Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Será Gauld o novo Adrien?

Quando, em janeiro, Ryan Gauld pediu para ser emprestado e lhe viu ser negada essa hipótese, creio que a desilusão inicial do próprio se notou em alguns momentos em campo.

Hoje, Gauld voltou ao normal e parece novamente pronto a responder ao voto de confiança do Sporting no seu valor.

Quando se viu limitado à opção de continuar a crescer e evoluir na equipa B, viu também validado o projecto que o Sporting tem para ele. Para além disso, parece-me que Jorge Jesus não tenciona entregá-lo ao anonimato mas sim acompanhá-lo de perto.

Gauld pode ser uma das surpresas da pré-temporada e vejo-o cada vez mais como a alternativa mais viável a Adrien.

Este foi um dos principais problemas desta temporada...substituir Adrien sempre que este se encontrava impedido de dar o seu contributo. Arrisco dizer que o nosso Capitão é o jogador mais difícil de substituir sem que se percam naturalmente algumas das características necessárias à efectividade do nosso jogo.

Voltando a Ryan Gauld, e analisando aquilo que têm sido os seus últimos jogos, notam-se claramente as semelhanças com Adrien, um pouco ao estilo daquilo que vaticinei por aqui há mais de um ano: Ryan Gauld é um médio na senda de Luka Modric, muito mais do que um novo Messi (a comparação sempre me pareceu exagerada).

Basta ver a qualidade como ocupa o espaço e, defensivamente, enche o campo. Sendo pequeno, parece estar em todo o lado e nem a menor dimensão física o impede de sair vencedor de grande parte dos duelos.

Gauld tem em si a maior das virtudes do jogador moderno; a inteligência.

É a velocidade a que pensa o jogo que lhe permite jogar bem com e sem bola. A capacidade de antecipar cenários facilita a tomada de decisão com bola, bem como a lucidez com que equilibra a equipa.

Gauld sabe quando temporizar, acelerar, lateralizar e fazer o passe vertical.

Com todo este novo jogador, criado e trabalhado em Alcochete, perdem-se algumas das rotinas adquiridas e que levaram até à sua contratação.

Gauld não parece tão confortável no último terço como quando chegou. Define pior na área adversária e parece mais 'nervoso' em situações de finalização. Tudo apenas porque perdeu as rotinas de aparecer com frequência em situações de finalização.

E é aqui que a entrada de Jorge Jesus pode ser fundamental à evolução do escocês. Gauld está no ponto para subir ao próximo nível e cada vez mais acho que não passará por um período de empréstimo.

Wallyson foi dos primeiros a ser indicado para empréstimo por Jorge Jesus, Paulista parece não ter convencido, Aquilani é um jogador pouco intenso para o estilo de jogo que praticamos, André Martins está de saída e vejo aqui a janela de oportunidade perfeita para que Gauld faça a sua primeira temporada como jogador da equipa principal do Sporting.

Para quem não tem visto os jogos e ficou curioso sobre a qualidade das acções de Gauld, espreite o canal RGx 27, no youtube, onde podem observar todas as acções individuais de Gauld nos vários jogos desta época.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal