Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Os fundos e a competitividade

(Não sei se o texto vos pode parecer confuso, mas penso que consegui transmitir a minha ideia - que será partilhada por muitos outros. É um assunto que me irrita e é difícil manter uma linha de raciocínio, pois os argumentos são tantos que se torna difícil organizá-los de uma forma que não pareca confusa

Muito se tem falado dos aspectos positivos e negativos dos fundos e tenho ouvido aqui e ali que a saída de cena dos mesmos afectará irreversivelmente a competitividade do campeonato nacional. O Sporting, na pessoa do seu presidente Bruno de Carvalho, já manifestou a vontade de regular a sua actuação (limitando-a em vez de a anular por completo) entregando incusive um documento com propostas, quer a nível nacional como internacional.

A curto prazo, concordo com Bruno de Carvalho. Deve ser um processo gradual que, na minha opinião, deveria culminar a médio prazo com a proibição da partilha de passes com fundos de investimento e empresários a nível internacional.

Neste momento, apenas Bruno de Carvalho está preocupado em eliminar ao máximo do plantel profissional do Sporting o número de jogadores com passes partilhados. Ainda são alguns, mas serão cada vez menos. E porque é que está a tomar esta atitude? Simples. Porque acredita que a luta solitária que tem vindo a travar pode dar frutos e, se a regulação ou extinção dos fundos chegar, só o Sporting estará preparado para isso.

Quanto à questão da competitividade do nosso campeonato sem a actuação dos fundos, parece-me uma falsa questão. O campeonato continuaria a ser competitivo e as equipas de maior poderio financeiro (actualmente Porto e Benfica) apenas perderiam temporariamente a sua competitividade nas provas europeias. Algo que seria resolvido em 4 ou 5 anos, depois de um periodo normal de adaptação a uma nova realidade.

O futebol português só teria a ganhar com esta tomada de posição e isto só não acontece porque os 'boys' com estatuto neste país também 'mamam' à conta de fundos e empresários em troca dos seus favores.

Voltando à competitividade, os clubes portugueses têm de concentrar-se em aumentar as receitas (para isso é preciso trabalhar o marketing - algo que praticamente não se faz neste país - e investir em academias de treino em vez de o fazer em jogadores de valor duvidoso), diminuir despesas (para isso basta que os jogadores 'dos fundos' saiam das folhas salariais dos clubes) e apostar definitiva e fortemente na formação de jogadores (algo que alguns clubes fazem, mas os fundos "têm" de colocar os seus jogadores e retiram espaço aos formados localmente).
Sporting, Porto e Benfica continuariam a ser os mais fortes, pois têm o estatuto e bases de recrutamento que nenhum outro clube tem em Portugal, para além de capacidade financeira de se reforçar com jogadores de outros países (embora de mercados de 2º e 3º plano). Porém, nem todos os jogadores podem jogar nos três grandes e é aí que surge a grande oportunidade dos clubes de menor dimensão. Os clubes que melhor trabalharem a formação terão mais oportunidades de ser bem sucedidos desportivamente. 
Isto aumentaria o espectro de jogadores de qualidade com possibilidades de representar as selecções nacionais e faria com que tivéssemos um campeonato competitivo, baseado em talento nacional. Isto parece difícil, mas não me parece que seja. É mais uma resistência à mudança que nos está a atrasar em relação a outros países (já ouviram falar da Alemanha?!).

Se os clubes portugueses vencem torneios internacionais de clubes (em camadas jovens) e as selecções de base chegam a finais de provas europeias e mundiais, algo me diz que há qualidade no jogador português (basta ver que o melhor do mundo é 'made in Portugal'). Juntando a isto os melhores treinadores do mundo (alguns deles Portugueses), quem sabe se, no futuro, não podemos ter um dos melhores campeonatos da Europa e quem sabe não ganhamos uma prova internacional de selecções.

Assim os 'boys' o queiram!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal