Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Benfica 1-1 SPORTING CP: Salin garantiu um ponto

 

Se à partida me dissessem que, nas circunstâncias actuais, empatávamos em casa do Benfica, nunca diria que não a essa possibilidade. Claro que o objectivo do Sporting é e terá sempre de ser a vitória mas garantir a possibilidade de, em casa, ganhar vantagem no confronto directo nunca é um mau resultado.

Peseiro optou por Acuña no meio-campo e ganhou essa aposta. O argentino deu muito mais à equipa naquela posição do que nos pode dar na ala mas, mais do que isso, tem valências que Misic ainda não apresentou.

Foi um Sporting a dar a bola ao adversário e a jogar nas transições. A procurar não se "esticar" em demasia para não se deposicionar na hora de defender.

Não é um tipo de futebol que me agrade mas é algo que admito nesta fase da temporada e num jogo desta importância. Peseiro estará ainda à procura de ganhar a confiança do plantel. Um plantel habituado a outro treinador e a outro estilo de liderança. Não há melhor forma de ganhar a confiança de um grupo de trabalho do que com pontos e um em casa de um rival directo nunca será mau.

 

Claro que o Sporting terá de jogar mais e melhor no futuro. Terá de ter capacidade para jogar em organização ofensiva, com qualidade e sem esperar um momento de uma individualidade. Terá de potenciar mais as individualidades do que o faz actualmente e é um colectivo forte que faz sobressair os nossos melhores jogadores. Espero que Peseiro tenha preparado um plano para implementar nesse sentido.

De resto, foi um jogo de sofrimento em que Salin sobressaiu, ao defender tudo o que pôde.

A fragilidade dos nossos laterais é evidente e aquele juntar de linhas que Peseiro pediu após o golo de Nani era catalisador de problemas para a nossa linha mais recuada, sobretudo para Ristovski e Jefferson. O perigo era iminente, tal como o golo do Benfica, que haveria mesmo de acontecer, já perto do final da partida.

Não é, no entanto, esse golo de João Félix que muda a minha análise ao jogo. Peseiro não resistiu à tentação de mudar após a vantagem e devia tê-lo feito não alterando o meio-campo. Mesmo com Bruno Fernandes em sub-rendimento. Ainda assim, nada nos garante que o golo não apareceria, pois os minutos finais seriam sempre de grande pressão.

 

Como disse no início, um empate em casa de um rival nunca será um mau resultado mas só valerá de alguma coisa se o cimentarmos com mais vitórias. Segue-se uma recepção ao Feirense, que tem hoje uma oportunidade de ir a Alvalade na liderança isolada do campeonato.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal