Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Astana 1-3 SPORTING CP: A lei do mais forte

Após uma primeira parte amorfa, onde apenas Rui Patrício se esforçou por não terminar o dia de anos com azia, o Sporting apareceu para o segundo tempo transfigurado para melhor e com uma eficácia que, em dez minutos acabou com as aspirações do Astana no jogo e, provavelmente, na eliminatória.

Ainda assim, os últimos dez minutos do primeiro tempo já haviam sido melhores e o Sporting devia mesmo ter ido para o descanso com o jogo empatado. Após o escândalo que foi o golo anulado a Doumbia no passado fim-de-semana, o costa-marfinense viu outro golo limpo ser-lhe negado, desta vez por fora-de-jogo inexistente.

 

Para o segundo tempo o Sporting entrou mais forte e com o objectivo claro de virar o resultado. Uma excelente jogada de entendimento entre Gelson e Piccini pelo lado direito acabou com um jogador do Astana a cortar com a mão um cruzamento bem medido do italiano. Na conversão do pontapé de penalti, Bruno Fernandes não perdoou.

Dois minutos volvidos e Acuña, que tinha sido um dos piores elementos em campo na primeira parte arranca para uma exibição pujante e de grande qualidade no segundo tempo onde foi, para mim, o melhor elemento em campo. O argentino, sozinho, "partiu a loiça toda" pelo lado esquerdo e serviu Gelson (talvez o MVP da partida) para a reviravolta no resultado. Décimo golo da temporada para o extremo leonino, aos quais junta também dez assistências (dados transfermarkt.pt).

Seguiu-se uma fase de maior pressão dos cazaques, que o Sporting haveria de sacudir cinco minutos depois com um ataque rápido que culminaria com o exorcizar (finalmente!) dos demónios que afastavam Doumbia do golo. Em três tiros certeiros só um contou para o avançado do Sporting, que sai assim do Cazaquistão confiante, quando podia vir completamente desmoralizado (Fredy Montero sabe bem o que é passar por isso). O lance do golo começa numa antecipação de André Pinto, à qual o próprio Doumbia deu seguimento. Acuña haveria de abrir para Bruno Fernandes que, na ala esquerda, fez a 14ª assistência da temporada (à qual junta 11 golos), antes de Doumbia dar o toque final.

 

O que restou do jogo foi mais gestão da parte do Sporting do que outra coisa. Jesus mexeu bem na equipa, trocou Coentrão por Battaglia, baixando Acuña para a lateral e colando Bryan à esquerda, numa alteração que já se torna um clássico deste Sporting 2017/2018.

Depois, Doumbia haveria de dar lugar a Montero que, na primeira vez que toca na bola arranca o segundo amarelo a Logvinenko. O Astana ficou a jogar apenas com dez homens.

Gelson haveria de ter duas boas oportunidades para dilatar a vantagem e, já ao cair do pano e depois de Rúben Ribeiro ter substituído o extremo internacional português, os cazaques haveriam de enviar uma bola ao poste da baliza guardada por Rui Patrício que, assim, teve um bom dia de anos.

 

O Sporting traz para Portugal um bom resultado e uma boa vantagem, que obrigará o Astana a marcar três golos em Alvalade para passar a eliminatória.

Temos tudo nas nossas mãos para nos apurarmos para a fase seguinte, onde os adversários já terão o nosso nível e poderão complicar muito mais a nossa caminhada.

Para já, o Sporting sobe três lugares no ranking da UEFA (é agora 41º) e fica com boas possibilidades de acabar a temporada em 35º, visto que quatro das seis equipas que nos separam dessa posição já não competem nas provas da UEFA, sendo que as que competem (CSKA de Moscovo e Ludogorets) não venceram os jogos da primeira mão da Liga Europa (os búlgaros estão praticamente eliminados após derrota em casa por 0-3, diante do Milan).

Portugal, ao contrário do Sporting, vê as possibilidades de subida no ranking reduzidas a pó, após as eliminações iminentes de Porto e Braga, goleados nos jogos da primeira mão da Champions e da Liga Europa respectivamente. Os russos, ainda com quatro equipas em prova na Liga Europa (três delas com boas possibilidades de passagem aos 1/8 de final) já se distanciaram e poderão acabar a temporada com o sexto lugar bem cimentado, sendo que caberá ao Sporting evitar que o Shakhtar de Paulo Fonseca aproxime a Ucrânia do nosso país.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Foi nesta Liga Europa e na extinta Taça UEFA que o Sporting cimentou o seu estatuto europeu entre os 20/30 melhores clubes.

Apesar de não ser um fã entusiasta da Liga Europa reconheço que é o patamar ideal para cavalgar lugares no ranking, com o objectivo mínimo de ser top 20 na Europa.

Temos alguma tradição nesta competição, onde nos últimos quinze anos marcámos presença numa final, duas meias-finais e três quartos-de-final.

Há duas temporadas que o Sporting não participa numa eliminatória europeia. Estávamos na primeira temporada de Jorge Jesus e, depois de uma fase de grupos em que fomos 2º, à frente do Besiktas e atrás do Lokomotiv de Moscovo, caímos precisamente na fase que hoje integramos frente ao Bayer Leverkusen, com duas derrotas.

 

Hoje o Sporting é 44º no ranking e uma época bem sucedida a nível europeu poderá significar uma recuperação até 10 posições na tabela (mais coisa, menos coisa).

Essa recuperação será essencial para que nos livremos de sorteios adversos, sobretudo na Liga dos Campeões, prova onde temos de cimentar presença na fase de grupos.

 

O histórico europeu recente, nos jogos fora de casa não nos é nada favorável. O Sporting só venceu 18 dos últimos 26 encontros e perdeu 6 dos últimos 8 desafios fora de portas.

O jogo de hoje é importantíssimo para as nossas aspirações à presença nos oitavos-de-final, numa prova que exige uma longa caminhada até ao jogo decisivo, em Lyon.

 

Jesus convocou 21 jogadores, poupou Mathieu ao frio e ao relvado sintético de Astana e afirmou vontade de estar na final, borrando a pintura ao centrar mais uma vez o discurso no "eu", em vez de no "nós", dizendo um par de barbaridades.

Espero que esta vontade de ser bem sucedido na Europa leve o Sporting à tão desejada campanha europeia que dignifique o clube e lhe reponha algum do estatuto entretanto perdido.

 

O Astana apenas venceu um dos três jogos em casa na fase de grupos e será um adversário com pontos de contacto com o Steaua de Bucareste, que defrontámos no playoff da Champions. Uma equipa perigosa fora de casa, fruto da sua competência no ataque rápido e contra-ataque mas completamente ao alcance do Sporting.

Um bom resultado hoje será meio caminho andado para marcar presença na fase seguinte da Liga Europa e até acredito que o possamos alcançar poupando 2/3 jogadores do onze habitual utilizado por Jorge Jesus.

 

Vamos lá recolocar o Sporting no grupo dos melhores da Europa.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Já rola a 44ª Volta ao Algarve

Começa hoje a 44ª Volta ao Algarve, prova importante do calendário nacional, à qual se juntam, como habitualmente, as equipas do World Tour (este ano são treze) e as Continentais (três).

Grandes nomes competirão por terras algarvias, entre os quais Geraint Thomas, Michal Kwiatkowski, Richie Porte e Tony Martin, todos eles ex-vencedores desta prova.

É sabido que as equipas de maior nomeada vêm com o intuito de preparar provas mais importantes mas não se pode negar a sua maior valia, tanto colectiva como individual.

Simon Gerrans, Tejay van Garderen, Arnaud Demare, Davide Cimolai, Philippe Gilbert, Louis Meintjes, Vasil Kiryienka, John Degenkolb, Bauke Mollema e Daniel Martin, entre outros grandes nomes, juntar-se-ão aos portugueses do pelotão internacional (Nuno Matos, Nélson Oliveira, José Gonçalves, Tiago Machado, Rúben Guerreiro, Rafel Reis e Joaquim Silva) e competirão com as equipas nacionais pelo sucesso na prova.

27858113_1940137376015737_1854032904707076731_n.jp

Estes são os escolhidos de Vidal Fitas para atacar uma das provas mais importantes do calendário nacional. Rinaldo Nocentini já mostrou no Gabão que está num bom momento de forma e será escudado por Alejandro Marque, Joni Brandão, David Livramento, Mario González e os reforços Nicola Toffali e Aleksandr Grigorev.

 

A prova é constituída por cinco etapas; duas planas, um contra-relógio individual e duas chegadas em alto (Fóia e Malhão).

Etapa 1.png

Etapa 2.png

Etapa 3.png

Etapa 4.png

Etapa 5.png

O Sporting-Tavira, mais do que alguma responsabilidade acrescida, tem a motivação extra de correr em casa. As terras algarvias são local habitual de treino e até teremos uma chegada em Tavira, cidade onde certamente não nos faltará apoio.

Uma vitória numa etapa já será um bom prémio mas tenho a certeza que os nossos atletas tudo farão para ir mais além.

Boa sorte a todos e que se vejam muitas bandeiras, camisolas e cachecóis verdes-e-brancos na estrada.

SPOOOOOOOOOOOOORTING!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

O que andam eles a fazer?

JEFFERSON (Sp. Braga) - 1988-07-05 (29 anos) - Defesa Esquerdo

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

10/02/2018 (Liga NOS) - SP. BRAGA 3-1 Vitória FC
Jefferson acabou por ser um dos relegados da lista de 21 convocados e também não está na lista de 20 que vai defrontar o Marselha para a Liga Europa.
Resumo do Jogo

Jogos - 27

Minutos - 2460

Golos - 0

Assistências - 7

Classificação - 4º na Liga NOS / Nos 16 avos-de-final da Liga Europa / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

MAMA BALDÉ (Desp. Aves) - 1995-11-06 (22 anos) - Defesa Direito

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Liga NOS) - Belenenses 2-5 DESP. AVES
Mama Baldé foi titular como extremo direito e abriu o marcador numa movimentação à qual terá ajudado a sua formação como ponta-de-lança. Foi um dos melhores jogadores em campo, funcionou como segundo lateral direito sempre que foi necessário e jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 4/5 *MVP
(ABola) Nota 6/10
(OJogo) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(GoalPoint) Nota 6.5/10
(WhoScored) Nota 7.8/10
Resumo do Jogo

Jogos - 9

Minutos - 672

Golos - 1

Assistências - 2

Classificação - 15º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Na 1/2 Final da Taça de Portugal

* * *

RYAN GAULD (Desp. Aves) - 1995-12-16 (21 anos) - Médio Centro / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Liga NOS) - Belenenses 2-5 DESP. AVES
Gauld foi um dos 20 convocados mas acabou por ficar na bancada.
Resumo do Jogo

Jogos - 20

Minutos - 654

Golos - 1

Assistências - 1

Classificação - 15º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Na 1/2 Final da Taça de Portugal

* * *

DOMINGOS DUARTE (Desp. Chaves) - 1995-03-10 (22 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Liga NOS) - DESP. CHAVES 0-4 FC Porto
Domingos Duarte não teve uma tarde feliz. Esteve directamente ligado aos dois primeiros golos do Porto e apesar de ter subido de produção na segunda parte, o pior já estava feito. Perdeu infantilmente a bola no lance do primeiro golo dos portistas e deixou-se antecipar por Soares (com quem teve sempre grandes dificuldades) no 2-0. Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 2/5
(ABola) Nota 4/10
(OJogo) Nota 3/10
(MaisFutebol) Nota 2/5
(GoalPoint) Nota 5.1/10
(WhoScored) Nota 6.23/10
Resumo do Jogo

Jogos - 22

Minutos - 1957

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 7º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

MATHEUS PEREIRA (Desp. Chaves) - 1996-05-05 (21 anos) - Extremo Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Liga NOS) - DESP. CHAVES 0-4 FC Porto
Matheus Pereira regressou ao onze após ter falhado o jogo da Luz e foi o melhor elemento em campo por parte dos flavienses. As suas incursões pela direita foram o mais perigoso que o Chaves apresentou no encontro e podia ter marcado na primeira parte, período no qual assistiu também um colega que se deixou antecipar por Maxi Pereira. Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5
(ABola) Nota 5/10
(OJogo) Nota 7/10
(MaisFutebol) Nota 4/5
(GoalPoint) Nota 4.9/10
(WhoScored) Nota 6.37/10
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 1407

Golos - 3

Assistências - 3

Classificação - 7º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

LEONARDO RUIZ (Boavista) - 1996-04-18 (21 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Liga NOS) - BOAVISTA 1-0 Vitória SC
Leonardo Ruiz foi suplente não utilizado.
Resumo do Jogo

Jogos - 16

Minutos - 779

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 6º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

FRANCISCO GERALDES (Rio Ave) - 1995-04-18 (22 anos) - Médio Centro / Ofensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

10/02/2018 (Liga NOS) - RIO AVE 3-0 Marítimo
Francisco Geraldes foi o apoio mais directo a Guedes e, em constantes trocas com João Novais (mais um golo de livre directo e outra assistência), foi um dos homens mais influentes do jogo do Rio Ave. Como sempre, foi uma delícia ver a forma como geriu os momentos do jogo, sempre com a bola colada ao pé. Esteve perto do golo ao minuto 10 e saiu aos 86 minutos.
(Record) Nota 4/5
(ABola) Nota 6/10
(OJogo) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(GoalPoint) Nota 5.7/10
(WhoScored) Nota 7.07/10
Resumo do Jogo

Jogos - 28

Minutos - 2117

Golos - 3

Assistências - 7

Classificação - 5º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

GELSON DALA (Rio Ave) - 1996-07-13 (21 anos) - Avançado / Ponta de Lança

Contrato (Junho 2019  + 3 épocas opção) Cl. Rescisão 60M€

10/02/2018 (Liga NOS) - RIO AVE 3-0 Marítimo
Gelson Dala falhou o jogo por lesão, situação que se vem mantendo esta semana.
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 31

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 5º na Liga NOS / Eliminado da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

ANDRÉ GERALDES (Belenenses) - 1991-05-02 (26 anos) - Defesa Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Liga NOS) - Belenenses 2-5 DESP. AVES
André Geraldes ficou de fora dos convocados.
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 1537

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na Liga NOS / 2º na fase de grupos da Taça CTT / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

HÉLDON (Vitória SC) - 1988-11-14 (29 anos) - Extremo / Avançado

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Liga NOS) - BOAVISTA 1-0 Vitória SC
Héldon foi titular na extrema direita e não foi por ele que o Vitória saiu a zeros do Bessa. Foi o elemento mais esclarecido da ofensiva vitoriana e procurou, em conjunto com Raphinha, "desbravar" terreno para a baliza axadrezada. Infelizmente faltou-lhe melhor companhia. Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5
(ABola) Nota 5/10
(OJogo) Nota 5/10
(MaisFutebol) Nota 4/5
(GoalPoint) Nota 4.9/10
(WhoScored) Nota 5.97/10
Resumo do Jogo

Jogos - 25

Minutos - 1695

Golos - 6

Assistências - 7

Classificação - 8º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

MATTHEUS OLIVEIRA (Vitória SC) - 1994-07-07 (23 anos) - Médio Ofensivo

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Liga NOS) - BOAVISTA 1-0 Vitória SC
Mattheus não fez um bom jogo. Foi titular no meio-campo mas acabou substituído ao intervalo. A culpa terá sido da falta de agressividade sem bola e do fraco posicionamento, que o levou a ser demasiado faltoso. Talvez tenham mesmo sido as 5 faltas em 45 minutos e o cartão amarelo o principal motivo da substituição.
(Record) Nota 1/5
(ABola) Nota 4/10
(OJogo) Nota 5/10
(MaisFutebol) Nota 2/5
(GoalPoint) Nota 4.4/10
(WhoScored) Nota 6.43/10
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 135

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 8º na Liga NOS / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

WALLYSON MALLMANN (Vitória FC) - 1994-02-16 (23 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

10/02/2018 (Liga NOS) - Sp. Braga 3-1 VITÓRIA FC
Wallyson não fez parte das opções de José Couceiro.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Liga NOS / Finalista da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

PEDRO EMPIS (Académica) - 1997-02-01 (20 anos) - Defesa Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Ledman LigaPro) - Gil Vicente 0-4 ACADÉMICA
Empis foi titular na lateral esquerda e voltou a justificar a aposta, sustentada pelas criticas sempre positivas da exigente massa adepta da Briosa que, regra geral, prefere o jovem leão ao experiente Nélson Pedroso. Empis saiu aos 81 minutos.
(Record) Nota 3/5
Resumo do Jogo

Jogos - 9

Minutos - 513

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 2º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

RICARDO GUIMARÃES "GUIMA" (Académica) - 1995-11-14 (21 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019)

11/02/2018 (Ledman LigaPro) - Gil Vicente 0-4 ACADÉMICA
Guima alinhou de início no meio-campo da Briosa e foi um dos melhores elementos em campo. Abriu o activo com um excelente golo de fora da área, pleno de intencionalidade e foi sempre, tanto a defender como a atacar, um dos elementos em maior destaque. Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 4/5
Resumo do Jogo

Jogos - 25

Minutos - 1747

Golos - 1

Assistências - 2

Classificação - 2º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

FABRICE FOKOBO (Real SC) - 1994-01-25 (23 anos) - Defesa Central / Médio Defensivo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Ledman LigaPro) - Arouca 1-0 REAL SC
Fokobo foi titular como pêndulo defensivo do meio-campo e exibiu-se com grande competência. Eficaz nas tarefas defensivas e simples nos processos ofensivos. Jogou os 90 minutos.
(Record) Nota 3/5

Jogos - 16

Minutos - 1395

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 20º na Ledman LigaPro / Eliminado da Taça da Liga / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

LUÍS ELÓI (Sintrense) - 1996-03-10 (21 anos) - Extremo Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Campeonato de Portugal) - SINTRENSE 3-0 Praiense
Elói foi titular sobre a extrema esquerda e marcou o segundo golo da partida. Foi substituído dez minutos depois, aos 73.
Jogo Completo

Jogos - 17

Minutos - 908

Golos - 2

Assistências - 0

Classificação - 10º na Série D do Campeonato de Portugal / Eliminado do Torneio de Abertura da AFL / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

JEFFERSON ENCADA (Olhanense) - 1998-04-17 (19 anos) - Extremo Esquerdo / Direito

Contrato (Junho 2022)

11/02/2018 (Campeonato de Portugal) - Op. Lagoa 0-1 OLHANENSE
Jefferson foi titular pela quarta vez consecutiva, em outras tantas vitórias do Olhanense, que já se encontra em posição de luta pela subida à Ledman LigaPro. O guineense foi substituído aos 63 minutos e, para meu espanto, reparei que o "fenómeno" Zé Turbo, que "fugiu" do Sporting para o Inter de Milão, se encontra a jogar em Olhão. É o seu quinto clube nas últimas três temporadas.

Jogos - 17

Minutos - 1109

Golos - 4

Assistências - 2

Classificação - 2º na Série E do Campeonato de Portugal / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

BRUNO FERNANDES (AD Oliveirense) - 1997-06-30 (20 anos) - Avançado / Ponta de Lança

Contrato (Junho 2021)

11/02/2018 (Campeonato de Portugal) - Mondinense 2-2 AD OLIVEIRENSE
Bruno Fernandes está lesionado.
Resumo do Jogo

Jogos - 6

Minutos - 346

Golos - 2

Assistências - 0

Classificação - 10º na Série A do Campeonato de Portugal / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

GONÇALO VIEIRA (GDC Montalegre) - 1998-01-31 (19 anos) - Defesa Central

Contrato e Cláusula de Rescisão Descohecidos

11/02/2018 (Campeonato de Portugal) - MONTALEGRE 5-1 Minas Argozelo
Gonçalo Vieira estreou-se, saído do banco aos 73 minutos.
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 17

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 9º na Série A do Campeonato de Portugal / Eliminado da Taça de Portugal

* * *

LUKAS SPALVIS (Kaiserslautern) - 1994-07-27 (22 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2018 + 3 épocas opção) Cl. Rescisão 60M€

09/02/2018 (2. Bundesliga) - KAISERSLAUTERN 3-1 Holstein Kiel
Depois dos dois golos na jornada anterior, Spalvis manteve a titularidade e o Kaiserslautern ganha esperança, com a segunda vitória consecutiva. O lituano foi um dos melhores elementos em campo e, mesmo não tendo concretizado duas boas oportunidades de golo, evidenciou-se com dois passes para ocasião (ambos concluídos sem êxito). Foi substituído aos 87 minutos.
(Kicker 1>6) Nota 2/6 
(WhoScored) Nota 7.79/10

Jogos - 14

Minutos - 729

Golos - 5

Assistências - 0

Classificação - 18º na 2. Bundesliga / Eliminado da DFB Pokal

* * *

CARLOS MANÉ (Stuttgart) - 1994-03-11 (22 anos) - Extremo / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Bundesliga) - STUTTGART 1-0 Borussia Mönchengladbach
Vitória importante, após três jogos sem vencer. Mané tem a época arrumada, após nova lesão.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 14º na Bundesliga / Eliminado da DFB Pokal

* * *

LUC CASTAIGNOS (Vitesse) - 1992-09-27 (24 anos) - Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019 + 2 épocas opção) Cl. Rescisão 60M€

08/02/2018 (Eredivisie) - ADO Den Haag 1-0 VITESSE
Castaignos foi titular mas manteve a forma paupérrima que tem apresentado em toda a temporada. Quatro remates, todos desenquadrados e mais uma derrota. Jogou os 90 minutos.
(WhoScored) Nota 6.17/10
Resumo do Jogo

11/02/2018 (Eredivisie) - VITESSE 3-1 Feyenoord
Castaignos manteve a titularidade, voltou a ser um dos elementos mais discretos em campo mas desta vez o Vitesse foi feliz e bateu o campeão em título. O jogador emprestado pelo Sporting saiu a 10 minutos do final do encontro, sem que tenha feito qualquer remate.
(WhoScored) Nota 6.07/10
Resumo do Jogo

Jogos - 26

Minutos - 880

Golos - 2

Assistências - 1

Classificação - 7º na Eredivisie / Derrotado na Supertaça Holandesa / Eliminado da Liga Europa / Eliminado da Taça da Holanda

* * *

SIMEON SLAVCHEV (Lechia Gdansk) - 1993-09-25 (23 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

10/02/2018 (Ekstraklasa) - LECHIA GDANSK 1-1 Wisla Kraków
Slavchev foi titular no meio-campo, neste que foi o primeiro encontro após a pausa de inverno. Foi substituído aos 87 minutos, após uma exibição razoável, sem ter dado muito nas vistas.
(SportInteria) Nota 3.2/6
(SportTrojmiasto) Nota 2.84/6
Resumo do Jogo

Jogos - 13

Minutos - 1095

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 11º na Ekstraklasa / Eliminado da Taça da Polónia

* * *

IURI MEDEIROS (Genoa) - 1994-07-10 (23 anos) - Extremo / Médio Ofensivo

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 60M€

11/02/2018 (Serie A) - Chievo 0-1 GENOA
Após uns minutos frente à Lazio de Nani, Iuri não saiu do banco de suplentes frente ao Chievo.
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 25

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na Serie A / Eliminado da Taça de Itália

* * *

JONATHAN SILVA (AS Roma) - 1994-06-29 (23 anos) - Defesa Esquerdo

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

11/02/2018 (Serie A) - ROMA 5-2 Benevento
Jonathan não está ainda fisicamente apto.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 4º na Serie A / Nos 1/8 Final da Liga dos Campeões / Eliminado da Taça de Itália

* * *

ALAN RUIZ (Colón) - 1993-08-19 (24 anos) - Médio Ofensivo / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

10/02/2018 (Primera División) - Newell's Old Boys 0-1 COLÓN
Alan foi suplente e somou apenas 13 minutos no encontro. Entrou com vontade mas muito faltoso e sem acerto no passe.
(WhoScored) 6.13/10
Resumo do Jogo

14/02/2018 (Copa Sudamericana) - Zamora FC 0-2 COLÓN
Alan Ruiz entrou para jogar a meia hora final e, com o resultado seguro pela margem mínima, foi muito importante na manutenção da posse de bola e circulação da mesma. Pecou pelo fraco esclarecimento no último terço, onde arriscou vezes de mais o remate de longe mas sofreu a falta que viria a dar origem ao segundo golo, que praticamente arruma com a eliminatória.

Jogos - 3

Minutos - 98

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 12º na Primera División / Na 1ª Eliminatória da Copa Sudamericana

* * *

TOBIAS FIGUEIREDO (Nottingham Forest) - 1994-02-02 (24 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

10/02/2018 (Championship) - NOTTINGHAM FOREST 0-2 Hull City
Tobias não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 16º no Championship / Eliminado da Taça de Inglaterra / Eliminado da Taça da Liga

* * *

LIAM JORDAN (HB Køge) - 1998-07-30 (19 anos) - Médio Ofensivo / Avançado

Contrato (Junho 2021)

Liam Jordan é reforço do 5º classificado da 2ª liga dinamarquesa. A competição só regressa a 4 de março.

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 5º na NordicBet Liga / Eliminado da Taça Dinamarquesa

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

SPORTING CP 2-0 Feirense: VARgonha, no regresso da "nota artística"

O Sporting fez ontem a melhor exibição dos últimos meses e uma das melhores exibições da época, que peca apenas por não ter sido materializada com números a condizer com a qualidade do futebol apresentado.

Sobretudo os primeiros 45 minutos foram jogados de forma intensa, com excelentes jogadas e um Fredy Montero a ligar de forma exímia todo o jogo ofensivo do Sporting.

Há dois motivos que explicam o porquê de, ao intervalo, o jogo não ter ficado praticamente decidido: a equipa de arbitragem e a ineficácia ofensiva dos nossos jogadores, que não concluíram com êxito umas boas seis ou sete oportunidades de golo.

 

Começo já pela polémica, para arrumar o assunto. Manuel Oliveira terá agido de má fé, ao induzir em erro Luís Ferreira no lance do golo anulado a Doumbia. A falta de Bruno Fernandes existe, não foi (erradamente) assinalada mas o Sporting não retira desse lance qualquer tipo de vantagem, sobretudo porque o Feirense ainda teve a bola em sua posse e viu Bryan Ruiz eliminar de forma legal mais um ataque dos "fogaçeiros". Com mais ou menos especialistas a analisar o lance (e foram todos unânimes), com ou sem "protocolo" o lance não tem qualquer discussão e o golo é completamente legal.

Junte-se a isto um lance de grande penalidade por mão na bola, que não foi analisado com a minúcia daquele que, bem, Luís Ferreira corrigiu com acesso às imagens, junto ao terreno de jogo, e temos dois lances mal ajuizados, em prejuízo do Sporting.

Também por este lance fica evidente a declaração de intenções do VAR nomeado para o encontro. Manuel Oliveira e Tiago Leandro foram os principais responsáveis pela vergonha que foi a arbitragem de ontem no José Alvalade, sem que Luís Ferreira seja alheio a tudo o que se passou. O VAR fez questão de aconselhar o árbitro da partida para ir ver à TV dois lances, com o intuito de evitar que o Sporting marcasse golos mas não agiu em concordância num lance em que o devia ter feito, dando ao Sporting uma oportunidade de marcar de grande penalidade.

Felizmente tudo isto não teve interferência na verdade desportiva mas podia ter tido. Não foi para isto que o vídeo-árbitro foi introduzido no futebol e os responsáveis pela sua utilização indevida e incompetente têm de ser punidos.

 

Continuo puxando o lustre a Jorge Jesus. Quem me segue sabe que sou bastante crítico do nosso treinador. Não tenho qualquer problema em lhe apontar o dedo e acho que devia ter feito mais e melhor do que aquilo que fez desde que chegou mas também não me custa nada (e faço-o com gosto) elogiá-lo quando acho que assim deve ser.

Se muita da culpa do péssimo momento de forma e de confiança que atravessa Doumbia é do próprio Jorge Jesus, o mesmo não posso dizer da gestão da utilização mais recente de Fredy Montero e até Bryan Ruiz.

Jesus achou que Bryan era novamente parte da solução e não do problema e viu com bons olhos o regresso de Montero. Sabendo que nenhum dos dois tinha o ritmo de jogo necessário, percebeu que teriam de o ganhar em competição para que o erro que foi Hernán Barcos não se repetisse.

Barcos, tal como Montero e Bryan chegou (em 2016) à equipa sem ritmo e nunca se chegou a perceber se poderia ou não ser parte da solução. Jesus não quis cometer o mesmo erro e, com um calendário apertado, optou (bem, na minha opinião) por acelerar a utilização de Montero e Ruiz, por forma a poder contar verdadeiramente com eles na fase decisiva da temporada.

Mesmo que eu ache que Bryan já não tenha muito a acrescentar (ao contrário de Montero), só posso elogiar a vontade de Jesus em ganhar soluções no plantel, depois de andar há meses a "espremer" os 13/14 jogadores mais utilizados.

O espaço que Rafael Leão parece ganhar com a notícia que dá Podence como inapto até final da temporada poderá acrescentar outro tipo de soluções que só o "sangue" da Academia pode trazer e Doumbia terá de procurar continuar a ganhar a confiança perdida em meses de escassa e incompreensível utilização.

Voltando ao jogo de ontem, foi uma bela noite de futebol, aparte os sustos provocados pela arbitragem.

Volto a realçar a excelente exibição de Montero, a mostrar que um sistema de dois avançados pode ainda ser-nos bastante útil, mesmo que Jesus tenha esta semana afirmado uma certa dependência da equipa em relação a Bas Dost. O jogo de ontem mostrou que isso pode não ser bem assim.

William Carvalho foi também enorme e Gelson Martins voltou a mostrar que há um Sporting com ele em campo e outro completamente diferente (para pior) sem ele.

Rui Patrício, com duas defesas fantásticas, ambas com o jogo empatado a zeros, mostrou que o seu estatuto de lenda se alicerça tanto na quantidade de jogos como na qualidade das suas exibições.

Mathieu e Coates fecham o lote de sinais "mais", pela segurança defensiva mas não só. Do banco vieram sinais positivos; Rafael Leão e Lumor mostraram argumentos para ajudar no que aí vem.

 

Avizinha-se um ciclo de jogos muito importante, com uma eliminatória europeia pelo meio e a exibição de ontem foi, para mim, um bálsamo e uma motivação extra. Há jogadores a necessitar de descanso (como Bruno Fernandes, por exemplo) e outros que podemos potenciar no imediato. Este é o momento certo para mostrar que há vida para além do onze base que Jesus tem utilizado.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

E vão 28

Todo o projecto do desporto adaptado do Sporting Clube de Portugal é impressionante. Somos um Clube que trata os atletas como tal, tenham eles ou não alguma deficiência. Damos a todos eles as melhores condições para praticar as modalidades a que se dedicam, por forma a que evoluam e tragam para o Sporting a tão desejada glória.

 

O título europeu que a equipa de goalball venceu em Malmö, com ainda uma etapa por disputar, não só é um feito inédito para o desporto adaptado português, como é o culminar da dignificação que o Sporting trouxe para o movimento paralímpico no nosso país.

Há um projecto ambicioso, com pés e cabeça e que valoriza o trabalho dos atletas.

 

Em Malmö (Suécia), como já antes tinha acontecido em Rostock (Alemanha) e em Espoo (Finlândia), o Sporting venceu categoricamente e guardará para Lisboa a etapa de consagração, a disputar entre 16 e 18 de março.

Muitos parabéns a todos os jogadores, equipa técnica e directores, por darem ao Sporting o seu 28º título europeu, terceiro desta temporada.

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Portugal é campeão da Europa de futsal

Parabéns à nossa selecção e um "obrigado" especial aos nossos leões, presentes em prova.

João Matos, Pedro Cary, André Sousa e Pany Varela foram preponderantes nesta conquista que, tal como aconteceu no futebol, veio à segunda final, no prolongamento e também sem a grande estrela em campo.

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Sporting nas meias-finais da Champions de ténis de mesa

Deixo-vos os melhores momentos do jogo de ontem, que coloca o Sporting entre as quatro melhores equipas da Europa em ténis de mesa.

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

FC Porto 1-0 SPORTING CP: Em desvantagem ao "intervalo"

Jesus abordou o jogo com a premissa de que não seria ontem que se decidiria a eliminatória. Não deixa de ser verdade mas o Sporting deixou para daqui a dois meses aquilo que podia ter feito ontem, apostando todas as fichas na se segunda mão, em Alvalade.

Alinhando sem William e Bas Dost, regressou Gelson. Do lado dos portistas foram Danilo e Aboubakar os ausentes. Tudo jogadores fundamentais em posições exactamente iguais. Soares justificou a aposta, Doumbia pareceu sempre perdido em campo.

 

Jesus apostou então no conservadorismo de um sistema de três centrais, alinhando com Ristovski e Coentrão nas alas e Gelson próximo de Doumbia. 

Aparte das questões tácticas, que nem me pareceram as mais importantes para marcar diferenças de rendimento entre ambas as equipas emerge um dos pontos fortes do Porto que o Sporting nunca conseguiu equilibrar; os duelos a meio-campo e a reacção à perda da bola. O Porto foi sempre mais agressivo nos duelos, mais incisivo na procura da bola e nunca deixou o Sporting construir sem uma oposição forte.

Ainda assim, não era intenção do Sporting comandar o jogo com bola. A tal abordagem "à italiana" que Jesus tem falado não entusiasma mas poderia até ter sido mais eficaz com outro critério no passe. O Sporting teve várias oportunidades de atacar de forma rápida e o último passe nunca foi o melhor. Os poucos minutos acumulados por Doumbia ao longo da temporada fazem com que pareça um corpo estranho após sete meses decorridos e a capacidade de passe de Bruno Fernandes (muito desgastado) já viu melhores dias.

Gelson, mesmo não decidindo sempre bem foi sempre o mais esclarecido dos elementos da frente e o que mais procurou desestabilizar o último reduto portista.

 

A eliminatória está em aberto mas a série de resultados em que nos encontramos, mesmo com um troféu conquistado pelo meio, não é nada animadora. Ver um onze "espremido" semana após semana não augura nada de bom para um mês intenso de competição.

Urge encontrar soluções e agitar as coisas. Jogar sempre com os mesmo tem efeitos negativos a todos os níveis, nos que jogam (porque se desgastam em demasia e acomodam) e nos que nunca ou raramente são opção (que acabarão por não se sentir parte da solução).

Não vivemos um momento fácil.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Hoje é dia de futebol em dose dupla. 

Às 17 horas os juniores jogam na Áustria a continuidade na Youth League, frente ao Red Bull Salzburg, detentor do troféu e mais tarde, às 20:15 horas, a equipa principal mede forças com o Porto, no Dragão, num jogo a contar para a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal.

 

Tiago Fernandes já escolheu o onze que vai defrontar os austríacos e a novidade é o regresso de Rafael Leão à competição, após várias semanas de ausência, fruto de uma lesão num jogo da equipa B, diante do Benfica.

Luís Maximiano, João Oliveira, Tiago Djaló, João Goulart, Thierry Correia, Daniel Bragança, Bruno Paz, Miguel Luís, Tomás Silva e Elves Baldé farão companhia ao já mencionado Leão.

A eliminatória disputa-se em 90 minutos, com possibilidade de desempate através da marcação de grandes-penalidades.

 

Jesus não abriu o jogo para mais logo e lançou uma convocatória com 24 nomes, onde fica no ar o espectro do regresso de Gelson Martins às opções. O importante é não apressar as coisas, pois vêm aí objectivos muito importantes e tudo o que não precisamos é de uma recaída do extremo da nossa "cantera".

Claro que o jogo de hoje é importante mas nada se decide nestes 90 minutos. É fundamental sair do Porto com a eliminatória em aberto para que depois tenhamos a possibilidade de fechar o apuramento em nossa casa. Não perder é fundamental e só uma goleada fará do Jamor uma miragem. 

Eu acredito numa vitória pela margem mínima.

 

Quanto ao histórico na Taça de Portugal, quase dá empate técnico.

37 jogos, 12 vitórias, 12 empates, 13 derrotas. 50 golos marcados e 53 sofridos.

Foram mais as vezes que fomos eliminados do que as que passámos à eliminatória seguinte (fora as finais, onde há duas vitórias para cada lado) mas o equilíbrio é evidente, com a realização de sete jogos de desempate, quer em eliminatória a uma ou duas mãos ou mesmo em finais.

 

Há depois, também, o factor anímico. O Porto empatou dois dos últimos três jogos e o empate com o Sporting acabou por ditar o afastamento da Taça da Liga. Já o Sporting só venceu um dos últimos cinco jogos, apesar de ter conquistado um troféu pelo meio.

Uma vitória hoje, para qualquer dos lados, dará um ligeiro ascendente psicológico e quebrará uma série de empates entre ambas as equipas nesta temporada.

Vamos lá, leões!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Sporting Clube de Portugal, o rei da corrida no pó

Não houve tempo e continua a faltar-me paciência mas estou a tentar retomar o ritmo...da vida e do blog.

27540826_10215446572025726_4421875136784207656_n.j

No passado fim-de-semana a equipa de atletismo do Sporting alcançou o maior feito do corta-mato nacional ao sagrar-se campeão europeu de clubes em ambos os géneros.

Foi uma estreia para as leoas, que nunca tinham vencido esta prova e o 15º título europeu para os homens, que não venciam desde 1994, o último ano de domínio absoluto do Sporting na especialidade (foram 14 vitórias em 17 edições da prova).

 

O queniano Davis Kiplangat venceu individualmente pelo Sporting e foi o primeiro atleta do Quénia a vencer esta prova no masculino, sucedendo a Domingos Castro como último vencedor leonino (também em 1994).

Domingos Castro é, ainda hoje, o atleta com maior número de vitórias individuais nesta prova, com seis primeiros lugares.

 

A dobradinha do Sporting é também um feito inédito em toda a competição, já que nenhum clube havia antes arrecadado a vitória no mesmo ano em ambos os géneros.

Estas duas vitórias acentuam o domínio de Portugal na prova (22 vitórias nos masculinos e 19 nos femininos), sendo que o Sporting é recordista de vitórias, com 16 triunfos no global, 15 deles nos masculinos, onde domina de forma arrasadora.

 

CLASSIFICAÇÕES FINAIS COLECTIVAS

Seniores Masculinos
1º Sporting CP - 25 pts

Seniores Femininos
1º Sporting CP - 22 pts

Sub-20 Femininos
6º Sporting CP - 60 pts

 

CLASSIFICAÇÕES FINAIS INDIVIDUAIS

Seniores Masculinos
1º Davis Kiplangat - 29'44''
6º Rui Pedro Silva - 30'30''
7º Rui Teixeira - 30'32''
11º Licínio Pimentel - 30'48''
20º Bruno Albuquerque - 31'05''

Seniores Femininos
2º Jéssica Augusto - 20'08''
5º Sara Moreira - 20'19''
7º Inês Monteiro - 20'24''
8º Sviatlana Kudzelich - 20'27''
10º Sara Catarina Ribeiro - 20'31''
12º Carla Salomé Rocha - 20'46''

Sub-20 Femininos
10º Beatriz Rodrigues - 14'30''
20º Laura Taborda - 14'52''
30º Edna Vidigal - 15'24''
32º Sara Duarte - 15'26''
40º Soraia Tavares - 15'50''
43º Mariana Castanheira - 15'58'

Vídeo da prova

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Na falta do "avé", teremos nova AG

É inegável a "obra" de Bruno de Carvalho ao serviço do Sporting. Reequilibrou o Clube financeiramente, colocou-o na disputa dos títulos em todas as modalidades, mandou construir o Pavilhão João Rocha e dotou todas as principais modalidades de plantéis do topo, altamente competitivos.

Outros méritos haverão, uns idênticos, outros menores mas há um, em especial, que deve ser dado ao Presidente do Sporting; a mobilização dos Sportinguistas e a sua dedicação ao Clube.

Foi esta mobilização (no início, com um discurso totalmente agregador) que permitiu ao Sporting aumentar exponencialmente o número de associados e que, por exemplo, fez das últimas eleições as mais participadas de sempre.

Foi também esta mobilização e atenção redobrada dos sócios que fez com que, no passado dia 3, não aparecessem apenas os 144 sócios da AG anterior mas sim cerca de 800, que não se coibiram de mostrar descontentamento face a alguns dos pontos da AG mas sobretudo à forma como decorreu a votação aos mesmos.

Não sei como será no próximo dia 17 mas esta tentativa de ganhar tempo não me agrada. As propostas dos pontos 6 e 7, referentes aos estatutos do Clube e regulamento disciplinar do mesmo são absurdas e reveladoras de absoluto e inadequado totalitarismo, mais ainda após uma vitória esclarecedora nas últimas eleições.

No final de contas, poderá ser um dos méritos de Bruno de Carvalho o seu maior adversário, neste momento em que insite em adoptar um discurso desagregador no seio da nossa família.

O recente ultimato aos associados não faz qualquer sentido e agudiza (a meu ver) a situação de fragilidade do Presidente, que provocou toda esta situação desnecessariamente, num momento em que não havia contestação ou oposição alguma.

Têm a palavra os sócios, que devem marcar presença e votar em consciência.

 

Nota final: Há anos que ouço críticas aos adeptos do Benfica por terem permitido que Luís Filipe Vieira alterasse os estatutos, com a argumentação (válida) de que apenas pretendia perpetuar-se no poder. Vamos lá ver se é só do outro lado que se comem gelados com a testa.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

SPORTING CP 1-0 Vitória SC: O pragmatismo, o cinismo, o horror...!

A vitória do Sporting é mais do que justa. Foram os nossos jogadores os únicos a procurar vencer durante os 90 minutos, enquanto que os comandados de Pedro Martins se limitaram a visar a baliza de Patrício de meia e longa distância, procurando nunca perder a organização defensiva.

Frente a uma equipa bem organizada defensivamente e que, não há que ter problemas em dizê-lo, apostou todas as fichas num empate a zeros, havia mesmo que ser cínico e pragmático.

O Sporting foi-o. Concretizou uma das três ou quatro boas oportunidades que teve mas revelou bastantes dificuldades em baralhar o último reduto vimaranense, que despachou da sua área quase todas as tentativas de desfeitear Douglas.

Acabou por ser num dos 39 cruzamentos para a área, aproveitado por Mathieu, que o Sporting marcou o golo da vitória. Um estilo de jogo demasiado previsível e fácil de anular pela defensiva do Vitória na maior parte do tempo, sobretudo porque abusámos desta abordagem e variámos pouco a nossa estratégia ofensiva.

Acuña e Bruno Fernandes cruzaram 14 vezes cada, sendo que apenas 6 desses cruzamentos encontraram um jogador do Sporting, nem sempre servido nas melhores condições.

 

A entrada de Fredy Montero ao intervalo (para o lugar de Rúben Ribeiro) e de Doumbia no início do segundo tempo (para o lugar de Bas Dost, magoado) foram fundamentais para encostar o Vitória às cordas. 

O Sporting obrigou a última linha dos forasteiros a recuar e a encostar mais à sua área e a pressão foi-se acentuando com o passar do tempo.

William, Bruno Fernandes e Acuña, mesmo que nem sempre decidindo bem, tiveram muito mais espaço para investir em missões ofensivas, enquanto que o posicionamento dos dois avançados passou a baralhar muito mais a dupla de centrais vimaranense.

Acaba por ser num lance de bola parada, marcado à maneira curta, que o Sporting resolveu o jogo. Coentrão, William e Marcos Acuña criaram uma sociedade à esquerda, que terminou com um cruzamento certeiro do argentino para uma finalização difícil e certeira de Mathieu.

Um grande golo, num gesto técnico perfeito, em situação difícil. O francês teve de reagir num curto espaço de tempo e, embora estivesse sozinho, foi obrigado a calcular queCoates não chegaria à bola e esta lhe chegaria "redondinha". Grande golo!

Desta vez Jesus mexeu bem na equipa e a saída precoce de Bas Dost acabou até por beneficiar o envolvimento ofensivo, menos centrado em jogadas terminadas num passe para o holandês.

A entrada de Bruno César trouxe outra acutilância e os elogios de Jesus no final, embora justos, são algo exagerados. O nosso "pau para toda a obra" é claramente um dos "protegidos" de JJ, que teima em fazer publicamente distinção entre os que comanda.

No final do jogo, foi ver Jesus novamente a borrar a pintura, desmoralizando completamente Lumor, reforço de última hora, colocando em causa a sua qualidade e utilidade para o grupo, mesmo depois do Sporting ter pago 2.5 milhões por apenas metade do passe do ganês.

 

Mathieu foi, sem margem para dúvida, o homem do jogo. Marcou o golo e foi sempre garantia de segurança. Mas há mais para além disto; o francês entende como poucos os momentos do jogo, assume-se, não se esconde e, com essa atitude proactiva, contagia os colegas e os adeptos. Um verdadeiro líder e um jogador de classe mundial.

Um pouco como Mathieu, Fábio Coentrão faz valer em campo a sua experiência. Dá confiança, segurança e é um galvanizador constante da equipa e das "bancadas". Ontem fartou-se de puxar pelo público como quem diz: "confiem em nós".

Marcos Acuña não fez um bom jogo mas sobressaiu nos momentos de decisão. Esteve muito bem nos 10 minutos finais, onde acabou por ser determinante.

Também gostei de William Carvalho, numa versão ofensivamente mais agressiva, confiando quase todas as despesas defensivas do jogo em Battaglia. Assumiu-se quase sempre e foi muito importante, sobretudo na segunda parte.

Toda a linha defensiva esteve impecável (Patrício incluído) e apenas os homens da frente revelaram algumas dificuldades. Bruno Fernandes esteve muito apagado, Rúben Ribeiro pouco se viu e mesmo Montero e Doumbia foram mais perigosos pelos posicionamentos que adoptaram do que pelo que fizeram com bola.

 

Impossível não elogiar a segurança e capacidade defensiva revelada nos jogos em casa onde, finalmente, o Sporting parece estar a construir uma fortaleza. São apenas 4 golos sofridos em 15 jogos caseiros nas competições nacionais. Apesar disso, faltou por vezes poder de fogo para evitar, pelo menos, os 2 empates caseiros na Liga NOS.

 

Volto a Jorge Jesus para lhe pedir que respeite os Sportinguistas, que estão mais do que habituados a murros nos estômago. Esta abordagem "à italiana", sem bagagem de títulos (dos importantes) só contribui para que sejamos assolados por fantasmas do passado (longínquo e também recente, já sob a sua orientação). Uma coisa é confiar na equipa, outra é confiar na sorte e muitos são os jogos onde nos colocámos à mercê dos adversários, sejam eles mais ou menos poderosos.

"Mister", respeite os adeptos que amam e fazem tudo pelo Sporting recebendo há anos consecutivos uma mão cheia de nada da parte das nossas equipas de futebol.

A mentalidade de campeão cultiva-se em jogadores e adeptos com títulos e ainda estamos todos a trilhar esse caminho.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Dia de testar a fibra deste grupo de trabalho, de ver se contratámos mesmo jogadores com a tal mentalidade de campeão.

Um grupo de campeões não perderá nunca uma oportunidade de ouro para vencer numa semana em que ambos os rivais escorregaram.

Um grupo de campeões não vacilará e, com maior ou menor dificuldade, ultrapassará o Vitória Sport Clube e reafirmará a sua candidatura ao título de campeão nacional.

 

Jesus, como líder desse grupo, deve encarar o jogo sem inventar e sem ter medo. São duas das coisas que o nosso treinador tende a fazer em jogos de elevada pressão e que não podem passar-se hoje.

O previsível é que aposte nos do costume, revelando algum conservadorismo, pouco compreensivo quando tem um plantel bem apetrechado com qualidade e soluções em quase todas as posições.

Hoje é o dia de apostar nos que estão melhor, em vez daqueles que, na sua cabeça, são os melhores. Nem sempre apostar nos melhores, nos que melhor compreendem as suas ideias, nos aproximará do sucesso.

Há que gerir bem os recursos à disposição e aproveitar o melhor de cada um em cada momento, não esgotando nem desperdiçando esses mesmos recursos.

Mais do que ser criativo na procura de soluções para os problemas (que os temos), há que ser objectivo.

 

Hoje é dia de ser líder, de afirmar que queremos o primeiro lugar e fazer por merecê-lo.

Os adeptos, que certamente não faltarão à chamada, merecem essa resposta.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Campeões de inverno, o caraças!

O título é homenagem a umas das piores hashtag de que me lembro.

Não há campeões no inverno e se isso se associar ao Sporting vai sempre parecer que é gozo.

O Sporting venceu ontem a Taça da Liga, uma competição que a poucos adeptos deverá interessar e que significa apenas uma pequena (mínima) conquista.

 

Não há nada a festejar!

Muito menos quando pouco se jogou e se ganhou uma competição nos penaltis e após quatro empates em cinco jogos, onde apenas ganhámos à única equipa da segunda liga de defrontámos.

Esta é uma conquista que os jogadores fizeram bem em saborear mas que devem já chutar para trás das costas, como eu fiz. Assim que o William converteu (aleluia!) o penalti, desliguei a televisão e fui fazer a minha vida.

 

Não há nada a festejar! É só a taça da liga! A taça Lucílio, da carica e do dolo sem intenção!

Parabéns à rapaziada e foco no Vitória Sport Clube, que virá a Alvalade comer a relva, na próxima quarta-feira.

 

O verdadeiro campeão só se conhece quase a chegar ao verão!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Há exactamente dez épocas atrás, estávamos prestes a iniciar o período que nos levou ao limite de pedir uma Assembleia Geral extraordinária para pedir a demissão de um Presidente.

Na época 2008/2009, a última que Paulo Bento completou como técnico da equipa principal, o Sporting ganharia o seu último título da "era pré-Bruno de Carvalho"; uma Supertaça (frente ao Porto, com um bis de Yannick Djaló). Hoje a realidade do Clube nada tem a ver com a daquele tempo mas, enquanto treinador, Paulo Bento havia dado ao Sporting alguma estabilidade e uns quantos títulos.

Hoje o Sporting vive o único momento de estabilidade após esse tempo, com um treinador na sua terceira época e uma saúde (a todos os níveis) invejável. No entanto, a exigência que hoje existe (e ainda bem), alicerçada num investimento sem precedentes (sustentado pelos melhores exercícios financeiros da história da SAD) em nada se compara com a daquele tempo, onde o Sporting fazia o que podia com metade do investimento dos rivais, aproveitando o que de melhor a formação nos dava.

Por esta altura, em 2009/2010, Bento já havia sido substituído interinamente por Leonel Pontes, que haveria de dar lugar a Carlos Carvalhal. Jorge Jesus era treinador do Benfica e o Sporting acabaria em 4º lugar, a quase 30 pontos da equipa treinada na altura pelo nosso actual treinador.

Hoje, após uma Taça de Portugal e uma Supertaça (os únicos títulos ganhos após Paulo Bento, que nos ajudou a vencer duas de cada), teremos a possibilidade de regressar aos títulos e reclamar para nós o estatuto de Clube vencedor que já ostentámos no passado.

 

Esta Taça da Liga, que há quase 10 anos atrás teve na primeira final os dois intervenientes da edição deste ano, não servirá para corrigir o passado mas pode servir para desenhar um novo futuro. Um futuro em que a Liga (e esta competição em específico) nos respeite e em que os adversários nos temam como há muito não temem.

Começaremos por devolver ao sadinos essa final perdida de há dez anos, iniciando um ciclo que se quer vencedor da única equipa nacional que se mantém com possibilidades de sucesso em todas as competições.

Iniciemos então um período de dez temporadas onde as duas Supertaças e a Taça de Portugal ganhas nos dez anos anteriores pareçam o ridículo que foram para a grandiosidade do Sporting, que se quer glorioso, tal como no lema.

 

Esforço, dedicação, devoção... Nada disso faltou no jogo da meia-final, nada disso pode faltar hoje.

Se cada jogador personificar em campo o lema do Clube, o Vitória FC não conseguirá fazer frente ao nosso poderio e qualidade.

 

Porque é um objectivo assumido pelo Clube, porque pode motivar e mobilizar o grupo a ganhar mais, esta eventual conquista é importante.

Para mim e para muitos dos nossos adeptos, é e continuará a ser apenas a Taça da Liga, a competição menos importante do calendário competitivo nacional.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Nem tanto pela competição em si mas pelo boost motivacional que pode dar para o que aí vem, o jogo de hoje é de extrema importância. Uma vitória quebrará a invencibilidade do rival e esvaziará um balão que se tem mantido cheio, voltando a dar a Jesus alguma "aura" nos embates com os rivais, que tão necessária poderá ser no desfecho desta época.

Pouco mais que isto consigo concluir de momento. Só espero que, no final do dia, tenha mais do que motivos para sorrir.

 

A lista de convocados acaba de ser conhecida:

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resultados do fim-de-semana (com vídeos)

FUTEBOL

SENIORES

LIGA NOS | Vitória FC 1-1 SPORTING CP / 2º Lugar (-1 ponto / +1 jogo) / Resumo do Jogo
LIGA DOS CAMPEÕES | Eliminado / 3º Lugar (-4 pontos)
LIGA EUROPA | Nos 16 avos-de-final
TAÇA DE PORTUGAL | Na meia-final
TAÇA DA LIGA | Na final-four

EQUIPA B

LEDMAN LIGAPRO | Ac. Viseu 1-1 SPORTING CP / 13º Lugar (-15 pontos) / Resumo do Jogo

JUNIORES (Sub-19)

CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) | Real SC 1-2 SPORTING CP / 2º Lugar (-3 pontos)
YOUTH LEAGUE (Fase de Grupos) |
 2º Lugar (-7 pontos) / Apurado para o playoff

JUVENIS (Sub-17)

CAMPEONATO NACIONAL (2ª Fase) | SPORTING CP 1-3 Benfica / 2º Lugar (-3 pontos) / Resumo do Jogo
CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) |
 2º Lugar (-1 ponto)
DIVISÃO HONRA AFL (Equipa B) | Linda-a-Velha 1-5 SPORTING CP / 2º lugar (-1 ponto)

INICIADOS (Sub-15)

CAMPEONATO NACIONAL (2ª Fase) | SPORTING CP 3-0 Vitória FC / 2º Lugar (= pontos / +1 jogo)
CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+1 ponto)
DIVISÃO HONRA AFL (Equipa B) | SPORTING CP 2-1 Vilafranquense / 3º Lugar (-2 pontos)
1ª DIVISÃO AFL (Equipa C) | SPORTING CP 2-2 Algés / 4º Lugar (-6 pontos)
1ª DIVISÃO AFL (Sub-14) | 1º Dezembro 0-10 SPORTING CP / 1º Lugar (+7 pontos)

INFANTIS (Sub-13)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | Reguengo 1-0 SPORTING CP / 1º Lugar (+4 pontos)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | SPORTING CP 1-1 Benfica / 1º Lugar (+1 pontos)

INFANTIS (Sub-12)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | Camarate 0-5 SPORTING CP / 1º Lugar (+5 pontos)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | 1º Lugar (+4 pontos)

BENJAMINS (Sub-11)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | SPORTING CP ? Col. S. João Brito / 2º lugar (-9 pontos / -2 jogos)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | Bobadelense 2-8 SPORTING CP / 2º Lugar (= pontos) 

ESCOLAS (Sub-10)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | SPORTING CP 2-0 Belenenses D / 2º lugar (= pontos / +1 jogo)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | EF Belém 0-7 SPORTING CP / 2º Lugar (-5 pontos) 

 

FUTEBOL FEMININO

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL ALLIANZ | 1º Lugar (+5 pontos)
LIGA DOS CAMPEÕES | 2º na fase de grupos (-3 pontos) Eliminado
SUPERTAÇA | SPORTING CP 3-1 Sp. Braga / VENCEDOR

JUNIORES (Sub-19)

CAMPEONATO NACIONAL | 1º Lugar (= pontos / -1 jogo)

JUVENIS (Sub-17)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL | Ponte de Frielas 0-5 SPORTING CP / (+4 pontos / -2 jogos)

INFANTIS (Sub-13)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (vs Masculinos) | Ol. Moscavide 2-7 SPORTING CP / 9º Lugar (-23 pontos)

 

FUTSAL

SENIORES

LIGA SPORTZONE | 1º Lugar (+6 pontos)
UEFA FUTSAL CUP (Elite Round) | 1º Lugar (+3 pontos) Apurado para a Final-Four
UEFA FUTSAL CUP (Main Round) | 1º Lugar (+3 pontos)
TAÇA DA LIGA | (Final) SPORTING CP 2-5 Benfica

SUPERTAÇA | SPORTING CP 3-2 Benfica / VENCEDOR
TAÇA DE HONRA AFL | (Final) SPORTING CP 2-1 Benfica / VENCEDOR

JUNIORES (SUB-20)

CAMPEONATO NACIONAL | São Brás 2-4 SPORTING CP / 2º Lugar (-3 pontos) Apurado para a fase final
TORNEIO AFL | (Meia-Final) Benfica 4-1 SPORTING CP / Eliminado

JUVENIS (Sub-17)

CAMPEONATO NACIONAL | SPORTING CP 16-5 São João / 1º Lugar (+9 pontos) Apurado para a fase final

INICIADOS (Sub-15)

DIVISÃO HONRA AFL (Apuramento Campeão) | Futsal Oeiras 0-7 SPORTING CP / 1º Lugar (+3 pontos)
DIVISÃO HONRA AFL (1ª Fase) |
 1º Lugar (= pontos)
1ª DIVISÃO AFL (Equipa B) | Os Vinhais 1-6 SPORTING CP / 1º Lugar (+8 pontos)

INFANTIS (Sub-13)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | SPORTING CP 11-1 Fonsecas e Calçada / 1º Lugar (+3 pontos)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | SPORTING CP 21-0 São Brás B / 1º Lugar (= pontos) 

BENJAMINS (Sub-11)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa A) | SPORTING CP 13-0 Portela / 1º Lugar (+7 pontos)
CAMPEONATO DISTRITAL AFL (Equipa B) | Juv. Horta Nova 0-8 SPORTING CP / 2º Lugar (-1 ponto) 

 

FUTSAL FEMININO

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL | Arneiros 2-3 SPORTING CP / 2º Lugar (-6 pontos) Apurado para a fase final
TAÇA DE HONRA AFL | (Final) Benfica 2-1 SPORTING CP

JUNIORES (SUB-19)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL | Leões P. Salvo 0-4 SPORTING CP / 1º Lugar (+1 ponto) Apurado para o playoff

JUVENIS (Sub-17)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL | SPORTING CP 26-0 Santa Iria / 2º Lugar (-5 pontos)

INICIADOS (Sub-15)

CAMPEONATO DISTRITAL AFL | ES Ramada 1-8 SPORTING CP / 1º Lugar (+3 pontos) / CAMPEÃO DISTRITAL

 

ANDEBOL

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL ANDEBOL 1 | 1º Lugar (+2 pontos)
TAÇA DE PORTUGAL | Apurado para os 1/8 de final
LIGA DOS CAMPEÕES | 4º Lugar (-7 pontos)
SUPERTAÇA | ABC 26-21 SPORTING CP

JUNIORES (SUB-20)

CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO | SPORTING CP 28-28 Estarreja / 3º Lugar (-7 pontos)

JUVENIS (Sub-17)

EQUIPA A
CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO |
 SPORTING CP 40-20 Juve Lis / 1º Lugar (+2 pontos)
EQUIPA B
CAMPEONATO NACIONAL 2ª DIVISÃO (2ª Fase - Grupo I) | CDE Camões 19-23 SPORTING CP / 2º Lugar (-3 pontos)
CAMPEONATO NACIONAL 2ª DIVISÃO (1ª Fase) | 2º Lugar (= pontos)

INICIADOS (Sub-15)

EQUIPA A
CAMPEONATO NACIONAL (3ª Fase - Grupo I) |
 Benfica 28-31 SPORTING CP / 1º Lugar (+6 pontos / +1 jogo)
CAMPEONATO NACIONAL (2ª Fase - Grupo I) |
 1º Lugar (+2 pontos)
CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+2 pontos)
EQUIPA B
CAMPEONATO NACIONAL (3ª Fase - Grupo III) |
 UJ Alverca 15-52 SPORTING CP / 1º Lugar (+1 pontos)
CAMPEONATO NACIONAL (2ª Fase - Grupo II) | Col. S. João Brito 29-39 SPORTING CP / 1º Lugar (+1 ponto)
CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) |
 3º Lugar (-4 pontos)

INFANTIS (Sub-13)

EQUIPA A
TORNEIO ABERTURA AAL (3ª Fase - Grupo I) |
 1º Lugar (= pontos)
TORNEIO ABERTURA AAL (2ª Fase - Série C) | 1º Lugar (+2 pontos)
TORNEIO ABERTURA AAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+2 pontos)
EQUIPA B
TORNEIO ABERTURA AAL (3ª Fase - Grupo III) |
 SPORTING CP 31-23 CDE Camões / 2º Lugar (-1 ponto)
TORNEIO ABERTURA AAL (2ª Fase - Série B) | 5º Lugar (-8 pontos)
TORNEIO ABERTURA AAL (1ª Fase) | 4º Lugar (-6 pontos)

MINIS (Sub-11)

MINIS 7
TORNEIO ABERTURA AAL |
 SPORTING CP 27-8 Benavente / 2º Lugar (-3 pontos / -1 jogo)
MINIS 5
ENCONTROS INVERNO 3 |
 1º Lugar
ENCONTROS OUTONO 6 | 2º Lugar
ENCONTROS OUTONO 4 | 1º Lugar

 

ANDEBOL EM CADEIRA DE RODAS

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL ACR6 | SPORTING CP / CP MESSINES / AMAL 18-2 CNS/UDI-Setúbal / 1º Lugar (+2 pontos)
CAMPEONATO NACIONAL ACR4 | SPORTING CP / CP MESSINES / AMAL 2-1 CNS/UDI-Setúbal / 1º Lugar (+2 pontos)

 

HÓQUEI EM PATINS

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO | SPORTING CP 9-1 Oliveirense / 2º Lugar (-1 ponto)
LIGA EUROPEIA |
 2º Lugar (-3 pontos)

EQUIPA B

CAMPEONATO NACIONAL 2ª DIVISÃO | SC Marinhense 5-2 SPORTING CP / 11º Lugar (-13 pontos)

JUNIORES (SUB-20)

CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | 2º Lugar (-3 pontos / +1 jogo)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 2º Lugar (-4 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+6 pontos)

JUVENIS (Sub-17)

CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | SPORTING CP 5-3 A Stuart HCM / 2º Lugar (-3 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 1º Lugar (+2 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+3 pontos)

INICIADOS (Sub-15)

CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | Paço de Arcos 1-1 SPORTING CP / 3º Lugar (-11 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 2º Lugar (-6 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+9 pontos)

INFANTIS (Sub-13)

CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | AE Física 4-0 SPORTING CP / 4º Lugar (-12 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 2º Lugar (-3 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 1º Lugar (+6 pontos)

 

VOLEIBOL

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO | Vitória SC 0-3 SPORTING CP / 19-25 | 18-25 | 15-25 (1º Lugar (+1 ponto / -1 jogo)

SENIORES FEMININOS

CAMPEONATO NACIONAL 3ª DIVISÃO | Col. S. João Brito 0-3 SPORTING CP / 13-25| 14-25| 19-25 (1º Lugar (+4 pontos)
TAÇA DE PORTUGAL | Eliminados na 2ª Eliminatória

 

TÉNIS DE MESA

SENIORES

TAÇA DE PORTUGAL
1/8 Final | SPORTING CP 3-0 CD 1º Maio
1/4 Final |
 SPORTING CP 3-0 Guilhabreu
1/2 Final | 
SPORTING CP 3-0 São Roque
    Final   |
Ponta do Pargo 0-3 SPORTING CP VENCEDOR
CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO 
 | SPORTING CP 4-1 São Roque / 1º Lugar (+7 pontos / -1 jogo)
LIGA DOS CAMPEÕES | 2º Lugar (-2 pontos) Apurados para os 1/4 Final
SUPERTAÇA | SPORTING CP 3-0 São Cosme VENCEDOR

EQUIPA B

CAMPEONATO NACIONAL 2ª DIVISÃO | 2º Lugar (-7 pontos / -1 jogo)

SENIORES FEMININOS

TAÇA DE PORTUGAL
1/8 Final |
 SPORTING CP 3-0 Câmara Lisboa Clube
1/4 Final |
 SPORTING CP 0-3 CTM Mirandela / Eliminados
CAMPEONATO NACIONAL 2ª DIVISÃO |
 6º Lugar (-13 pontos / -2 jogos)

INICIADOS

SPORTING VICE-CAMPEÃO DISTRITAL

ADAPTADO

JOÃO SOLDADO VENCEDOR DO TORNEIO DE VILA NOVA DE GAIA

 

POLO AQUÁTICO

SENIORES

CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO | 4º Lugar (-14 pontos)

SUB-18

CAMPEONATO REGIONAL | SPORTING CP 4-5 CN Amadora

SUB-14 MISTOS

CAMPEONATO REGIONAL | SPORTING CP 16-6 Cascais WP

 

RUGBY

SENIORES FEMININOS

CAMPEONATO NACIONAL TENS | 2º Lugar (-5 pontos)

SUB-18 MASCULINOS

CAMPEONATO REGIONAL | Direito B 12-17 SPORTING CP / BELAS / 5º Lugar

SUB-16 MASCULINOS

CAMPEONATO REGIONAL | Direito B 17-40 SPORTING CP / BELAS / 4º Lugar

 

GOALBALL

SENIORES

EQUIPA A

CAMPEONATO NACIONAL | 1º Lugar (= pontos)
TAÇA DE PORTUGAL | Apurado para a 2ª Eliminatória

EQUIPA B

CAMPEONATO NACIONAL | 2º Lugar (= pontos)
TAÇA DE PORTUGAL | Apurado para a 2ª Eliminatória


SUPER EUROPEAN LEAGUE | 1º Lugar (+12 pontos)

 

BASQUETEBOL

SUB-16

EQUIPA A
CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) |
 NB Queluz 55-65 SPORTING / 2º Lugar (-1 ponto) Apurado para a final-four
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) | 4º Lugar (-2 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) | 1º Lugar (= pontos)

EQUIPA B
CAMPEONATO REGIONAL (Equipa B - 2ª Fase) |
 Belenenses 48-79 SPORTING CP / 4º Lugar (-3 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (Equipa B - 2ª Fase) |
 / 2º Lugar (= pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (Equipa B - 1ª Fase) | 1º Lugar (+1 ponto)

SUB-14

EQUIPA A
CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) |
Benfica 44-88 SPORTING CP / 5º Lugar (-2 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) | 2º Lugar (-1 ponto)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 5º Lugar (-4 pontos)
EQUIPA B
CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | SPORTING CP 24-74 SIMECQ / 5º Lugar (-3 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) | 2º Lugar (-1 ponto)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) | 2º Lugar (-1 ponto)

SUB-13

CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) | NB Queluz 26-26 SPORTING CP
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 3º Lugar (-3 pontos)

 

BASQUETEBOL FEMININO

SUB-16

EQUIPA A
CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) |
 SPORTING CP 79-27 AE Física / 1º Lugar (+1 ponto) Na fase de apuramento nacional
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 5º Lugar (-4 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) | 1º Lugar (+1 pontos)

EQUIPA B
CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) |
 SPORTING CP 73-33 Lobos da Malveira / 1º Lugar (+1 ponto)

SUB-14

CAMPEONATO REGIONAL (3ª Fase) | SPORTING CP 50-38 Lobos da Malveira / 1º Lugar (+3 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (2ª Fase) |
 5º Lugar (-4 pontos)
CAMPEONATO REGIONAL (1ª Fase) |
 3º Lugar (-4 pontos)

 

BASQUETEBOL EM CADEIRA DE RODAS

CAMPEONATO NACIONAL (1ª Fase) | SPORTING CP 82-18 GDR A Joanita / 2º Lugar (-6 pontos / -2 jogos)

 

BILHAR

CARAMBOLA

EQUIPA A - CAMP. NACIONAL DA 1ª DIVISÃO | Dragões de Lisboa ? SPORTING CP / 2º Lugar (-2 pontos)

EQUIPA B - CAMP. NACIONAL DA 1ª DIVISÃO | SPORTING CP 1.5-2.5 Ginásio do Sul / 6º Lugar (-6 pontos)

EQUIPA C - CAMP. NACIONAL DA 2ª DIVISÃO | Real SC B 2-2 SPORTING CP / 2º Lugar (-3 pontos)

EQUIPA D - CAMP. NACIONAL DA 3ª DIVISÃO | SPORTING CP 2-2 U. Leiria / 4º Lugar (-3 pontos)

 

POOL PORTUGUÊS

EQUIPA A - CAMP. NACIONAL DA 1ª DIVISÃO | Inferno da Bica 9-1 SPORTING CP / 1º Lugar (+9 pontos)

EQUIPA B - CAMP. NACIONAL DA 2ª DIVISÃO | SPORTING CP 9-6 JOMA / 3º Lugar (-5 pontos)

 

ATLETISMO

CAMPEONATO NACIONAL (ESTRADA) / Prova Completa / Resumo / Resultados Completos

MASCULINO (SPORTING CP CAMPEÃO NACIONAL)

2º Lugar - RUI PEDRO SILVA (29'43'')
4º Lugar- BRUNO ALBUQUERQUE (29'56'')
5º Lugar - LICÍNIO PIMENTEL (29'57'')
6º Lugar - (ALBERTO PAULO (29'58'')

FEMININO (SPORTING CP CAMPEÃO NACIONAL)

1º Lugar - INÊS MONTEIRO (33'37'')
2º Lugar - SARA MOREIRA (34'08'')
4º Lugar - SUSANA GODINHO (34'40'')
13º Lugar - SOLANGE JESUS (36'13'')

CAMPEONATO NACIONAL PISTA COBERTA (JUVENIS) / Resultados Completos

MASCULINO (SPORTING CP VICE-CAMPEÃO NACIONAL)

4x200m | 2º Lugar - SPORTING CP (Jorge Lemos / Francisco França / Manuel Ramos / Francisco Botelho (1'39,93'')
3000m |
 3º Lugar - PEDRO SALDANHA (8'57,29'')
Lanç. peso (5kg) | 3º Lugar - TOMÁS RODRIGUES (13,22m)

FEMININO (SPORTING CP CAMPEÃO NACIONAL)

4x200m | 1º Lugar - SPORTING CP (Leonor Sarmento / Catarina Figueiredo / Inês Rebelo / Ana Oliveira (1'50,96'')
3000m marcha |
 1º Lugar - CATARINA SANTOS (15'06,33'') RECORDE PESSOAL
Pentatlo | 1º Lugar - MARIANA BENTO (3458pts)
               | 2º Lugar - CARLA RODRIGUES (3324pts)

 

NATAÇÃO

MASTERS DE INVERNO (SÓ PÓDIOS) / Resultados Completos

MASCULINOS

100m Livres (A) | 3º Lugar - MÁRIO BONANÇA (54,82'')
200m Costas (G) |
1º Lugar - PAULO PAULA CARVALHO (2'34,23'')
50m Mariposa (G) |
 1º Lugar - PAULO PAULA CARVALHO (30,18'')
200m Mariposa (G) | 1º Lugar - PAULO PAULA CARVALHO (2'27,46'')

 

ATLETISMO

CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-20 EM PISTA COBERTA (SÓ PÓDIOS) / Resultados Completos

MASCULINOS (2º Lugar Colectivo)

60m | 3º Lugar - DORLAN KELETELA (6,97'')
400m | 2º Lugar - ANTÓNIO MOURA (50,37'')
800m | 1º Lugar - ANTÓNIO MOURA (1'53,17'')
1500m | 2º Lugar - RÚBEN SOUSA (4'02,87'')
3000m | 1º Lugar - MARTIM MONTEIRO (8'29,00'')
            | 2º Lugar - RÚBEN SOUSA (8'31,79'')
4x200m | 2º Lugar - SPORTING CP (1'33,87'')
Salto em Altura | 1º Lugar - AILTON FERNANDES (2,00m)
5000m Marcha | 2º Lugar - PAULO MARTINS (22'54,55'')
Heptatlo | 2º Lugar - ANDRÉ OLIVEIRA (4626pts)
               | 3º Lugar - RAFAEL FERREIRA (4461pts)

FEMININOS (2º Lugar Colectivo)

60m Barreiras | 2º Lugar - CATARINA KARAS (8,87'')
800m | 3º Lugar - BEATRIZ RODRIGUES (2'14,19'')
1500m | 3º Lugar - BEATRIZ RODRIGUES (4'41,01'')
4x200m | 2º Lugar - SPORTING CP (1'47,60'')
Triplo Salto | 2º Lugar - MARIANA NOVO (12,02m)
Salto em Altura | 3º Lugar - CARLA RODRIGUES (1,51m)
3000m Marcha | 1º Lugar - INÊS REIS (14'04,79'')

 

CICLISMO

TROPICALE AMISSA BONGO (VOLTA AO GABÃO) - SPORTING CP / TAVIRA FOI 5º, A 8'30''

GERAL INDIVIDUAL

6º | RINALDO NOCENTINI +7'27''
12º | ALEJANDRO MARQUE +8'01''
23º | JONI BRANDÃO +9'42''
29º | MÁRIO GONZALÉZ +11'33''
52º | NICOLA TOFFALI +23'59''
FÁBIO SILVESTRE desistiu devido a uma queda

 

CICLISMO

LA INVERNAL

GERAL INDIVIDUAL

1º | LUÍS COSTA

 

TIRO

TORNEIO DIA OLÍMPICO DA FPT

PISTOLA 10m

MASCULINO

2º | JOÃO COSTA / 237pts
5º | DOMINGOS RODRIGUES / 166,9pts

FEMININO

4º | ANA PAIS / 181,1pts
6º | CLÁUDIA ANTUNES / 135,1pts

ADAPTADO

1º | VYACHESLAV SUSHCHYK / 542pts

 

CARABINA 10m

MASCULINO

2º | DIOGO ANTUNES / 233,3pts
6º | RUI ALVES / 147,5pts
7º | NUNO MIRANDA / 126,4pts

FEMININO

1º | SOFIA SANTOS / 242,6pts

 

TIRO COM ARCO

8ª PROVA DO CAMPEONATO NACIONAL DE SALA

ARCO RECURVO

MASCULINOS

Veteranos | 3º Lugar - PAULO CASTRO (480pts)
                  | 5º Lugar - ANTÓNIO FERREIRA (474pts)
Cadetes | 1º Lugar - DUARTE FERREIRA (533pts)

FEMININOS

Seniores | 1º Lugar - MARIA JOÃO PARREIRA (523pts)
                | 3º Lugar - MARIA PAULA CATITA (497pts)

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Resposta de campeão

Antes de mais, há que recordar que o Sporting não vinha de uma derrota com uma equipa qualquer, num pavilhão qualquer. O Porto é o actual detentor das três competições nacionais e há 20 jogos consecutivos que vence em casa em jogos a contar para o campeonato, competição na qual não perde há 38 jogos. O Benfica foi a última equipa a vencer no Dragão Caixa, a 17 de dezembro de 2014. Sim, há mais de três anos que os dragões não perdem em casa para o campeonato e, pelo meio, apenas perderam pontos com o Valongo (dois empates), ganhando os confrontos a todos os adversários directos.

 

Para nós, o jogo com o Porto encerrou com a primeira derrota da temporada em competições nacionais e a pressão extra para o jogo de ontem esteve até mais relacionada com a sequência de duas derrotas, contando com o jogo da Liga Europeia, em Itália.

Ora, depois de um adversário como o Porto, frente ao qual dominámos o encontro no seu terreno e perdemos pela margem mínima, acabando o jogo a atacar sem guarda-redes, seguiu-se a Oliveirense.

 

A equipa de Oliveira de Azeméis, presente nas últimas duas final-four da Liga Europeia e que, apesar de crónico candidato ao título desde às uns anos para cá, nunca levantou o troféu máximo nacional apresentava-se no Pavilhão João Rocha com a pressão de ter de vencer para não perder, mais uma vez, o comboio do título.

 

Os comandados de Tó Neves até entraram bem no encontro mas, praticamente no primeiro remate da partida, João Pinto inaugurou o marcador, num lance que as imagens televisivas não conseguiram esclarecer mas que um dos árbitros, bem colocado, validou.

Estava aberto o caminho para uma vitória esmagadora e para uma resposta contundente, frente a um dos candidatos ao título, que também é uma das equipas mais fortes da Europa.

O resultado ao intervalo era de 5-1 e haveria de terminar num arrasador 9-1, com grande eficácia e enorme qualidade em boa parte das execuções e situações de finalização, mesmo as que não terminaram em golo.

O Sporting foi uma equipa dominadora, voraz, insaciável. Nem por um segundo os jogadores se contentaram com o que tinham e foram sempre à procura de mais, aproveitando e "cavalgando" a onda que atropelava completamente a equipa da Oliveirense.

 

O resultado no final do encontro não só demonstrou uma resposta cabal como uma vontade enorme de ser campeão por parte do plantel leonino.

Paulo Freitas demonstrou-se, naturalmente, satisfeito e orgulhoso da prestação dos seus atletas, que voltaram a demonstrar que são um grupo forte e coeso, digno de envergar as nossas cores e preparado para lutar por títulos.

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Jogo decisivo no fecho da primeira volta

O jogo de hoje da equipa de hóquei em patins, a contar para a 13ª jornada do campeonato nacional da 1ª divisão, é decisivo, mesmo que faltem outros 13 jogos por disputar.

A recepção à Oliveirense, quarto classificado, deixar-nos-á com três confrontos directos guardados para o final do campeonato, com deslocações à Luz e a Oliveira de Azeméis (o Porto visitará o Pavilhão João Rocha).

Este jogo, também por ser em casa, é de vitória obrigatória para a manutenção das nossas ambições, rumo ao título nacional.

Benfica e Porto já venceram os seus jogos desta jornada e colocaram ainda mais pressão sobre Sporting e Oliveirense.

Uma vitória da nossa equipa mantém-nos em 2º lugar, no qual iniciámos a jornada, a apenas um ponto do Benfica e com mais um que o Porto, sendo que a Oliveirense ficará a ver o título como uma miragem.

Uma derrota recolocará a Oliveirense na luta e, não comprometendo os nossos objectivos, deixa-nos sem margem de erro (que em nada nos convém), dado o ciclo infernal que enfrentaremos no final da época (o pior entre todos os candidatos).

 

É tempo de afirmação e de vencer. O adversário, como sempre, dará luta e só perdeu uma das últimas quatro deslocações ao reduto leonino (uma vitória para cada lado e dois empates).

Paulo Freitas e a sua equipa têm hoje uma excelente oportunidade para reafirmar que podem e vão contar com o Sporting até ao fim, na luta pelo título de campeão nacional de hóquei em patins.

 

Força, leões!

 

A publicidade neste blog destina-se apenas a fins solidários.
Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal