Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Chelsea 3 Sporting CP 1

Era impossível começar este post sem falar no orgulho que tenho em ser do Sporting Clube de Portugal!
Pela prestação dos nossos leões nesta fase de grupos, pelo nosso treinador, pelo nosso presidente e sobretudo por todos nós, Sportinguistas e, em especial, os três mil e quinhentos que estiveram em Londres e mostraram aos adeptos do Chelsea que o Sporting é um grande clube, com grandes adeptos.

Era um jogo no qual sabíamos à partida que seria difícil pontuar. A qualidade do plantel do Chelsea é ainda demasiada para a valia dos nossos jogadores que, pese a má entrada no jogo, se bateram que nem leões, com galhardia, por um resultado positivo. Não foi possível!

No entanto, não foi hoje que ficámos de fora da Champions. Quando à terceira jornada, no último minuto do jogo com o Schalke, na Alemanha, uma equipa de arbitragem russa brincou com o nosso esforço e nos humilhou, roubando-nos um ponto que nos daria a passagem aos oitavos-de final (e cerca de 4 milhões de euros em prémios), o nosso destino ficou traçado. Nós acreditámos! É essa a nossa natureza! O verde da esperança nunca nos deixa e, talvez ingenuamente, pensávamos que o milagre era possível! Não foi, e saímos de consciência tranquila quanto ao nosso trabalho. Merecíamos o prémio de disputar uma eliminatória num rol de equipas que seria o top16 da competição.

Como já disse, provavelmente nunca ganharíamos o jogo de hoje. Entendo a aposta do Marco Silva em Capel e Slimani. Concordo com a titularidade de Slimani, desde que Montero esteja em campo e, como sabemos, isso só faz sentido em jogos onde tenhamos de massacrar o adversário (algo que nem assim sempre nos garante uma vitória confortável). Hoje não era o caso e eu teria sempre jogado com Mané e Montero no lugar dos acima referidos (e não sou dos que só fala isto depois de ver o jogo).

Gostei que tivéssemos mantido a nossa identidade! E embora não tenhamos sido tão pressionantes (não sei se estrategicamente ou por alguma inépcia dos jogadores) fomos iguais a nós próprios.

Gostei do Carrillo, que se quiser pode ser um Nani e voltou a ser o melhor da nossa equipa. Gostei do Montero, que acrescenta sempre qualidade (que cueca!). Gostei do Paulo Oliveira, que se assume cada vez mais como o patrão da nossa defesa. Gostei do Jonathan, que embora seja menos consistente que Jefferson é, no mínimo tão bom como ele e que a sua juventude nos diz que tem futuro, mas que vai ter mais 'dores de crescimento'. E gostei do Adrien, o nosso pulmão, o nosso coração, o nosso capitão sem braçadeira que nunca desilude.

Não gostei do Capel, que não encaixa no nosso estilo de jogo e não fez uma boa exibição. Não gostei do Slimani que, para além de ter sido ineficaz naquilo que é mais forte (o jogo aéreo), é mais um que não serve tão bem como o desejado o nosso futebol apoiado e técnico e do qual gosto mais numa solução de recurso (vindo do banco para resolver, como tantas vezes fez, e bem, na época passada). Não gostei do William, que voltou a ser uma sombra daquele monstro que já vimos. Não gostei da forma como Esgaio faz o penalti, em grande parte, motivado pelo seu mau posicionamento e desconcentração.

Gostei do início da segunda parte e de alguns momentos em todo o jogo que deram um cheirinho do perfume do nosso futebol, que é de enorme qualidade.

Ah, até sexta-feira, não quero ouvir falar em Liga Europa! Não é prémio nenhum de consolação. Nem quero saber se é mais à nossa medida. É um mal menor, mas não deixa de ser um mal!

Estou triste e revoltado, mas não me resigno! Um leão nunca baixa a cabeça, a não ser para beijar o símbolo que traz ao peito. Foi isso que fiz assim que o jogo terminou. Beijei o símbolo e disse ao meu Sporting, ao nosso Sporting: eu amo-te, nunca te vou deixar, tenho muito orgulho em ti e no domingo vou lá estar, para te apoiar!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal