Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

O efeito Canela

ÉPOCAS TREINADOR DESEMPENHO VS CANDIDATOS TÍTULOS
2012/13 a 2014/15 Frederico Santos 48 jogos - 24 vitórias (50%) / 5 empates / 19 derrotas 2 Taças de Portugal e 1 Supertaça
2015/16 e 2016/17 Zupo Equisoain 20 jogos - 7 vitórias (35%) / 0 empates / 13 derrotas -
2016/17 a 2018/19 Hugo Canela 28 jogos - 19 vitórias (68%) / 2 empates / 7 derrotas 2 Campeonatos e 1 Taça Challenge

Notas: Embora tenha participado também na temporada 2016/17, não considero que Zupo tenha tido influência na conquista dos títulos. Se há um mérito que lhe deve ser dado, é a escolha do plantel, ao qual faltava um verdadeiro líder.

 

Curiosamente, o período compreendido entre 2012 e 2018 coincide com o regresso de Hugo Canela ao Sporting, primeiro para ser treinador adjunto de Frederico Santos e Zupo Equisoain, antes de assumir o comando técnico da equipa principal.

Foram quatro épocas e meia que lhe terão permitido evoluir e fazer a leitura daquilo que a equipa tinha e ainda precisava.

Uma das principais lacunas do Sporting prendia-se com o desempenho nos jogos com os rivais directos, onde facilmente se percebe uma melhoria considerável. Eram esses embates que nos afastavam dos títulos e o problema maior, Canela identificou-o no final de 2015/16, ainda enquanto adjunto; mentalidade.

 

Embora tenha vindo a evoluir em termos de qualidade e investimento na modalidade, o Sporting era fraco mentalmente e fraquejava nos embates com os rivais directos, onde normalmente se decidem os títulos.

Como se pode verificar pelo quadro no início da publicação, a percentagem de vitórias frente a Porto, Benfica e ABC (os principais rivais) aumentou consideravelmente sob o comando de Canela e foi essa mudança de mentalidade que nos permitiu estar mais perto de ganhar títulos.

 

Ainda assim, há aspectos a melhorar. Quatro das sete derrotas sob a liderança de Hugo Canela significaram a perda de quatro títulos (duas taças de Portugal e duas supertaças). Acontece neste momento uma espécie de oposto, relativamente ao período de liderança de Frederico Santos, onde o Sporting falhava essencialmente nas provas de regularidade.

Alterada que está a mentalidade, há que melhorar o foco. Não há competições mais e menos importantes. Todas são para ganhar e só alterando este paradigma conseguiremos assumir-nos como hegemónicos em Portugal e, quem sabe, verdadeiramente perigosos para qualquer equipa na Champions.

 

Parabéns ao "mister" Hugo Canela e à sua equipa técnica por todo o trabalho realizado até hoje, que tanto nos tem feito felizes! Ontem, frente ao Benfica, voltámos a mostrar a fibra de que somos feitos, mesmo no meio de uma série louca e muito exigente de jogos.

Se continuar a ser competente na nossa auto-avaliação, seremos indestrutíveis e perduraremos na história. Acredito muito em si, na sua equipa técnica e no fantástico grupo de jogadores que lidera!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal