minutos / 27% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Entrevista de Bas Dost

Bas Dost 1.png

Bas Dost 2.png

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 19 Jogos / 1523 Minutos / 31 remates / 12 Golos / 1 golo a cada 127 minutos / 39% de aproveitamento


2016/17: 19 Jogos / 1582 Minutos / 48 remates / 12 Golos / 1 golo a cada 132 minutos / 25% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal