Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

O "Fenómeno" Gelson continua a impressionar

Depois de já AQUI ter comparado em janeiro o rendimento de Gelson com o das maiores estrelas saídas da nossa Academia que jogavam na mesma posição, é hora de actualizar os números.

Porquê agora? 

Porque, aconteça o que acontecer para a semana, Gelson já só pode colocar a fasquia ainda mais alta.

Nenhum dos seus ilustres antecessores participou em tantos jogos e marcou tantos golos. Todos eles levavam mais tempo para marcar e marcavam menos por jogo.

Seguem os números:

Gelson vs os outros.png

 

(os números são referentes às primeiras épocas completas na equipa principal)

Sigam o GAG no facebook e no twitter.

Será que isto motiva?

Vejo aplicar todo o tipo de teorias à nossa equipa B e de tantas que já ouvi e que eu próprio já criei, nenhuma me pareceu por si só reveladora de uma verdade absoluta.

É verdade que não são exuberantes, que muitas vezes defendem mal, que parece faltar fio de jogo e que em alguns momentos faltou até atitude e garra, mas em nenhum momento vi alguém dizer que à equipa faltava qualidade. Ok, nem todos são um primor técnico e, com certeza, nem todos virão a ser grandes jogadores de futebol. Talvez nenhum venha um dia a ser um futebolista de topo!

Todos estes argumentos são válidos e, no fundo, tudo isto é verdade, mas imaginem-se jogadores do Sporting (sim, é a equipa B, mas não deixa de ser o Sporting) em dia de jogo. Estão com aquele nervoso miudinho, perfeitamente normal antes de entrar em campo, a adrenalina está a subir e depois, descobrem que vão jogar para 100 espectadores. Claro que isto não é desculpa para algumas más prestações nem deve desmoralizar ninguém, mas será que isto motiva?

Atentem no quadro de assistências dos jogos da equipa B do Sporting esta época (inclui jogos em casa e fora):

Assistências 18J Equipa B.png

Claro que eu sei que isto é a Segunda Liga e que muitos dos jogos não convidam a sair do sofá, onde os podemos ver (quase todos) enquanto vamos à cozinha buscar um petisco. Convém dizer que parte destes jogos vistos pela TV perdem ainda mais o interesse, tendo em conta que dispersamos a nossa atenção com outras coisas e muitas vezes acabamos por nem ver efectivamente o jogo.

Convém dizer, antes de mais, que o Stadium Aurélio Pereira tem, neste momento, capacidade para 1180 espectadores logo, seriam de prever pelo menos umas bancadas compostas, tendo em conta que somos o Sporting Clube de Portugal e que temos mais do que uma claque organizada...Nada mais errado!

Eu nem falaria nisto se, neste momento, os jogos do Sporting B não fossem dos menos apelativos para os seus adeptos na competição em que se inserem. A média de espectadores do Sporting B nos jogos em casa é ridícula (278 espectadores) e só é superior à do Marítimo B (223 espectadores).
Os espectadores que, em média, assistem aos jogos do Vitória de Guimarães B (1874) nem cabiam no nosso estádio da Academia e os nossos rivais têm médias de espectadores que dobram as nossas: Porto (507) e Benfica (671).

Ora isto deve ser objecto de estudo, antes de mais, por nós, Sportinguistas.
Não temos nós a obrigação de apoiar as nossas equipas, independentemente da classificação, sobretudo tendo em conta que se tratam de jovens em evolução que competem em campeonatos profissionais?! Temos, claro que temos e, sobretudo os adeptos que moram geograficamente mais perto da Academia e as claques organizadas.

Confesso que não sei o preço habitual dos bilhetes, nem dos privilégios actuais de que gozam os sócios com Gamebox, mas se este exemplo de um jogo da temporada 13/14 frente ao Benfica B for a norma nos jogos da nossa equipa em casa, então devemos envergonhar-nos dos números acima apresentados.
Exemplo: 
Preço dos bilhetes:
. Sócios Sporting: 2 €
. Sócios com Gamebox: convite (levantamento obrigatório)
. Quota mínima Sócio: mês anterior

Numa altura em que temos um projecto aprovado para a construção de uma nova bancada que duplicará a lotação do Stadium Aurélio Pereira não será altura de dizer presente e mostrar ao presidente que a bancada faz sentido não porque os regulamentos exigem, mas sim porque os Sportinguistas querem apoiar as suas equipas na Academia, como se de um mini Estádio de Alvalade se tratasse...

Em breve, seremos 2500 na Academia

COMUNICADO SAD

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, vem informar que a empresa selecionada para a realização das obras de melhoramento do campo principal da Academia Sporting, em Alcochete, é a João Jacinto Tomé, S.A., empresa fundada em 1950 e que desde 2007 pertence a um dos maiores grupos de construção da Europa, o Grupo francês Eiffage.

 As referidas obras de melhoramento contemplam, principalmente:

- construção de nova bancada com capacidade para 1250 lugares, no lado nascente (lado oposto à já existente), ficando assim o campo principal com capacidade para 2500 lugares;

- instalação de um novo sistema de iluminação, com novas torres e novos projectores melhorando muito a iluminação para o relvado;

- construção de um novo parque de estacionamento, dentro da Academia Sporting, com capacidade para cerca de 100 lugares;

A Sporting SAD recorda que, tal como informado em comunicado no dia 6 de Junho do presente ano, e após estar seleccionada a empresa que vai realizar as referidas obras, segue-se a fase de licenciamento pela Câmara Municipal de Alcochete e outras entidades (prazo dependente das respectivas entidades), e de seguida, a construção, até 180 dias após a estar concluído o licenciamento.

Cumpre ainda referir que esta importante obra para o Clube somente foi viabilizada mercê do apoio do nosso parceiro - Holdimo, S.A.."

O jogador "à Sporting"

Não sei se isto é feito na Academia Sporting, em Alcochete, mas era o que eu queria que se fizesse.

O jogador formado no Sporting deve ter apenas um objetivo: chegar à equipa principal.
Depois de chegar à equipa sénior deve: defender com orgulho e garra o Sporting em todos os campos onde envergar a mais bonita camisola do mundo, sem pensar no próximo passo.

Vejo jogadores formados no Sporting (e outros não formados mas que por cá passam) sair para o estrangeiro, grande parte das vezes para clubes de estatuto inferior (ainda que lhes paguem melhor) e terem carreiras opacas, sem qualquer brilho (apesar de rechearem a conta bancária todos os meses).

Os miúdos da Academia têm de saber quem fundou o Sporting, quem são os Cinco Violinos, Fernando Peyroteo, Morais, Damas e tantos outros (se continuasse, faria o post mais longo da história). Têm de ser educados com sportinguismo, com amor à camisola.

Se é verdade, que desde muito cedo, os empresários se acercam dos jovens da nossa academia a pensar no rechear das próprias contas bancárias, com promessas de futuros brilhantes que, na maior parte das vezes, não se concretizam, também é verdade que, quem os acompanha em Alcochete e paga a sua formação desportiva, deve mostrar que fazer carreira no Sporting é um caminho, tão ou mais brilhante que outros.

Pegue-se num bom exemplo: Rui Patrício! É já um dos símbolos do clube (daqueles que a história não apagará), mas todos os anos se fala na sua saída. Na minha opinião Rui Patrício só devia sair do Sporting para clubes como o Barcelona, Real Madrid, Juventus, AC Milan, Manchester United ou Bayer de Munique, pois são clubes de topo, com história, tal como o Sporting. Nunca será melhor ir para a Rússia esfolar uns milhões, quando se pode ser o jogador com mais jogos da história do Sporting e não se é mal pago por cá! Por cá continuar (e acredito que já teve boas propostas para sair) o Rui é um exemplo a seguir.

É nisto que Bruno de Carvalho tem de trabalhar, pois para integrar novos jogadores (sejam eles estrangeiros ou da formação) é necessário ter no balneário símbolos do clube, que sabem como passar a mensagem num clube centenário, como o Sporting Clube de Portugal!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal

Posts mais comentados