Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

O primeiro já está

A vitória de ontem foi categórica. 3-0, nos detalhes, tal como havia previsto.

Claro que a diferença entre as equipas não foi tão acentuada como o resultado demonstra mas a nossa abordagem, concentração, entreajuda, rigor e eficácia roçaram a perfeição.

 

Naturalmente, são os jogadores que resolvem mas muito do mérito vai também para Nuno Dias. Surpreendeu nas bolas paradas, colocando na quadra, por vezes, os mais improváveis, de modo a surpreender o adversário.

Para além disso, a equipa esteve praticamente irrepreensível em termos defensivos. Concentração máxima, coberturas perfeitas e ocupação de espaços brilhante. Não se viu uma hesitação em trocas de marcação. Confiança total entre os jogadores e competência, muita competência.

 

A eficácia na finalização foi fundamental para desmoralizar o adversário, facto bem demonstrado quando, com pouco mais de 7 minutos para jogar, Joel Rocha nem o 5x4 arriscou. Quando o fez, já com menos de 5 minutos por jogar, a convicção era pouca e a qualidade também. O Sporting contrariou muito bem a inferioridade numérica e teve mesmo a melhor oportunidade para marcar.

 

Hoje é outro jogo. O de ontem já passou. Há que ter a mesma competência de ontem para colocar a final em 2-0 pois, se falharmos nos detalhes, podemos ser penalizados com uma derrota, mais não seja porque as individualidades do Benfica não vão estar sempre tão apagadas como ontem.

Seja como for, segue mais um dado estatístico: entre Sporting e Benfica, a equipa que venceu o 1º jogo foi sempre campeã nacional. Esperemos que a tradição se mantenha.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal