Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Que ganhe o Sporting

A minha posição é conhecida de quem segue o blog e me segue nas redes sociais. Hoje, infelizmente, não poderei estar presente na Assembleia Geral mas desejo que tudo corra com tranquilidade, sem desacatos ou eventos que envergonhem a nação leonina.

Espero que o "sim" vença e possamos avançar para eleições em todos os órgãos sociais mas, naturalmente, respeitarei uma decisão contrária.

Independentemente do resultado, espero a marcação de eleições para o mais breve possível, sejam elas para todos os órgãos sociais ou apenas para o Conselho Fiscal e Disciplinar e Mesa da Assembleia Geral.

Caso se verifique a destituição de Bruno de Carvalho e restantes elementos da sua equipa, espero que os Sportinguistas com capacidade de gestão e liderança posicionem as suas candidaturas com vista a uma campanha rica no debate, nas opções de voto e participação de todos nós, posteriormente, nas eleições.

No caso de Bruno de Carvalho e a sua equipa continuarem em funções, espero que toda esta convulsão dos últimos meses sirva de lição, aprendizagem e preconize uma mudança de comportamento, em vez de uma carta branca.

Em ambos os casos, espero que sejam enterrados os machados de guerra e seja respeitada a vontade soberana dos sócios. Não quero que se arrastem acções judiciais de nenhum dos lados. 

 

Por fim, e porque ontem vi um "especial AG", na TVI 24, onde ouvi coisas de que não gostei nada, não posso deixar de pedir que pensem no Sporting em vez de na pessoa "A" ou "B".

O Sporting será aquilo que nós quisermos mas, para construir um futuro melhor, é essencial que não reneguemos a nossa essência. O Sporting foi fundado com valores fortes e imutáveis, ainda antes de se tornar vencedor por natureza e construir uma história riquíssima, quer em património material, quer imaterial.

Há coisas de que não abdico. O Sporting do meu avô, das conquistas no futebol, dos cinco violinos e do ecletismo é exactamente o mesmo que o meu, que aprendi a amar praticamente sustentado apenas nos nossos valores superiores e na crença em vitórias que raramente se materializaram. Parece-me evidente que não são as vitórias que nos definem enquanto clube. São e serão sempre os valores que manterão o Sporting tal qual ele era aquando da sua fundação. A história que está escrita, escrita está. Escrevamos mais, sempre sem nos esquecermos de onde viemos e daquilo que somos feitos.

Siga quem seguir ao leme do barco, é importante não esquecer isto. Primeiro estará sempre o que nos define como clube. O resto será consequência disso.

Viva o Sporting!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal