Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Um clássico para fazer mais um "teste do algodão"

2013/14 - Porto 11-2 SPORTING CP
2014/15 - Porto 5-2 SPORTING CP
2015/16 - Porto 8-0 SPORTING CP
2016/17 - Porto 4-3 SPORTING CP
2016/17 - Porto 8-3 SPORTING CP

 

Estes foram os últimos cinco resultados do Sporting no Dragão Caixa, casa do Porto. 10 golos marcados / 36 golos sofridos / 5 derrotas.

 

Este ano, em que o Sporting parece finalmente ter equiparado o nível dos seus rivais, todos os confrontos com adversários directos na luta pelo título colocarão à prova a capacidade da nossa equipa.

Provámos com o Benfica que temos capacidade para ombrear com os melhores. Aliás, provámos que somos dos melhores mas, mesmo os melhores, têm de o provar a cada jogo e a derrota em Itália, para a Liga Europeia, coloca uma pressão extra sobre o jogo desta noite e na obtenção de um resultado satisfatório..

 

Ainda assim, é o Porto quem tem mais a perder no encontro de hoje. O Sporting é líder e um empate não colocará em causa esse estatuto, que passaria a ser repartido caso o Benfica confirme o favoritismo perante o Infante Sagres. Tendo em conta o nosso histórico em casa do Porto e as circunstâncias, seria um resultado que eu assinaria já por baixo.

Apesar de tudo, não tenho dúvidas que lutaremos pelos três pontos. Uma vitória do Sporting deixará o Porto a sete pontos de distância e esse é um cenário com que temos de saber jogar. Se levarmos o jogo equilibrado até final, o estado emocional dos nortenhos poderá fazer a balança pender para o nosso lado.

 

Vamos lá inverter esta série negativa!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Bas vs Dost

2017/18: 26 Jogos / 2098 Minutos / 50 remates / 22 Golos / 1 golo a cada 95 minutos / 44% de aproveitamento


2016/17: 26 Jogos / 2200 Minutos / 65 remates / 19 Golos / 1 golo a cada 116 minutos / 29.2% de aproveitamento

 

Por uma questão de rigor, dado que não existem dados estatísticos detalhados nos jogos das taças, não vou incluir os jogos da taça de Portugal e taça da Liga no comparativo.

 

Curiosidade: Nos jogos em análise neste comparativo, 30 remates foram enquadrados, 1 ao poste, 4 bloqueados por adversários e 15 não acertaram no alvo. Isto significa que, quando acerta na baliza, 73% dos seus remates dão em golo. Ainda mais impressionante, mesmo tendo em conta que finaliza todas as jogadas dentro da grande-área.
Neste capítulo (e, aqui, vou comparar apenas em jogos da Liga) a eficácia é, mais uma vez, demolidora face aos principais rivais pelo título de melhor marcador da Liga NOS. Jonas, actualmente o melhor marcador do campeonato, concretiza 47.72% dos remates enquadrados. Marega tem idêntico índice de eficácia nos remates enquadrados (48.27%) e Aboubakar (que partilha a terceira posição com o colega de equipa) é o mais eficaz dos perseguidores, ao concretizar 53.84% dos remates enquadrados com os postes. 
Nada que se aproxime sequer dos incríveis 73% de Bas Dost. WOW!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Olhem quem voltou

Assumo a minha satisfação pelo regresso de Fredy Montero. Não devia ter saído em 2015/16 e talvez volte para fazer cumprir a profecia que ficou por cumprir naquela época, onde Jorge Jesus nunca conseguiu encontrar o melhor enquadramento para ele dentro da equipa.

Também por isso, espanta-me o seu regresso. Não porque Jesus não o considerasse útil ou bom jogador mas porque nunca conseguiu extrair o melhor do colombiano. Talvez o facto de Slimani já cá não estar ajude a "acasalar" melhor Montero com os parceiros de ataque, qualquer deles diferentes do argelino, agora no Leicester.

Seja como for, o "Avioncito" está de volta e, com ele, volta uma classe e uma qualidade que nunca estará a mais no Sporting. Por mim, eras tu que marcavas o golo do título. Bem-vindo de volta, Fredy!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil