Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Boas entradas e Feliz 2016!

Confesso, não ligo nem um bocadinho à passagem de ano. Para mim, é um dia como qualquer outro. Mais um em que a sociedade de consumo se aproveita das pessoas para fazer mover a economia.

Nada contra mas, não contem comigo para isso.

Nem de passas gosto mas não deixo de formular alguns desejos, não necessariamente ao som das badaladas.

Um deles, naturalmente, é o mesmo do que aquele que a maioria dos que aqui vêm formularão: ver o país pintado a verde e branco lá para Maio.

Quanto a este meu espaço, que completou o seu primeiro ano civil, espero apenas continuar a fazer o que tenho feito, com paixão e amor ao Maior de Portugal, o Sporting.

Será um ano em que assumirei a tentativa de cimentar um lugar na blogosfera leonina, algo que ainda não consegui. As visitas não são em grande número (pouco mais de 100 mil, este ano) e provêm na maioria de outros blogs e dos seus blogroll. 

Aproveito para agradecer a todos os bloggers leoninos, alguns deles que tenho o prazer de ter como amigos, e endereçar a todos os que frequentam este espaço um excelente ano de 2016, especialmente aos Sportinguistas, como não podia deixar de ser.

Saudações leoninas!

Antes da mensagem de ano novo

A entrevista foi publicada no Jornal Sporting da semana passada e teve Bruno de Carvalho como entrevistado.

Não partilhei na altura pois não gosto de antecipar aquilo que de tão interessante o nosso Jornal nos traz e que todos devíamos fazer os possíveis para ler, como é óbvio, comprando o Jornal.

Agora que já passou uma semana e como se mantêm actual, aqui vai.

Acompanhem imagem a imagem, pois tive de fazer vários cortes para tornar as imagens o mais legíveis possível sem terem de aumentar cada uma (nos dispositivos móveis vai ser sempre mais complicado). Vou numerando para facilitar os menos atentos.

1

1.png

2

2.png

3

3.png

4

4.png

5

5.png

 

6

7.png

 7

8.png

 

8

9.png

 

9

10.png

 

10

11.png

 

11

12.png

 

12

13.png

 

13

14.png

 

14

15.png

 

15

16.png

 

16

17.png

 

17

18.png

 

18

19.png

 

Cada um com a sua

Ainda aqui não tinha dito nada sobre os negócios de venda dos direitos televisivos e afins.

Recuso-me a andar aqui a 'medir pilas'. A mim pouco me interessa qual foi o melhor negócio.

Para mim, interessa-me que, dentro das circunstâncias, que nos obrigaram a negociar individualmente em vez de em pacote e de forma centralizada, foi um bom negócio para o Sporting.

É curioso que os que mais se esforçam por tentar explicar que a 'pila' deles é a maior, menorizando as dos outros, são os afirmam taxativamente que fizeram o melhor negócio. Para tantas certezas, igual número de dúvidas.

Parabéns ao Presidente do Sporting, que fez aquilo para que o elegeram: defendeu os interesses do Sporting.

SPORTING CP 3-1 P. Ferreira: Regresso à normalidade

Na prova que menor credibilidade tem em Portugal, onde não raras vezes nos têm maltratado, enxovalhado, roubando-nos inclusive um dos troféus, foram mais de 23 mil os adeptos em Alvalade.

23 mil que mostraram que o compromisso é com o Clube e com a equipa e não em função da competição em disputa, por muito que esta continue a merecer o desprezo de muitos.

Para mim, esta nunca deixará de ser a Taça Lucílio, da Carica. entre muitos outros nomes que lhe foram já atribuídos.

Este ano, depois do protesto, é mais uma vez para ganhar e ontem fizemos por isso.

Num onze tal e qual como eu havia previsto, a exibição não foi deslumbrante mas foi segura e decidida nos momentos certos.

Boa entrada em jogo com um golo como devia ser sempre, dentro dos primeiros 10 minutos, e que nos poupava muitos arrepios na espinha. Selo de qualidade Made in Italia, com assinatura de Aquilani, após assistência de Gelson Martins.

A primeira parte até foi morna e havia de terminar com um frango monumental de Marcelo Boeck. Gosto do brasileiro mas há muito que a sua qualidade deixou de estar acima de qualquer suspeita. Os erros acumulam-se e o aproximar do final do contrato leva-me a pensar porque não se começa a integrar Azbe Jug, jogando.

O cartão amarelo de Adrien, a gestão do seu esforço e a necessidade de dar mais ideias à equipa, trouxe novo figurino para a 2ª parte. João Mário foi o escolhido para render o capitão e a escolha revelou-se acertada.

João Mário trouxe mais velocidade de execução e lucidez no processo ofensivo e a equipa ganhou imenso com isso. O golo de Gelson Martins, após passe de Jefferson, acabou por surgir com naturalidade. Bom remate do jovem extremo da nossa 'cantera' e estava reposta a vantagem no marcador.

A partir daqui Jefferson embalou para uma boa segunda parte e Jorge Jesus resolveu dar minutos a Slimani. Pena que para isso tenha retirado Montero do jogo, que acho que poderia e merecia ter beneficiado do melhor momento da equipa no jogo.

A entrada de Bryan Ruiz, para o lugar de André Martins, veio dar maior apoio a Slimani e acabou por revelar-se decisiva.

Foi o costa-riquenho que num lance de pura classe, após passe açucarado de Matheus (belo jogo do brasileiro) selou o resultado final que só não foi mais dilatado porque Slimani estava em noite perdulária, talvez a guardar os golos para o dia 2.

Assim se acabou o ano, em beleza. Agora que venha 2016, aquele que se espera que seja o ano do leão!

Hoje joga o Sporting

«Alguém se recorda da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas? Eu não me recordo.»

A frase é de Jorge Simão, treinador do Paços de Ferreira, e teve o condão de me despertar para várias realidades.

A primeira é que o Sporting não perdia dois jogos consecutivos desde o dia 10 de Fevereiro de 2013, naquela fatídica temporada, era Jesualdo Ferreira o treinador.

A segunda fez-me, por segundos, 'entender' o estado de depressão de alguns Sportinguistas. De facto, não estávamos habituados a perder dois jogos de forma consecutiva. De facto, isso não acontecia há quase 3 anos.

A terceira é que o Paços não irá mesmo a Alvalade participar apenas em mais um jogo da Taça da Liga.

Jorge Simão assumiu sem rodeios que vai a Alvalade para vencer e que deseja repetir a final de 2011.

Claro que ir a Alvalade para vencer não significa necessariamente que se vai jogar aberto e de 'igual para igual'.

Devemos esperar o habitual...uma equipa em bloco baixo, a jogar no nosso erro e a tentar aproveitar as transições rápidas e as bolas paradas para fazer estragos.

Da nossa parte, sem Teo, Tobias, Paulista, Mané e William (este a contas com um 'problemazinho'), Jorge Jesus assumiu que jogará com uma equipa dentro daquilo que foram as bases para a Liga Europa: um misto entre jogadores menos utilizados e alguns 'titulares'.

Em todo o caso, espero uma equipa com natural competência para levar de vencidos os 'castores'.

Com Gelson e Matheus nas alas, talvez apresentemos uma equipa apenas com um avançado, que pode até ser Tanaka.

Sem William e Paulista, parece inevitável que Adrien jogue, provavelmente secundado por Aquilani e mais um (que eu gostava que fosse Gauld ou Francisco Geraldes).

Paulo Oliveira estará certamente presente e deve ser acompanhado por Naldo. Aposto em Schelotto à direita e Esgaio à esquerda.

Boeck será quase de certeza o guarda-redes.

Voltando ao princípio da conversa, alguém se recorda da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas?

Eu não me lembrava mas imaginava que tivesse sido naquela malvada época que, entre o terror, teve o condão de nos acordar para a realidade.

Dia 21 de outubro de 2012, o Sporting era eliminado da Taça de Portugal pelo Moreirense naquela que seria a 3ª de quatro derrotas consecutivas. Nestas quatro derrotas fomos liderados por dois treinadores diferentes (e ainda viriam a aparecer num futuro próximo mais dois), Sá Pinto e Oceano.

Nesse tempo, o Sporting jogava em média com dois portugueses por jogo, era representado por jogadores sem chama e pagos a peso de ouro. Ouro que o Sporting não tinha para lhes pagar o que lhes havia prometido. Reinava a anarquia e o descomprometimento total.

Hoje, acontece o oposto e, só por isso, tenho a certeza que todos continuarão a não se lembrar da última vez que o Sporting sofreu três derrotas consecutivas.

SPOOOOOOOOOOOOOORTING!

Em que lugar está o Sporting?

FUTEBOL - SENIORES A

Liga NOS.png

Semana negra para a nossa equipa principal de futebol. Uma derrota em Braga para a Taça de Portugal e outra na Madeira frente à União são a pior série da época que, todos esperamos, termine amanhã, em casa, frente ao Paços de Ferreira.

FUTEBOL - SENIORES B

Equipa B.png

Segunda derrota consecutiva e segundo jogo sem marcar golos que nos fez descer mais um lugar na classificação geral. Espera-se resposta no próximo jogo que marca o regresso de Abel à Academia. Ainda assim, continuamos 6 pontos à frente daquilo que havíamos feito há um ano.

FUTEBOL - JUNIORES

Juniores.png

16 vitórias consecutivas, 49 golos marcados e 10 sofridos. Faltam 5 jogos para terminar a 1ª fase e há um derby pelo caminho. São mais 16 pontos do que os que havia amealhado a equipa de juniores na mesma altura da época passada.

FUTEBOL - JUVENIS

Juvenis.png

Impressionante registo de oito jogos sem sofrer golos e primeiro lugar praticamente assegurado. Basta um empate no derby do próximo dia 3 e seremos primeiros nesta primeira fase, que nada decide e onde levamos mais 8 pontos do que no ano passado.

FUTEBOL - INICIADOS

Iniciados.png

A derrota em casa com o líder deixa-nos em risco de não nos qualificarmos. Claro que chega um empate no jogo que nos coloca frente-a-frente com o último classificado mas será necessário enfrentá-lo com a máxima entrega e tentando colocar de parte a pressão adicional de se tratar de um jogo decisivo.

FUTSAL - SENIORES

Futsal.png

Estamos na melhor fase da época. 7 vitórias consecutivas e melhor ataque e defesa da competição. A época decorre com grandes semelhanças com a época passada (apenas mais um ponto) seguem-se o Modicus e a recém-criada Taça da Liga.

ANDEBOL - SENIORES

Andebol.png

Depois de 9 vitórias consecutivas, chegou a 'besta negra'. No meio da desilusão que foi a derrota com o principal rival, sobrou a sorte da derrota do Benfica que assim nos mantêm no segundo lugar.

HÓQUEI EM PATINS - SENIORES

Hóquei.png

Terceira vitória seguida (segunda para o campeonato) e parecem haver indícios de retoma. É seguir neste caminho e continuar a trepar a tabela.

TÉNIS DE MESA - SENIORES

Ténis de Mesa.png

Continua a pausa de final de ano e faltam quase dias semanas para o regresso.

POLO AQUÁTICO - SENIORES

Polo Aquático.png

Tal como no ténis de mesa, também o polo aquático está em pausa de fim de ano.

RÂGUEBI - SENIORES

Râguebi.png

Mais uma modalidade que foi de férias nesta época festiva. O regresso está marcado para dia 9.

FUTSAL FEMININO - SENIORES

Futsal Feminino.png

Duas derrotas consecutivas e descida ao 3º lugar. Embora ainda faltem jogos da fase regular, é tempo de começar a preparar a fase final.

BASQUETEBOL FEMININO - SENIORES

Basquetebol Feminino.png

Terceira derrota consecutiva, desta vez esperada frente ao líder incontestado da Liga, que conta por vitórias todos os jogos disputados. Segue-se o 2º classificado, que só perdeu um jogo.

Bem-vindo, Zeegelaar!

O contrato é até 2020 e a cláusula de rescisão é da praxe, 45 milhões de euros.

Dos jogos que vi do Rio Ave, o holandês não me encheu as medidas, pelo menos a pontos de o achar útil numa equipa como o Sporting.

Acho que a sua vinda se prende mais com a saída de Jonathan do que com a necessidade de reforçar a lateral esquerda.

O argentino demonstrou vontade de jogar mais e a sua saída abriu uma vaga aberta para a contratação de Marvin, talvez a melhor solução interna, visto que é importantíssimo que os reforços conheçam o nosso campeonato.

Na sua segunda época em Portugal, Zeegelaar vinha-se afirmando em Vila do Conde e promete concorrência a Jefferson, mesmo que tenha actuado tantas vezes como extremo e lateral.

Espero dele o mesmo que de todos, esforço, dedicação e devoção e, já agora, que me faça engolir as desconfianças.

Marvin, leão, agora és um dos nossos!

Artistas e Goleadores

MELHORES MARCADORES (EQUIPA PRINCIPAL)

Equipa A Marcadores.pngMELHOR ASSISTENTE (EQUIPA PRINCIPAL)
O critério das assistências é definido por mim e, como tal, pode diferir de outros sites ou blogues.

Equipa A Assistências.pngMAIS INFLUENTE (EQUIPA PRINCIPAL)
Pontuação calculada com 1 ponto por golo e 0.5 pontos por assistência

Equipa A Influência.pngMELHORES MARCADORES (EQUIPA B)

Equipa B Marcadores.pngMELHOR ASSISTENTE (EQUIPA B)
O critério das assistências é definido por mim e, como tal, pode diferir de outros sites ou blogues.

Equipa B Assistências.pngMAIS INFLUENTE (EQUIPA B)
Pontuação calculada com 1 ponto por golo e 0.5 pontos por assistência

Equipa B Influência.pngMELHORES MARCADORES (JUNIORES)

Juniores Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (JUVENIS)

Juvenis Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (INICIADOS)

RUI REIS; TIAGO GOUVEIA - 10 GOLOS

RÚBEN COSTA; BRUNO SANTOS - 6 GOLOS

FÉLIX CORREIA; NUNO CARDOSO - 3 GOLOS

MELHORES MARCADORES (FUTSAL)

Futsal Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (ANDEBOL)

Andebol Marcadores.pngMELHORES MARCADORES (HÓQUEI EM PATINS)

Hóquei Marcadores.png

De coração cheio

Não pude estar em Alvalade mas fiz questão de acompanhar pela Sporting TV o treino solidário do Sporting, aberto a todos os sócios e adeptos que quisessem contribuir com um presente para as crianças mais carenciadas, a entregar pela Fundação Sporting a quem de direito.

Mais de 8 mil pessoas marcaram presença e deixaram em Alvalade mais de 3 mil presentes para fazer outras tantas crianças felizes.

Não estive em Alvalade mas uma acção como esta, real, palpável e nada propagandística encheu-me o coração.

Bem haja a todos os que participaram e fizeram do Natal de milhares de crianças uma quadra diferente e um pouco mais feliz.

São acções como esta que nos diferenciam e tornam únicos!

A Onda Verde: Podemos e devemos fazer mais e melhor

Resolvi fazer um ponto da situação relativamente às médias de assistências dos 3 grandes nas várias competições.

A média, na Liga Portuguesa, foi dividida entre os totais absolutos e os jogos com as equipas ditas pequenas, tanto em casa, como fora.

Faz mais sentido, tendo em conta que nem todos os embates entre os grandes estão realizados e estes inflacionam positivamente as médias.

Comparar as médias dos jogos com os ditos pequenos dá uma perspectiva mais realista da verdadeira militância de cada um dos clubes e parece-me ser essa a bitola de onde devemos partir para melhorar.

Acrescentei também a taxa de ocupação média em todas as categorias pois, sobretudo nos jogos fora, dá uma ideia mais realista devido às diferenças de lotação entre os estádios dos oponentes.

Assistências.png

CONCLUSÕES

LIGA PORTUGUESA (Em casa)

- Não é surpreendente que seja o Benfica a deter uma média de assistências superior às dos rivais. Tem uma massa adepta maior (14 milhões em todo o mundo, não é?) e um estádio de maiores dimensões.
- Curiosamente, a percentagem de ocupação dos estádios, tanto na totalidade dos jogos como apenas nos jogos frente às equipas ditas pequenas, é favorável ao Porto e bastante semelhante entre os três clubes.
- Estamos atrás dos rivais tanto em média de espectadores como em taxa de ocupação e, mesmo que tenhamos menos dois jogos em casa que os rivais e possamos melhorar os nossos números (convém lembrar que, entre os três, o Sporting é o único que ainda não teve jogos grandes em sua casa), parece-me cada vez mais importante apelar à mobilização dos Sportinguistas.

LIGA PORTUGUESA (Fora)

Pelos motivos já enumerados acima, vou centrar-me mais nas taxas de ocupação, devido às discrepâncias na lotação dos estádios onde cada um já jogou.
- Sporting e Benfica apresentam exactamente a mesma taxa de ocupação nos jogos fora (70%) e bem longe da capacidade mobilizadora do Porto (apenas 40%, ressalvando o facto do Porto ainda não se ter deslocado ao estádio de nenhum dos rivais, ao contrário de Sporting e Benfica).
- Excluindo os jogos grandes, voltam a destacar-se Benfica (59%) e Sporting (56%) relativamente ao Porto (40%).

COMPETIÇÕES EUROPEIAS

Aqui vou centrar-me apenas nos jogos em casa.
- O Sporting parece sair prejudicado por jogar uma competição menos apelativa que os rivais. A Liga Europa não tem a capacidade de mobilizar adeptos como a Champions e, depois de mais de 40 mil terem assistido à pré-eliminatória frente ao CSKA, a média decresceu drasticamente.
- O Benfica apresenta a melhor média de espectadores, apenas ligeiramente acima do Porto (que apresenta uma taxa de ocupação superior).

TAÇA DE PORTUGAL

Deixei os dados mais por curiosidade, pois não me parecem relevantes. Os jogos têm impacto muito diferente nos adeptos e, regra geral, são menos apelativos e interessantes.

O que andam eles a fazer?

André Geraldes Belenenses.png

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (24 anos) - Lateral Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

21/12/2015 (Liga NOS) - BELENENSES - Boavista (1-0) André Geraldes voltou à titularidade e o Belém voltou às vitórias...e sem sofrer golos. Foi a única vitória nos últimos 7 jogos e a melhor forma de acabar o ano. Geraldes jogou do lado direito da defesa e, como na maioria das vezes, cumpriu o seu papel. Foi seguro a defender e soube subir amiúde. Importante na 2ª parte, no controlo do adversário nos momentos de maior pressão do mesmo. Mais 90 minutos e uma exibição positiva, como não pode deixar de ser num jogo em que se é defesa e se ganha sem conceder golos.
(Record) Nota 2/5
(A Bola) Nota 5/10
(O Jogo) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 1710

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 12º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça de Portugal / Apurado para a fase de grupos da Taça da Liga

Heldon Rio Ave.png

HELDON (Rio Ave) - 1988-11-14 (27 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (Liga NOS) - Benfica - RIO AVE (3-1) Estava a dar trabalho a André Almeida na esquerda do ataque e complicar as contas à defesa encarnada, mas saiu lesionado perto do intervalo (44'). Muita profundidade dada, bom com a bola no pé e muito bem a combinar com Bressan. Kayembe nunca conseguiu entrar no jogo como o jogador emprestado pelo Sporting.
Os primeiros indícios apontam para uma contratura muscular mas ainda não se sabe ao certo a extensão da lesão.
(Record) Nota 2/5
(A Bola) Nota 4/10
(O Jogo) Nota 5/10
(Mais Futebol) Nota 2/5
Resumo do Jogo

Jogos - 13

Minutos - 910

Golos - 3

Assistências - 2

Classificação - 5º na Liga NOS / Apurado para os quartos-de-final da Taça de Portugal / Apurado para a fase de grupos da Taça da Liga

Miguel Lopes Granada.png

MIGUEL LOPES (Granada) - 1986-12-19 (29 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2018)

17/12/2015 (Taça do Rey) - GRANADA - Leganés (1-0) O treinador do Granada aproveitou o jogo da Taça para devolver ritmo a Miguel Lopes. Ainda que com um adversário de uma divisão inferior, o Granada tinha pela frente a tarefa de dar a volta a um resultado negativo na 1ª mão. Precisava de vencer por 1-0 e assim foi. Miguel Lopes jogou na lateral direita mas as coisas não correram da forma que o treinador idealizara. O nó não se desatava e, aos 65 minutos, quando uma dupla substituição trocou Miguel Lopes e Ibañez por Foulquier (o lateral que tem substituído o português) e Peñaranda (o jovem de 18 anos que acabou por revolucionar o ataque dos da casa) a eliminatória ainda pendia para o Leganés.
El-Arabi lá marcou e o Granada encontrará o Valência nos quartos-de-final da Taça do Rey.
Resumo do Jogo

20/12/2015 (Liga BBVA) - GRANADA - Celta Vigo (0-2) A exibição para a Taça do Rey não terá dado as melhores indicações ao treinador e Miguel Lopes acabou por não sair do banco de suplentes na recepção ao Celta, 4º classificado da Liga espanhola, a apenas 4 pontos dos líderes, Barcelona e Atlético de Madrid.
Resumo do Jogo

Jogos - 12

Minutos - 923

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Liga BBVA / Quartos-de-Final da Taça do Rey

Simeon Slavchev Apollon Limassol.png

SIMEON SLAVCHEV (Apollon Limassol) - 1993-09-25 (22 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (A Kategoria) - APOLLON LIMASSOL - ENP (2-1) Com dois golos bem cedo (algo raro na equipa de Pedro Emanuel), o técnico português pensou em gerir o jogo e, aos 65 minutos, fez entrar Slavchev para o meio campo, também numa tentativa de dar confiança ao búlgaro. O que é certo é que o jogador do Sporting entrou bem e mostrou o seu talento. Impôs o físico e ajudou na transição e organização ofensiva. Mostrou que pode ser mais útil do que tem sido.
Resumo do Jogo

Jogos - 10

Minutos - 418

Golos - 2

Assistências - 0

Classificação - 4º na A Kategoria / Eliminado na 3ª pré-eliminatória da Liga Europa / Apurado para os oitavos-de-final da Taça do Chipre

João Palhinha Moreirense.png

JOÃO PALHINHA (Moreirense) - 1995-07-09 (20 anos) - Médio defensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Nacional (2-0) Depois de não ter jogado em Alvalade, regressou para reclamar o seu lugar no meio-campo do Moreirense. Foi o pêndulo de toda a organização defensiva dos cónegos e filtrou muitas das iniciativas contrárias. Boa exibição e mais 90 minutos nas pernas.
(Record) Nota 3/5
(A Bola) Nota 5/10
(O Jogo) Nota 6/10
(Mais Futebol) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 11

Minutos - 861

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 14º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Apurado para a fase de grupos da Taça da Liga

Iuri Medeiros Moreirense.png

IURI MEDEIROS (Moreirense) - 1994-07-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo/Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (Liga NOS) - MOREIRENSE - Nacional (2-0) Tal como Palhinha, naturalmente, recuperou o seu lugar no onze. O seu pé esquerdo é sinónimo de perigo e desde que Miguel Leal percebeu que é, definitivamente, a direita a sua ala preferida, esse perigo é constante. Iuri é denominador comum em todos os lances de perigo do Moreirense. Assistiu Rafael Martins para o primeiro golo do jogo e a qualidade da sua movimentação ofensiva é notória em todos os lances de ataque. Saiu aos 78 minutos.
(Record) Nota 4/5
(A Bola) Nota 7/10
(O Jogo) Nota 7/10
(Mais Futebol) Nota 4/5
Resumo do Jogo

Jogos - 13

Minutos - 920

Golos - 4

Assistências - 2

Classificação - 14º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Apurado para a fase de grupos da Taça da Liga

Wallyson Nice.png

WALLYSON (Nice) - 1994-02-16 (21 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

18/12/2015 (Ligue 1) - NICE - Montpellier (1-0) Segue a rotatividade no meio-campo de Claude Puel e calhou a Wallyson passar quase todo o jogo sentado no banco. Entrou aos 80 minutos e as poucas vezes que tocou na bola fê-lo com qualidade. Limitou-se a ajudar a gerir a posse de bola e a manter o adversário longe da baliza de Cardinale. Objectivo cumprido e mais três pontos que ajudam a manter a perseguição aos da frente (excepto o PSG, que pode encomendar as faixas). O Mónaco, 2º classificado, está a apenas 3 pontos.
7 passes (85.7% de eficácia) foram o contributo possível para o jogo da equipa.
(WhoScored) Nota 5.91/10
Resumo do jogo

Jogos - 14

Minutos - 776

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 5º na Ligue 1 / Ainda não iniciou participação na Taça de França / Eliminado da Taça da Liga

Luís Ribeiro Recreativo Huelva.png

LUÍS RIBEIRO (Recreativo Huelva) - 1992-04-19 (23 anos) - Guarda-Redes

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

19/12/2015 (2ª División B G4) - RECREATIVO - San Roque (1-1) Luís Ribeiro voltou a ser suplente não utilizado.

Jogos - 3

Minutos - 270

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na 2ª División B G4 / Eliminado da Taça do Rey

Mica Pinto Recreativo Huelva.png

MICA PINTO (Recreativo Huelva) - 1993-06-04 (22 anos) - Defesa Esquerdo

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

19/12/2015 (2ª División B G4) - RECREATIVO - San Roque (1-1) Titular no lado esquerdo da defesa, Mica voltou a cumprir 90 minutos. Excelente na assistência para o golo do Recreativo, após excelente jogada de envolvimento ofensivo. Infelizmente, El Decano acabaria por sofrer e não vencer um derby equilibrado, onde mostrou outra face, relativamente ao descalabro da jornada anterior.
Resumo do Jogo

Jogos - 16

Minutos - 1440

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 13º na 2ª División B G4 / Eliminado da Taça do Rey

Kikas Recreativo Huelva.png

KIKAS (Recreativo Huelva) - 1991-01-12 (24 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

19/12/2015 (2ª División B G4) - RECREATIVO - San Roque (1-1) Kikas não foi convocado.

Jogos - 5

Minutos - 246

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na 2ª División B G4 / Eliminado da Taça do Rey

Rúben Semedo Vitória FC.png

RÚBEN SEMEDO (Vitória FC) - 1994-04-04 (21 anos) - Defesa Central / Médio defensivo

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (Liga NOS) - Tondela - VITÓRIA FC (1-3) Depois da expulsão no jogo da Taça de Portugal, Rúben Semedo cumpriu castigo mas a equipa voltou a vencer.
Resumo do Jogo

Jogos - 16

Minutos - 1365

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 6º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

Chaby - U. Madeira.png

FILIPE CHABY (União da Madeira) - 1994-01-22 (21 anos) - Médio Atacante Centro/Direita

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/12/2015 (Liga NOS) - UNIÃO DA MADEIRA - Sporting CP (1-0) Num jogo de má memória para nós, Sportinguistas, Chaby não integrou a convocatória por não poder actuar contra o clube que o cedeu por empréstimo.
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 98

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Eliminado da Taça de Portugal / Eliminado da Taça da Liga

E assim foi...até ao Natal

Não vou fazer qualquer tipo de análise profunda, até porque se torna demasiado maçador, mas partilho convosco os números de Jorge Jesus e dos seus antecessores até ao Natal.

Nada de falar em estilos de jogo, plantéis ou outros factores passíveis de análise diferente por cada um de nós.

Serão apenas números.

Até ao Natal 1.png

Até ao Natal 2.png

Até ao Natal 3.png

Até ao Natal 4.png

 

(clicar para aumentar)

Por curiosidade, pois vale o que vale, partilho os números nos primeiros 26 jogos (aqueles que já temos realizados nesta época) de cada um, sabendo que foram atingidos em períodos diferentes de tempo.

Primeiros 26.png

 

(clicar para aumentar)

Sportinguista, escolhe o caminho

Este era o momento em que eu fazia um comentário ao jogo, um que, como em tantos outros, dominámos mas em que a bola não entrou.

A bola não entrou e, em dois remates, o adversário marcou. Marcou e ganhou. E nós perdemos pela primeira vez no campeonato.

Agora tu, Sportinguista, tens dois caminhos.

Ou trazes de volta fantasmas do passado, atiras a toalha ao chão e questionas tudo o que de fantástico tem sido feito, ou segues a nossa luta e continuas a apoiar o nosso amor, que tanto nos tem orgulhado.

Tu, que estavas feliz com a liderança, que defendias o Sporting acima de tudo e acossavas os rivais, não podes passar para o outro lado da barricada.

Tu, que acreditavas e vias todos os dias uma equipa comprometida, bem liderada, por um treinador competente e um Presidente sem medo, não podes deixar de acreditar.

Tu, que lá estás sempre, não vais deixar de estar, não vais deixar de apoiar e não vais regatear esforços para ter mais e melhor apoio ao teu lado.

Este é o momento em que se vêm os verdadeiros leões.

Este é o momento em que separamos leões de gatinhos.

Os leões, quero-os no estádio. Aos gatinhos, façam-se leões, porque todos fazem falta.

É tempo de unir esforços, de apoiar, de mostrar quem é do Sporting sempre.

Mostrem que os adeptos das vitórias não vestem de verde-e-branco e muito menos moram em Alvalade.

2016 será o ano do leão e não quero ver-te só na hora de festejar.

Hoje joga o Sporting

Sem qualquer desprezo para com o União da Madeira, não tenho grandes receios para o jogo de hoje.

Ao contrário de muitos, acho que os resultados antagónicos dos jogos anteriores podem ter efeitos contrários.

O resultado animador da União frente ao Benfica e a desolante e revoltante eliminação do Sporting em Braga aumentaram a confiança dos madeirenses e a atenção dos leões.

A União apresentar-se-á menos pressionada, mais confiante e, por isso mesmo, mais propensa a errar.

O Sporting sabe que só apresentando-se no limite amenizará as perdas da eliminação da Taça de Portugal.

No entanto, os estados anímicos em nada alterarão a estratégia das equipas.

Será uma União em bloco baixo, na tentativa de retardar ao máximo o golo do Sporting, afim de arrancar um empate ou surpreender em contra-ataques ou bolas paradas.

O Sporting, terá de levar afinada a estratégia para furar "autocarros".

Não acredito que Scelotto vá para o banco e acho que a sua convocação tem apenas em vista acelerar o seu processo de integração.

Não espero uma equipa muito diferente daquela que vem sendo a habitual e a minha dúvida prende-se apenas com a inclusão ou não de Montero entre os titulares.

Jogue quem jogar, a nossa obrigação é vencer, sabendo que já perdemos dois pontos com uma das equipas que lutam pela manutenção.

Tomara que o nevoeiro se afaste da Choupana e que o placard funcione a nosso favor.

Vamos leões! Força Sporting!

SPOOOOOOOOOOOORTING!

Pág. 1/4

Mais sobre mim

imagem de perfil