Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Andebol soma e segue; vitória categórica no Dragão

Texto alt automático indisponível.

 

Entrada em falso, sete minutos sem marcar um golo, 4-0 para o adversário.

Hugo Canela pára o jogo e reorganiza as ideias aos jogadores.

Tiago Rocha faz o 4-1 no ataque seguinte e o Sporting enceta uma perseguição ao adversário, que alcança aos dezasseis minutos (6-6).

O Porto falha o ataque, o seu treinador pede timeout, recuperam a bola, voltam a falhar e o Sporting passa para a frente do marcador no ataque seguinte.

Seguiu-se um período de equilíbrio, com vantagens para ambas as equipas, alternadas com o marcador empatado em cinco ocasiões.

A dois minutos do intervalo o Sporting passou para a frente de forma definitiva e não mais sairia da dianteira do marcador até final do encontro, sendo que a vantagem mais dilatada se cifrou nos cinco golos de diferença, por mais do que uma vez.

De realçar, mais uma vez, para além da qualidade, a capacidade mental desta equipa. Verdadeiramente imperturbáveis!

Excelente exibição de Cudic, com dez defesas fundamentais. Ruesga foi o melhor marcador leonino, com seis golos e Ghionea fez descansar Chiuffa em grande estilo (o romeno marcou quatro golos, alguns deles de belo efeito e mostrou que, jogue quem jogar, o rendimento dos pontas é sempre elevado). Frankis também fez cinco golos e a experiência de Nikcevic e Tiago Rocha tranquilizaram a equipa em todos os momentos. Nota final para o "bicho" Pedro Valdés, sempre a emergir em momentos decisivos (marcou cinco golos mas fez muito mais do que isso).

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal