Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

O que andam eles a fazer?

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (24 anos) - Lateral Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (Liga NOS) - BELENENSES - Estoril (2-1) Jogo discreto de Geraldes que, na lateral direita, não comprometeu e pouco arriscou no ataque. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 38

Minutos - 3375

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 9º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HELDON (Rio Ave) - 1988-11-14 (27 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (Liga NOS) - U. Madeira - RIO AVE (1-2) Heldon começou na esquerda mas seria na direita que se revelaria decisivo. Foi o melhor da sua equipa e foram as suas acelerações que invariavelmente causaram os maiores desequilíbrios da defensiva madeirense. Ofereceu o golo da vitória a Hélder Postiga, que valeu a qualificação europeia. Terminou a época da melhor forma, com 90 minutos de bom nível.
(A Bola) Nota 7/10
(Mais Futebol) Nota 4/5
Resumo do Jogo

Jogos - 27

Minutos - 1828

Golos - 5

Assistências - 3

Classificação - 6º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

MIGUEL LOPES (Granada) - 1986-12-19 (29 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2018)

14/05/2016 (Liga BBVA) - GRANADA - Barcelona (0-3) Começou na esquerda mas acabou por voltar à sua posição natural, na tentativa de parar Neymar. Marcou posição com uma entrada para amarelo que não foi mostrado mas foi incapaz de contrariar o jogo ofensivos dos opositores, tal foi o volume ofensivo dos catalães. Fez 24 passes (87.5% de eficácia), cortou com sucesso as iniciativas dos adversários por 11 vezes mas quase não se fez notar ofensivamente. Jogou os 90 minutos.
(Marca) Nota 4/10
(As) Nota 1/3
(Who Scored) Nota 7.04/10
Resumo do Jogo

Jogos - 29

Minutos - 2205

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 16º na Liga BBVA / Eliminado da Taça do Rey

 * * *

SIMEON SLAVCHEV (Apollon Limassol) - 1993-09-25 (22 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (A Kategoria) - Omonia - APOLLON LIMASSOL (1-2) Como já era esperado, Slavchev ficou de fora da convocatória. Veremos se recupera a tempo de ser opção para a final da Taça de Chipre, a jogar amanhã.
Resumo do Jogo

Jogos - 26

Minutos - 1578

Golos - 3

Assistências - 0

Classificação - 3º na A Kategoria / Eliminado na 3ª pré-eliminatória da Liga Europa / Na final da Taça do Chipre

 * * *

JOÃO PALHINHA (Moreirense) - 1995-07-09 (20 anos) - Médio defensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

15/05/2016 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Marítimo (2-1) Palhinha foi suplente, num jogo em que Miguel Leal premiou os menos utilizados. Entrou aos 74 minutos para refrescar o meio-campo.
(A Bola) Nota 4/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 29

Minutos - 2379

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 12º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

IURI MEDEIROS (Moreirense) - 1994-07-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo/Direito

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

15/05/2016 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Marítimo (2-1) Ao contrário de Palhinha, Iuri nem fez parte da convocatória para o jogo que fechou a época do Moreirense.
Resumo do Jogo

Jogos - 34

Minutos - 2547

Golos - 10

Assistências - 10

Classificação - 12º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

WALLYSON (Nice) - 1994-02-16 (22 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (Ligue 1) - Guingamp - NICE (2-3) Wallyson voltou a não ser convocado no jogo que confirmou o 4º lugar do Nice neste campeonato.
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 936

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 4º na Ligue 1 / Eliminado da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

LABYAD (Fulham) - 1993-03-09 (23 anos) - Médio Ofensivo / Extremo

Contrato (Junho 2017) Cl. Rescisão 50M€

Jogos - 2

Minutos - 54

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 20º no Championship / Eliminado da Taça de Inglaterra / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

ROSELL (Vitória SC) - 1992-07-07 (23 anos) - Médio Centro / Defensivo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (Liga NOS) - Arouca - VITÓRIA SC (2-2) Rosell foi convocado mas não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

Jogos - 5

Minutos - 344

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 10º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Liga Europa

 * * *

JONATHAN SILVA (Boca Juniors) - 1994-06-29 (21 anos) - Defesa / Ala Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

12/05/2016 (Copa Libertadores - 1/4 final) - Nacional - BOCA JUNIORS (1-1) Jonathan Silva não saiu do banco de suplentes no jogo da 1ª mão dos 1/4 final da Libertadores.
Resumo do Jogo

16/05/2016 (Primera División - Gr. B) - Estudiantes - BOCA JUNIORS (3-1) Mais uma vez, o Boca rodou grande parte da equipa e o resultado foi aquele que tem acontecido na maior parte dos jogos do campeonato. O Boca não venceu e Jonathan, titular à esquerda, não destoou dos restantes. Exibição pálida em mais 90 minutos de futebol.
Resumo do Jogo

Jogos - 17

Minutos - 1451

Golos - 1 

Assistências - 0

Classificação - 9º na Primera División (Grupo B) / Nos oitavos-de-final da Copa Libertadores

 * * *

LUÍS RIBEIRO (Feirense) - 1992-04-19 (24 anos) - Guarda-Redes

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

14/05/2016 (Ledman Liga Pro) - Chaves - FEIRENSE (1-1) Luís Ribeiro festejou a subida do Feirense mas voltou a não ser utilizado por José Mota.
Resumo do Jogo

Jogos - 12

Minutos - 1080

Golos sofridos - 8

Assistências - 0

Classificação - 3º na 2ª Liga / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

* * * 

SALIM CISSÉ (Vitória FC) - 1992-12-24 (23 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 60M€

14/05/2016 (Liga NOS) - VITÓRIA FC - P. Ferreira (0-0) Cissé voltou à titularidade e entregou-se de corpo e alma à missão de manter o Vitória na 1ª Liga. Foi um dos líderes da equipa em campo, pela sua capacidade de trabalho em prol do colectivo. Trabalhou muito e saiu exausto aos 70 minutos.
(A Bola) Nota 6/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 9

Minutos - 544

Golos - 2

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HADI SACKO (Sochaux) - 1994-03-24 (22 anos) - Extremo Direito / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

13/05/2016 (Ligue 2) - SOCHAUX - Clermont (2-0) Sacko regressou a ala direita e foi preponderante na manobra ofensiva da equipa. Sempre ligado à corrente, podia ter marcado por mais do que uma vez e saiu aos 69 minutos com a sensação de dever cumprido.
Resumo do Jogo

Jogos - 12

Minutos - 894

Golos - 2

Assistências - 1

Classificação - 15º na Ligue 2 / Eliminado da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

JUNYA TANAKA (Kashiwa Reysol) - 1987-07-15 (28 anos) - Avançado / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 60M€

13/05/2016 (J-League) - Sanfrecce Hiroshima - KASHIWA REYSOL (0-0) Tanaka foi suplente e entrou aos 81 minutos para tentar mexer com o jogo e com o resultado. Não conseguiu mas teve pouco tempo para o fazer.
Resumo do Jogo

Jogos - 13

Minutos - 721

Golos - 3

Assistências - 1

Classificação - 5º na J-League / 2º no Grupo B da Nabisco Cup

 * * *

SAMBINHA (New England Revolution) - 1992-09-23 (23 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

15/05/2016 (MLS) -  NEW ENGLAND REVOLUTION- Chicago Fire (2-0) Finalmente Sambinha estreou-se na MLS. Jogou apenas 1 minuto, vindo do banco, num momento em que o resultado estava feito.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 8º na Conferência Este da MLS / Ainda não participou na MLS Cup

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

2015/16: O Balanço

Ainda me é difícil fazer um resumo desta época. Não porque me faltem as palavras mas sim a vontade.

Não apetece fechar para balanço uma época de tão bom futebol...não enquanto não fôssemos nós os justos vencedores.

Como diz o Rui Veloso: "O prometido é devido". Jorge Jesus não falhou na promessa, mesmo não tendo cumprido o desejo.

Lutámos até ao fim como prometido, mas morremos na praia.

 

Nada naqueles primeiros meses da época faria prever este desfecho. Pelo menos para a maioria dos adeptos do Sporting, que sempre viram no Porto o principal rival, tendo em conta o desnorte dos encarnados neste início de temporada.

Eu sempre soube que era com eles que discutiríamos o título, sobretudo pelo seu poder fora das quatro linhas.

 

Dentro, no futebol jogado, fomos sempre superiores e depois de ultrapassada aquela fase inicial da época em que se venceu de forma sofrida, a lembrar outras épocas, depressa vimos a equipa 'carburar' e entrar em velocidade de cruzeiro.

Acabámos plenos que qualidade, talento individual, capacidade colectiva e exuberância. Eles acabaram como nós começámos, a vencer de forma quase sempre sofrível.

 

A verdade é que a nossa pontuação daria para vencer todos os campeonatos disputados a 18 equipas desde que a vitória vale 3 pontos e isso diz tudo da regularidade da nossa época. Não é menos verdade que o jogo fora do jogo nos impediu de ir mais longe, assim como é também verdade que mesmo com isso podíamos ter sido felizes.

Fomos tão melhores que parece impossível como é que uma equipa que faz 21 pontos em 24 possíveis com as equipas do top 5 da Liga não foi campeã.

 

Claro que os deslizes com o Rio Ave em casa e sobretudo em Guimarães podiam ter sido evitados e bastava marcar uma das oportunidades na Cidade Berço para estarmos nós em festa. Mas...quem nos garante que as arbitragens não nos teriam prejudicado ainda mais, caso fosse necessário?! Pois...

Recuso-me a apontar a nossa incompetência como principal factor de insucesso. E faço-o porque só perdemos pontos em 7 jogos e apenas em 3 desses 7 não há decisões graves das equipas de arbitragem que nos prejudicam.

Equilibrem lá os pratos da balança e depois falamos. Este campeonato decidiu-se por dois pontos. Com as novas tecnologias, talvez o campeão fosse outro.

 

Não posso deixar de destacar aquele que foi, para mim, o nosso maior erro. Jorge Jesus menosprezou o adversário e, com isso, deu-lhe força e união fundamentais para ultrapassar barreiras que numa equipa inicialmente à deriva, vazia de liderança, com falta de estratégia e errática tácticamente, pareciam impossíveis de ultrapassar. Quando esta semana Jesus se refere à cópia do seu modelo, acredito que se refira especificamente ao aporte que os membros da sua antiga equipa técnica deram a Rui Vitória que, mérito lhe reconheço, assumiu a sua imcompetência e aceitou ajuda. Acredito que a mudança táctica e estratégica tenha tido mão fundamental da estrutura técnica que Jesus deixou na Luz e foi essa a chave da recuperação. Tudo isto aliado à impunidade das suas acções em campo, protegidas pelas arbitragens, cirurgicamente controladas por Vítor Pereira, constituiu a fórmula perfeita para fazer do Benfica de Rui Vitória um verdadeiro campeão.

 

Ganhámos apenas a Supertaça e, numa época em que jogámos tão bom futebol, isso não é satisfatório.

A eliminação (leia-se ROUBO) no playoff da Champions impediu-nos de fazer uma campanha europeia mais interessante e mesmo achando que podíamos e devíamos ter feito mais na Liga Europa, acabo por entender a gestão feita na prova da UEFA. Os jogos à 5ª feira dificultam imenso a recuperação e preparação dos jogos do fim-de-semana e é por isto que a presença na Champions poderia ter marcado positivamente a nossa época europeia. Jogaríamos sempre nas mesmas circunstâncias que os rivais, algo que nunca aconteceu. Assim, fomos humilhados na Albânia e hipotecámos a passagem em 1º no grupo, factor decisivo para evitar o sorteio adverso que se veio a verificar e acabou por castrar as nossas melhores ambições na prova.

Na Taça de Portugal não fomos mais longe porque não nos deixaram. Não deve haver neste país alguém que tenha coragem de elogiar o grande jogo em Braga sem se lembrar dos casos graves de arbitragem em nosso prejuízo.

Em suma, foi uma boa época, mesmo tendo falhado a maior parte dos objectivos. Ganhámos um título, disputámos outro até final e apenas a campanha europeia deixou claramente a desejar.

 

É impossível e até desonesto não notar as melhorias nestes 3 anos. Depois de reposta a dignidade, foi-nos devolvido o orgulho. Reposto o orgulho, regressámos aos títulos. Regressados aos títulos, somos finalmente um real candidato à maior competição nacional, que não vencemos por mera injustiça, infelicidade e canalhice.

O futuro será risonho e para o ano, acredito que voltaremos a estar na luta que duvido que não seja a três e até final. Espero que sejamos nós a ser felizes. Já merecemos...

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal