Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Ainda o treinador da B

Tendo já dito que o treinador ideal para a equipa B devia ser alguém com experiência na formação e que já tenha iniciado uma carreira em equipas séniores de 1ª Liga, de preferência com bons resultados.

Pois, uma coisa é o ideal, outra é isso ser realmente possível. Neste momento não o é!

Não há dinheiro para ter um grande treinador a treinar a B, nem há grandes treinadores que queiram lá treinar (muito menos por aquilo que podemos pagar).

Carlos Carvalhal recebe uma fortuna para coordenar a formação do Al Ahli dos Emirados Árabes Unidos. 

Oceano foi mandado embora e neste momento é adjunto de Queiroz no Irão, onde não lhe devem pagar mal.

O próprio Carlos Queiroz recebe por lá uma fortuna.

O saudoso Laszlo Bolöni treina o Al-Khor do Catar onde é pago a peso de ouro.

Vitor Pereira tem o perfil, mas nunca aceitaria (digo eu). Jesualdo Ferreira idem.

Estes são apenas alguns exemplos. Muitos outros poderiam ser dados, alguns com um curriculum bem superior e todos eles me parecem irrealistas, mesmo que o cargo a ocupar fosse o de coordenador técnico da formação, enquanto treinavam a equipa B.

Assim sendo, teremos de nos contentar com João de Deus e apoiá-lo. Não vejamos a sua chegada como mais uma tentativa de acertar com o treinador. João de Deus foi, talvez, o melhor possível neste momento. Em abono da verdade é o treinador que o Sporting procurava desde o início da época, pois é fácil perceber agora que Francisco Barão foi sempre um treinador principal a prazo, enquanto não era encontrado um sucessor para Abel Ferreira.

Mais sobre mim

imagem de perfil