Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Artistas e Goleadores

MELHORES MARCADORES (EQUIPA PRINCIPAL)

Equipa A Marcadores.pngMELHOR ASSISTENTE (EQUIPA PRINCIPAL)
O critério das assistências é definido por mim e, como tal, pode diferir de outros sites ou blogues.

Equipa A Assistências.pngMAIS INFLUENTE (EQUIPA PRINCIPAL)
Pontuação calculada com 1 ponto por golo e 0.5 pontos por assistência

Equipa A Influência.pngMELHORES MARCADORES (EQUIPA B)

Equipa B Marcadores.pngMELHOR ASSISTENTE (EQUIPA B)
O critério das assistências é definido por mim e, como tal, pode diferir de outros sites ou blogues.

Equipa B Assistências.pngMAIS INFLUENTE (EQUIPA B)
Pontuação calculada com 1 ponto por golo e 0.5 pontos por assistência

Equipa B Influência.pngMELHORES MARCADORES (JUNIORES)

Juniores Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (JUVENIS)

Juvenis Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (INICIADOS)

RUI REIS; TIAGO GOUVEIA - 10 GOLOS

RÚBEN COSTA; BRUNO SANTOS - 6 GOLOS

FÉLIX CORREIA; NUNO CARDOSO - 3 GOLOS

MELHORES MARCADORES (FUTSAL)

Futsal Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (ANDEBOL)

Andebol Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (HÓQUEI EM PATINS)

Hóquei Marcadores.png

Artistas e goleadores

Tal como na época passada, elaborarei de quando em vez o ranking de melhores marcadores, melhores 'assistentes' e jogadores mais influentes.

É importante ressalvar que o critério das assistências para golo é definido por mim e que não sigo estatísticas de nenhum site que, a meu ver, julgam mal este dado estatístico tão relevante.

Volto a recordar que os pontos que decidem qual o jogador mais influente são calculados da seguinte forma: golo (1 ponto); assistência (0.5 pontos).

GOLOS

Goleadores 08-10-2015.png

ASSISTÊNCIAS

Artistas 08-10-2015.png

INFLUÊNCIA

Influentes 08-10-2015.png

 

Tentarei fazer o mesmo exercício para a equipa B. Visto que temos tido acesso aos resumos através da Sporting TV, torna-se mais fácil recolher os dados das assistências sob análise directa do lance.

GOLOS

Goleadores B 08-10-2015.png

ASSISTÊNCIAS

Artistas B 08-10-2015.png

INFLUÊNCIA

Influentes B 08-10-2015.png

A título de curiosidade, os vencedores do ano passado podem ser consultados aqui.

 

 

KO ao primeiro assalto

Foi mais ou menos o que aconteceu a Pedro Guerra no embate com Bruno de Carvalho. Também eu era um dos que dispensava esta intervenção do Presidente mas há guerras que só se vencem na cara do inimigo.

Vale a pena ver e esperar pelos próximos ataques (os leaks hoje são sobre Carrillo).

Enjoy!

Entre Leaks, Carrillo e o que verdadeiramente interessa

Não me havia ainda pronunciado sobre o tão badalado Football Leaks, o site de pólvora seca que pretende mostrar a "parte oculta do futebol".
"Fundos, comissões, negociatas, tudo serve para enriquecer certos parasitas que se aproveitam do futebol, sugando totalmente clubes e jogadores", escreve o referido site na sua nota introdutória, no entanto, é possível verificar que a esmagadora maioria dos artigos são roubados ou desviados (ou ambas as coisas) ao Sporting. Não sei se por ser o clube mais permeável em termos informáticos ou se por haver alguém infiltrado para o efeito. O que é certo é que o clube que mais afronta a tal parte oculta do futebol e aquele que menos se tem relacionado com ela é o que mais se vê mediatizado com mais um ataque.
Acho que tudo isto acabará por nos ser benéfico, pese embora o ruído que tem criado. Como disse no primeiro parágrafo, não passará de pólvora seca. Os contratos revelados nada têm de ilegal e os que revelam verdadeiros casos em que administradores lesam o Clube devido aos tais referidos parasitas ocultos pertencem a direcções anteriores, pelo que os Sportinguistas se podem regozijar por terem neste momento um Presidente que serve o Sporting e não alimenta parasitas até que fiquem gordos de tanto 'mamar'.
O que é divulgado de outros clubes, será objecto de preocupação para os sócios e adeptos dos mesmos.
A escassez de documentos dos rivais é bem demonstrativa de quem poderá estar a partir esta iniciativa que podia efectivamente ser de extrema utilidade mas sem vem revelando como uma simples tentativa de fazer abanar o Leão.
Não vão conseguir!

Até hoje, também não me tinha pronunciado sobre o 'caso Carrillo' e não o havia feito propositadamente. Por ter um feelling de que não demoraria muito até que se soubessem as verdadeiras razões da não renovação e da, agora certa, saída do Clube.
Era para mim demasiado óbvio que Carrillo não ficaria (sobretudo neste último mês) e o Sporting teve o cuidado de, em comunicado, detalhar todas as razões para a saída do peruano, razões essas que são agora motivo para um processo disciplinar, em meu entender, totalmente justificado.
Carrillo era para mim uma carta fora do baralho. Agora, está finalmente morto e enterrado.

O que verdadeiramente interessa é que, pese embora todo este ruído, o Sporting continuará forte, sobre um apoio cada vez mais entusiasta e ultrapassará mais este ataque (quiçá o mais forte e revelador do desespero dos que nos querem mal) respondendo em campo, com vitórias.
Nos principais jogos do dia de ontem: 3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas.
O dia não começou bem e os juniores, em andebol, perderam em casa frente ao Benfica por 19-22.
Em futsal, vitória em casa dos Leões de Porto Salvo por esclarecedores 8-2, com golos de Cavinato (3), Djô, Fortino (2) e Diogo (2). RESUMO
A equipa júnior de futebol tratou de dar seguimento aos bons resultados e venceu, na Academia, o derby com o Benfica por 2-0. Os golos foram apontados por Jovane Cabral (grande golo) e Al Hassan (num momento em que a equipa jogava já em inferioridade numérica).
Enquanto isso, já o hóquei se havia estreado no campeonato nacional. Depois de uma primeira parte perfeita em que o resultado apresentava uns demolidores 7-0, o jogo acabou por terminar em 8-2, em jeito de imitação aos colegas do futsal. Cacau, Luís Viana e André Centeno bisaram, tendo João Pinto e Ricardo Figueira apontado os restantes tentos. Entre eles, podem ver alguns de belo efeito. RESUMO
As senhoras do futsal, pela primeira vez não ganharam. Empate a 1 golo em casa do Quinta dos Lobos com o golo a ser apontado por Rita Palma.
A equipa B também não foi além de um empate, em Famalicão. 1-1 foi o resultado final com o golo leonino a ser apontado por Ryan Gauld (o terceiro da temporada, que faz do escocês o melhor marcador da equipa, a par de Matheus Pereira). RESUMO
Este sábado, infelizmente, terminou como havia começado. A equipa sénior de râguebi estreou-se no campeonato com uma derrota no terreno do Técnico por 28-16. O único ensaio, posteriormente convertido, foi protagonizado por João Fonseca.

Hoje, espero mais e melhor, como sempre compete fazer a quem defende as cores do Sporting.

Agenda Domingo.png

Deixem jogar o Mané

Carlos Mané é, neste momento, um dos jogadores do Sporting mais subvalorizados.

Na sombra de Carrillo, tem agora hipóteses de marcar posição e cimentar o seu lugar entre as primeiras escolhas.

Parece-me evidente que Mané tem evoluído de forma gradual e vem mostrando esta época melhorias naquela que continuava a ser a sua maior deficiência: a tomada de decisão.

As duas assistências nos últimos dois jogos são indicador claro do seu maior critério na hora de soltar a bola.

A meu ver, o maior problema de Mané era, mais do que a tomada de decisão, a gestão das expectativas criadas à sua volta.

Alinhando como extremo, acho que sentia que devia ser mais criativo, arriscando mais vezes o duelo individual.

Hoje, percebe que a melhor opção é aquela que mais facilmente o aproxima do sucesso e não a que levanta mais adeptos da cadeira.

Mané deixou de se preocupar em jogar para a bancada e joga agora apenas e só para o colectivo. Devo ressalvar que isto não é uma crítica, pois não acho Mané um exibicionista. Apenas tem a ver com a tal gestão de expectativas de que já falei e até mesmo do histórico e das características dos extremos mais promissores da nossa 'cantera'.

É importante recordar que Mané não é extremo de formação e que foram muitas mais as vezes que actuou como ponta-de-lança do que as que o fez numa das alas.

Resgatado à equipa B em outubro de 2013, relembro que não tem ainda dois anos completos na equipa principal. No entanto, os seus números e influência directa nos golos rivalizam com qualquer um dos colegas de sector e não ficam a dever muito aos avançados do plantel.

São 69 jogos, 14 golos e 10 assistências em pouco menos de dois anos.

Por exemplo, os números de André Carrillo (o extremo mais valioso do plantel) nas duas primeiras temporadas ao serviço do Sporting, não foram melhores: 77 jogos, 6 golos e 13 assistências. E, mesmo comparando com as duas últimas temporadas (as melhores de Carrillo), Mané não fica nada mal na fotografia: 78 jogos, 9 golos e 21 assistências.

Vejam abaixo o quadro comparativo entre os avançados e imaginem o que pode ser Mané numa das posições da frente de ataque.

Deixem jogar o Mané.png

 

(clicar na imagem para ver melhor)

Dito isto, Jorge, deixa lá jogar o Mané e um dia destes, nem que seja na Taça da Liga, deixa que faça dupla com Montero na frente de ataque.

Médios com golo

Ter médios com capacidade de chegar à frente a marcar golos é algo que nos faz falta.

William, Adrien, André Martins, Aquilani e João Mário não parecem ter essa apetência e, de todos, só João Mário marcou em lances de bola corrida esta temporada (1 golo ao Tondela).

Nos lances de bola corrida, dois terços dos golos foram concretizados por Teo e Slimani, os pontas-de-lança e, num modelo de jogo que privilegia as trocas constantes de posição e chegada a zonas adiantadas com muitos jogadores, parecem-me poucos os golos apontados pelos restantes jogadores.

Apenas Carrillo, Mané e João Mário (uma vez cada) facturaram em lances de ataque organizado ou contra ataque.

A equipa parece demasiado dependente dos 'finalizadores' e os médios revelam demasiadas lacunas na hora de visar a baliza (João Mário talvez seja o expoente máximo dos golos falhados).

Na minha opinião, mais do que o modelo de jogo, são as características dos médios que não dão para muito mais e, por isso, anseio pelas Taças para perceber se Jorge Jesus tem a audácia de experimentar algo novo.

É notório que a equipa B não joga exactamente da mesma forma que a equipa principal ou, se joga, é óbvio que os jogadores têm características muito diferentes.

Salvando-se as diferenças de exigência dos dois contextos, não deixa de ser verdade que se consideram os adequados aos estadios evolutivos dos jogadores, pelo que vou deixar todos em pé de igualdade.

Claro que a equipa B não tem finalizadores como a equipa principal, daí que eu ache que o sistema utilizado seja ainda um 4-3-3, com Francisco Geraldes a ser um '10 puro' em vez do tal '9 e meio' que tem sido Teo Gutierrez na equipa principal mas não posso ignorar o facto de mais de dois terços dos golos da equipa B serem marcados pelos médios, em lances de bola corrida.

Francisco Geraldes e Ryan Gauld já marcaram por duas vezes e Zezinho fez o gosto ao pé uma vez. Aqui estão cinco dos sete golos dos nossos B's na 2ª Liga.

São médios como Gauld e Geraldes que fazem falta na equipa principal, principalmente Gauld, por ser mais versátil e entender melhor os momentos defensivos. Jogadores que não tremem com o guarda-redes adversário pela frente e atiram a contar.

Espero que Jorge Jesus dê a ambos a oportunidade de jogar e mostrar o que valem, mesmo que tenha de ser na Taça da Liga. A resistência tenderá a ser menor quando se verificar que, no nível superior o rendimento de ambos tenderá a ser ainda melhor.

Eu confio que fica!

E tive eu que ouvir vários colegas de bancada criticar todas as acções da 'cobra' durante os primeiros 45 minutos...alguns deles disseram barbaridades como: '"Renovar?! Mais vale dá-lo!"

Nota-se que Carrillo ainda está a apalpar terreno. Todas estas movimentações a que se vê obrigado neste modelo de jogo são novidade e não saem ainda como se de movimento naturais se tratassem.

Se já está tão bom, imaginem quando tudo sair de forma mais fluída!

Seja qual for o desfecho, teremos novidades na próxima semana. Eu confio que fica! Grande Carrillo!

(o vídeo, entretanto retirado da plataforma onde tinha sido publicado, compilava todas as intervenções de André Carrillo no jogo de ontem)

Dose dupla de bacalhau

JM IS.png

João Mário e Islam Slimani deram mais um 'bacalhau' ao presidente e renovaram os seus vínculos contratuais até 2020.

João Mário viu a cláusula de rescisão ser fixada em 60M€, enquanto que a de Slimani se ficou pelos 30M€.

Agora só falta Carrillo ir pelo mesmo caminho e temos todos os 'problemas' resolvidos.

O que andam eles a fazer nas selecções?

PORTUGAL

SELECÇÃO A

Arménia 2-3 Portugal (Qual. Euro 2016) Resumo

RUI PATRÍCIO - 90/90 minutos, 2 golos sofridos
Jogo com pouco trabalho. Se no primeiro golo não tem quaisquer hipóteses de defesa, o mesmo não se pode dizer do segundo.
NANI - 90/90 minutos
Jogo muito apagado do extremo português, na linha do que nos tinha habituado neste final de temporada.
WILLIAM CARVALHO - 27/90 minutos
Entrou para serenar o meio campo após a expulsão de Tiago e cumpriu.
ADRIEN SILVA - 17/90 minutos

Foi chamado para ajudar William a segurar o 'miolo'. Pena que não se aproveitem as rotinas criadas para apostar de início nesta dupla.

PORTUGAL

SELEÃO SUB 20

Portugal 3-0 Senegal (Mundial 2015) Resumo

Portugal 4-0 Catar (Mundial 2015) Resumo

Portugal 3-1 Colômbia (Mundial 2015) Resumo

Portugal 2-1 Nova Zelândia (Mundial 2015) Resumo

Portugal 0-0 (1-3 g.p) Brasil (Mundial 2015) Resumo

GUILHERME OLIVEIRA - 0/480 minutos
Não se estreou.
DOMINGOS DUARTE - 480/480 minutos
Fez parte da dupla de centrais totalista e não desiludiu. A equipa só sofreu dois golos e nenhum teve a sua interferência directa. Demonstrou segurança no passe, bom posicionamento e excelente jogo aéreo.
MAURO RIQUICHO - 461/480 minutos
Incansável no apoio ao ataque, impressiona também pela excelente performance defensiva. Um valor emergente que vale a pena acompanhar com atenção.
GELSON MARTINS - 359/480 minutos, 2 golos e 1 assistência
Jesus terá a palavra final mas a época de Gelson na equipa B do Sporting e o Mundial de excelente nível, onde foi o maior agitador do ataque luso, suplantando mesmo Rony Lopes, a mais que provável 'estrela da companhia'. Gelson tem um drible desconcertante e impressiona pela capacidade com que coloca os companheiros em condições para finalizar. Excelente golo de trivela, frente à Nova Zelândia.

EGITO

SELECÇÃO A

Egito 2-1 Malawi (Amigável) Resumo

Egito 3-0 Tanzânia (Qual. CAN 2017) Resumo

RAMY RABIA - 180/180 minutos, 1 golo
Assumiu a titularidade nos dois jogos da sua selecção, jogando como defesa central. Cumpriu o 10º jogo internacional e marcou, frente à Tanzânia, o seu segundo golo.

ARGÉLIA

SELECÇÃO A

Argélia 4-0 Seicheles (Qual. CAN 2017) Resumo

ISLAM SLIMANI - 85/90 minutos, 1 golo
No primeiro jogo de apuramento para o CAN 2017, Slimani deixou a sua marca. Abriu o activo com um excelente golpe de cabeça.

PERU

SELECÇÃO A

Perú 1-1 México (Copa América 2015) Resumo

Brasil 2-1 Perú (Copa América 2015) Resumo

ANDRÉ CARRILLO - 8/180 minutos
Depois de não ter sido opção no amigável frente ao México, Carrillo entrou quase no final da partida com o Brasil, com o intuito de refrescar a frente de ataque. Acabou por coincidir com o período em que os brasileiros chegaram à vitória e a 'culebra' não deixou a sua marca no jogo.

Artistas e goleadores

Actualizo hoje as estatísticas quanto a golos, assistências e influência na equipa principal do Sporting.
Recordo que os números apresentados englobam todas as competições em que a equipa principal participa.
De frisar também para os que pela primeira vez a acompanham que os pontos que dicidem qual o jogador mais influente são calculados da seguinte forma: golo (1 ponto); assistência (0.5 pontos)

MELHOR MARCADOR

Nani / Freddy Montero / Slimani 10 golos
André Carrillo / Carlos Mané 7 golos
João Mário 6 golos
Junya Tanaka / Adrien Silva 5 golos
Paulo Oliveira 3 golos
Jefferson / Jonathan Silva / Ryan Gauld / Tobias 2 golos
William / Capel / A. Martins / Sarr / Heldon / Dramé 1 golo

 

MELHOR ASSISTENTE

1º  André Carrillo 12 assistências
Jefferson 10 assistências
Nani 7 assistências
Tanaka 4 assistências
Slimani / João Mário / William Carvalho  3 assistências
Montero / Adrien / Carlos Mané / Capel / Cédric 2 assistências
Jonathan Silva / A. Martins / Esgaio / Wallyson 1 assistência

 

O MAIS INFLUENTE

Nani 13.5 pontos
Carrillo 13 pontos
Slimani 11.5 pontos
Freddy Montero

11 pontos

Carlos Mané 8 pontos
João Mário 7.5 pontos
Jefferson / Tanaka 7 pontos
Adrien Silva 6 pontos
Paulo Oliveira 3 pontos
10º Jonathan Silva / William Carvalho 2.5 pontos
11º Capel / Ryan Gauld / Tobias 2 pontos
12º André Martins 1.5 pontos
13º Cédric / Sarr / Heldon / Dramé 1 ponto
14º Ricardo Esgaio / Wallyson 0.5 pontos

 

Artistas e Goleadores

Actualizo hoje as estatísticas quanto a golos, assistências e influência na equipa principal do Sporting.
Recordo que os números apresentados englobam todas as competições em que a equipa principal participa.
De frisar também para os que pela primeira vez a acompanham que os pontos que dicidem qual o jogador mais influente são calculados da seguinte forma: golo (1 ponto); assistência (0.5 pontos)

MELHOR MARCADOR

Freddy Montero 10 golos
Islam Slimani 9 golos
Nani 8 golos
André Carrillo 7 golos
João Mário 6 golos
Adrien / Carlos Mané 5 golos
Junya Tanaka 4 golos
Paulo Oliveira 3 golos
Jonathan Silva / Ryan Gauld 2 golos
10º Jefferson / Capel / A. Martins / Sarr / Heldon / Dramé / Tobias 1 golo

 

MELHOR ASSISTENTE

1º  André Carrillo 11 assistências
Jefferson 8 assistências
Nani 6 assistências
Tanaka 4 assistências
Slimani / João Mário / William Carvalho  3 assistências
Montero / Adrien / Carlos Mané / Capel / Cédric 2 assistências
Jonathan Silva / A. Martins / Esgaio / Wallyson 1 assistência

 

O MAIS INFLUENTE

André Carrillo 12.5 pontos
Nani / Freddy Montero 11 pontos
Slimani 10.5 pontos
João Mário

7.5 pontos

Adrien Silva / Tanaka / Carlos Mané 6 pontos
Jefferson 5 pontos
Paulo Oliveira 3 pontos
Jonathan Silva 2,5 pontos
Diego Capel / Ryan Gauld 2 pontos
10º André Martins / William Carvalho 1.5 pontos
11º Cédric / Sarr / Heldon / Dramé / Tobias 1 pontos
12º Ricardo Esgaio / Wallyson 0.5 pontos

 

Rescaldo da jornada internacional

Após a dupla jornada das selecções, vejamos a utilização dos nossos jogadores em cada uma delas:

PORTUGAL

Rui Patrício: 2 jogos (1D 1V); 180 minutos / 2 golos sofridos
Cédric Soares: 2 jogos (1D 1V); 180 minutos
William Carvalho: 2 jogos (1D 1V); 135 minutos
Adrien Silva: Não utilizado
João Mário: 2 jogos (1D 1V); 36 minutos
Nani: 2 jogos (1D 1V); 136 minutos

PORTUGAL SUB-21

Paulo Oliveira: 2 jogos (2V); 180 minutos
Ricardo Esgaio: 2 jogos (2V); 180 minutos
Tobias Figueiredo: Não utilizado
Carlos Mané: 2 jogos (2V); 74 minutos / 1 golo marcado
Iuri Medeiros: 2 jogos (2V); 49 minutos

ESCÓCIA

Ryan Gauld: Não utilizado

JAPÃO

Junya Tanaka: 1 jogo (1D); 70 minutos

BULGÁRIA

Simeon Slavchev: Não utilizado

PERÚ

André Carrillo: 1 jogo (1D); 86 minutos

CABO VERDE

Héldon: 2 jogos (1V 1D); 1 golo marcado

ARGÉLIA

Islam Slimani: 2 jogos (2V); 112 minutos / 1 golo marcado

Jornada positiva para os sportinguistas. Nem todos os jogos deram vitória, nem todos os jogadores jogaram, mas três marcaram golos e o melhor de tudo é que nenhum se lesionou (embora Slimani tenha apresentado queixas).

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal