Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

O que andam eles a fazer?

JEFFERSON (Sp. Braga) - 1988-07-05 (29 anos) - Defesa Esquerdo

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

24/08/2017 (Liga Europa) - SP. BRAGA 3-2 FH Hafnarfjordur
Jefferson foi titular na lateral esquerda e o primeiro jogo nasce nas suas mãos. Lançou rapidamente Stojilkovic na ala esquerda e este serviu Paulinho para o 1-1 na partida. No segundo golo dos islandeses, ficou a "ver a banda passar" mas não foi o único. A reacção tardia à defesa de Matheus resultou no empate da eliminatória por parte do FH. Jefferson jogou os 90 minutos e, no fim, tudo correu bem. O Braga apurou-se para a fase de grupos da Liga Europa, onde defrontará o Hoffenheim, o Instambul Basaksehir e o Ludogorets.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 5/10
Resumo do Jogo

27/08/2017 (Liga NOS) - SP. BRAGA 0-1 FC Porto
Jefferson foi suplente não utilizado, num jogo em que Abel mudou 6 jogadores, mesmo que só venha a ter jogo a 3 de Setembro.
Resumo do Jogo

Jogos - 6

Minutos - 570

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 7º na Liga NOS / Apurado para a fase de grupos da Liga Europa

* * *

MAMA BALDÉ (Desp. Aves) - 1995-11-06 (21 anos) - Defesa Direito

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

27/08/2017 (Liga NOS) - Boavista 1-0 DESP. AVES
Mama Baldé não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 26

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Liga NOS / Eliminado da Taça da Liga

* * *

RYAN GAULD (Desp. Aves) - 1995-12-16 (21 anos) - Médio Centro / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

27/08/2017 (Liga NOS) - Boavista 1-0 DESP. AVES
Chega a ser incompreensível como Gauld demorou quatro jogos para se assumir como titular. Jogou como médio ala esquerdo e foi a maior fonte de talento e criatividade dos Avenses. A primeira oportunidade de golo nasce de um passe do escocês e ainda tentou o golo por duas vezes. Saiu aos 81 minutos e fez o suficiente para agarrar o lugar no onze.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 6/10
(Correio da Manhã) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 4/5 *MVP da sua equipa
(Goal Point) Nota 6.2/10 *MVP da sua equipa
(WhoScored) Nota 7.39/10 *MVP da sua equipa
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 127

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Liga NOS / Eliminado da Taça da Liga

* * *

DOMINGOS DUARTE (Desp. Chaves) - 1995-03-10 (22 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

26/08/2017 (LIGA NOS) - DESP. CHAVES 0-2 Feirense
Domingos Duarte cumpriu castigo, após expulsão no jogo em Setúbal, na jornada anterior.
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 270

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 17º na Liga NOS

* * *

MATHEUS PEREIRA (Desp. Chaves) - 1996-05-05 (21 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

26/08/2017 (LIGA NOS) - DESP. CHAVES 0-2 Feirense
Matheus Pereira regressou à lista de convocados após lesão. Foi suplente e Luís Castro chamou-o logo ao intervalo. Emprestou mais dinâmica ao flanco direito mas, infelizmente para os flavienses, as suas investidas não surtiram o efeito desejado.
(Record) Nota 1/5
(A Bola) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 2/5 
(Goal Point) Nota 5.3/10 
(WhoScored) Nota 6.19/10 
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 225

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 17º na Liga NOS

* * *

LEONARDO RUIZ (Boavista) - 1996-04-18 (21 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

27/08/2017 (Liga NOS) - BOAVISTA 1-0 Desp. Aves
Leo Ruiz foi suplente pela primeira vez no campeonato. Entrou aos 76 minutos para o lugar de Bulos, e a intenção de Miguel Leal era refrescar a frente de ataque. Embora sem criar perigo, Ruiz deu nova alma ao ataque da pantera, que venceu pela primeira vez na Liga.
(Record) Nota 2/5
(A Bola) Nota -/10
(Correio da Manhã) Nota 1/10
(Mais Futebol) Nota 2/5
(Goal Point) Nota -/10
(WhoScored) Nota 6.09/10
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 230

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 14º na Liga NOS

* * *

FRANCISCO GERALDES (Rio Ave) - 1995-04-18 (22 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

26/08/2017 (Liga NOS) - RIO AVE 1-1 Benfica
Chico foi titular e fez a cabeça em água a Filipe Augusto. Aos 5 minutos quase marcou e assumiu-se como o pêndulo ofensivo de todo o jogo dos vilacondenses. Entre passes deliciosos e ponderação na arte de bem atacar e ajudar a defender, Geraldes teve sempre um toque de classe para emprestar ao jogo, mesmo que tenha descido ligeiramente de produção na segunda parte. Foi substituído aos 86 minutos.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 6/10
(Correio da Manhã) Nota 6/10
(Mais Futebol) Nota 4/5
(Goal Point) Nota 5.3/10
(WhoScored) Nota 6.21/10
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 314

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 3º na Liga NOS

* * *

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (26 anos) - Defesa Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

25/08/2017 (Liga NOS) - BELENENSES 1-1 Vitória FC
Ao segundo jogo pelos do Restelo, André Geraldes completou pela primeira vez os 90 minutos. Fez uma exibição na sua linha habitual. Certinho a defender e cauteloso no apoio ao ataque. Já em período de descontos, negou o golo a João Amaral, embora o tenha feito com o braço e sem intervenção do VAR.
(Mais Futebol) Nota 3/5
(Goal Point) Nota 5.4/10
(WhoScored) Nota 6.50/10
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 135

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 10º na Liga NOS / Eliminado da Taça da Liga

* * *

ORIOL ROSELL (Portimonense) - 1992-07-07 (25 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

O catalão foi esta semana apresentado como reforço dos algarvios.

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - -

* * *

HÉLDON (Vitória SC) - 1988-11-14 (28 anos) - Extremo / Avançado

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

No último dia do mercado, os vimaranenses garantiram o empréstimo do extremo cabo-verdiano.

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - -

* * *

FÁBIO MARTINS (Sp. Covilhã) - 1996-02-10 (21 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

27/08/2017 (Ledman LigaPro) - SP. COVILHÃ 0-1 Nacional
Fábio Martins regressou após algum lesionado, e entrou ao intervalo. Pese embora as alterações efectuadas por Filipe Gouveia, a performance geral da equipa não melhorou. Fabinho teve nos pés uma boa oportunidade para marcar, aos 77 minutos, mas desperdiçou completamente sozinho no interior da área do Nacional.

Jogos - 2

Minutos - 103

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 19º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga

* * *

PEDRO EMPIS (Académica) - 1997-02-01 (20 anos) - Defesa Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

23/08/2017 (Ledman LigaPro) - Santa Clara 3-1 ACADÉMICA
Pedro Empis foi suplente e entrou apenas aos 71 minutos, depois do resultado já ter sido feito no primeiro tempo. 

28/07/2017 (Ledman LigaPro) - ACADÉMICA 1-1 Gil Vicente
Pedro Empis voltou a sair do banco, curiosamente para ser utilizado como extremo e não como lateral, algo que já havia acontecido no jogo anterior. A Académica haveria de chegar ao empate já em período de descontos e Empis contribuiu positivamente para que os estudantes procurassem o golo.
Resumo do Jogo

Jogos - 5

Minutos - 289

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 17º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga

* * *

RICARDO GUIMARÃES "GUIMA" (Académica) - 1995-11-14 (21 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019)

23/08/2017 (Ledman LigaPro) - Santa Clara 3-1 ACADÉMICA
Guima foi titular no meio campo da Briosa mas um duplo amarelo em apenas três minutos, no decorrer da segunda parte, afastou do que restava do jogo e deixou a Académica mais longe da possibilidade de encurtar o resultado.

28/07/2017 (Ledman LigaPro) - ACADÉMICA 1-1 Gil Vicente
Guima cumpriu castigo, decorrente da expulsão na jornada anterior.
Resumo do Jogo

Jogos - 5

Minutos - 424

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 17º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga

* * *

GUILHERME OLIVEIRA (Académica) - 1995-04-12 (22 anos) - Guarda-Redes

Contrato (Junho 2019)

23/08/2017 (Ledman LigaPro) - Santa Clara 3-1 ACADÉMICA
Guilherme Oliveira foi suplente não utilizado.

28/07/2017 (Ledman LigaPro) - ACADÉMICA 1-1 Gil Vicente
Guilherme Oliveira parece "condenado" a mais uma temporada sem jogar. É suplente de Ricardo Ribeiro, guardião com estatuto, pois além bom guarda-redes e da maior experiência acumulada, é um dos capitães de equipa.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 17º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga

* * *

LUÍS ELÓI (Sintrense) - 1996-03-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

27/08/2017 (Campeonato de Portugal) - SINTRENSE 2-2 Caldas
Luís Elói foi titular numa das alas e foi substituído durante o segundo tempo, aos 61 minutos.
Resumo do Jogo
Jogo Completo

Jogos - 3

Minutos - 194

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 9º na Série D do Campeonato de Portugal / Eliminado do Torneio de Abertura da AFL

* * *

LUKAS SPALVIS (Kaiserslautern) - 1994-07-27 (22 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2018 + 3 épocas opção) Cl. Rescisão 60M€

28/08/2017 (2. Bundesliga) - KAISERSLAUTERN 1-1 Eintracht Braunschweig
Spalvis foi suplente e Norbert Meier, o treinador do Kaiserslautern, apenas o chamou aos 78 minutos. Mesmo sem interferência directa no lance, os da casa marcaram o golo do empate dois minutos depois. Spalvis acabou por não ter oportunidades para visar a baliza.
(Who Scored) Nota 6.03/10
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 74

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 17º na 2. Bundesliga / Apurado para a 2ª Eliminatória da DFB Pokal

* * *

CARLOS MANÉ (Estugarda) - 1994-03-11 (22 anos) - Extremo / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

26/08/2017 (Bundesliga) - ESTUGARDA 1-0 Mainz
Mané continua lesionado mas já faz trabalho de campo.

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 10º na Bundesliga

* * *

BRUNO PAULISTA (Vasco da Gama) - 1995-08-21 (21 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2021)

26/07/2017 (Brasileirão) - Fluminense 0-1 VASCO DA GAMA
Após um início onde foi sempre utilizado, Paulista tem alternado entre a titularidade, o banco e a bancada. Desta vez nem foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 7

Minutos - 380

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 12º lugar no Brasileirão / Semi-Finalista do Campeonato Carioca / Eliminado da Copa do Brasil

* * *

LUC CASTAIGNOS (Vitesse) - 1992-09-27 (24 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019 + 2 épocas opção) Cl. Rescisão 60M€

26/08/2017 (Eredivisie) - VITESSE 1-2 AZ Alkmaar
Castaignos foi suplente utilizado. Entrou aos 62 minutos mas não foi a arma que o treinador esperaria para atacar a baliza do AZ.
(WhoScored) Nota 5.77/10
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 59

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 4º na Eredivisie / Derrotados na Supertaça Holandesa / Na fase de grupos da Liga Europa

* * *

SIMEON SLAVCHEV (Lechia Gdansk) - 1993-09-25 (23 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

Slavchev foi esta semana anunciado como reforço do Lechia, pela segunda temporada consecutiva e novamente com opção de compra, que os polacos não exerceram na temporada passada, provavelmente por ser incomportável para os seus cofres.

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 14º na Ekstraklasa

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Está aí o dia mais louco do mercado de verão

É o dia de maior ansiedade para os adeptos. Seja por aquele jogador importante que não queremos que saia ou pelo ansiado reforço que queremos ver ingressar no nosso clube.

Da minha parte, só peço que tudo fique como está.

 

Para já, foi isto que aconteceu:

 

HÉLDON -> Vitória Sport Clube (Empréstimo)
MARVIN ZEEGELAAR -> Watford (Venda - 3M€ + 30% da mais valia futura)

(em actualização)

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Para o ano há mais

O Sporting fechou a participação na Liga dos Campeões com uma vitória por números esclarecedores, mostrando que a equipa tinha valor para ir mais além.

A derrota no primeiro encontro desta fase de grupos acabou por ser fatal e, agora, sabendo como tudo terminou, podemos até afirmar que nem o empate no jogo inaugural nos seria suficiente para assegurar a qualificação enquanto melhor segundo classificado.

O Zurique reserva assim a última vaga de acesso à fase a eliminar da prova, com sete pontos (quatro deles nos jogos entre o 1º e o 3º do seu grupo - o Sporting apenas fez três) e um goal-average que suplanta o nosso em dois golos (seríamos eliminados por um golo, em caso de empate na 1ª jornada).

A prestação na prova máxima da UEFA mostra que é preciso fazer ainda mais para subir para o patamar das melhores da Europa, sendo que ficou evidente que a qualificação para os 16-avos de final estava perfeitamente ao nosso alcance.

Perder faz parte do desporto e do processo de aprendizagem que nos leva a melhorar. Não coloco nada em causa com esta eliminação e, como no futebol feminino não há desculpas, há que ganhar tudo o que falta para que a época seja bem sucedida.

Quanto à Champions...para o ano há mais.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

SPORTING CP 2-1 Estoril: VARdade desportiva

A análise é tardia mas, ainda assim, pertinente.

Foram minutos completamente loucos em Alvalade, com o vídeo-árbitro a corrigir duas decisões da equipa de arbitragem que, em campo, errou e, por isso, será penalizada na nota atribuída.

Na verdade o jogo acabaria 3-2. A verdade desportiva nem estaria verdadeiramente em causa mas este jogo demonstra na perfeição a extrema utilidade do VAR.

Duas decisões erradas foram corrigidas e, assim, prevaleceu a verdade do jogo, que diz que o Sporting marcou dois golos e sofreu um, averbando assim mais três importantes pontos.

 

Basicamente o jogo valeu pela primeira meia hora, onde chegou a "cheirar" a mais um "recital" de bom futebol como aconteceu em Guimarães e, a espaços, em Bucareste.

Primeira meia hora onde Gelson abriu o activo e Bruno Fernandes voltou a fazer um grande golo, desta vez de livre directo, exemplarmente executado.

Depois voltámos a baixar o ritmo e evidenciámos algumas dificuldades em gerir os ritmos da partida, "mastigando" em demasia o jogo. 

Apesar disso, durante a primeira parte o jogo pareceu sempre controlado, com a nossa defesa a limpar literalmente tudo.

 

A segunda parte foi fraca e, no último quarto de hora, previa-se aquilo que veio a acontecer. O Estoril marcou, acreditou e ainda pressionou nos minutos finais.

Felizmente tudo acabou como devia e chegamos à paragem para os jogos das selecções com quatro vitórias em outros tantos encontros.

Mathieu voltou a assumir-se como o patrão da defesa, evidenciando sobretudo nervos de aço. Era impensável ter ao lado de Coates alguém do mesmo nível. Mathieu parece ainda melhor que o uruguaio. Oxalá se aguente fisicamente.

Piccini fez um excelente jogo e vem confirmando tudo o que dele escrevi no início do mês de julho (LINK).

Bruno Fernandes continua a encantar-nos com aquilo que, semana após semana mostra poder adicionar à nossa capacidade ofensiva.

Gelson está cada vez melhor e já leva quatro golos em apenas seis jogos.

Bas Dost esteve apagado e é um óptimo sinal saber que podemos vencer mesmo quando o holandês não está inspirado ou não é servido da melhor forma.

 

Depois da selecção defrontar as Ilhas Faroé, no Bessa, e de se deslocar à Hungria, teremos um ciclo muito importante com três jogos numa semana.

A difícil deslocação à Feira, onde mora o invicto Feirense, antecede o importantíssimo embate na Grécia, para a Champions. Tudo isto antes da recepção ao normalmente incómodo Tondela, motivado após vitória esclarecedora em Moreira de Cónegos.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Prontas para a luta...e à espera dos nossos amigos do MTK

1º - Ganhar!

2º - Esperar que o MTK também vença.

3º - Esperar que o goal-average dos jogos entre os 3 primeiros do grupo nos seja favorável.

4º - Festejar a passagem aos 16-avos de final da Liga dos Campeões

5º - Ter a noção de que a nossa parte é, provavelmente, a mais fácil de todas estas.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Leonina

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Agenda 4.png

A partir de segunda-feira disputa-se o Mundial de Judo, em Budapeste e o Sporting estará representado com 6 atletas: Maria Siderot e Taciana Lima 48kg , Joana Ramos 52kg , Sergiu Oleinic 66kg , Anri Egutidze 81kg e Jorge Fonseca 100kg.

 

Dia 31 de Agosto, quinta-feira, Luís Costa entra em acção nos Mundiais de paraciclismo, disputando neste dia o contra-relógio da classe H5.

 

De ambos os eventos, darei as informações mais relevantes ao longo da semana.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Ainda há história para escrever, leoas

Apesar de nos termos atrasado, ao perder no primeiro jogo desta qualificação (resumo) para a fase a eliminar da Champions League feminina, ainda há história por escrever.

Hoje, às 16 horas, o Sporting procura a primeira vitória de sempre na competição e, se Diana Silva foi a primeira jogadora a marcar pelas leoas na maior prova de clubes da Europa, falta saber quem marcará os golos que nos darão os primeiros pontos na prova, de preferência três, que alimentarão as nossas diminutas esperanças de apuramento para os 16-avos de final da Liga dos Campeões.

 

O adversário de hoje é a equipa da casa, o MTK Budapeste.

As húngaras venceram o primeiro jogo e estão em posição de partir para a última jornada dependendo apenas de si para se qualificarem para a fase seguinte da prova.

Uma vitória da nossa parte levará para a última jornada três equipas com reais hipóteses de se apurar para a fase a eliminar (assim, teríamos de vencer o último jogo e esperar que o MTK derrotasse BIIK Kazygurt, decidindo-se tudo no goal average nos jogos entre as três equipas).

 

Contas à parte, há a verde-e-branca para honrar e os três pontos para conquistar e tenho a certeza que nenhuma das nossas jogadoras deixará de "comer a relva".

Boa sorte e vamos a elas!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agora sim, temos adversários ao nosso nível

O sorteio da Liga dos Campeões realizou-se ontem e, como se esperava, o Sporting foi a fava do pote 4. Nenhuma equipa dos potes anteriores quereria calhar connosco e, assim, entre Juventus, Barcelona ou Olympiacos, um irá para casa e outro para a Liga Europa.

 

Fora de brincadeiras, tal como seria previsível, só com muita sorte (algo que não nos costuma sorrir) o Sporting evitaria a presença de dois dos chamados "tubarões" no grupo.

Calhou-nos a Juventus, finalista em duas das últimas três edições da prova, uma delas na temporada passada e o Barcelona, crónico candidato ao título e vencedor de duas Champions desde 2010, período no qual foi por cinco vezes semi-finalista em oito edições da prova.

 

O Olympiacos está perfeitamente ao nosso alcance mas...o Legia também estava.

É aqui que incide a maior parte das minha preocupações nos embates do nosso grupo. É onde jogaremos a continuidade nas provas europeias, para depois tentarmos fazer algo mais em jogos onde a "responsabilidade" não está do nosso lado.

No ano passado, os gregos foram surpreendentemente eliminados na 3ª pré-eliminatória pelos israelitas o Be'er Sheva mas é comum vê-los a discutir o apuramento para os oitavos-de-final com equipas como o Arsenal, a Juventus, o Borussia Dortmund ou o Marselha, tendo mesmo passado à fase seguinte em 2013/14, num grupo com Paris SG, Benfica e Anderlecht.

A verdade é que é raro ver o campeão grego falhar a continuidade nas provas europeias, assegurando sempre 8/9 pontos na fase de grupos da Champions, garantindo o terceiro lugar.

 

Pede-se humildade nos jogos com os gregos e superação nos restantes encontros. Se tudo isto acontecer, podemos até estar a falar numa surpresa no início de Dezembro, de preferência com a Liga Europa garantida a uma jornada do final.

Sigam-me no facebook e no twitter.

FCSB 1-5 SPORTING CP: Afinal o Steaua não era do nosso nível

Resultado justo numa exibição não tão afirmativa e segura quanto a de Guimarães.

O Sporting entrou muito bem no jogo, à procura do golo que nos colocaria de imediato na frente da eliminatória.

Doumbia (a surpresa do onze) marcou ainda antes do quarto de hora de jogo, como se exigia para marcar posição frente aos romenos.

 

Curiosamente, as ordens vindas do banco (presumo eu) para que arrefecêssemos o ânimo e abrandássemos o ritmo do jogo foram-nos mais prejudiciais do que benéficas.

Para além de algum possível nervosismo (às vezes pode até advir da descarga de adrenalina que foi marcar um golo tão importante) o mais evidente foi o desconforto do Sporting para controlar o jogo em posse e em ritmo baixo. Isto aconteceu não porque o Sporting seja incapaz de o fazer mas porque o jogador mais importante para o fazer está na prateleira. Sem William Carvalho em campo, o Sporting tem mais dificuldades em abrandar o ritmo. Porque Battaglia é um jogador mais frenético e menos cerebral (Petrovic até é o mais próximo - salvas as devidas distâncias - de William neste capítulo do jogo).

 

Incapaz de controlar o jogo, em vez de voltar a uma posição de domínio e de vertigem ofensiva (com este Sporting, ou vamos ganhar à rasca ou quase sempre dará goleada) os jogadores tremeram e, ao contrário do que vem sendo normal, a defesa ressentiu-se. Toda a linha defensiva ficou muito mal na fotografia no lance do golo dos romenos e acabámos por chegar ao intervalo com algumas dificuldades em voltar a impor o nosso jogo.

 

A entrada para o segundo tempo trouxe um Steaua a tentar tudo na busca do golo da vantagem mas, assim que o Sporting se adaptou ao novo figurino dos da casa (ao intervalo, Tanase substituiu Budescu), a diferença entre ambas as equipas voltou a sentir-se e Acuña colocou o Sporting em vantagem após grande passe de Bruno Fernandes.

Já com Bas Dost em campo (entrado para o lugar de Doumbia, que fez muito bem o papel que lhe competia) e com o Steaua a precisar de mais dois golos, entrou em campo o Sporting mortífero, eficaz e cínico.

 

A partir daqui, foi quase "cada tiro, cada melro".

Gelson, após mais uma abertura de Bruno Fernandes (que jogador!), fechou as contas da eliminatória e marcou o terceiro num excelente remate cruzado. Dez minutos depois, voltou a receber de Bruno Fernandes para servir na perfeição Bas Dost para o quarto do Sporting. O holandês não se esqueceu de agradecer a ninguém.

Faltava fechar as contas e, já com os romenos a abandonar o estádio (os que estavam em campo já pareciam ter feito o mesmo), Battaglia, após excelente jogada de Fábio Coentrão e na recarga a um remate de Bas Dost, defendido pelo guarda-redes adversário, fechou as contas do encontro num claro e inequívoco 1-5, que colocou o Sporting na fase de grupos da Liga dos Campeões.

 

Grande jogo dos nossos laterais. Piccini e Coentrão prometem muito. O português parece estar a subir de forma e, se chagarmos a ver o melhor Coentrão, podemos sonhar alto. Piccini tem muitas qualidades e parece confirmar a cada jogo que passa que, neste, Jorge Jesus não se enganou. Acredito que ambos podem crescer durante a temporada e, nos momentos menos bons, Jonathan e Ristovski parecem oferecer garantias.

Bruno Fernandes é a contratação desta temporada. Tem tudo o que um médio ofensivo precisa e vai obrigar Jesus a abdicar de uma tipologia de segundo avançado que tem procurado sem sucesso desde que Teo deixou de contar.

Gelson é dos jogadores mais decisivos que temos no plantel e voltou a demonstrá-lo.

Toda a equipa cumpriu o objectivo e só tive pena que Jesus não tenha dado mais uns minutos a Iuri Medeiros.

 

Assim que possa falo do sorteio, que nos presenteou com duelos frente à Juventus, o Barça e o Olympiacos.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Hoje é o dia mais importante da temporada, até ao momento. O Sporting joga em Bucareste a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões e o acesso aos milhões que poderão aconchegar os cofres de Alvalade.

A verdade é que não estamos em vantagem na eliminatória mas o nulo na primeira mão deixa as coisas mais ou menos equilibradas, pese embora o factor casa, que está do lado dos romenos.

O Steaua tem sentido dificuldades nos jogos em casa, quer no campeonato, quer na Champions. Para a Liga dos Campeões, empatou frente ao Viktoria Plzeň para depois resolver a eliminatória fora. Para o campeonato romeno, nos quatro jogos em casa acumulam apenas uma vitória e três empates.

O novo relvado da National Arena parece abrir melhores perspectivas do que o anterior tapete mas, bom ou mau, as dificuldades ou facilidades reveler-se-ão para ambos os lados.

 

Não há desculpas! O Sporting tem mais do que obrigação de ultrapassar o Steaua e, assim, marcar presença na fase de grupos da prova mais importante de clubes da Europa.

Acontecendo aquilo que todos esperamos, é já certo que entraremos no pote 4. A última vaga do pote 3 será esta noite disputada pelo Liverpool, que atirará o Celtic de Glasgow para o pote 4 caso vença a eliminatória frente ao Hoffenheim (os ingleses estão em vantagem por 2-1).

Assim sendo, não fazendo conta com o ovo no cu da galinha mas porque é um exercício ao qual acho piada, aviando os romenos, estes são dois tipos de cenário que podemos encontrar no sorteio da próxima sexta-feira.

  • Os dois piores cenários

- Real Madrid; Paris SG; Nápoles; SPORTING CP
- Juventus; Barcelona; Liverpool; SPORTING CP

  • Os dois cenários mais agradáveis

- Shakhtar Donetsk; Sevilha; Anderlecht; SPORTING CP
- Spartak Moscovo; Manchester City; Olympiacos; SPORTING CP

 

Façam as vossas apostas.

 

Pote 1 (detentor do troféu e os campeões dos oito países com melhor ranking)

Real Madrid (ESP, detentor do troféu) coeficiente 176.999
Bayern (GER) 154.899
Juventus (ITA) 140.666
Benfica (POR) 111.866
Chelsea (ENG) 106.192
Shakhtar (UKR) 87.526
Mónaco (FRA) 62.333
Spartak Moscovo (RUS) 18.606

 

Pote 2
Barcelona (ESP) 151.999
Atlético (ESP) 142.999
Paris (FRA) 126.333
Dortmund (GER) 124.899
Sevilha (ESP) 112.999 (?)
Manchester City (ENG) 100.192
Porto (POR) 98.866
Manchester United (ENG) 95.192

 

Pote 3
Nápoles (ITA) 88.666
Tottenham (ENG) 77.192
Basileia (SUI) 74.415
Olympiacos (GRE) 64.580
Anderlecht (BEL) 58.840
Liverpool (ENG) 56.192 (?)
Roma (ITA) 53.666
Beşiktaş (TUR) 45.840
Celtic (SCO) 42.785 (?)

 

E que passemos as horas seguintes ao jogo na ansiedade de saber qual será a constituição do nosso grupo.

Vamos, Sporting!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

BIIK-Kazygurt 2-1 SPORTING CP: Detalhes que fizeram a diferença

Não vale a pena mentir: este era O JOGO. Aquele em que teríamos de, pelo menos, não perder para manter intactas as aspirações a marcar presença na fase seguinte da Liga dos Campeões.

O expectável é que as cazaques vençam os restantes dois jogos mas, mesmo que acabem por escorregar com a equipa da casa, por exemplo, nós teremos de vencer os nossos jogos, garantindo a melhor diferença de golos do grupo.

Não podemos negar que a nossa permanência na competição para além desta fase preliminar ficou comprometida com uma derrota. Teríamos de recuar a 2014/15 para encontrar uma equipa que se tenha qualificado com 6 pontos. Curiosamente foi precisamente o Ouriense, a única equipa portuguesa a conseguir passar a fase preliminar em toda a história da competição. No entanto, é importante dizer que passaram graças à vantagem no confronto directo, factor que já perdemos para o grande favorito à vitória no nosso grupo.

 

Não consegui ver o jogo. Acompanhei os primeiros minutos via facebook, através da página oficial do nosso futebol feminino mas não tive oportunidade de ver para além do golo da Diana Silva.

Assim sendo, vou abster-me de comentar o que quer seja relativo ao que se passou em campo mas, observando apenas os dados estatísticos da partida, há uma coisa que me salta à vista.

Não são os remates, onde equilibrámos, nem os cantos, onde também estivemos a par da equipa do Cazaquistão. Uma equipa que precisa de controlar o adversário, em momentos de aperto, tem de recorrer mais à falta. Só falo nisto porque é um "defeito" que já vinha da temporada passada. 

O BIIK travou em falta as jogadoras do Sporting por 24 vezes. As nossas leoas foram "mansinhas" e raramente recorreram à falta para travar as adversárias. 8 faltas é muito pouco em 90 minutos. Nenhuma equipa pode fazer menos de 10 faltas, a menos que domine por completo o jogo e goleie.

 

Seja como for, há mais dois jogos para dar tudo pelo nosso emblema, e esperar que os astros se alinhem para que continuemos a fazer história.

Sigam-me no facebook e no twitter.

Em busca de afirmação europeia

Nuno Cristóvão, treinador do Sporting foi ambicioso e traçou, para além da passagem desta fase de qualificação, o objectivo de atingir os quartos-de-final da competição.

O caminho para estar, pelo menos, entre as melhores equipas europeias começa hoje, frente ao BIIK-Kazygurt, do Cazaquistão.

O destino final será Kiev, no Valeriy Lobanovskiy Dynamo Stadium, onde apenas duas equipas lutarão pelo título de melhor equipa feminina da Europa.

O Lyon é o actual (bi)campeão da competição, onde as alemãs são dominantes, com 9 vitórias no total, 4 delas do FFC Frankfurt, o vencedor máximo da prova.

 

Hoje, às 16 horas de Portugal continental, as leoas começarão a caminhada rumo a algo que só uma equipa portuguesa conseguiu. O Atlético Clube Ouriense, há três épocas, foi a única equipa portuguesa a estar presente na fase a eliminar da prova, tendo ficado pelo caminho com um agregado negativo de 0-9, nos 16-avos de final, frente às dinamarquesas do Fortuna Hjørring.

Nesta eliminatória participaram Joana Marchão e Diana Silva, duas das leoas já com experiência nesta competição.

Solange Carvalhas, a capitã de equipa, revelou ao Expresso a enorme satisfação em fazer parte deste projecto: "Na verdade, é difícil colocar por palavras o que sinto neste momento. Estou a viver um sonho, jogo no clube do meu coração, ganhei tudo no primeiro ano e estar na Liga dos Campeões é a cereja no topo do bolo. Temos um grupo muito forte e para mim é uma honra poder liderá-lo neste momento. Sinto-me uma afortunada por estar a viver este momento, com uma estrutura desta dimensão a depositar esta responsabilidade e confiança em mim."

 

As cazaques, nosso adversário de hoje, foram até aos oitavos-de-final na temporada passada, onde foram eliminadas pelas francesas do PSG, finalista vencido da prova.

Serão provavelmente o mais forte adversário desta fase preliminar e um resultado positivo hoje será decisivo para que marquemos presença na fase seguinte da prova.

 

Força, leoas!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Vitória SC 0-5 SPORTING CP: 5*estrelas

Era tão bom que fosse sempre assim.

Nem falo do resultado. Dias há em que a eficácia não está ao nível da de ontem.

O Sporting foi intenso, mandão, apresentou qualidade e concretizou as oportunidades que criou e até algumas que nem criou mas que foram fruto da inspiração e qualidade individual de alguns intérpretes.

 

Por falar em intérpretes...

Bruno Fernandes foi o homem do jogo. Não apenas pelos dois golaços mas pelo que oferece à equipa, não só no momento ofensivo. Reparte o trabalho defensivo com Adrien (facto que até permitiu ao capitão soltar-se mais ofensivamente) e acrescenta ofensivamente uma qualidade que poucos jogadores no nosso plantel podem oferecer.

A capacidade de ler o jogo e o fino recorte técnico de Fernandes são de tal forma determinantes que, num dia bom, arrisca-se sempre a fazer um golo.

 

Bas Dost voltou à eficácia habitual, a defesa esteve intransponível e os vimaranenses praticamente nem assustaram Rui Patrício (mesmo que ele nos tenha assustado a nós).

Por falar em defesa, Fábio Coentrão, caso evite os problemas físicos, promete ser um dos jogadores do campeonato e, assim, o Mundial pode ser uma realidade para o jogador emprestado pelo Real Madrid.

 

Hoje só há coisas boas a dizer. A exibição foi de grande qualidade, quase perfeita. Um regalo que até deu para Iuri entrar desinibido e pronto a colocar toda a sua qualidade em prol do colectivo. Assistiu Adrien para o último golo do jogo, podia ter marcado e revelou um sentido colectivo que só lhe era desconhecido pelos que nunca o acompanharam.

 

Tempo de focar no próximo objectivo, um dos mais importantes da temporada. Apenas o Steaua (que ganhou com dificuldade no fim-de-semana) está no nosso caminho para a fase de grupos da Liga dos Campeões e, a jogar assim, acredito que teremos mais 6 jogos de grande exigência na Liga milionária, onde o mais certo é que integremos o pote 4, apanhando assim todos os favoritos e um grupo semelhante ao da temporada passada.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Porque acumular 3 pontos a cada jogo é o nosso objectivo, nada menos se pode pedir hoje que uma vitória.

Porque não há melhor forma de elevar a moral e evitar levar fantasmas para Bucareste, nada menos se pode pedir que uma vitória.

Com sofrimento, folgada, com ou sem nota artística. Apenas uma vitória.

Porque o Vitória SC é bem mais do nosso nível que o Steaua de Bucareste e porque em sua casa são fortíssimos.

 

Jesus já disse que William está "out" (o estrangeirismo não podia vir mais a calhar) e, sem o Sir, já se sabe que são diferentes as dinâmicas do meio-campo.

O Vitória tem uma equipa de vertigem ofensiva. Ataca rápido e, em dois ou três toques, coloca-se no último reduto dos adversários.

Hurtado, Raphinha e Celis são perigosos e os laterais várias vezes se projectam no ataque.

 

A forma por vezes menos objectiva como Battaglia sai para o ataque levar-me-ia a ponderar recuar Adrien Silva, aproveitando uma química que me parece maior com Bruno Fernandes, que seria o segundo homem do meio-campo.

Acuña, embora médio ala esquerdo, ficaria encarregue de equilibrar a equipa a meio campo em situação defensiva, deixando os desequilíbrios ofensivos mais a cargo de Gelson e articulando as despesas do ataque com Jonathan pela esquerda.

Doumbia daria outra capacidade de explorar o espaço nas costas dos laterais e tem maior apetência para triangular de costas para a baliza. 

Vai ser necessário pressionar o Vitória à saída do seu meio campo e, por vezes, à saída da sua área.

Mathieu e Coates já mostraram que articulam uma defesa sólida e Piccini, embora não entusiasme ofensivamente, parece seguro a defender.

 

Esta seria a minha equipa para ganhar no "castelo":

11.png 

Sigam-me no facebook e no twitter.

O prejuízo de William

Neste momento é inquestionável que William Carvalho se encontra no meio de um processo de transferência. Fala-se no interesse real do West Ham, entre outros hipotéticos interessados.

No meio disto está o Sporting, clube com o qual o jogador tem contrato, que se encontra aparentemente "impedido" de utilizar o jogador. William não jogou com o Vitória FC e, provavelmente, não jogará com em Guimarães e em Bucareste.

 

Espero que todo este prejuízo causado ao Sporting, vendo-se impedido de utilizar um dos seus melhores jogadores numa dupla jornada importantíssima para o clube acabe com a compensação devida.

Caso William saia mesmo do Sporting, não poderemos estar a falar em valores abaixo da cláusula de rescisão.

O Sporting não pode estar privado de um dos jogadores mais influentes do plantel para vender um dos seus maiores "activos" abaixo daquilo que é um valor mais do que justo por um dos melhores na sua posição: 45 milhões de euros, a pronto, se faz favor.

 

É que parte da inércia ofensiva apresentada pelo Sporting nos últimos dois jogos tem muito a ver com a ausência da agressividade ofensiva que William dá à equipa.

Battaglia não é o tipo de jogador que ganha metros com um passe para golo ou para uma clara oportunidade para finalizar. Este sim, lateraliza em excesso. O facto de transportar a bola em demasia também ajuda a "mastigar" a nossa transição ofensiva e facilita o posicionamento da linha defesiva adversária.

 

Abdicar de tudo o que William dá ao jogo do Sporting por menos de 45 milhões de euros (mesmo que o jogador queira sair), sobretudo quando está em jogo a entrada na Champions e 12.7 milhões de euros é um erro desportivo e de gestão.

Se ninguém paga o que ele vale (e o que ele vale sai reforçado por aquilo que nós perdemos e pela dificuldade em substituir o jogador), assegure-se a entrada na Champions com ele em campo e apresente-se uma proposta de renovação que nos permita manter satisfeito um dos melhores jogadores que vi em Alvalade nos últimos anos.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil