Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

Foi nesta Liga Europa e na extinta Taça UEFA que o Sporting cimentou o seu estatuto europeu entre os 20/30 melhores clubes.

Apesar de não ser um fã entusiasta da Liga Europa reconheço que é o patamar ideal para cavalgar lugares no ranking, com o objectivo mínimo de ser top 20 na Europa.

Temos alguma tradição nesta competição, onde nos últimos quinze anos marcámos presença numa final, duas meias-finais e três quartos-de-final.

Há duas temporadas que o Sporting não participa numa eliminatória europeia. Estávamos na primeira temporada de Jorge Jesus e, depois de uma fase de grupos em que fomos 2º, à frente do Besiktas e atrás do Lokomotiv de Moscovo, caímos precisamente na fase que hoje integramos frente ao Bayer Leverkusen, com duas derrotas.

 

Hoje o Sporting é 44º no ranking e uma época bem sucedida a nível europeu poderá significar uma recuperação até 10 posições na tabela (mais coisa, menos coisa).

Essa recuperação será essencial para que nos livremos de sorteios adversos, sobretudo na Liga dos Campeões, prova onde temos de cimentar presença na fase de grupos.

 

O histórico europeu recente, nos jogos fora de casa não nos é nada favorável. O Sporting só venceu 18 dos últimos 26 encontros e perdeu 6 dos últimos 8 desafios fora de portas.

O jogo de hoje é importantíssimo para as nossas aspirações à presença nos oitavos-de-final, numa prova que exige uma longa caminhada até ao jogo decisivo, em Lyon.

 

Jesus convocou 21 jogadores, poupou Mathieu ao frio e ao relvado sintético de Astana e afirmou vontade de estar na final, borrando a pintura ao centrar mais uma vez o discurso no "eu", em vez de no "nós", dizendo um par de barbaridades.

Espero que esta vontade de ser bem sucedido na Europa leve o Sporting à tão desejada campanha europeia que dignifique o clube e lhe reponha algum do estatuto entretanto perdido.

 

O Astana apenas venceu um dos três jogos em casa na fase de grupos e será um adversário com pontos de contacto com o Steaua de Bucareste, que defrontámos no playoff da Champions. Uma equipa perigosa fora de casa, fruto da sua competência no ataque rápido e contra-ataque mas completamente ao alcance do Sporting.

Um bom resultado hoje será meio caminho andado para marcar presença na fase seguinte da Liga Europa e até acredito que o possamos alcançar poupando 2/3 jogadores do onze habitual utilizado por Jorge Jesus.

 

Vamos lá recolocar o Sporting no grupo dos melhores da Europa.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil