Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

QUEIRAM SER FELIZES, QUEIRAM SER IMORTAIS!


Eu sou imortal! Eu tenho a certeza que sou imortal! (...) Por ter perdido tantas vezes e por ter ganho da forma que foi, tão apoteótica.



Eu estou pronto e já disse aos meus colegas: "Daqui a 30 anos nós vamos ser os velhos jarretas que vamos falar à Sporting TV do feito que nós fizemos."



Eu vou lá estar para falar, e dizer, já cheio de 'bicos de papagaio', cansado...Nunca mais vi hóquei, nunca mais quis saber de competições, porque a competição faz mal...Nós sofremos muito, desgastamo-nos em demasia mas o sabor...o sabor de chegar ao sucesso é muito bom!



 



Carlos Martins ("Carlitos"), na sequência da vitória na Taça CERS 2014/15 - 26/04/2015

 



Sigam o GAG no facebook e no twitter.



Hoje joga o Sporting

Já ontem aqui abordei as dificuldades que, historicamente, encerram as idas ao Porto, neste caso ao Estádio do Dragão.

É verdade que vamos pressionados por mais uma vitória tangencial do rival, que nos obriga a não vacilar para que não fiquemos arredados da luta.

Claro que teríamos sempre de vencer. Não há outra hipótese, se ainda queremos ser campeões.

Vencer hoje mantêm-nos na luta. Não vencer hoje acaba com o sonho do título.

O jogo tem estes contornos dramáticos e é dia de testar a fibra de campeão dos nossos rapazes.

Será que trememos, como na recepção ao Benfica, ou será que voltamos a encostar ao rival e a mostrar que estamos na luta até ao final?

Não sei. Mas a minha fé na capacidade desta equipa é inabalável e, por isso, lá estarei a puxar por eles e a fazer aquilo que o nosso 12º jogador tão bem faz, tanto em casa como fora.

Será uma brutal Onda de apoio Verde que, certamente, fará com que apenas dê Sporting nas bancadas, tal como já fizemos no ano passado no jogo da Taça de Portugal.

Sendo certo que apoio não faltará de fora, só falta que, lá dentro, os comandados de Jorge Jesus façam o que lhes compete e levem de vencido o Porto em sua casa, oito anos depois da última vitória para o campeonato.

Layún parece estar de volta à equipa do Porto e veremos se André Silva se mantêm na frente de ataque.

Jorge Jesus não me parece que guarde grandes surpresas e Bryan Ruiz deve voltar à titularidade.

Hoje é para ganhar ou ganhar e meio a zero é mais do que suficiente.

SPOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

 

Nós também acreditamos, Levezinho

«É muito difícil jogar no Dragão mas é essencial uma vitória para o Sporting, a equipa não pode falhar. O Benfica está a mostrar uma boa regularidade. Eu acredito no Sporting campeão»

 

Muitos não perdoaram ainda Liédson pela sua ida para o Porto e, pior do que isso, as suas declarações na chegada.

Eu já perdoei o "Levezinho" e acho que ele não só não disse aquilo de coração como se arrependeu na hora.

Esta declaração em vésperas de mais um clássico, ainda por cima decisivo para as nossas cores, é mais uma tentativa de fazer as pazes mas, mais importante que tudo, uma declaração que a mim me parece sincera.

Obrigado por tudo, Liédson! Eu quero o Sporting campeão, tu queres o Sporting campeão (mesmo que nunca o tenhas sido com as nossas cores)...NÓS QUEREMOS O SPORTING CAMPEÃO!

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

 

Mais uma final

Num momento em que a máquina de propaganda lampiã funciona a todo o vapor e Bruno de Carvalho dispara em todas as direcções, há quem nem se lembre que amanhã há mais uma final, um jogo importante que, mais uma vez, pode definir o nosso futuro na competição.

 

Naturalmente, esperamos que nada fique decidido. Só uma vitória do Sporting adia as decisões por, pelo menos, mais uma semana e, para que isso aconteça, Jorge Jesus e os nossos jogadores terão de matar (mais) um 'borrego'.

 

O Sporting não vence no Porto desde que Rodrigo Tello silenciou o Dragão e relançou então a Liga 2006/07, que o Porto haveria de acabar por vencer.

Pior que isso, nas últimas 40 épocas o Sporting tem apenas 3 vitórias em casa do Porto:

1975/76 - 2-3, com golos de Chico Faria, Manuel Fernandes e Baltasar;

1996/97 - 1-2, com golos de Beto e Pedro Barbosa;

2006/07 - 0-1, com um golo de Rodrigo Tello.

Pelo meio, 25 derrotas e 12 empates.

Há 8 épocas que não vencemos para o Campeonato e há 6 que perdemos de forma consecutiva, perfazendo a pior série de derrotas da história só igualada entre 1985/86 e 1990/91.

 

Por muito que estejamos num momento extraordinário de forma e que o Porto ande errático à espera da final da Taça de Portugal que, não salvando a época do maior investimento de sempre, pode dar um título que o Porto não vence desde a Taça de Portugal de 2012/13, não há como negar que, independentemente dos momentos de forma das duas equipas ou da classificação, jogar no estádio do Porto é historicamente dificílimo e os 16% de vitórias em toda a história comprovam-no.

 

Pior...apenas por 5 vezes o Sporting foi ao Porto nas últimas 3 jornadas e perdeu sempre.

Dessas 5 vezes só numa o Sporting foi campeão. O jogo realizou-se na última jornada, com o título já garantido (1981/82).

Também apenas numa das restantes 4 vezes o Sporting se apresentou no Porto ainda com possibilidades de disputar o título, em 1970/71. Perdemos e deixámos fugir o Benfica, que viria a sagrar-se campeão.

Nas três vezes que restam, o Sporting foi ao Porto cumprir calendário, visto que se encontrava já fora da luta pelo título.

 

Por todos estes motivos, Jorge Jesus e a sua equipa têm pela frente um dos maiores 'borregos' da história e a possibilidade de fazer algo nunca antes feito, mantendo assim acesa a chama do título.

Só uma equipa no máximo das suas capacidades, concentrada e focada alcançará o desejado objectivo, os três pontos e nós, adeptos, temos a nossa parte a fazer.

Eu acredito e vou lá estar para ajudar.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Em busca da glória

A foto é do Engenheiro Gilberto Borges e mostra o autocarro da nossa equipa de hóquei a caminho de Barcelos, onde sábado e domingo disputaremos a conquista de mais uma Taça CERS.

Embora não seja a equipa mais titulada em Portugal, o Sporting tem os mesmos troféus europeus que o Benfica (6) e apenas menos um que o Porto (7).

É em busca da sétima que nos deslocamos a Barcelos, onde somos encarados como um dos favoritos à vitória na prova (o outro será o Barcelos, até por jogar em casa), quer por sermos os detentores da mesma, quer pela nossa qualidade colectiva e individual.

Voltando a alguns dados históricos, a decisão de encerrar a secção em 94/95 permitiu sobretudo ao Porto o domínio da modalidade em Portugal. Um clube que apenas tinha 8 campeonatos nacionais até então venceu 13 durante o período em que o Sporting esteve fora da modalidade.

Até 1995, o Sporting tinha 12 títulos nacionais, aos quais adicionou esta época a Supertaça, somando o total actual de 13.

Até 1995, Benfica tinha 29 títulos internos e o Porto 22, sendo que era o Benfica o grande dominador na principal competição nacional (18 títulos contra 8 do Porto e 7 do Sporting - o Paço de Arcos ainda hoje soma os 8 que já tinha em 95).

Hoje, o Porto soma 54 títulos nacionais, o Benfica 44 e o Sporting os já referidos 13.

Durante os cerca de 20 anos de ausência, permitimos que Benfica e Porto vencessem quase 50 títulos que podíamos ter disputado.

Toda esta retrospectiva serve para explicar que o Sporting que Bruno de Carvalho projecta é aquele que vemos agora renascer e que o nosso hóquei já mostrou ser uma realidade, vencendo 1 Supertaça e 1 taça CERS em menos de dois anos de regresso oficial ao Clube.

Este fim-de-semana não só tentaremos dar mais um passo para a glória como o faremos com o propósito de nos afirmarmos novamente na modalidade a nível nacional e internacional.

É na equipa técnica liderada por Nuno Lopes e nos sticks de Figueira, Tuco, Poka, Centeno, Cacau, Losna, João Pinto e Viana e nas luvas de Girão e Zé Diogo que estão postas as esperanças em mais um passo seguro rumo à nossa afirmação, numa época que se sabe, é de transição.

Muitas mudanças se prometem para a próxima temporada e poucos desejarão com tanta força quanto eu que este grupo e, sobretudo esta equipa técnica, saiam com a merecida glória.

Este sábado podemos dar mais um passo para disputar o 5º título em menos de duas temporadas (perdemos taça de Portugal 14/15 e Taça Continental em 15/16 e vencemos a Taça CERS 14/15 e a Supertaça 15/16) e, no domingo, podemos desempatar e somar o 3º título em 5 finais disputadas.

Ficará a faltar disputar o título nacional e teremos de deixar isso para a próxima época, onde se prevê o regresso à Liga Europeia, a Champions do hóquei em patins.

Eu quero mais uma CERS no Museu Mundo Sporting!

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

2 anos...

Não fosse o facebook e eu nem me lembraria da data.

Faz hoje dois anos que criei o blog e publiquei pela primeira vez.

Algo que fiz por impulso tornou-se numa missão, tudo pelo Sporting e pela informação aos Sportinguistas.

Por amor, pela verdade desportiva e pelo acompanhamento diário de tudo o que se passa no Clube.

Algo que inicialmente apenas partilhei com amigos chega hoje a cerca de 500 pessoas por dia e sinto que tenho já um dever de obrigação com quem confia em mim e aqui passa para ler a opinião de um sócio e adepto normal.

Obrigado e Saudações Leoninas a todos!

Viva o Sporting Clube de Portugal!

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

 

Quem é o CP Vilafranca?

Em semana da final-four da Taça CERS cabe-me a tarefa de dar a conhecer a todos os Sportinguistas o Vilafranca, adversário da meia-final da prova.

Vilafranca é uma cidade da Catalunha, a 60 quilómetros de Barcelona. O Club Patí Vilafranca foi refundado em 1970, depois de vários reinícios e recomeços. Antes desta data nunca foram uma referência e depois disso também não o conseguiram ser.

O Vilafranca nunca venceu um título nacional e os maiores feitos internacionais não o chegaram a ser... O Vilafranca tem, na década de 90, duas presenças nesta mesma fase da prova, numa altura em que as meias-finais se jogavam a duas mãos e não numa final-four. Perdeu em ambas para equipas portuguesas. Em 1997/98 para o Paço de Arcos (6-5, no conjunto das duas mãos) e em 1998/99 para o OC Barcelos (15-2, no conjunto das duas mãos).

Os catalães têm passado os últimos 15 anos a descer e a subir de divisão e nunca fizeram melhor que um 10º lugar, até ao ano passado, época em que se qualificaram para a Taça CERS deste ano após o 8º lugar na Liga espanhola, a sua melhor classificação desde que foi criada a Ok Liga.

Vão na 3ª época consecutiva no principal escalão espanhol e ocupam neste momento o 9º lugar da Ok Liga.

No seu plantel não contam com grandes estrelas da modalidade mas têm em dois jogadores mais de 60% da sua produção ofensiva. Eduard Fernández e Roger Rocasalbas marcaram cada um 22 golos e são os mais preponderantes da equipa catalã.

Nota-se um claro padrão nos resultados da equipa espanhola. Fracos com equipas do "seu campeonato" e mais consistentes com as equipas do top 5 da Ok Liga e este é um indicador claro que nos espera um jogo perigoso mas que dependerá sobretudo da nossa competência e concentração.

Se encararmos a partida com a seriedade que nos compete, acho que ganharemos facilmente, sobretudo se entrarmos fortes ofensivamente. O Vilafranca apenas não marcou num dos jogos do campeonato espanhol mas sofreu golos em todos eles.

Para ser mais fácil entender o que isto quer dizer, diria que são uma equipa com semelhanças com o Reus, finalista do ano passado da CERS que nós vencemos.

Na Taça CERS, eliminaram a Juv. Viana (empatando a 3 em Portugal) e o próprio Reus (tendo perdido fora e ganhando em casa) e aparecem nesta final-four como claros outsiders.

O Sporting procurará atingir mais uma final da segunda competição da Europa no hóquei em patins e revalidar o título, algo que apenas duas equipas conseguiram na história da competição (Novara em 91/92 e 92/93 e Reus em 02/03 e 03/04).

Depois farei uma análise ao nosso momento e àquilo que acho das nossas hipóteses na competição.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Foi há um ano

Este fim-de-semana há mais uma final-four da Taça CERS e poderemos ver este momento repetido, desta vez em Portugal, no Pavilhão Municipal de Barcelos.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

 

O que andam eles a fazer?

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (24 anos) - Lateral Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

22/04/2016 (Liga NOS) - Boavista - BELENENSES (1-0) Exibição calculista de André Geraldes. Jogou na lateral direita e não se aventurou muito em tarefas ofensivas, muito por causa do jogo pouco inspirado do Belém. Defensivamente cumpriu e jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 36

Minutos - 3195

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 10º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HELDON (Rio Ave) - 1988-11-14 (27 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

24/04/2016 (Liga NOS) - RIO AVE - Benfica (0-1) Heldon foi titular sobre a direita do ataque e o início de jogo parecia prometedor. Nunca passou das ameaças e embora tenha tentado algumas vezes tirar partido da sua velocidade nunca adveio daí grande perigo. Foi substituído aos 68 minutos.
(Goal Point) Nota 4.9/10
(A Bola) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 24

Minutos - 1558

Golos - 5

Assistências - 2

Classificação - 6º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

MIGUEL LOPES (Granada) - 1986-12-19 (29 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2018)

25/04/2016 (Liga BBVA) - Celta Vigo - GRANADA (2-1) Miguel Lopes foi titular sobre a lateral direita e fez um jogo bastante consistente, mesmo depois de ver um cartão amarelo ainda na 1ª parte. Destacou-se sobretudo nas tarefas defensivas mas não deixou de apoiar o ataque. 24 passes (91.7% de eficácia), 10 acções defensivas bem sucedidas e 1 passe para ocasião de golo, foram os números apresentados pelo lateral leonino, que jogou os 90 minutos.
(Marca) Nota 5/10
(As) Nota 1/3
(Who Scored) Nota 7.02/10
Resumo do Jogo

Jogos - 26

Minutos - 1935

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 17º na Liga BBVA / Eliminado da Taça do Rey

 * * *

SIMEON SLAVCHEV (Apollon Limassol) - 1993-09-25 (22 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/04/2016 (Taça de Chipre) - APOLLON LIMASSOL - APOEL (1-1; 5-4 g.p) Slavchev sentou-se no banco de suplentes mas foi chamado ao jogo aos 75 minutos. Foi mais um 8 do que um 6 e foi comum vê-lo em posições adiantadas. O jogo acabou por não se resolver no prolongamento e o Apollon saiu vitorioso nos penaltis, tendo Slavchev convertido em golo o 4º da sua equipa.
Resumo do Jogo

23/04/2016 (A Kategoria) - Nea Salamis - APOLLON LIMASSOL (0-3) Slavchev voltou à titularidade e actuou ligeiramente mais recuado do que no jogo da Taça. Ainda assim, fez um remate perigoso de longa distância, mas foi mais pêndulo defensivo do que um jogador de ataque. Saiu aos 69 minutos com o resultado feito.
Resumo do Jogo

Jogos - 26

Minutos - 1578

Golos - 3

Assistências - 0

Classificação - 4º na A Kategoria / Eliminado na 3ª pré-eliminatória da Liga Europa / Na final da Taça do Chipre

 * * *

JOÃO PALHINHA (Moreirense) - 1995-07-09 (20 anos) - Médio defensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

24/04/2016 (Liga NOS) - Nacional - MOREIRENSE (0-1) Mais uma grande exibição do "muro" Palhinha. Estancou tudo a meio campo e ainda se fartou de dobrar os laterais. Muita da coesão defensiva apresentada pelos de Moreira de Cónegos tem nele o expoente máximo da entreajuda. Mais 90 minutos de grande nível e nem o amarelo aos 21 minutos o fez tremer.
(A Bola) Nota 7/10
(Mais Futebol) Nota 4/5
Resumo do Jogo

Jogos - 26

Minutos - 2207

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

IURI MEDEIROS (Moreirense) - 1994-07-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo/Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

24/04/2016 (Liga NOS) - Nacional - MOREIRENSE (0-1) Iuri voltou à titularidade sobre a direita do ataque e voltou a exibir-se a bom nível. O golo madrugador de Vítor Gomes remeteu cedo o Moreirense para o seu reduto defensivo e, não podendo ajudar na frente com o seu talento, foi vê-lo trabalhar em acções defensivas, auxiliando os colegas do sector mais recuado. Se há mérito que Miguel Leal tem é o de fazer com que Iuri se concentre nas acções defensivas. Já perto do final, ainda ensaiou a já tradicional "banana", que saiu um pouco ao lado do poste. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 6/10
(Mais Futebol) Nota 4/5
Resumo do Jogo

Jogos - 32

Minutos - 2367

Golos - 9

Assistências - 9

Classificação - 13º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

WALLYSON (Nice) - 1994-02-16 (22 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

22/04/2016 (Ligue 1) - NICE - Reims (2-0) Num jogo em que Claude Puel nem esgotou as substituições, Wallyson não saiu do banco de suplentes. O Nice mantêm-se a par do Saint-Étienne, a dois pontos de Lyon e Mónaco (2º e 3º).
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 936

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 4º na Ligue 1 / Eliminado da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

LABYAD (Fulham) - 1993-03-09 (23 anos) - Médio Ofensivo / Extremo

Contrato (Junho 2017) Cl. Rescisão 50M€

19/04/2016 (Championship) - Ipswish - FULHAM (1-1) Labyad não foi convocado.
Resumo do Jogo

19/04/2016 (Championship) - FULHAM - Nottingham Forest (1-3) Labyad não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 54

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 21º no Championship / Eliminado da Taça de Inglaterra / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

ROSELL (Vitória SC) - 1992-07-07 (23 anos) - Médio Centro / Defensivo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

24/04/2016 (Liga NOS) - VITÓRIA SC - Estoril (1-1) Rosell não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 5

Minutos - 344

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 11º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Liga Europa

 * * *

JONATHAN SILVA (Boca Juniors) - 1994-06-29 (21 anos) - Defesa / Ala Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/04/2016 (Copa Libertadores) - BOCA JUNIORS - Deportivo Cali (6-2) Jonathan não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

24/04/2016 (Primera División - Gr. B) - BOCA JUNIORS - River Plate (0-0) Jonathan regressou à titularidade e voltou a não convencer a crítica argentina. Não vi o jogo mas vou tentar ver os próximos para aferir se os argentinos estão demasiado exigentes com o lateral leonino ou se este está mesmo num terrível momento de forma. A crítica não elogiou (bem pelo contrário) a sua capacidade na marcação e diz não ter visto nada que acrescentasse ofensivamente. Jonathan jogou os 90 minutos.
(Canchallena) Nota 4/10
Resumo do Jogo

Jogos - 13

Minutos - 1170

Golos - 1 

Assistências - 0

Classificação - 5º na Primera División (Grupo B) / 1º na Fase de Grupos da Copa Libertadores

 * * *

LUÍS RIBEIRO (Feirense) - 1992-04-19 (24 anos) - Guarda-Redes

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

13/04/2016 (Ledman Liga Pro) - FEIRENSE - Oliveirense (3-1) Luís Ribeiro voltou a não sair do banco de suplentes na vitória no derby da região, que recolocou o Feirense na luta pela subida.

Jogos - 12

Minutos - 1080

Golos sofridos - 8

Assistências - 0

Classificação - 5º na 2ª Liga / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

* * * 

SALIM CISSÉ (Vitória FC) - 1992-12-24 (23 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 60M€

24/04/2016 (Liga NOS) - VITÓRIA FC - Tondela (0-1) Cissé não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 8

Minutos - 524

Golos - 2

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HADI SACKO (Sochaux) - 1994-03-24 (22 anos) - Extremo Direito / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

20/04/2016 (Coupe de France) - SOCHAUX - Marselha (0-1) Castigado, Sacko não foi convocado para o jogo que decidia um dos finalistas da Taça de França. O sonho acabou para os da casa e foi o Marselha a seguir para a final, onde encontrará o Paris SG.
Resumo do Jogo

25/04/2016 (Ligue 2) - Nancy - SOCHAUX (1-0) Antes do jogo, Sacko falou à imprensa da sua experiência no Sochaux. O jogador do Sporting diz que conseguiu ter efeito imediato mas que a expulsão atrasou o seu percurso na equipa e afectou mesmo o seu bom momento de forma. Disse não estar no melhor momento da época mas que tudo fará para ajudar a equipa a assegurar o mais cedo possível a manutenção. O jogo era frente ao líder da Liga e acabaram por ser os da casa a festejar a subida de divisão. Sacko não fez um bom jogo e foi mesmo o primeiro a ser substituído, aos 62 minutos.
Golo

Jogos - 9

Minutos - 671

Golos - 1

Assistências - 1

Classificação - 16º na Ligue 2 / Nas meias-finais da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

JUNYA TANAKA (Kashiwa Reysol) - 1987-07-15 (28 anos) - Avançado / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 60M€

20/04/2016 (Nabisco Cup) - KASHIWA REYSOL - Kawasaki Frontale (2-1) Tanaka voltou à titularidade e formou dupla ofensiva com o brasileiro Diego Oliveira. Tanaka não pediu licença para rematar, teve nos pés uma boa oportunidade de golo que não concretizou mas, mesmo assim, não deixou de ter papel preponderante nos golos. No primeiro é a pressão do japonês que força o defesa a errar, colocando a bola nos pés de Diego Oliveira e no segundo golo, já nos descontos, é ele que inicia a jogada do golo e disputa de cabeça a bola que haveria de sobrar para Taketomi carimbar a vitória. Tanaka jogou os 90 minutos.
Resumo do Jogo

24/04/2016 (J-League) - Kashima Antlers - KASHIWA REYSOL (0-2) Tanaka regressou ao banco de suplentes e só entrou aos 90 minutos.
Resumo do Jogo

Jogos - 9

Minutos - 528

Golos - 3

Assistências - 1

Classificação - 7º na J-League / 2º no Grupo B da Nabisco Cup

 * * *

SAMBINHA (New England Revolution) - 1992-09-23 (23 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

23/04/2016 (MLS) - DC United - NEW ENGLAND REVOLUTION (3-0) Sambinha não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 7º na Conferência Este da MLS / Ainda não participou na MLS Cup

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana

FUTEBOL

SENIORES

SPORTING CP 2-0 U. Madeira

EQUIPA B

Desp. Aves 3-0 SPORTING CP

JUNIORES

Porto 4-1 SPORTING CP

JUVENIS

SPORTING CP 4-2 Académica

INICIADOS

SPORTING CP 0-2 Braga

 

FUTSAL

SENIORES

SPORTING CP 7-0 Belenenses

SENIORES FEMININOS

Vermoim 3-1 SPORTING CP

JUNIORES

SPORTING CP 8-2 Belenenses

JUNIORES FEMININOS

SPORTING CP 9-2 Rio Moinhos

JUVENIS

VC Santarém 2-12 SPORTING CP

JUVENIS FEMININOS

Est. Feijó 2-3 SPORTING CP

INICIADOS

Benfica 0-8 SPORTING CP

INFANTIS

Infantado 0-4 SPORTING CP

BENJAMINS

SPORTING CP 8-1 Casal do Rato

 

ANDEBOL

JUNIORES

SPORTING CP 23-37 Benfica

JUVENIS

SPORTING CP 31-25 Feirense

INICIADOS

Samora Correia 20-45 SPORTING CP

 

HÓQUEI EM PATINS

SENIORES

SPORTING CP 7-2 Juv. Viana

JUNIORES

HC Sintra 1-3 SPORTING CP

INICIADOS

Estremoz 1-9 SPORTING CP

INFANTIS

SPORTING CP 6-5 Paço de Arcos

 

POLO AQUÁTICO

SENIORES

SPORTING CP 11-14 CDUP

 

TÉNIS DE MESA

SENIORES

SPORTING CP 4-0 Juv. Sanguedo

EQUIPA B

SPORTING CP 3-2 Leões Porto Salvo

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Mais que um Clube

O lema não é nosso mas cola na perfeição naquilo que somos. A vinda do Marcelo a Portugal e a Alvalade, mais especificamente, tem algo de místico que não se explica e que todos nós sentimos.

Há como não admirar um miúdo que, no Brasil, ama o Sporting desta forma?!

O Marcelo é como eu. como nós, Sportinguista de corpo e alma e, mais do que inveja daquilo que ele viveu, sinto alegria por ter feito parte do butterfly effect que fez com que o sonho dele fosse hoje merecidamente uma realidade.

Tudo isto começou em adeptos anónimos, como eu ou qualquer de vós. Pessoas que diariamente diziam a Marcelo no facebook dele ou do Sporting Brasil que ele merecia cá estar. Pessoas que, como eu, o inquiriram dezenas de vezes sobre o que era necessário para que ele um dia pudesse cá estar.

Foi este bater de asas de umas quantas borboletas que fizeram com que outra criasse uma ideia e não tenha descansado enquanto não a levou a quem a pudesse concretizar.

Todos os que fizeram parte disto estão de parabéns, o Sporting no seu todo está de parabéns!

O Marcelo cumpriu o sonho dele e, a verdade, é que são poucas as pessoas que morrem depois disso.

"Eu sou só um detalhe aqui. A vitória é o que importa.", disse o Marcelo à Sporting TV, e não há frase que melhor ilustre aquilo que ele é. Humilde, incansável em prol do Clube e leão...acima de tudo um leão de verdade.

O lema não é nosso mas cola na perfeição naquilo que somos. Somos esforço, dedicação e devoção, antes da glória. Somos humildes, trabalhadores, queremos vencer mas sabemos que, para isso, não vale tudo. Somos mais que um Clube.

Obrigado, Marcelo! Para ti e para todos vós, aqui fica a terceira e última parte da tua aventura. Espero que voltes pois ficou a faltar conhecer-te e dar-te um grande abraço.

1ª parte (AQUI)
2ª parte (AQUI)

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

SPORTING CP 2-0 U. Madeira: Soube a pouco

Ontem só fui mesmo ao Estádio e o telemóvel foi o meu melhor amigo. Um dia onde começámos com uma vitória nos juvenis (4-2), onde a equipa B perdeu na Vila das Aves (0-3), o Polo Aquático não se qualificou para as 1/2 finais da Taça de Portugal (11-14), o ténis de mesa venceu (4-0), o futsal voltou a golear (7-0) e o hóquei atingiu o 4º lugar, depois de vencer o Juv. Viana (7-2), só faltava que ganhássemos a mais uma final em Alvalade para que o sábado fosse mais do que positivo.

Foi "O mundo sabe que..." mais arrepiante (ou um dos) de sempre. Daqueles que nos deixam a ganhar 1-0 ainda antes do apito inicial.

Os nossos rapazes não fizeram por menos e resolveram o encontro ainda antes dos 20 minutos. Teo e João Mário materializaram o domínio total do Sporting num 2-0 mais do que merecido.

O que restou do jogo mostrou um leão com qualidade mas sem grande clarividência na hora de rematar ou de fazer o último passe.

A verdade é que jogámos o suficiente para atingir um resultado mais dilatado. O 2-0 soube a pouco mas foi mais do que o suficiente.

Mais uma final ganha, mais três pontos conquistados e pressão novamente sobre o rival na tentativa de recuperar o 1º lugar que é, agora, nosso.

Não posso deixar de destacar os quase 45 mil leões que estiveram em Alvalade. A grande maioria deles acredito que já o fazem por algo mais que a crença num título que nos foge há mais de uma década. Há uma clara identificação com o rumo traçado, comprometimento com a equipa e equipa técnica que nos colocaram onde sempre devíamos ter estado...na disputa pelos títulos.

Podem contar connosco até ao fim e, para a semana, estaremos no Dragão para mais uma final.

 

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal