Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

Nesta que é a oitava participação do Sporting no formato "Champions", teremos de fazer o que nunca fizemos para atingir os oitavos-de-final.

O jogo de hoje é decisivo e, se queremos acalentar a esperança do apuramento para a fase a eliminar, ao mesmo tempo que praticamente garantimos o acesso à Liga Europa, temos de ganhar à Juventus.

Sim, eu sei que a "Juve" não é uma equipa qualquer e também sei das nossas limitações, sobretudo depois das lesões da passada sexta-feira e do cansaço acumulado visível em vários dos jogadores. Mas também sei que, se há um jogo em que temos de jogar as fichas todas na Champions, é este. Guardar tudo para o final não nos costuma ser favorável.

 

Só por uma vez o Sporting passou aos oitavos da Liga dos Campeões. Em 2008/2009, num grupo também com o "Barça" e onde figuravam também o Shakhtar e o Basileia, o Sporting encarou a segunda volta de confrontos já com seis pontos, factor fundamental para assumir a candidatura aos inéditos oitavos, que terminaram em Munique, como todos nos lembramos.

 

Hoje o Sporting encarará a quarta jornada apenas com três pontos e sabendo que, se perder, estará irremediavelmente afastado da Champions. É importante não nos expormos a essa possibilidade, até porque nunca se sabe se o Olympiacos não provoca uma surpresa em casa, ao Barcelona. 

Ganhar é importante, por forma a equilibrar o confronto directo com os italianos. Empatar é um mal menor que já nos deixaria com uma esperança muito ténue no apuramento, pois mesmo que a Juve escorregue com o Barça e nós ganhemos aos gregos, teremos de ir inverter o cenário em Nou Camp, a contar com um deslize da equipa de Allegri.

 

Não estou aqui a inverter nenhuma das nossas prioridades. Eu também sei que é o campeonato o nosso foco mas o jogo com o Braga é só no dia 5 e não podem haver desculpas nem poupanças. Já bastam os que não poderão, de todo, dar o seu contributo.

Os dois próximos jogos para a Champions são em casa. Duas vitórias garantem a continuidade na Europa e a luta pela presença nos oitavos-de-final até à última jornada.

 

Não é dia para pensar no Braga, que ainda jogará na quinta-feira para a Liga Europa. Os cinco dias de intervalo são mais do que suficientes para preparar a equipa e, mesmo que já haja desgaste acumulado do passado fim-de-semana, depois só voltaremos a jogar no dia 16, para a Taça de Portugal, com o Famalicão, antes de receber o Olympiacos para a Champions.

Mesmo que Jesus ande a espremer o onze habitual até ao limite, parece-me evidente que o calendário nos é favorável. Não podem haver desculpas, até porque o Sporting não tem apenas 11/12 jogadores de qualidade.

 

Hoje é dia de meter a carne toda no assador, sabendo que não temos a carne toda à disposição. É dia de acabar com as vitórias morais e bater o pé a um dos gigantes da Europa. 

Há que ter ambição. Este não é o nosso campeonato mas não podemos deixar de fazer o melhor. Uma vitória sobre o vice-campeão europeu terá o dom de aumentar o ego, a confiança e evitará uma machadada na moral da equipa.

Eu acredito num resultado positivo, que eleve novamente o nível das exibições e nos mantenha no topo, com aspirações em todas as competições.

 

É seguir o exemplo dos juniores, que estão a vencer ao intervalo com um golo do inevitável Rafael Leão e, caso vençam, dão um passo de gigante pelo menos para o playoff de acesso aos oitavos-de-final, ainda que o apuramento directo esteja totalmente em aberto.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal