Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

SPORTING CP 5-1 Arouca: Com nota artística

Depois do futsal ter vencido com inteira justiça um derby intenso e bem jogado, era tempo de 'aviar' o Arouca e garantir mais 3 pontos.

Em Odivelas foi Fortino que num excelente golpe de cabeça deixou o Sporting na liderança da Liga SportZone, mesmo com um jogo a menos que o rival da Luz.

No José Alvalade foi o regresso de Teo Gutierrez aos golos que marcou a noite e a vitória 'larga' do Sporting num jogo em que nem Slimani precisou de marcar.

O Sporting nem entrou muito bem no jogo. Foi mesmo o Arouca que tomou as rédeas do encontro nos primeiros minutos.

É o golo de Teo Gutierrez, aos 15 minutos, que dá em definitivo o domínio do encontro ao Sporting. 

Foi meia hora perfeita que culminou com 4-0 ao intervalo, num duplo-bis com assinatura de Teo e João Mário.

Na 2ª parte voltaram a ser os de Arouca a entrar melhor mas o tempo foi-se encarregando de devolver o domínio do encontro aos leões.

Faltava um golaço de Ruiz, que pode ser importante para a sua confiança.

Era tempo de dar mais minutos a Barcos (Aquilani também entrou) e de Slimani amuar (não me chocam nada as declarações de Jorge Jesus, no final do encontro).

Infelizmente o golo do Arouca travou a boa onda (até a hola mexicana esteve em Alvalade) da equipa, que só voltou para a recta final do encontro, já com Gelson em campo.

Golo esse que, para não variar, foi obtido em posição irregular (já devem ser perto de uma dezena, os golos irregulares sofridos).

No fim, fechou-se mais um dia de leão, em que os adeptos quase lotaram Odivelas e Alvalade em espaço de horas (46 mil leões é obra).

Regresso à liderança e mais logo saberemos se por horas ou para ficar.

Hoje joga o Sporting

O dia hoje começa em Odivelas, com um sempre escaldante derby em futsal. Em disputa está o primeiro lugar, que pode revelar-se importante no playoff, pois dá-nos a possibilidade de disputar a 'negra' sempre em nossa casa.

Seja como for, nada se decide hoje mas, se há jogo que gostamos de vencer, é este.

 

Sigo para o José Alvalade e o adversário é a sensação do campeonato, o Arouca do 'mergulhador' Lito.

O pedido é o mesmo do que para qualquer jogo em que entre o Sporting: a vitória.

Há que ter cuidado pois, entre os 'autocarros' que habitualmente visitam a nossa casa, o de Arouca é dos mais fiáveis e bem apetrechados.

O 'mergulhador' sabe montar as equipas defensivamente e tem arte para, pela certa, procurar ser feliz (ou ter uma vaca do caraças).

O cliché já se vai gastando: "Há que entrar forte", dizemos nós quase sempre. Mas, mais do que uma entrada forte com golos cedo (que nunca é de enjeitar), vai ser necessário que saibamos variar o estilo de jogo, afim de baralhar a estratégia defensiva dos arouquenses.

Quando falo em variar o estilo de jogo estou a ser muito directo. Todos nós percebemos a ideia do 'mister' e o modelo de jogo implementado mas, contra 'autocarros', há que tentar tudo, variar...há que surpreender.

Ataquemos muito e bem. Pela direita, pela esquerda, apoiado, longo, cruzemos da linha de fundo e antes ainda da grande área e, por favor, joguemos com as probabilidades.

O que quero dizer com isto?!

Que rematem à baliza. Dentro e de fora da área. Quanto mais rematarmos, maiores são as probabilidades de fazer golo, de provocar o erro.

Uma das coisas que mais me irrita é o número reduzido de tentativas de remate de média e longa distância.

Seja como for, seremos nós a mandar no jogo, a ter a posse de bola e o mais importante é saber como a usar, de forma rápida e o mais imprevisível possível.

Porque os adversários nos estudam e também já sabem cada vez melhor como contrariar o nosso jogo.

Depois, é estar atento aos contra-ataques e às bolas paradas. O habitual.

É a primeira de 8 finais e tudo o que peço é que a joguemos como se fosse a última.

 

SPOOOOOOOOOOOOORTING!

A 1/4 do fim

Entramos este fim-de-semana no último quarto do campeonato e o aproveitamento da nossa equipa decresceu desde a última análise que fiz.

O Sporting tem neste momento um aproveitamento de 79.5% dos pontos. 

É o melhor registo nesta fase da época desde 94/95 (ainda a vitória valia 2 pontos), inclusivamente melhor que os dois anos em que entretanto fomos campeões.

Esta é a 21ª temporada em que as vitórias valem 3 pontos e, nas 20 anteriores, esta percentagem de vitórias seria suficiente para levantar o caneco em metade delas (10).

Na verdade, o aproveitamento actual não chegaria para vencer nenhuma das últimas 6 edições do campeonato nacional.

Só fazendo o pleno (8 vitórias nos 8 jogos que faltam) o Sporting apresentará um aproveitamento ao nível do campeão dos últimos 6 campeonatos. 

24 pontos nos jogos que faltam cifrarão um aproveitamento final de 84.31% (os últimos 6 campeões andaram entre os 82.22% e os 93.33%) e acho que teremos de andar muito perto disto para sermos bem sucedidos.

 

CURIOSIDADES

 

- O registo actual de Jorge Jesus (79.5%) é superior ao aproveitamento final de apenas 2 das suas últimas 6 épocas.

- Só em 5 dos 18 títulos o Sporting teve um aproveitamento inferior a 80% dos pontos.

- O registo actual do Sporting (79.5%) está abaixo da média dos anos em que fomos campeões nacionais (82.09%).

- As médias de aproveitamento dos 3 grandes são semelhantes:

 SPORTING - 82.09%

 BENFICA - 83.24%

 PORTO - 82.96%

- Basta manter o aproveitamento actual para superar a melhor época completa desde que Bruno de Carvalho é Presidente (74.44% há dois anos e 74.5% no ano passado).

- O campeão com melhor aproveitamento é o Benfica de 72/73 (96.66%).

- O campeão com pior aproveitamento é o Benfica de 2004/05 (63.72%).

- O aproveitamento máximo do Sporting enquanto campeão foi em 46/47 (90.38%).

- O aproveitamento mínimo do Sporting enquanto campeão foi em 2001/02 (73.52%).

 

40 mil estão vendidos

Vendo o copo meio vazio e apelando à presença de todos os Sportinguistas, prefiro dizer que ainda faltam vender mais ou menos 10 mil bilhetes.

Assim sendo, motivos não vão faltar para ir a Alvalade e encher o estádio para apoiar à nossa equipa.

 

CELEBRAR EM FAMÍLIA O DIA DO PAI

Aproveite o bilhete família válido para 3 pessoas (Sócio + Adulto + Sub-11) por apenas €21 para a Superior Norte.

 

FESTEJAR OS 40 ANOS DA JUVENTUDE LEONINA

A claque mais antiga de Portugal celebra, precisamente este sábado, quatro décadas de existência.

 

CONTRIBUIR PARA A ‘MISSÃO PAVILHÃO’

A um ano da inauguração do Pavilhão João Rocha, €2 de cada bilhete vendido reverte para a ‘Missão Pavilhão’.

 

As bilheteiras funcionam das 10h às 20h, sendo que esta quinta-feira irão ser libertados os Lugares Especiais não renovados, voltando a haver novamente bilhetes disponíveis na bancada ‘B’. Destacar, igualmente, que o preço anti-crise de €5 (sectores A9 e A11), em exclusivo para Sócios do Sporting Clube de Portugal, continua disponível para compra tanto nas bilheteiras do Estádio como no site oficial.  

 

O Estádio José Alvalade, nos 13 jogos da Liga NOS já disputados em 2015/2016, apresenta a melhor média de sempre, com 38.577 espectadores.

 

De acordo com a legislação nacional, apenas crianças com idade superior ou igual a três anos podem entrar em recintos desportivos e todas elas têm de adquirir obrigatoriamente um bilhete.

 

As portas do Estádio José Alvalade abrem às 17h para receber toda a Família Sportinguista.

Em que lugar está o Sporting?

Futebol (Equipa principal).png

Faltam 8 'finais' e, depois da vitória na Amoreira, segue-se recepção ao Arouca.

Futebol (Equipa B).png

Terminada a dupla jornada desta semana com uma vitória e uma derrota, o Sporting B mantêm a posição na tabela e a distância para os lugares de despromoção (6 pontos).

Futebol (Juniores).png

Numa fase final que se prevê muito equilibrada, a derrota frente ao Benfica não compromete de forma alguma a luta pelo título.

Futebol (Juvenis).png

Devido ao apuramento para o Europeu de sub-17, o campeonato nacional de juvenis encontra-se parado até ao início de abril. Portugal já venceu o primeiro dos jogos de qualificação.

Futebol (Iniciados).png

O empate com o Tondela manteve a distância para o 2º lugar e continuamos em posição privilegiada para nos apurarmos para a fase final.

Futsal (Seniores).png

A série de vitórias vai já em 16 consecutivas, antes do derby lisboeta, a jogar no próximo sábado. O Benfica adiantou já uma jornada pois terá em breve a disputa da final-four da UEFA Futsal Cup. Uma vitória leonina este sábado coloca o Sporting no 1º lugar, mesmo com um jogo por disputar.

Futsal (Seniores Fem).png

O empate do fim-de-semana fez com que partilhemos agora a liderança com o Vermoim.

Futsal (Juniores).png

São já 7 os pontos de vantagem para o 2º classificado e parece tudo encaminhado para a revalidação do título nacional.

Futsal (Juvenis).png

Num fim-de-semana emocionante, o Sporting sagrou-se campeão distrital com duas vitórias em casa do rival, a primeira através da marcação de grandes penalidades e a segunda, categórica, com uma goleada. Segue-se a Taça Nacional.

Futsal (Iniciados).png

Mais uma vitória mantêm o Sporting na liderança do campeonato regional.

Andebol (Seniores).png

O Sporting desloca-se a Braga no próximo dia 23, na ressaca da participação do ABC na Challenge Cup, decidida este fim-de-semana na Suiça, frente ao Wacker Thun (30-23 na 1ª mão, favorável aos portugueses). O Benfica venceu ontem o Porto no Dragão Caixa (31-32), antes de jogar a 1ª mão da Challenge Cup, em Lisboa, frente aos russos do St. Petersburg HC.

Andebol (Juniores).png

Começou mal a fase final. Ontem o Sporting deslocou-se ao pavilhão do Alto do Moinho e perdeu por um golo de diferença.

Andebol (Juvenis).png

Para já, percurso irrepreensível em juvenis. 4 jogos e outras tantas vitórias.

Andebol (Iniciados).png

Em iniciados mantêm-se a liderança partilhada com o Benavente.

Hóquei (Seniores).png

Garantida a presença nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, com uma vitória sofrida na casa da Juv. Viana, regressa o campeonato com mais uma difícil deslocação, desta vez a Valongo. O sorteio da Taça de Portugal reservou um regresso à Marinha Grande, para defrontar o Marinhense, casa que acolheu o início da pré-temporada leonina. Em caso de passagem, é certa a deslocação ao norte do país para disputar o acesso à final-four com o Carvalhos ou o Valongo.

Hóquei (Juniores).png

A vitória importante deste fim-de-semana garante posição privilegiada em lugar de qualificação para a fase seguinte.

Hóquei (Juvenis).png

A goleada em casa do último classificado mantêm-nos na liderança desta 1ª fase.

Hóquei (Iniciados).png

A derrota desta semana atrasa-nos na luta pela qualificação para a fase seguinte.

Hóquei (Infantis).png

A goleada na recepção ao último classificado da série antecede nova recepção, desta vez ao rival da Luz.

Ténis Mesa (Seniores).png

Em fim-de-semana de torneios nacionais e internacionais, o campeonato nacional parou. Os destaques vão para Patrícia Santos (Vencedora no Open de Malaky) e Bode Abiodun (3º no Torneio Internacional da Póvoa de Varzim).

Ténis Mesa (Seniores Fem).png

Ao contrário dos masculinos, o campeonato feminino não parou e jogaram-se duas jornadas. Uma vitória e uma derrota deixaram tudo igual na classificação.

Polo Aquático (Seniores).png

A FP Natação parou os campeonatos para dar destaque aos quartos-de-final da Taça de Portugal feminina. O Sporting já tem garantida há semanas a presença na final-eight da vertente masculina.

Râguebi (Seniores).png

A importante vitória desta semana mantêm mais longe o último lugar (que dá ao 'felizardo' a despromoção).

Basket (Seniores Fem).png

Também no basquetebol se realizou uma dupla jornada. Uma vitória e uma derrota mantêm o Sporting no 7º lugar que continuamos a ter de defender com unhas e dentes, pois os lugares no playoff estão ainda em aberto.

Será este o melhor modelo para a equipa B?

Vejo habitualmente os jogos da equipa B e este fim-de-semana voltei a fazê-lo. 

Há quem critique ou apoie a inclusão de jogadores do plantel principal e, neste jogo, foram Paulo Oliveira, Tobias Figueiredo, André Martins e Matheus Pereira os escolhidos para ajudar a cumprir os objectivos da equipa comandada por João de Deus.

Já foram várias as vezes que aqui abordei a temática da nossa equipa secundária, na maioria das vezes apenas para elogiar ou criticar momentos específicos.

No entanto, acho que nunca fiz uma análise àquilo que entendo ser o melhor para estruturalmente, servir ambos os conjuntos e os jogadores mais especificamente.

Não o fiz pois não havia ainda chegado a uma conclusão sobre o tema e, neste momento, encontro-me em condições de assumir uma posição.

Os objectivos da equipa B parecem-me óbvios. Fazer evoluir os jovens jogadores, preparando-os para atingir o plantel principal e atingir objectivos competitivos, vencendo o máximo de jogos possíveis.

Assim sendo, parece-me óbvio que os mais jovens evoluem mais rápida e consistentemente se tiverem ao seu lado jogadores mais experientes.

Basta analisar a exibição deste fim-de-semana de Rúben Ribeiro e compará-la com as anteriores, por exemplo.

Acabam por, como se costuma dizer, matar-se dois coelhos com uma só cajadada. Os jogadores da equipa principal que não são utilizados não perdem ritmo e os da equipa B evoluem de forma mais célere e sólida.

Assim sendo, proponho um plantel curto às ordens de João de Deus mas suficiente para que semanalmente possa fazer-se um trabalho de qualidade. Talvez 18 jogadores + 3 guarda-redes, admitindo a inclusão nos trabalhos de 2/3 juniores que demonstrem encontrar-se num patamar superior aos restantes colegas de escalão.

Não vou para já elaborar esboços para a próxima época mas arriscarei o exercício assim que esta acabe.

Qual a vossa opinião?

O que andam eles a fazer?

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (24 anos) - Lateral Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

13/03/2016 (Liga NOS) - BELENENSES - Braga (3-0) André Geraldes este presente no regresso dos azuis do Restelo ás vitórias em casa. Jogou na lateral direita, foi seguro a defender (como é seu timbre) e soube aproveitar o facto do Braga apresentar uma equipa pouco rotinada para causar (pela certa) desequilíbrios no ataque. Fez um bom jogo e cumpriu os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 6/10
(O Jogo) Nota 6/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 32

Minutos - 2835

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 10º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HELDON (Rio Ave) - 1988-11-14 (27 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

13/03/2016 (Liga NOS) - Nacional - RIO AVE (1-0) Heldon foi suplente mas Pedro Martins chamou-o aos 58' com o intuito de dar mais velocidade e profundidade ao corredor esquerdo. Mesmo com os vila-condenses reduzidos a 10 desde o meio da 1ª parte, Heldon cumpriu com o que parecia ser o objectivo da sua entrada, mesmo que isso não tenha sido o suficiente para trazer pontos da Choupana.
(Record) Nota 2/5
(A Bola) Nota 6/10
(O Jogo) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 1144

Golos - 4

Assistências - 2

Classificação - 6º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

MIGUEL LOPES (Granada) - 1986-12-19 (29 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2018)

14/03/2016 (Liga BBVA) - GRANADA - Espanyol (1-1) "No melhor pano cai a nódoa" - começou bastante afoito no corredor direito. No entanto, a partir dos 25', o Granada viu-se reduzido a 10 e Miguel Lopes acabou por se concentrar quase exclusivamente à sua missão defensiva. Trabalho muito competente, sempre concentrado, que acabou de forma inglória com o auto-golo que deu o empate ao Espanhol. 18 passes (66.7% de eficácia) e 6 acções defensivas bem sucedidas foram parte da sua contribuição no jogo.
(Marca) Nota 5/10
(As) Nota 1/3
(WhoScored) Nota 5.81/10
Resumo do Jogo

Jogos - 22

Minutos - 1620

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 18º na Liga BBVA / Eliminado da Taça do Rey

 * * *

SIMEON SLAVCHEV (Apollon Limassol) - 1993-09-25 (22 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

12/03/2016 (A Kategoria) - APOLLON LIMASSOL - Nea Salamis (2-1) Lesionado, Slavchev não foi opção para este jogo onde o Apollon regressou ao 3º lugar, que dá acesso às competições europeias.
Resumo do Jogo

Jogos - 24

Minutos - 1474

Golos - 3

Assistências - 0

Classificação - 3º na A Kategoria / Eliminado na 3ª pré-eliminatória da Liga Europa / Nas meias-finais da Taça do Chipre

 * * *

JOÃO PALHINHA (Moreirense) - 1995-07-09 (20 anos) - Médio defensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

13/03/2016 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Académica (2-2) Consistência impressionante nas exibições de João Palhinha. Voltou a ser titular e, como sempre, foi dos principais estanques do futebol ofensivo do adversário. Não se escusou a acudir os colegas das alas, sempre que necessário e podia mesmo ter marcado, de cabeça, na sequência de um canto. Esteve em bom plano e cumpriu mais 90 minutos.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 6/10
(O Jogo) Nota 6/10
(Mais Futebol) 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 22

Minutos - 1847

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 14º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

IURI MEDEIROS (Moreirense) - 1994-07-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo/Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

13/03/2016 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Académica (2-2) Uma assistência e um penalti sofrido bastariam para que fosse o melhor em campo mas Iuri voltou a ser bem mais preponderante que a objectividade das suas acções expressas em números. Actuou sobre a direita e voltou a estar na maioria dos lances de perigo do Moreirense. Exímio 'batedor' de bolas paradas, mete com o pé esquerdo a bola onde quer. Ganhou com mestria a grande penalidade que fecha o resultado e quase marcou no final o golo da vitória numa estonteante jogada individual. Jogou os 90 minutos e foi o homem do jogo...mais uma vez.
(Record) Nota 4/5
(A Bola) Nota 7/10
(O Jogo) Nota 6/10
(Mais Futebol) 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 28

Minutos - 2007

Golos - 9

Assistências - 9

Classificação - 14º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

WALLYSON (Nice) - 1994-02-16 (21 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

12/03/2016 (Ligue 1) - Montpellier - NICE (0-2) Vitória importantíssima que coloca o Nice no 3º lugar. Wallyson esteve no banco e de lá não saiu.
Resumo do Jogo

Jogos - 17

Minutos - 903

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 3º na Ligue 1 / Eliminado da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

LABYAD (Fulham) - 1993-03-09 (22 anos) - Médio Ofensivo / Extremo

Contrato (Junho 2017) Cl. Rescisão 50M€

08/03/2016 (Championship) - FULHAM - Burnley (2-3) Labyad não foi convocado.
Resumo do Jogo

12/03/2016 (Championship) - FULHAM - Bristol City (1-2) Labyad não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 54

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 20º no Championship / Eliminado da Taça de Inglaterra / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

ROSELL (Vitória SC) - 1992-07-07 (23 anos) - Médio Centro / Defensivo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

09/03/2016 (2ª Liga) - VITÓRIA SC B - Oliveirense (4-2) Rosel foi chamado para ganhar ritmo rumo a uma titularidade anunciada para a recepção ao Paços de Ferreira. Alinhou no meio-campo e cumpriu os 90 minutos num jogo de bom nível.
(Record) Nota 3/5

13/03/2016 (Liga NOS) - VITÓRIA SC - P. Ferreira (0-1) Na estreia a titular, Rosell deu tudo. Tanto que viu um amarelo cedo e, talvez por isso, a 1ª parte não tenha sido tão conseguida quanto a 2ª. Cresceu com o passar dos minutos e, sem deslumbrar, cumpriu. João Capela foi o protagonista do encontro em mais uma arbitragem ao seu nível. "Uma palhaçada", foi a forma como Sérgio Conceição adjectivou o que se passou em Guimarães. Rosell jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 5/10
(O Jogo) Nota 5/10
(Mais Futebol) 2/5
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 194

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 8º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Liga Europa

 * * *

JONATHAN SILVA (Boca Juniors) - 1994-06-29 (21 anos) - Defesa / Ala Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

11/03/2016 (Copa Libertadores) - Bolívar - BOCA JUNIORS (1-1) Jonathan Silva não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

15/03/2016 (Primera División Gr.B) - BOCA JUNIORS - Unión (2-1) Jonathan regressou à titularidade no lado esquerdo da defesa. Teve muito trabalho na 1ª meia hora e sofreu com isso fisicamente no que restou do jogo. No entanto, o Boca cresceu no jogo e acabou por virar na 2ª parte um resultado que lhe era adverso ao intervalo. Jonathan jogou os 90 minutos.
(Canchallena) Nota 5/10
Resumo do Jogo

Jogos - 8

Minutos - 720

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 10º na Primera División (Grupo B) / 3º na Fase de Grupos da Copa Libertadores

 * * *

LUÍS RIBEIRO (Feirense) - 1992-04-19 (21 anos) - Guarda-Redes

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

09/03/2016 (2ª Liga) - Leixões - FEIRENSE (0-1) Luís Ribeiro tem-se revelado determinante neste primeiros jogos ao serviço dos "fogaçeiros". O guarda-redes emprestado pelo Sporting CP interveio por quatro ocasiões para negar o golo Leixonense e segurou os importantes 3 pontos na luta pela subida. Jogou os 90 minutos.
Melhores momentos de Luís Ribeiro

12/03/2016 (2ª Liga) - FEIRENSE - Benfica B (1-0) Mais uma boa exibição de Luís Ribeiro. Duas boas intervenções e algum anti-jogo para segurar os 3 pontos, criticável se o adversário não fosse o Benfica :) Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5

Jogos - 4

Minutos - 360

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 3º na 2ª Liga / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

* * * 

SALIM CISSÉ (Vitória FC) - 1992-12-24 (23 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 60M€

13/03/2016 (Liga NOS) - Arouca - VITÓRIA FC (1-0) Cissé foi titular e desta vez formou dupla de ataque com Arnold. Não fez uma grande exibição e ficou-se por um remate perigoso já na 2ª parte. Foi substituído aos 60 minutos.
(Record) Nota 1/5
(A Bola) Nota 5/10
(O Jogo) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 2/5
Resumo do Jogo

Jogos - 6

Minutos - 408

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 13º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

HADI SACKO (Sochaux) - 1994-03-24 (21 anos) - Extremo Direito / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2016 (Ligue 2) - SOCHAUX - Le Havre (1-0) Sacko foi titular sobre a esquerda e foi alternando entre ambos os corredores laterais. Esteve sempre bastante activo, assustou sempre que meteu velocidade mas nunca conseguiu aparecer nos momentos de decisão. Foi substituído aos 61' e foi o seu substituto que acabou por marcar o golo que garantiu uma importante vitória.
Resumo do Jogo

Jogos - 5

Minutos - 432

Golos - 1

Assistências - 1

Classificação - 18º na Ligue 2 / Nos quartos-de-final da Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

 * * *

TANAKA (Kashiwa Reysol) - 1987-07-15 (28 anos) - Avançado / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 60M€

12/03/2016 (J-League) - KASHIWA REYSOL - Júbilo Iwata (2-2) Tanaka entrou ao intervalo e a equipa virou o resultado com a sua ajuda. Marcou um bom golo de pé direito mas ainda não foi desta que a equipa venceu.
Resumo do Jogo

Jogos - 3

Minutos - 104

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 17º na J-League / Ainda não participou na J-League Cup

 * * *

SAMBINHA (New England Revolution) - 1992-09-23 (23 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

12/03/2016 (MLS) - NEW ENGLAND REVOLUTION - DC United (0-0) Sambinha não foi convocado.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 6º na Conferência Este da MLS / Ainda não participou na MLS Cup

Vale a pena pensar nisto

Toda a gente sabe que é a visibilidade e o alcance de uma modalidade que cativa mais adeptos para a mesma. Para isso, há que ter executantes de qualidade que proporcionem bons espectáculos.

Esta é a base para o sucesso de qualquer competição ou modalidade.

O Sporting sabe isso e, atempadamente, preparou um documento extenso com aquilo que julgava melhorar o futebol.

Furou a inércia de instituições nacionais e internacionais, foi proactivo e já se notam os efeitos dessa proactividade.

 

Gostava que o Sporting, em conjunto com os vários especialistas nas várias modalidades que compõem o Clube (ou até mesmo externos, desde que em parceria) fizesse algo semelhante para as restantes modalidades.

Só assim cativaremos mais praticantes, mais público e melhoraremos as competições, sejam elas nacionais ou internacionais.

Já deu para perceber que podemos ter impacto, que lá fora nos respeitam e estão dispostos a ouvir-nos.

 

Servem estas notas introdutórias para discutir o caso do hóquei em patins em concreto.

Não será novidade para ninguém se disser que o regresso da modalidade ao Clube agitou o mundo do hóquei, tanto em Portugal como na Europa, com resultados que o comprovam.

Não é novidade também para os mais atentos que o hóquei carece de regras que tornem a modalidade mais atractiva para quem assiste aos jogos (também davam jeito bons pavilhões e meios para transmitir as provas com qualidade na TV, mas isso já exige outros meios).

Bons executantes não faltam, muitos deles portugueses e, por isso, custa-me que uma modalidade em que somos dos melhores do Mundo não evolua de modo a que mais gente a conheça e pratique.

 

Vendo a inépcia total do CERH (organização europeia da modalidade) e das principais federações (sobretudo a Portuguesa e a Espanhola), está na hora do Sporting se assumir para além dos rinques e tentar fazer algo pela promoção da modalidade.

Vamos ter um novo pavilhão, onde teremos capacidade de fazer transmissões televisivas de qualidade que promovam as nossas modalidades. Temos e teremos equipas cada vez mais competitivas. Já vencemos e queremos certamente vencer mais troféus.

Falta que essas vitórias tenham maior impacto do que aquele que têm hoje as de quem vence competições, sejam elas nacionais ou europeias.

 

Vem toda esta 'lenga-lenga' a propósito dos critérios hediondos de candidatura à organização de competições europeias, em especial da Taça CERS, que se realizam até ao próximo dia 18 de Março.

Imaginem vocês que para fazer uma candidatura à final-four da Taça CERS não é necessário ter um bom pavilhão, com uma lotação mínima e muito menos com as ideais condições de segurança.

Sim, nada disto é necessário.

Para fazer uma candidatura basta entrar num leilão. 

Sim, um leilão, tendo por base 5 mil euros para início de conversa.

Quem der mais, organiza a prova.

Isto não prova nada mas demonstra bem quais são as prioridades e as reais preocupações do CERH.

 

Adorava que o Sporting pudesse organizar a prova.

Porque tem uma capacidade organizativa ímpar, uma capacidade de mobilização única e também porque defender o título em casa seria fantástico para quem pretende voltar a marcar uma era na modalidade. Também porque tenho quase a certeza que o Sporting faria uma melhor promoção da modalidade do que qualquer outra equipa.

Convém dizer que, embora ainda não o tenhamos feito oficialmente, consta que o Sporting, o OC Barcelos e o Vilafranca serão os únicos candidatos (o Metera não deve estar disposto e enfrentar o leilão).

 

Quanto ao resto, espero que alguém do Sporting leia isto e promova também a melhoria das restantes modalidades em que nos mostramos ao país e ao Mundo.

Acho que vale a pena pensar nisto.

19 longos anos

A equipa masculina do Sporting Clube de Portugal sagrou-se ontem campeã nacional de corta-mato longo por equipas, título que nos fugia há 19 anos.

Não vencemos individualmente mas, se há disciplina em que a classificação colectiva tem grande relevância, é no corta-mato. Porque normalmente demonstra hegemonia, poder, força colectiva e porque, naturalmente, uma equipa mais forte terá sempre um rol vasto de candidatos à vitória individual.

Foram 5, os leões classificados entre os 10 primeiros (9, nos primeiros 19). Rui Teixeira, em 3º, foi o melhor leão em prova, seguido de Hermano Ferreira (5º), Licínio Pimentel (6º), Pedro Ribeiro (7º), Rui Silva (10º), Eduardo Mbengani (11º), José Moreira (13º), António Silva (14º) e Ricardo Mateus (19º).

Neste 17 anos de 'seca', só Domingos Castro (1998) e Manuel Damião (2014) furaram o domínio do Maratona e da Conforlimpa.

No global, continuamos a dominar. Temos o dobro (44) das vitórias do Benfica (22), o segundo vencedor por equipas e, individualmente, Carlos Lopes, com 10 vitórias, é o 'Rei'.

E abraço especial a Sara Moreira que, devido a um erro, não conseguiu sagrar-se campeã nacional.

 

Uma palavra de apreço também para a equipa de ciclismo do Sporting CP / Tavira, que venceu a classificação colectiva do 8º GP Liberty Seguros, realizado este fim-de-semana e colocou dois ciclistas no top 10 (Jusús Ezquerra e David de la Fuente - 9º e 10º).

Estoril 1-2 SPORTING CP: da tranquilidade ao susto

Era um jogo que, depois dos primeiros 60 minutos de grande nível, tinha tudo para ser tranquilo.

Ou...

Tudo para se complicar.

É assim sempre que não 'matamos' o jogo e as esperanças do adversário a tempo.

Com mais do que oportunidades suficientes para fazer o 3-0, não fomos eficazes. O Estoril reduziu...e acreditou.

Mas, voltemos ao início.

O Sporting entrou muito bem no jogo. Intenso, pressionante e ofensivo. O golo acabou por surgir com naturalidade, embora de forma surpreendente. Grande golaço de Islam Slimani que, após um jogo de pés admirável, anichou a bola onde a aranha coze a teia.

Estava aberto o caminho. Estava feito o mais difícil.

Em 45 minutos de domínio total, o 2-0 havia de acontecer mesmo antes do intervalo. Novamente Slimani, desta vez servido por Bryan Ruiz (são já 9 as assistências esta época, tantas quanto João Mário).

O jogo parecia resolvido mas, qualquer Sportinguista que se preze, sabe que só o está com três golos de diferença.

Faltava dar o golpe final.

Não aconteceu, com a mais flagrante oportunidade a ser desperdiçada por João Mário, isolado, após um passe fantástico de William.

William, o King voltou. Que exibição do médio leonino. Novamente um dos melhores em campo, desta vez a par do inevitável Slimani.

Aquele golo de Bonatini teve o condão de nos intranquilizar, sobretudo num momento do jogo em que já se havia percebido que Bruno César nada ia trazer ao jogo.

Parece mentira, mas a saída de Teo Gutiérrez teve um efeito negativo na equipa. Talvez mais pelo que Bruno César não fez, apesar da exibição do colombiano ter sido satisfatória, a fazer lembrar o período pré-'balnear'.

Acabou por ser Rui Patrício a evitar o empate, no último segundo, após um alívio desastroso de Schelotto que deixou a bola à mercê da finalização do avançado do Estoril.

A meia-hora final deve ser alvo de análise cuidada, pois não pode acontecer.

No final, respirámos fundo. Estavam conquistados os 3 pontos que eram o que realmente interessava.

Nota final para a festa tremenda dos bravos leões que quase lotaram a Amoreira. Grande recepção aos jogadores, apoio brutal durante 90 minutos e festa no final, com a conquista da merecida vitória.

Estamos juntos, estamos na luta, estamos em 1º...pelo menos até amanhã.

Hoje joga o Sporting

Seria fácil ver o desalento apoderar-se dos Sportinguistas após o balde de água fria da semana passada.

Num passado recente, isso seria uma certeza. 

Não direi que foi generalizado mas a maioria dos Sportinguistas com quem contacto directamente responderam com uma fé e confiança renovadas.

Prova disso é a lotação esgotada que previsivelmente acontecerá daqui a umas horas no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

Sim, estamos atrás. Sim, está mais difícil. 

Não, nada está perdido. Não, não cabe na cabeça de ninguém desistir de lutar.

Pensei várias vezes durante a semana no impacto que possa ter tido a recepção dos adeptos ao autocarro e espero que essa atitude se mantenha em todos os jogos até ao final da época.

Por uma questão de coerência e porque cada jogo vale tanto ou mais do que o derby da passada semana.

Foi com alegria e entusiasmo que constatei que hoje, no Estoril, havia a intenção de receber novamente o autocarro da equipa (espero que tenha acontecido com igual entusiasmo).

Independentemente disso, é mais um jogo para recuperar o 1º lugar. Não sabemos se por uma semana ou dois dias mas, o que é certo é que a pressão de que tanto falavam quando jogávamos depois do rival, pode agora inverter-se (mesmo que ninguém vá falar nela).

Não me preocupa se dominaremos ou não o jogo e o adversário. Não faço questão de ter o controle absoluto do jogo.

Quero vencer, sendo ou não melhor que o adversário, simplesmente marcando mais golos de forma limpa e sem ajudas (algo que não é, de todo, previsível).

Já agora, que Slimani marque e renove a confiança que parece ter perdido.

SPOOOOOOOOOOORTING!

O desespero é total

Estas 'politiquices' não são a minha especialidade. Por não conhecer os meandros, por viver demasiado longe e não me dar com ninguém que tenha informações privilegiadas.

Mas ainda sei juntar 2+2.

Os folhetos distribuídos hoje pela Capital e que visam Bruno de Carvalho não passam de uma tentativa desesperada da oposição.

Infelizmente para os próprios e felizmente para o Sporting, facilmente caem no ridículo.

A linguagem é de tal forma uniformizada com a da máquina propagandística que todos sabem que agora se percebem certos almoços e convívios.

Nenhum Sportinguista com dois dedos de testa tomará como verdades absolutas insunuações cobardes feitas por inimigos sem rosto.

Continuaremos unidos, focados e, a um ano das eleições, cada vez tenho menos dúvidas que a reeleição de Bruno de Carvalho será uma realidade, aconteça o que acontecer no plano desportivo.

Mais sobre mim

imagem de perfil