Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Sem margem para errar

Inqualificável a atitude da equipa de andebol no jogo de ontem.

Entrar para uma final derrotado é inadmissível.

Foi isso que aconteceu...

Uma equipa derrotada mesmo antes do apito final. Desmotivados, desconcentrados e desunidos, envergonharam os Sportinguistas e não foram merecedores de vestir a verde-e-branca.

Nada está perdido, mas a minha crença foi-se.

Não me parece que tenhamos estofo de campeões e espero ter de admitir que me enganei.

Perdemos esta final no prolongamento do primeiro jogo, pois, foi aí que deixámos de acreditar que era possível vencer.

Foi o quinto jogo com o Porto nesta temporada. O saldo não podia ser mais negativo: cinco derrotas.

Precisamos de três vitórias consecutivas para destronar o hexacampeão nacional e só atingindo a perfeição em três momentos distintos (um deles terá de ser em casa do adversário) isso será possível.

Conhecendo o percurso desta equipa ao longo desta época diria que, atingir a perfeição em três jogos consecutivos é tarefa impossível.

Acreditei. Agora já não acredito. E só não acredito porque em 130 minutos de andebol não vi crença nesta equipa.

Acham que estou a ser demasiado duro?!

Talvez, mas no Sporting luta-se até ao fim e com todas as forças, mesmo que o objectivo pareça inatingível.

Agora, mais do que crença no título, peço garra e entrega para que não pareça que foi fácil demais.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    GAG 16.05.2015

    Lourenço, 'cagufa' parece-me o termo popular para o bloqueio mental de que falo.
    Infelizmente, parece que não seremos nós a festejar e, como dizes, aceita-se.
    O que não se aceita é que não se lute até ao fim para adiar aquilo que, agora, parece inevitável.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil