Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

O estranho caso de Mané

Após uma época e meia em crescimento, tudo apontava para que esta fosse a época de afirmação de Carlos Mané. Esse cenário ganhou ainda mais força após o afastamento de André Carrillo. Esperava-se que Mané agarrasse um lugar como titular e explanasse em campo todo o seu potencial. Por vários motivos, isso ainda não aconteceu e, pior que isso, o jogador viu-se ultrapassado por Gelson Martins e Matheus Pereira, numa demonstração clara da força e talento da Academia de Alcochete.

O jogo na Albânia e o mais recente pela selecção de sub-21 deixaram em mim uma certeza. Mané está a ser um pouco injustiçado e merecia mais oportunidades.

Recordo que Mané foi titular em Coimbra, à terceira jornada, onde fez um excelente jogo e marcou um golo. De seguida,  saltou do banco para, em conjunto com Fredy Montero, resolver o jogo com o Nacional. Seguiram-se mais um jogo vindo do banco (no Bessa) e titularidades em jogos onde alinhámos com as 'segundas linhas'. Mané rendeu, e bem, em dois dos últimos três jogos onde alinhou para o campeonato mas, mesmo assim, viu Matheus merecer mais oportunidades. Não é que Matheus não mereça jogar mas será que o decréscimo de qualidade no jogo de Mané nos jogos da Liga Europa é apenas da responsabilidade do próprio? 

Eu acho que não! Todos sabemos que integrar um onze exlusivamente composto por jogadores menos utilizados não é uma verdadeira oportunidade para mostrar que se pode integrar o onze inicial nos jogos mais importantes. As rotinas são alteradas, as peças do puzzle não são as habituais e é natural que seja mais complicado para um jogador que vive mais do colectivo do que daquilo que faz individualmente,  como é o caso de Mané.

O mais recente jogo da selecção sub-21 veio dar sentido a este post. Carlos Mané foi o melhor em campo e contribuiu com um golo e uma assistência na vitória por 4-0 sobre a Albânia.

Não sei qual será a ideia de Jorge Jesus relativamente a uma futura utilização de Bruno César mas tudo leva a crer que o espaço de Mané poderá ser ainda mais reduzido, caso César venha a ser opção para as alas.

Espero que a saída do jogador não esteja em causa e que não vendamos o jogador por um valor bem inferior ao seu valor potencial.

Mané ainda tem muito para mostrar no Sporting!

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal