Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Há males que vêm por bem

Esta noite, a Costa Rica de Bryan Ruiz terminou de forma inglória e injusta a sua participação na Gold Cup. Depois de uma primeira parte equilibrada, o segundo tempo e o prolongamento trouxeram uma Costa Rica na tentativa de repetir a 'receita' que tão bons resultados havia dado no Mundial do ano passado. Jogaram na expectativa, unidos e coesos.

Nos descontos do prolongamento, o árbitro da partida acabou por inventar a grande penalidade que viria a tornar-se fatal para as aspirações dos costa-riquenhos.

Bryan Ruiz reagiu assim, no final do jogo:

"É uma derrota muito difícil de aceitar e significa um golpe duro pela forma como aconteceu, com um penalti que não existiu. Fizemos um bom jogo, de muito sacrifício, entrega e, no final, isso reconforta-nos para levantar a cabeça num momento difícil."

Quanto à arbitragem:

"Todos somos seres humanos e erramos mas este erro foi demasiado evidente. São árbitros muito experientes e não podem falhar desta forma, no último minuto, depois de tanto esforço e entrega."

Depois, falou à capitão:

"Mas estou seguro que esta experiência nos fortalecerá como grupo, como país. As injustiças unir-nos-ão a todos, como aconteceu naquele jogo a eliminar que jogamos com neve, frente aos Estados Unidos. Esse momento encheu-nos de força, uniu todo o país e agora fará o mesmo. Mexeram com o nosso orgulho!"

"Estamos conscientes que devemos melhorar, trabalhar muito, mas temos de ter paciência, acreditar no processo. Este grupo pode alcançar grandes feitos."

Com esta eliminação, Bryan Ruiz pode descansar com vista a que se apresente nas melhores condições para uma época que se espera de sucessos ao serviço do Sporting. Pelo menos já vem habituado a arbitragens manhosas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal