Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

«Alguém se recorda da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas? Eu não me recordo.»

A frase é de Jorge Simão, treinador do Paços de Ferreira, e teve o condão de me despertar para várias realidades.

A primeira é que o Sporting não perdia dois jogos consecutivos desde o dia 10 de Fevereiro de 2013, naquela fatídica temporada, era Jesualdo Ferreira o treinador.

A segunda fez-me, por segundos, 'entender' o estado de depressão de alguns Sportinguistas. De facto, não estávamos habituados a perder dois jogos de forma consecutiva. De facto, isso não acontecia há quase 3 anos.

A terceira é que o Paços não irá mesmo a Alvalade participar apenas em mais um jogo da Taça da Liga.

Jorge Simão assumiu sem rodeios que vai a Alvalade para vencer e que deseja repetir a final de 2011.

Claro que ir a Alvalade para vencer não significa necessariamente que se vai jogar aberto e de 'igual para igual'.

Devemos esperar o habitual...uma equipa em bloco baixo, a jogar no nosso erro e a tentar aproveitar as transições rápidas e as bolas paradas para fazer estragos.

Da nossa parte, sem Teo, Tobias, Paulista, Mané e William (este a contas com um 'problemazinho'), Jorge Jesus assumiu que jogará com uma equipa dentro daquilo que foram as bases para a Liga Europa: um misto entre jogadores menos utilizados e alguns 'titulares'.

Em todo o caso, espero uma equipa com natural competência para levar de vencidos os 'castores'.

Com Gelson e Matheus nas alas, talvez apresentemos uma equipa apenas com um avançado, que pode até ser Tanaka.

Sem William e Paulista, parece inevitável que Adrien jogue, provavelmente secundado por Aquilani e mais um (que eu gostava que fosse Gauld ou Francisco Geraldes).

Paulo Oliveira estará certamente presente e deve ser acompanhado por Naldo. Aposto em Schelotto à direita e Esgaio à esquerda.

Boeck será quase de certeza o guarda-redes.

Voltando ao princípio da conversa, alguém se recorda da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas?

Eu não me lembrava mas imaginava que tivesse sido naquela malvada época que, entre o terror, teve o condão de nos acordar para a realidade.

Dia 21 de outubro de 2012, o Sporting era eliminado da Taça de Portugal pelo Moreirense naquela que seria a 3ª de quatro derrotas consecutivas. Nestas quatro derrotas fomos liderados por dois treinadores diferentes (e ainda viriam a aparecer num futuro próximo mais dois), Sá Pinto e Oceano.

Nesse tempo, o Sporting jogava em média com dois portugueses por jogo, era representado por jogadores sem chama e pagos a peso de ouro. Ouro que o Sporting não tinha para lhes pagar o que lhes havia prometido. Reinava a anarquia e o descomprometimento total.

Hoje, acontece o oposto e, só por isso, tenho a certeza que todos continuarão a não se lembrar da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas.

SPOOOOOOOOOOOOOORTING!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal