Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Sporting CP 0 Wolfsburg 0

Relativamente ao jogo de ontem: fomos melhores e fizemos tudo menos o essencial...pôr a bola na baliza.

Claro que estou orgulhoso do que os nossos jogadores fizeram ontem. Jogaram ao ataque, correram, lutaram, remataram e suaram a camisola até ao último minuto, gastando toda a energia de que dispunham.

Foram 60/70 minutos de ataque à baliza de Benaglio que só por uma vez teve de se aplicar a sério para defender uma bola (que golaço teria marcado William). Em todos os outros remates, 'limitou-se' a estar no caminho da bola.

Um facto é que temos, cada vez mais, uma defesa de grande nível. Paulo Oliveira e Tobias estiveram soberbos. Cédric fez um grande jogo, tal como Jonathan, depois de lhe passarem os nervos nos minutos iniciais.

O meio-campo foi trabalhador e impulsionador do futebol de ataque. William foi 'Sir', Adrien foi Adrien e João Mário mostrou que está na melhor forma da época. Talvez abdicar mais cedo de um elemento como Adrien que serve mais para os equilíbrios defensivos do que para a manobra ofensiva tivesse ajudado...ou talvez não.

Nani e Carrillo podiam ter sido mais determinantes. Nani esteve melhor que Carrillo, que apareceu a espaços. No entanto, ambos merecem nota positiva.

Tanaka cria mais oportunidades que Montero mas parece-me menos 'matador' que o colombiano (que aposto que tinha marcado uma das oportunidades de que dispôs o japonês).

Mané, Slimani e Montero não acrescentaram muito, sobretudo porque entraram numa fase em que todos ou outros se começaram a sentir desgastados.

Estou à vontade para dizer isto agora porque já o tinha dito antes. Acho que começámos a perder a eliminatória na Alemanha, sobretudo porque perdemos a jogar para o empate e não com a estratégia que apresentámos ontem. Preferia ter perdido, tentando ganhar e não foi isso que aconteceu.

Claro que foi a ineficácia que nos matou e seria impossível passar esta eliminatória sem ter marcado um único golo.

Não se pode dizer que perdemos a eliminatória na Alemanha, pois em casa também não conseguimos vencer, mas quisemos guardar a decisão para Alvalade e quando cá chegámos já tínhamos dois golos de desvantagem para anular.

Mais uma vez volto a dizer: se Marco Silva assumisse na Alemanha uma estratégia vencedora (bem mais adequada ao clube que representa) talvez a história tivesse sido outra...ou talvez não. Por isso disse e volto a dizer que a estratégia no primeiro jogo não é condenável mas foi castradora, ofensivamente falando.

O que há para retirar desta eliminatória e de todos os jogos europeus desta temporada é que:

- Jogámos sempre com uma intensidade superior ao que fazemos nos jogos das competições internas e isso é preocupante

- Esta atitude, demonstrada e aplicada novamente no Dragão, aproximar-nos-á do 2º lugar

- Esta atitude, empregue em todos os jogos do campeonato não só teria evitado alguns dissabores como nos colocaria, com certeza, numa melhor posição para disputar o título.

Ainda temos 15 jogos (espero eu) para cimentar esta atitude vencedora que nos aproximará de festejar algum título no final da temporada. Espero esta vontade em todos os jogos e, assim sendo, aposto que nenhum adversário sairá de um jogo connosco com pontos. 

Assim seja!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal