Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

Depois de um desaire, haviam poucos campos piores para visitar que a Mata Real. Excluindo o Dragão e a Luz, só há mais três estádios entre os clubes da Liga NOS onde o Sporting vence menos que em Paços de Ferreira (Bessa, Belém e União da Madeira).

Só em Belém e no Bessa o nosso goal average é mais equilibrado do que na Capital do Móvel, onde apenas três vezes (em sete) vencemos por mais do que a margem mínima.

As vitórias mais dilatadas aconteceram em 92/93 (3-0, com bis de Balakov e um golo de Yordanov) e em 2001/02 (6-0, com bis de Super Mário e Niculae e golos de Beto e Sá Pinto).

Depois da retrospectiva, relembro que o Sporting é líder, estatuto com que nunca se apresentou em 17 deslocações a Paços de Ferreira.

Fibra de campeão, é o que se precisa e tem de se demonstrar.

O Paços é das melhores equipas desta Liga e averbou 5 das suas 8 vitórias em casa. Ainda não recebeu nenhum dos grandes e só perdeu com rivais directos na luta pela Europa (Rio Ave e Vit. Guimarães).

Jorge Simão é um dos jovens treinadores mais promissores do nosso futebol, privilegia um futebol positivo e é, de todas as equipas que apostam e apostarão no contra-ataque contra nós, das mais efectivas.

Vai ser necessária especial atenção às subidas de Hélder Lopes, à velocidade e qualidade individual de Diogo Jota e à capacidade de finalização de Bruno Moreira.

Da nossa parte, será importantíssimo saber variar o centro de jogo, sendo imprevisível e entrando a todo o gás, com a linha defensiva subida e a pressão alta. Aumenta-nos as probabilidades de êxito e, em caso de sermos surpreendidos, teremos muito tempo para reagir.

Veremos se Jorge Jesus aposta no onze habitual ou prepara alguma surpresa.

A defesa será a que se tem apresentado mais forte, com Patrício, Pereira, Oliveira, Naldo e Jeff. Duvido que o aparente mau momento de forma de William o retire do onze e acredito que a surpresa pode ser Gelson, no lugar de Bruno César embora, em campos de dimensões mais reduzidas, a sua meia-distância seja muito importante.

Independentemente dos onze que entrarão em campo, será necessária uma exibição assertiva para levar de vencidos os 'castores', num sábado onde não faltará a já habitual onda verde.

Eu quero o Sporting campeão!

SPOOOOOOOOOOOORTING!

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal