Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Troféu Joaquim Agostinho: Nocentini segura a amarela

Dia complicado para o pelotão do Sporting/Tavira. Numa etapa com muitas mexidas no pelotão, os ciclistas leoninos foram obrigados a muito e desgastante trabalho para não deixar fugir a amarela do seu líder.

Rinaldo Nocentini mostrou-se satisfeito com a prestação dos companheiros e revelou-se confiante para a etapa final de amanhã: "Hoje foi difícil controlar a corrida, mas a equipa trabalhou bem. Estou convencido de que a etapa de amanhã será mais fácil de controlar. Só espero que a equipa recupere do esforço de hoje, porque eu sinto-me bem e a meta em alto favorece-me".

 

Seguem as classificações da etapa e geral:

 

ETAPA

1.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), 4h00m56s
2.º António Barbio (Efapel), +00'05''
3.º Sergey Shilov (Lokosphinx), +00'05''
16.º Rinaldo Nocentini (Sporting/Tavira), +00'05''
53.º David de la Fuente (Sporting/Tavira), +05'22''
65.º Jesus Esquerra (Sporting/Tavira), +08'54''
79.º Hugo Sabido (Sporting/Tavira), +14'06''
80.º Mario Gonzalez (Sporting/Tavira), +14'41''
93.º Shaun-Nick Bester (Sporting/Tavira), +24'14''
94.º Júlio Gonçalves (Sporting/Tavira), +24'14''

 

GERAL INDIVIDUAL

1.º Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), 9h11m28s
2.º João Benta (Louletano-Hospital de Loulé), +00'26''
3.º Hernâni Broco (LA Alumínios-Antarte), +00'26''
4.º Raul Alarcón (W52-FC Porto), +00'28''
5.º José de Segóvia (Louletano-Hospital de Loulé), +00'39''
36.º David de la Fuente (Sporting/Tavira), +08'02''
48.º Jesus Esquerra (Sporting/Tavira), +12'42''
67.º Hugo Sabido (Sporting/Tavira), +18'13''
78.º Mario Gonzalez (Sporting/Tavira), +23'12''
87.º Júlio Gonçalves (Sporting/Tavira), +28'34''
88.º Shaun-Nick Bester (Sporting/Tavira), +30'04''

 

Na classificação geral por equipas, o Sporting/Tavira abdicou de fazer um melhor resultado em prol da manutenção da camisola amarela, que poderá dar à equipa a primeira vitória individual desde o seu regresso e logo numa prova tão emblemática, que homenageia o maior símbolo da modalidade e um dos maiores do Sporting Clube de Portugal. Descemos para a 11ª posição da geral.

 

Com a chegada em alto de amanhã, Nocentini poderá, para além da manutenção da tão ambicionada amarela, conquistar a azul da montanha. Na ligação de 147 quilómetros entre Atougia da Baleia e o Parque Eólico da Carvoeira, a meta coincide com uma contagem de montanha de terceira categoria, mas antes de ali chegarem os corredores terão de ultrapassar outras duas subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores.

 

Uma vitória amanhã pode mesmo ser um excelente prenúncio para a Volta a Portugal que se avizinha.

 

Fiquem com o resumo da etapa:

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal