Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Clique

E tudo se resume a isto: o simples clique de um teclado ou rato de computador e o acto de clicar naquilo que é publicado.

Mais do que o papel, um jornal é hoje em dia aquilo que a era digital permite. O acesso fácil e imediato à informação bem como a sua fácil publicação levam a que o papel perca relevância.

E se, hoje, a informação existe em quantidade, o mesmo não pode dizer-se da sua qualidade.

Não são raras as vezes que ouvimos falar da mediocridade da nossa imprensa, desde a generalista, à desportiva.

Mais importante do que o conteúdo, importa saber a quem se dirige a informação e como ela é veiculada.

Na era do clique, tudo é lucro e há pessoas que continuam a esquecer-se dos que diariamente nos agridem, engordando as suas contas com cliques em pseudo-notícias que mais não são do que geradores de dinheiro vindo da publicidade.

Embora hajam ainda bons jornalistas (poucos), o jornalismo está pela hora da morte.

Qualquer estagiário faz o que lhe pedem e copia e cola uma coisas com uns temas sugestivos (ou nem tanto) como: "Você não vai acreditar!" ou "Acabou de acontecer no clube X!".

Tudo para que o impulso da curiosidade dê mais um clique a uma notícia oca, falsa, encomendada ou sensacionalista.

Tudo menos jornalismo e informação.

Tudo para que um clique gere o correspondente em euros para alimentar esta máquina propagandista que dia após dia nos ataca às custas de muitos de nós.

Tudo porque a sede de informação é tanta que a qualidade da mesma deixou de ser valorizada.

Tudo por um clique e uma partilha, para que um efeito cascata lhes encha os bolsos.

O mesmo se passa nas televisões. Criam-se e alimentam-se polémicas, fazem-se perguntas estúpidas e ouvem-se respostas ainda mais parvas.

E isto "vende".

Porque o público não é exigente, não contesta e colabora.

Depois, levamos com cmtv's, desportivos que desinformam e generalistas que 'noticiam' o ridículo.

Um desejo. Que todos os jornalistas criem um blogue e façam o que lhes compete, sem amarras ou directrizes: investiguem e informem.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal