Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Le Tour 2014 - Etapa 12

Depois de saber que a 'quebra' de ontem do Rui Costa se deveu a uma bronquite aguda que lhe dificultou a respiração, fiquei mais descansado ao ver que hoje esteve sempre bem posicionado e não mostrou dificuldades na etapa. Amanhã será um dia duro e espero que ele esteja bem.

A fuga do dia não teve um final feliz e as contagens de montanha não fizeram das suas, o que permitiu uma chegada em pelotão compacto. Contrariedade para Marcel Kittel que se viu envolvido numa queda onde esteve também envolvido Chavanel. Foi possível ouvir o alemão a atribuir responsabilidades ao francês, que não as regateou.

O vencedor da etapa foi o norueguês Alexander Kristoff, que bateu ao sprint Peter Sagan e Arnaud Demare. Foi a primeira vitória no Tour para Kristoff e o quarto 2º lugar deste Tour para Sagan, que ainda não venceu nenhuma etapa mas já terminou por 8 vezes nos 5 primeiros.

Achei um pouco estranho o abdicar de etapa por parte de Tony Gallopin (5º na geral), que chegou com 5.45 minutos de atraso para o vencedor e baixou para 20º na classificação geral. Só entendo isto de uma forma: Gallopin sabe que não tem hipóteses para a geral e optou por se atrasar para poder entrar numa fuga que possa 'vingar', por forma a vencer uma etapa de montanha. Veremos se foi esse o motivo.

Fecho o post de hoje com uma palavra de apreço para um dos meus favoritos do pelotão: Peter Sagan. É ambicioso, intromete-se nos sprints com os 'verdadeiros sprinters' mesmo sem ter uma equipa que o ajude verdadeiramente a lançá-los, passa relativamente bem nas etapas de montanha, é sincero, honesto, diz o que pensa e por tudo isso é, para mim, uma pessoa cativante, para além de um excelente atleta. Espero que consiga neste Tour pelo menos uma vitória.

Amanhã temos o verdadeiro Tour com uma etapa de alta montanha.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil