Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Rubio conta ou não?! Para mim, conta!

Ando há uns dias para falar nisto.

Estamos com dificuldades na frente de ataque. Isso é inegável.

Slimani, nos últimos dez jogos em que foi utilizado apenas fez dois golos.

Montero não tem sido opção mas também não fez muito melhor quando o foi. Três golos nos últimos dez jogos.

Tanaka tem sido quase sempre uma opção de recurso aos dois anteriores mas tem números semelhantes a Montero e Slimani se considerarmos os últimos dez jogos em que teve minutos em quantidade aceitável (também três golos nos últimos dez jogos em que fez mais do que dez minutos).

Vou incluir nesta equação Diego Rubio. Bem sei que aufere um vencimento de cerca de 700 mil euros anuais, bem fora dos valores ideais e que, para agravar a situação, o vencimento dispara com a utilização na equipa principal. Como tal, neste momento, está fora de questão a utilização na equipa principal e, apesar de ser da minha vontade que renove contrato, assinando por valores mais modestos e adequados à nova realidade do clube não sei se isso virá a acontecer.

A verdade é que Diego Rubio, sem ter feito pré-temporada no clube (a temporada na Noruega terminou em Novembro) e sem qualquer tipo de rotinas com os companheiros de equipa, chegou, viu e marcou. Foram já nove golos em apenas onze jogos na equipa B e um na Taça da Liga (este, vindo do banco).

Isto quando, em termos comparativos com os colegas da equipa principal, acredito que tem até um melhor índice de eficácia (rácio oportunidades/golos).

Numa altura em que tudo aponta para que Slimani seja vendido no final da temporada (opção que me agrada pois, apesar de ser um jogador com algumas qualidades, não é um goleador e, ainda por cima, tem mercado) e se encontra num fraco momento de forma, acho que devíamos já tentar a renovação com Rubio (se for possível, claro) e intergrá-lo de imediato na equipa principal, aproveitando desde já o pé quente do chileno e preparando a temporada seguinte.

Admitindo Montero como um '10', partiríamos para 2015/2016 com uma frente de ataque composta por Rubio, Tanaka e uma contratação de valor e, de preferência, com experiência e provas dadas (bem sei que são características difíceis de contratar com o nosso parco orçamento).

Deixo uma tabela comparativa das nossas quatro opções de ataque para atestar com números aquilo que defendo.

Comparativo avançados.png

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal