Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

30 anos de Sporting

Fiz ontem trinta anos e, num momento em que o Sporting em geral respira saúde, quanto mais não seja pela lufada de ar fresco que tem sido Bruno de Carvalho devolvendo-nos o Sporting e gerindo-o bem, o mesmo não se pode dizer da nossa equipa de futebol.

Numa fase em que a equipa liderada por Marco Silva atravessa a pior fase da época, ouvem-se de forma mais veemente os críticos do técnico e questionam-se opções técnico-tácticas. Falo disto pois, como todos sabemos, é o futebol o grande motor do clube e, consequentemente, o que mais gente arrasta.

Como disse, não vivemos um bom momento e já há quem tema que este se prolongue e perca a esperança no futuro que o actual Presidente nos ofereceu. Vejo questionar até a dificuldade em difundir o Sportinguismo pelos mais jovens, motivado pela falta de vitórias do Clube.

Claro que é mais fácil cativar com vitórias, mas nunca serão apenas as vitórias que farão com que hajam Sportinguistas.

Sou Sportinguista há trinta anos e eu próprio não tive muitos motivos para festejar nestas últimas três décadas. Vencemos apenas dois campeonatos, quatro taças de Portugal e seis Supertaças.

São só doze títulos em trinta anos e nem isso impediu que fôssemos milhões de Sportinguistas em todo o Mundo.

Claro que as vitórias são importantes, mas não me parecem um factor determinante para que mais pessoas queiram ser do Sporting Clube de Portugal.

O Sporting hoje, tal como na sua fundação é um Clube com valores, que se rege pelo respeito pelo adversário, pela verdade e pela lealdade e esses, aliados a tantos outros, são valores que não podem ser menosprezados. Crianças bem educadas social e desportivamente não quererão ser de clubes que compram árbitros com prostitutas nem de clubes que falseiam dados, inclusive os da sua fundação.

Seremos sempre muitos e nós, como todos os que se juntarão à família Sportinguista serão sempre do Sporting Clube de Portugal por aquilo que o Clube representa na sociedade e na vida desportiva nacional e internacional.

Não queremos adeptos da vitória. Adeptos do festejo. Adeptos da bazófia...

Queremos adeptos fervorosos e leais, preparados para defender o Sporting e os seus ideais. Queremos continuar a vencer honradamente, com esforço, dedicação e devoção, atingindo a glória por mérito próprio.

Eu, antes de gostar de vencer, gosto do Sporting. Amo o meu Clube acima de tudo e nunca serei adepto do Ganhar FC.

A ganhar ou a perder, Sporting até morrer!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal