Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

A Supertaça verde-e-branca

Supertaças.png

Amanhã o Sporting Clube de Portugal disputará a sua 9ª Supertaça e procurará alcançar o 8º título.

Só na primeira participação não saímos vencedores e vencemos todas as que se disputaram em apenas um jogo.

Só por duas vezes disputámos o troféu com o Benfica e teremos amanhã a possibilidade de um tira-teimas. Até ao momento, em duas disputas, uma vitória para cada lado, ambas com o troféu a disputar-se a duas mãos.

O Benfica, em 16 presenças, conseguiu apenas 5 vitórias.

Aproveito para revisitar os números do derby dos derbies.

Derby dos derbies.png

Começa a aventura

Inicia-se hoje a grande e louca aventura que é o campeonato nacional da 2ª Liga.

Serão 46 jogos que definirão o campeão, que sobe ao primeiro patamar nacional, quem o acompanha e as 5 equipas que descerão aos campeonatos não-profissionais antes de nova reformulação competitiva (será novamente alterado o número de clubes que competem na 2ª liga, desta vez para 22).

Relativamente ao que nos interessa, cabe ao Sporting B, orientado por João de Deus, tentar fazer o melhor possível.

O nosso treinador já se comprometeu, em conjunto com a equipa, a fazer igual ou melhor do que na temporada passada e espero mais uma época muito interessante com os leões a intrometerem-se na luta pelos lugares cimeiros.

Depois de uns 4º, 6º e 5º lugares nas respectivas temporadas transactas, acredito que este ano lutaremos pelo pódio mas, mais importante que isso, tenho a certeza que voltaremos a ouvir falar muito dos talentosos jovens profissionais da nossa equipa.

Para uns será o inicio de um auspicioso futuro, para outros uma tentativa de singrar e, inevitavelmente, para alguns será o início do fim do sonho.

Nem todos serão profissionais num patamar que lhes dê visibilidade e poucos serão os que chegarão aos mais altos patamares do futebol mundial.

Potencial?! Muito!... Infinito! Há que comprová-lo com trabalho diário e resultados práticos em competição.

O Sporting atravessa um período de exigência máxima em que se subiu um patamar qualitativo na equipa principal e será difícil aos jovens 'apanhar o comboio'. Só os mais resilientes conseguirão bilhete e só aos mais capazes lhes será dada oportunidade.

Espero muito de nomes como Mauro Riquicho, Domingos Duarte, Zezinho, João Palhinha, Francisco Geraldes, Ryan Gauld, Daniel Podence, Matheus Pereira, Cristian Ponde, Betinho e Diego Rubio e sei que nem todos apanharão o comboio, sendo certo que para os que o apanharem o sucesso não está garantido sem muito trabalho.

Que seja uma boa época e se reserve uma carruagem para tanto talento.

Bruno Paulista é o 8º reforço

Tal como a maioria dos Sportinguistas, não conheço Bruno Paulista.

Os valores impõem respeito para um perfeito desconhecido. Parece um dos jogadores prospectos por Jorge Jesus num país e numa liga que conhece muito bem.

Valem o que valem mas os vídeos no youtube impressionam. Tem semelhanças com William Carvalho e é mais rodado que João Palhinha.

Não há, para já, motivos para não confiar na ‘estrutura’. Se Bruno de Carvalho satisfez o primeiro ‘capricho’ de JJ é porque certamente viu, também ele, algo no jogador.

Certo é que, neste momento, o saldo é já negativo. Gastámos mais do que arrecadámos e pode esperar-se o início do arrumar da casa, depois das saídas de Cédric, Sarr e Enoh em definitivo e André Geraldes, Heldon e Miguel Lopes por empréstimo.

É tempo de fazer dinheiro e lucro. Espero não perder peças fundamentais e que se faça esse dinheiro com os excedentários.

Alberto Aquilani é o 7º reforço

Mais um reforço que se junta a nós após terminar contrato com a anterior equipa. 

Aquilani deixou a Fiorentina após um período de três temporadas em que jogou por 105 vezes, marcou 15 golos e fez 11 assistências.

Os números indicam que, ao contrário do que a comunicação social quer fazer ver, Aquilani está tudo menos acabado. Jogou com regularidade numa das melhores equipas de Itália, ainda em novembo passado jogou pela 'Squadra Azzurra' e espero que nos possa ser muito útil no ataque aos títulos desta temporada.

Trará experiência, qualidade técnica e visão de jogo. É um excelente jogador e será mais um a ajudar.

Bem-vindo, Aquilani!

Projectar o futuro, homenageando o passado

Um pedaço de história. Os anos mais verdes de sempre. A era hegemónica do Sporting Clube de Portugal teve a marca de água dos Cinco Violinos. Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano foram os ícones maiores dos melhores anos da história do nosso Clube. História essa que fez de mim o Sportinguista que sou hoje e sem a qual acho que nenhum Sportinguista percebe verdadeiramente o que é o Sporting Clube de Portugal.

Confesso não saber se já foram para o ar todas as reportagens individualizadas dos Cinco Violinos mas, ontem, deliciei-me a ouvir Eduardo Travassos, o filho de Albano e, certamente, o seu maior admirador.

Se as outras reportagens aparecerem entretanto, tratarei de lhes dar o devido eco.

Para já, fiquem com Albano, "O Diabólico".

Os artistas de hoje entrarão em Alvalade com o intuito de se mostrarem ao adeptos, com a intenção de nos agradar, de nos dar esperança de que o futuro trará sinfonias tão belas quanto as que os Cinco Violinos 'tocaram'. Anseio por esse dia. Por viver na primeira pessoa novo ciclo hegemónico que encha de orgulho cada Sportinguista em todos os 'cantos' do Mundo.

Betinho voltou

Betinho faz parte de uma das melhores gerações de sempre da formação leonina e tal como alguns

 dos seus contemporâneos tem tido dificuldades em se afirmar ao mais alto nível. Betinho tem contra si a agravante de ocupa uma posição onde se exige rendimento imediato, pois ninguém aposta num ponta-de-lança que não faça golos.

Ainda não perdi a esperança em Betinho e espero que esta época na equipa B venha a recolocá-lo no caminho certo.

Ontem fez isto:

Hoje joga o Sporting

Não resisto! A fome de bola é tanta que qualquer jogo que pudéssemos testemunhar merece um post.

Hoje, na África do Sul, o Sporting defronta o Ajax Cape Town e todos teremos a possibilidade de ver e apreciar o primeiro esboço de Jorge Jesus.

Claro que as cargas a que os jogadores têm estado sujeitos (já treinaram hoje de manhã) fazem com que não devamos criar demasiadas expectativas quanto ao resultado e à exibição mas queremos vencer e temos obrigação de o fazer.

Vou focar-me mais em tentar perceber as alterações ao modelo de jogo, tentando vislumbrar aquilo que virá a ser a nossa abordagem.

Estou ansioso, entusiasmado e com umas saudades enormes de ver os rapazes de verde-e-branco a jogar e lutar pela vitória.

Não vou arriscar um 'onze', até porque é possível que JJ queira fazer experiências para definir aquilo que ainda se encontra indefinido e acredito que o jogo de hoje será o ideal para isso.

Só quero matar saudades e, já agora, vencer.

SPOOOOOOOOOORTING!

Não foi bem o que eu pedi, mas já é alguma coisa

Há umas duas semanas deixei aqui uma sugestão para que pudéssemos acompanhar as vendas de gameboxes e de camisolas.

Não se pode dizer que tenham ouvido e interpretado completamente a minha ideia mas alguma coisa fizeram.

Não me recordo de, no ano passado, terem sido fornecidos dados intermédios sobre a venda de Gameboxes e ontem o Sporting informou no site oficial que tinham sido ultrapassados os 20000 lugares anuais vendidos.

Excelente notícia, sobretudo porque as Gameboxes só estão a ser vendidas há duas semanas e porque estes números se referem apenas a renovações, visto que a venda apenas começou no dia 18 de Julho.

Espero que continuem a dar-nos os dados relativos às vendas e insisto no quanto seria entusiasmante poder ver em tempo real o número de lugares preenchidos.

Quero ver o José Alvalade cheio!

Está feita a primeira selecção

Quase 50% dos convocados para a Cape Town Cup são jogadores formados no Sporting Clube de Portugal. Creio que, para já, cai por terra a teoria de que Jorge Jesus iria ignorar os jogadores formados no Clube, tal como havia feito no Benfica.

Gelson Martins e Rúben Semedo são as maiores surpresas entre os eleitos, dos quais ficam de fora Slavchev, Labyad, Viola, Miguel Lopes, Wilson Eduardo, entre outros.

As notícias de possíveis lesões de Labyad e Miguel Lopes não foram veiculadas pelas fontes oficiais do Clube e, como tal, não me merecem o mínimo de crédito.

Parece-me que, para os que ficam de fora, é um ponto sem retorno e verão o seu futuro passar longe de Alvalade.

Quanto aos 25 convocados, lutarão entre si por um lugar no grupo final onde entrará ainda, pelo menos, Bryan Ruiz.

Para os que não identificam as caras (será que há quem não consiga?!), aqui vão os nomes:

Guarda-redes: Rui Patrício, Marcelo Boeck e Azbe Jug

Defesas: João Pereira, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo, Tobias Figueiredo, Ruben Semedo, Michäel Ciani, Jefferson e Jonathan Silva

Médios: Oriol Rosell, Wallyson, André Martins, Adrien e João Mário

Avançados: Carrillo, Capel, Gelson Martins, Carlos Mané, Iuri Medeiros, Montero, Tanaka e Slimani

Os jogos realizam-se nos próximos dias 24 e 26.

Análise a Naldo

Sinceramente, não conheço o Naldo. Nunca o vi jogar nem sabia da sua existência. Esta é a mais pura das verdades.

No entanto, fui ver uns vídeos das últimas 3 épocas.

No Brasil, fez uma boa época em 2012, que lhe valeu o passaporte para a Europa. Rápido, bom tempo de entrada, rijo e pouco faltoso. Bom jogo de cabeça e posicionamento razoável mas...o Brasil não é a Europa. Previ logo problemas no controlo da profundidade e no posicionamento defensivo.

Os vídeos da época passada comprovam-no. No entanto pareceu-me com clara falta de confiança e desmotivado e, talvez por isso, não tenha conseguido explanar todo o potencial demonstardo no Brasil.

Espero que Jorge Jesus (que o conhece) possa reabilitá-lo e devolve-lhe a confiança que parece ter perdido.

Dar-lhe-ei o benefício da dúvida e entregarei todo o meu apoio.

Segue a análise do site GoalPoint que tenho partilhado a cada nova contratação (original AQUI).

Após a sucessão de nomes alinhados como futuros centrais para o Sporting CP, o anúncio da contratação de Naldo (Edinaldo Gomes Pereira) por parte dos “leões” poderá surpreender alguns, mesmo que, inicialmente, os mais distraídos possam ter confundido o nome com o “outro” Naldo, o central brasileiro (goleador) do Wolfsburg, que defrontou precisamente os “verde-e-brancos” na Liga Europa na época passada.

O PERFIL

Prestes a fazer 27 anos, a 25 de Agosto, Naldo cumpre os requisitos de experiência traçados por Jorge Jesus para a posição. O 1,88m de altura e 80kg de peso conferem-lhe também a envergadura que já era possível perceber que os “leões” procuravam noutros nomes aventados (e ainda não afastados), como Douglas. Mas para lá disso, que futebol apresenta Naldo?

A CARREIRA

Naldo alinhou na época passada no Getafe, na Liga espanhola, por empréstimo da Udinese de Itália, clube com o qual, apesar de ter contrato deste 2013, realizou apenas 16 partidas. Essa é uma particularidade da carreira de Naldo: desde 2009, a fase em que a sua carreira profissional arrancou em definitivo, o brasileiro teve contrato com três clubes (União de São João, Granada e Udinese) mas jogou em cinco emprestado (Ponte Preta, Grémio, Cruzeiro, Bologna e Getafe). Falhada a passagem por Itália, foi precisamente a época passada aquela em que, ao serviço do Getafe, realizou mais jogos, números que analisamos na infografia anexa, numa comparação com o desempenho de outro central brasileiro que, quando contratado, não inspirou elevadas expectativas, o benfiquista Jardel. O comparativo exigente serve-nos sobretudo (como sempre sucede nestas análises GoalPoint) para melhor enquadrarmos os números, já que para lá das Ligas diferentes os atletas alinharam por equipas com argumentos e objectivos totalmente distintos, com impacto evidente no desempenho individual e colectivo.

…E O FUTEBOL

Os números de Naldo são os expectáveis num central que alinhou numa equipa “pequena”: eficácia de passe baixa para um central, participação inexistente no jogo ofensivo (0 assistências e apenas 1 passe para ocasião) e, por outro lado, números mais generosos nas intercepções e alívios. Ainda assim existem variáveis que sugerem preocupação, tal como a média pouco impressionante de duelos aéreos ganhos (tendo em conta a estatura do defesa) e a baixa percentagem de desarmes realizados com sucesso. Naldo não será responsável solitário pela permeabilidade defensiva do Getafe mas não deixa de sobressair o facto de que nos 30 jogos que realizou apenas em dois os espanhóis não sofreram golos, enquanto que, sem Naldo em campo, o Getafe registou “três folhas limpas” em… oito encontros.

Outro número desanimador num central com a envergadura de Naldo é o fraco registo de remates (apenas seis e um único enquadrado em toda a época) mas que confere com os indicadores da sua carreira: em 152 partidas marcou apenas sete golos o que permite concluir que, por exemplo, as subidas ofensivas nas bolas paradas não serão um ponto forte do seu jogo.

OS “LEÕES” FICAM POR AQUI?

Se somarmos os números pouco vistosos às naturais dificuldades de adaptação de um central de equipa pequena a um futebol de candidato, é legítimo suspeitar da probabilidade de Naldo constituir a solução prioritária que o Sporting procura para o eixo defensivo. E mesmo que Jorge Jesus deposite em Naldo elevadas expectativas, arriscamos a previsão de que o Sporting não ficará por Naldo no que respeita ao reforço do centro da sua defesa, um dos poucos – senão o principal – problemas que afastou os “leões” de voos mais altos na época passada.

Aqui estão os golos

A equipa principal venceu o Mafra por 3-1 (Jefferson, Slimani e Tanaka marcaram os golos)

A equipa B empatou com o Atlético a 1 bola (Rubio marcou, de livre directo, o único golo leonino)

As guidelines para o plantel de JJ

Sou um leitor ocasional do blog Lateral Esquerdo. Hoje fiz uma visita e deparei-me com um post que poderá ajudar aqueles que gostam do exercício que é fazer o plantel e o 'onze' para esta temporada.

Publico-o aqui porque o Roberto Baggio é um 'estudioso' do futebol de Jorge Jesus e um confesso fã do nosso 'mister'. Para além disso é alguém a quem reconheço capacidade de análise do jogo e, por isso, merece crédito da minha parte.

Aqui vai:

"Jesus é um treinador fantástico, com um modelo de jogo especial, e com uma capacidade ímpar de transmitir o que idealiza aos seus jogadores. É um treinador talhado para o rendimento, e dando-lhe as condições que precisa triunfará. Como bom treinador que é, é fiel ao seu ideal de jogo e de jogador. E o seu ideal de jogo e de jogador está amplamente representado por Angel Di Maria.
 
Numa entrevista que deu num final de época disse duas coisas: 
- O melhor jogador que treinou é Aimar, já depois da saída do genial médio ofensivo do Benfica;
- Se pudesse escolher um jogador que já tinha treinado para voltar a ter na equipa escolheria Di Maria.
 
Isso indicia que no dia a dia, nas contratações, na escolhas para o seu onze inicial, o seu perfil de jogador mais facilmente entrará que outros. Isso, e isso só, explica o porquê de algumas opões que foi tendo ao longo do tempo no seu Benfica, com Capdevila, Nolito, Saviola, Aimar, Ola John, Djuricic, e Bernardo. Jesus, mais do que a inteligência, é um profundo admirador de jogadores dotados do ponto de vista físico e técnico. Talvez por acreditar que é capaz de melhorar todos os jogadores ao nível do conhecimento do jogo. E essa confiança cega que tem nas suas capacidades funciona como a sua maior força, e como a sua única fraqueza. Não é no discurso para a comunicação social, na liderança dentro do balneário, na leitura de jogo, ou na vertente estratégica que Jesus perde. É sobretudo no pensar que pode mudar um jogador por completo do ponto de vista ofensivo e defensivo, e na pouca valorização dos pormenores que os mais inteligentes, e menos vistosos nas capacidades condicionais, acrescentam ao jogo.
 
Jesus quer para qualquer posição em campo capacidades físicas ímpares. E tecnicamente, para quem joga nos corredores (laterais ou médios ala), para o médio centro, e para um dos avançados, jogadores de condução, que tenham a capacidade para transportar a bola em velocidade, para ultrapassar o adversário em acções individuais. Para que dessa forma permitam que a equipa chegue mais à frente no jogo, fruto dos constantes duelos que vão superando nas suas zonas de acção. A excepção são o médio defensivo - que desde que seja alto, agressivo na primeira bola, e razoável do ponto de vista técnico serve -,bem como o avançado que pode só procurar zonas de finalização, e ser jogador de um toque em apoio frontal. Até para os guarda-redes a altura é o primeiro factor determinante na escolha de Jesus. Tudo isto surge em oposição à escola da pausa - temporização -, da excelência no passe  e na recepção. Da qualidade na tomada de decisão, dos desequilíbrios com o cérebro. Jesus prefere gente que em determinados momentos tem um lance genial, que se precipita constantemente para cima do adversário, e que corra muito e rápido - ainda que passe a maior parte do jogo a errar na tomada de decisão -, a gente que jogue constantemente o que o jogo dá e que não seja vistosa do ponto de vista físico. A preferência cairá, na esmagadora maioria do tempo, em jogadores que criem em condução no lugar de jogadores que criem com o passe. 
 
Como escrevi num artigo anterior, para a posição 8 do seu modelo, Jesus colocaria Enzo à frente de Xavi. Assim como prefere Di Maria ao melhor jogador que treinou. Porque Di Maria do ponto de vista técnico e físico representa tudo o que ele quer num jogador, ainda que peque constantemente na utilização do cérebro."

Expectativas

Hoje joga-se o segundo jogo de preparação, mais uma vez à porta fechada. O adversário é o Mafra.

Agrada-me o recato da Academia para estes primeiros testes.

Normalmente os jogos de pré-temporada causam grande impacto nos adeptos. Se jogámos bem vamos ganhar tudo. Se jogamos mal adivinhamos uma tragédia.

Assumo que, normalmente, levo os jogos demasiado a sério. Tiro conclusões de cada um deles e, assumo, são muitas vezes precipitadas, sobretudo porque, se há coisa que não se deve fazer na pré-temporada é tirar grandes ilações.

As cargas físicas são enormes e os jogos tendem a ser, na maior parte das vezes, inconclusivos. Dá para avaliar momentos de forma mas raramente dá para aferir o estado de assimilação do modelo de jogo.

Assim sendo, vou ignorar os resultados de todos os jogos de pré-temporada. Claro que vencer é bom mas não é, neste momento, o mais importante.

Espero inclusive que nos primeiros jogos a sério sejamos pragmáticos. O modelo de jogo estará ainda a entranhar-se e será essencial abordar jogos tão importantes com o máximo de intensidade, concentração e eficácia.

A 'nota artística' pode esperar.

Resultados? Só os peço a partir de dia 9 de Agosto.

Análise do GoalPoint a João Pereira

O internacional português João Pereira está de regresso Sporting CP. O jogador, formado no Benfica, com passagens ainda por Gil Vicente, SC Braga, Valência e, por último, Hannover, assinou por duas temporadas para colmatar a saída de Cédric Soares para o Southampton.

Notícias correm, ainda, que Miguel Lopes poderá estar de saída do emblema de Alvalade, pelo que ou alguma surpresa está prevista ou não é difícil de prever que João Pereira será mesmo a primeira escolha para a lateral-direita do “leão”. Jorge Jesus, aliás, é um confesso admirador das qualidades do jogador. Depois de o ter orientado no Sp. Braga, o treinador tentou a sua contratação para o Benfica, numa altura em que Maxi Pereira ainda não tinha “explodido” até aos níveis que apresenta hoje. João Pereira acabou no Sporting, depois passou pela Liga espanhola e pela Bundesliga, e regressa agora a Portugal para trabalhar com um técnico que nunca escondeu a admiração pela disciplina táctica e capacidade ofensiva do jogador.

A questão que fica é saber se João Pereira ainda pode dar ao Sporting e a Jorge Jesus aquilo que ambos precisam. Depois de ter caído em desgraça no Valência – curiosamente com a chegada de um  treinador português, Nuno Espírito Santo – e de ter deixado de ser opção na selecção nacional, o lateral mudou-se para o Hannover, onde esteve longe de deixar uma marca profunda. Apenas cinco jogos na Bundesliga em cinco meses não são cartão de visita para um jogador de 31 anos que, como é natural, começou já a lutar contra a ideia de estar em fase descendente da carreira.

Esse primeiro dado, os cinco jogos realizados (quatro a titular), dá a ideia de que este João pereira não é o mesmo que chegou ainda a brilhar em Valência. Comparámos, por isso, a época passada do jogador na Alemanha com o último no emblema “che”, e nota-se uma quebra de produção, talvez natural pelas características da prova e das próprias ambições das equipas em causa.

Dois valores apontam para o contrário do que acabámos de dizer, porém. Na eficácia de passe e no número de intercepções por jogo, João pereira esteve melhor do que nas 25 partidas que fez em 2013/14 pelo Valência, embora tenhamos de levar em consideração que, no que ao passe diz respeito, a eficácia costuma cair com o avolumar do número de entregas, e em 25 jogos, o lateral fez, certamente, muitas mais do que na Alemanha. De resto nota-se uma quebra significativa na eficácia de desarme (43% para 31%) e nos alívios por jogos (2,5 para 1,6). Ofensivamente, foram poucos os jogos realizados na época passada para que possa ser feita uma avaliação rigorosa, mas há algo que se realça e que pode ser abonatório a favor do jogador: as faltas. É conhecida a forma aguerrida como o jogador disputa cada lance, mas na Alemanha, aparentemente, João Pereira recorreu menos à falta no seu jogo, o que pode apontar para um amadurecimento nos processos.

Certamente que a realidade que João Pereira irá encontrar no Sporting, a qualidade do plantel e do treinador, será um ponto a favor do que pode ser a carreira do lateral na sua segunda passagem por Alvalade. Não é difícil prever que a qualidade exibicional irá melhorar. Só o tempo dirá se será o suficiente para as novas exigências do “leão”.

 

Fonte: goalpoint.pt (artigo original AQUI)

João Pereira é o terceiro reforço

Vou confessar. Não me entusiasma por aí além o regresso de João Pereira.

Fui dos que defendeu a sua saída da selecção, embora o fizesse mais pelo défice de competição que tem tido nos últimos anos do que por incapacidade ou falta de qualidade futebolística.

Na última temporada, esteve meia época sem jogar devido ao afastamento por parte da direcção do Valência (ao que tudo indica porque o seu contrato previa contrapartidas para o próprio no caso de fazer mais um simples jogo). Depois deste tratamento deplorável a que foi sujeito, passou meia época na Alemanha, ao serviço do Hannover, onde apenas fez 5 jogos.

Era um jogador livre e, com 31 anos, não é ainda um jogador 'velho'. No entanto, as minhas reservas prendem-se com a falta de ritmo que naturalmente terá.

Porém, se Jorge Jesus deu aval à contratação (certamente que o fez) é porque vê no jogador qualidades e capacidade para cumprir a função que se pede a um lateral.

Assim sendo, dou o benefício da dúvida, até pelo baixo investimento em qualidade comprovada e acrescida comparativamente às opções actuais.

Em boas condições físicas, considero João Pereira superior a qualquer uma das actuais opções para a lateral direita e, por isso, espero que fique em forma rapidamente.

Para além disso, conhece os cantos à casa, foi brioso enquanto nos defendeu e acrescentará experiência ao plantel.

Sê bem-vindo de volta, João!

Ganharia sempre o Sporting

A formação principal do Sporting venceu esta manhã por 3-0, na Academia, o treino conjunto realizado frente à equipa B. Os golos foram apontados no decorrer do segundo tempo, por intermédio de Wallyson, Fredy Montero e Slimani.

De referir que o treino conjunto foi dividido em duas partes com mais de 45 minutos, por forma a que se pudesse interromper o encontro em algumas situações para fazer correcções e afinações de posicionamentos e estratégias. De acrescentar também que, apesar de não ter marcado qualquer golo, o conjunto orientado de João Deus também criou alguns lances de perigo.

O treino conjunto desta manhã, que terminou sem qualquer registo de problemas físicos ou lesões, ficou também marcado pelos primeiros minutos do reforço esloveno Azbe Jug na baliza do Sporting.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal