Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Os momentos do ano

Por vezes, entre tantos sucessos e coisas boas que sempre acontecem, é difícil escolher um momento. Para mim, não.

 

O momento de 2017 é, sem margem para dúvidas, a conquista do campeonato nacional de andebol.

Pela forma como aconteceu, trágica e simultaneamente épica, coroada com uma vitória em casa frente ao Benfica, que deixou o Porto no segundo lugar depois de ter feito uma primeira fase imaculada, onde venceu todos os jogos.

A verdade é que é impossível tirar mérito a uma equipa que partia para a fase final três pontos atrás de um rival que só sabia ganhar e terminou com mais quatro pontos amealhados na fase decisiva, sendo campeão um ponto à frente dos portistas.

O Sporting apenas perdeu um jogo (no Dragão Caixa) na segunda fase e empatou na Luz e na Madeira, tendo ganho os restantes sete encontros.

 

No meio de tudo isto, num campeonato em que sempre corremos atrás do prejuízo e onde um revés na penúltima jornada poderia ter deitado por terra uma recuperação fantástica, nenhum mérito pode ser negado a todo o grupo de trabalho e à incrível perseverança de Hugo Canela, que fez um notável trabalho mental com os nossos jogadores, alterando também toda uma dinâmica de jogo que se vinha mostrando ineficaz nos momentos decisivos, durante a liderança de Zupo.

O momento do ano, para mim, foi proporcionado por Canela, a sua equipa técnica mas sobretudo por um conjunto fantástico de jogadores que, em abono da verdade, Zupo soube escolher mas nunca soube liderar. 

Campeões andebol.jpg

 

Para terminar (e porque, no título, escrevi "momentos") tenho de falar de todo este escândalo que começa nos vouchers, passa pelos e-mails e acaba em match fixing.

Não vou aprofundar, até porque nunca se sabe se a procissão ainda irá no adro ou se, mesmo com aparentes provas evidentes, tudo acabará como acabou o apito dourado mas uma coisa é certa: estes títulos do Benfica, nos últimos anos, "cheiram" a muito trabalho de bastidores, trafulhice e tráfico de influências.

 

Continuaremos, orgulhosamente, a caminhar sós mas de cabeça erguida.

Que 2018 nos mantenha orgulhosos e nos faça ainda mais felizes.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil