Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting (Parte 2)

Faltam 15 minutos para as 16 horas. Ainda decorre o derby em futsal mas a roda (o relógio) não pára de girar. Novo derby de Lisboa, desta vez de volta aos relvados. Na Academia Sporting, os juniores de Tiago Fernandes recebem o Benfica, 7º classificado. Mas derby é derby e a classificação não define favoritismos. Teremos de provar em campo que somos melhores e, se o fizermos, daremos um passo importante rumo ao título, com apenas mais três jornadas por disputar.

 

Também às 16 horas partem um a um os elementos do pelotão do Sporting/Tavira para o contra-relógio individual do Grande Prémio do Dão, mais uma prova a contar para a Taça de Portugal de Elites e Sub-23.

 

Às 17 horas, a brilhante equipa de sub-20 de hóquei em patins recebe o Santa Cita com vista ao cimentar da liderança, numa fase final muito equilibrada onde todos os jogos podem encerrar com uma surpresa. Há que evitar que isso aconteça e seguir firme na frente. Nuno Lopes e os seus meninos têm feito um trabalho extraordinário!

 

17:30h, Pavilhão do Livramento, mais um derby, desta vez em juvenis sobre patins. Uma vitória sobre o eterno rival isola-nos na liderança pelo acesso à fase final nacional, para onde passarão os dois primeiros classificados. 

 

Às 18 horas teremos provavelmente o prato forte do dia. A equipa de andebol sénior recebe o Porto com uma desvantagem de dois pontos. Uma vitória coloca-nos em igualdade pontual mas vencer não chega. Teremos de ganhar por três ou mais golos para anular a derrota por dois no Dragão Caixa e criar assim ascendente no confronto directo a apenas duas jornadas do final do campeonato.

Hugo Canela garante uma equipa mais fresca e preparada mentalmente para enfrentar um jogo de exigência máxima, onde temos sempre perdido por detalhes e por incompetência própria.

Será determinante a experiência de jogadores como Ruesga e Nikcevic, bem como a raça de Bosko ou a capacidade de decidir jogos de Frankis ou Asanin. Precisamos de todos e de jogar como uma verdadeira equipa para levar de vencido um conjunto que venceu sete dos últimos oito campeonatos em Portugal.

 

A fechar o dia teremos o futebol em Santa Maria da Feira, onde já só se exige brio e que suem a camisola. Se der para vencer, meter os miúdos, jogar razoavelmente e ver o Bas Dost marcar mais dois ou três, pode ser a forma perfeita de acabar um dia que se espera de muitas vitórias. O jogo começa às 20:30h.

 

Bora lá, Sporting!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting (Parte 1)

À hora que a publicação vai "para o ar" (10:30h), entram em campo os nossos benjamins em futebol. Primeiros em igualdade com o eterno rival, recebem o Sacavenense (4º). A três jornadas do final do campeonato distrital, todos os pontos contam. Força miúdos!

 

Às 13 horas entra em campo o futsal feminino para o derby eterno na antecâmara da final da taça de Portugal. Depois de semi-finalistas em 2014/15 e finalistas em 2015/16, é hora de arrecadar o caneco. Hoje teremos de passar quem nos tirou o do ano passado para chegar mais uma vez ao jogo decisivo. Bora lá, leoas!

 

Voltando ao futebol, os infantis sub-13, depois do empate em casa do Benfica na semana passada, mantiveram os dois pontos de distância para o rival mas viram o Belém reduzir a para três pontos, o défice relativamente a nós. O jogo é com um dos últimos (Loures) e a vitória não deve fugir mas convém não facilitar. Há uma crise grave na formação para contrariar. O jogo é às 14 horas.

 

15 horas, na ilha da Madeira, entra em acção o nosso ténis de mesa, para o primeiro jogo da final do campeonato nacional. Ambos os jogos da fase regular frente ao Ponta do Pargo acabaram com vitórias suadas por 3-2 e, certamente que teremos novas dificuldades pela frente. Temos o factor casa do nosso lado, dado que fomos primeiros na fase regular. Ganhar fora é meio caminho andado para fazer o bi-campeonato e arrecadar a quinta competição nacional consecutiva. Há transmissão online (para saber tudo é só clicar aqui).

 

À mesma hora, os juvenis do nosso andebol, invictos em jogos oficiais nesta temporada, recebem o Colégio dos Carvalhos para a segunda jornada da fase final do campeonato nacional. Numa etapa a quatro equipas, onde certamente discutiremos o título com o ABC, convém não vacilar.

 

Para as 15:30h, estão guardados dois derbies. Voltamos ao futebol...os nossos escolinhas estão na luta pelo título com o Benfica e com três pontos de atraso. Recuperar em casa dos 6-2 da primeira volta não vai ser fácil mas, mesmo que ainda nem tenham juba, são leões. A três jornadas do fim, devolver pelo menos o mesmo resultado levaria a disputa do título para a diferença de golos que, neste momento, nos é favorável por um.

 

Para terminar este primeiro round up leonino, a meia-final de seniores, em futsal. Mais um derby, mais um jogo de emoções fortes e um interregno de três jogos sem vencer os lampiões (uma derrota na supertaça e dois empates na fase regular da Liga). Só a vitória interessa e nem vale a pena dizer o quão importante é para os nossos objectivos mas também para o estado anímico da equipa, que depois desta final-eight da Taça de Portugal enfrenta mais um playoff rumo ao bi-campeonato.

 

Mais logo volto com a segunda parte deste #DiaDeSporting

 

SPOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

É um dia de Sporting cheio de motivos de interesse.

Às 15 horas o andebol do Sporting joga, em casa, o acesso à final-four da Taça de Portugal em derby frente ao Benfica. Jogo de tudo ou nada, frente ao detentor do troféu, com quem perdemos a final do ano passado por um golo, no prolongamento.

Um bom teste à liderança de Hugo Canela e à condição do plantel, no momento em que se aproximam os jogos decisivos da época.

Para os que perderam o resultado do sorteio da fase final do campeonato, deixo-vos o calendário e poderão ainda encontrar na caixa de comentários um esquema daquilo que nos pode esperar até final da época (LINK).

 

Segue-se, às 18:15 horas, o regresso da equipa de Jorge Jesus a Alvalade. Num jogo ao sábado e a uma hora convidativa, espera-se mais uma grande resposta da onda verde, que deu em Tondela uma demontração cabal da sua força.

Com Bas Dost "em brasa", a maior curiosidade é saber se Jesus mantém a aposta em Matheus e Podence ou se cede à tentação de fazer regressar Alan Ruiz, Bryan Ruiz ou Bruno César.

Eu apostaria numa linha avançada com Gelson e Podence nas alas e Alan Ruiz no apoio a Bas Dost. O holandês que procurará certamente manter a veia goleadora e cimentar assim uma posição favorável na luta pela bota de ouro.

 

Num momento em que, espero, Bas Dost já tenha inaugurado o marcador, arranca no Dragão Caixa o clássico em hóquei em patins onde o Sporting, com novo treinador, tentará seguir em frente na Taça de Portugal, um dos objectivos da época.

Às 18:30 horas, a equipa agora liderada por Paulo Freitas procurará seguir em frente na taça e, com isso, ganhar novo balão de confiança para o final da época. Eu ainda acredito no título e a perda de pontos do Benfica na última jornada, em casa, mostra-nos que ainda tudo é possível.

 

O dia termina com um momento que se espera de lazer, depois de um dia que promete emoções fortes. O futsal recebe "Os Vinhais" em Odivelas e espera-se mais uma goleada acompanhada de um grande espectáculo por parte dos comandados de Nuno Dias.

O jogo começa às 21 horas e esperemos que encerre em grande mais um dia de Sporting.

 

Este briefing não dispensa a consulta da Agenda Leonina (LINK), que descortina muitos outros motivos de interesse.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Digam às vossas esposas e maridos que não vão haver passeios no parque, nem no shopping. Se querem sair, passear, têm até à hora de almoço.

Hoje é dia de Sporting com uma tarde em cheio e um momento histórico, que se espera de felicidade.

 

Começamos com uma luta pela liderança. Em pleno Estádio José Alvalade, as nossas leoas do futebol feminino recebem o Braga, com quem estão em igualdade pontual. Fora a oportunidade de assistir a um momento histórico para o Sporting e para o futebol feminino em Portugal, há o compromisso que devemos assumir em dar apoio a quem tão bem nos tem representado. A entrada é livre e o jogo começa às 14:45h. Se estás em Lisboa ou arredores, não podes faltar.

 

Enquanto começamos a deitar o olho ao resultado dos juniores (futebol) ou das seniores (futsal), preparamo-nos para a meia-final da Taça da Liga de futsal. O Sporting defronta o Modicus, num embate que se espera muito difícil. Os sandinenses jogam em casa, no pavilhão que usam habitualmente e já nos dificultaram muito a vida no jogo da Liga SportZone. É no norte mas apoio não faltará. Só poderei estar amanhã, e espero que não falhemos a qualificação para a final, onde podemos revalidar o título do ano passado, na estreia da competição.

 

Tempo para ver os resultados finais dos jogos a que deitámos antes o olho, para ligar a Sporting TV em simultâneo com a Sport TV. Desenrasquem-se, e não se esqueçam que por esta hora já deve ter terminado o Grand Prix de Düsseldorf, em que se espera que Anri Egutidze faça um brilharete.

 

Às 18h o andebol recebe o ISMAI, num dia em que ABC e Benfica se defrontam e em que o Porto se desloca ao Arsenal da Devesa. É fazer a nossa parte e esperar que o resto corra de feição.

 

Na Amoreira, mais uma fortíssima onda verde (que, espero, acompanhe as restantes equipas - detesto ver o andebol às moscas) espera a equipa de Jorge Jesus.

Quero que o Chico jogue mesmo. Precisamos de capacidade para romper o autocarro do Carmona e, para isso, precisamos de mais do que dois médios defensivos ou adaptações que já se revelaram repetidamente falhadas. Adrien estará de fora dois meses e não precisamos de uma solução de recurso mas sim que uma alternativa consistente. Geraldes pode crescer muito nestes dois meses e não podemos enjeitar essa oportunidade. A qualidade dele e paixão pelo Clube e pelo jogo fará o resto (nada contra o Palhinha, que adoro, mas não é o mais adequado).

O que é certo é que não podemos falhar, porque o Iuri amanhã vai voltar a ajudar-nos.

 

O dia termina com o hóquei (descansem, dá para jantar no meio), que às 22h joga nos Açores com o Candelária. Pode ser uma deslocação traiçoeira e não podemos perder a oportunidade de nos aproximarmos do trio da frente. O Porto vai ao Turquel e a Oliveirense desloca-se ao sempre difícil terreno da Juv. Viana. Amanhã, teremos um Barcelos - Benfica, onde espero que nos possamos aproximar da liderança.

 

Que seja um grande dia de Sporting! Amanhã há mais.

 

Agenda completa AQUI.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

O Sporting ainda não venceu dois jogos consecutivos em 2017 e desde 8 de janeiro que não completa uma série de 2 jogos consecutivos a vencer para o campeonato. Mesmo assim, em casa, temos 8 vitórias em 10 jogos e é onde temos sido mais consistentes (o registo fora de casa é vergonhoso, mas não vou falar dele hoje).

 

O adversário de hoje é o Rio Ave que, em sua casa nos infligiu a maior derrota desta época e a única que ultrapassou a vantagem tangencial.

São, como disse Jesus ontem, uma boa equipa, com uma boa organização defensiva e boas movimentações ofensivas. Virão a Alvalade desfalcados de Heldon (já recuperado da lesão mas emprestado pelo Sporting), Petrovic (que se tem imposto como titular mas está também por empréstimo nos vila-condenses) e também de Yazalde (lesionado).

Em foco tentarão estar Gil Dias, Rúben Ribeiro, Gonçalo Paciência e Rafa Soares, aqueles que, a meu ver, mais podem criar perigo, em conjunto com Tarantini, Marcelo e Roderick, perigosos nas bolas paradas.

No entanto, os vila-condenses não têm sido felizes nos jogos fora e não vencem fora de portas para o campeonato desde 29 de dezembro, quando venceram em Braga. Daí para cá, quatro derrotas em outros tantos jogos, apesar de terem marcado em quase todos os jogos fora de portas (apenas em 2 dos 10 não fizeram golos).

 

O Sporting apresentar-se-á na máxima força e com todo o plantel disponível para Jorge Jesus que, acredito, elegerá um onze diferente daquele que jogou em Moreira de Cónegos.

A primeira parte voltou a ser fraca e houve jogadores a dar novamente um sinal claro de falta de forma. Acredito que Jesus não ignorará isso e fará alinhar os mais preparados.

Espero ver Podence no onze e acho que está na altura de Semedo dar o lugar a Paulo Oliveira. Principalmente estes, merecem jogar de início, ainda que me apetecesse mexer na laterais, onde as alternativas escasseiam.

 

Que voltemos a vencer e saiamos no encalce da melhor série de vitórias da época (4, entre 13 de agosto e 10 de setembro, precisamente no arranque da Liga), melhorando esse registo até às 14, o único número que nos permitirá sonhar com uma classificação melhor do que a que ocupamos neste momento.

 

Uma nota importante: que Rui Patrício não sofra golos no dia em que completará 400 jogos oficiais pelo Sporting e...na, na, na, na, na, na, na, na, BAS DOST!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Leonina

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Agenda 4.png

Agenda 5.png

Agenda 6.png

Agenda 7.png

Agenda 8.png

Agenda 9.png

Agenda 10.png

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Adoro dias em que só joguem as modalidades. Nem tanto por mim, que gosto de ver tudo e raramente perco alguma coisa mas sobretudo pelos adeptos que, não jogando o futebol, têm a oportunidade de se focar verdadeiramente no que se faz nas nossas modalidades. Elas que, para mim, não sendo o motor, são a alma do Sporting e expressam da forma mais fiel aquilo que é a nossa identidade.

 

Hoje é dia de futsal e andebol. Dia de acertar calendário e de jogo antecipado. Uma noite com dois grandes jogos em perspectiva e duas vitórias no horizonte, saibamos nós persegui-las como verdadeiros leões.

 

Às 19 horas, em Odivelas, a equipa de futsal recebe o Fundão para acertar calendário na Liga SportZone. Uma vitória dará a liderança isolada e, num jogo em que se espera que o Fundão venda cara a derrota, vai ser muito importante manter o foco no campeonato, até porque ainda falta muito para a UEFA Futsal Cup.

Espera-se, como habitualmente, uma boa casa no Multiusos de Odivelas, onde se podem adquirir os bilhetes para a Ronda de Elite da UEFA e, quem o fizer, ganha um bilhete para o jogo de hoje.

Acredito num jogo muito difícil em que a defesa será o ponto mais importante para o alcançar da vitória. O Fundão tem excelentes jogadores (alguns formados no Sporting) e, se não marcar, certamente avançaremos para Vinhais com três pontos e a liderança isolada no "bolso".

 

Duas horas depois, no Pavilhão Municipal do Casal Vistoso, é dia de derby, com Sporting e Benfica empatados no segundo lugar. Depois de, ontem, o Porto ter vencido fora o Madeira SAD, a vitória ganha uma importância ainda maior. Ganhar permite manter a distância de três pontos para o líder e aumentar também para três a vantagem para o rival de Lisboa. O ABC também joga hoje, mas leva ainda mais dois jogos de atraso.

A equipa de Zupo conta por vitórias todos os jogos, excepto aquele que, no Dragão Caixa, fez o Porto descolar para a frente do campeonato. O Benfica, tal como nós, só perdeu no Porto e acaba de quebrar a malapata que vinha da época passada com o ABC.

Será também um jogo muito competitivo que exige um pavilhão cheio e fervoroso no apoio ao Sporting pois, como se sabe, é nestes jogos que, muitas vezes, fazemos a diferença. 

Uma intensidade alta na defesa será meio caminho andado para a vitória, sabendo que os remates de 2ª linha poderão ser decisivos para ambas as partes. Muita atenção na defesa e perspicácia e eficácia no ataque. Se tivermos os nossos melhores jogadores ao seu nível mais elevado, não tenho dúvidas que venceremos. Só a vitória continuará a deixar-nos dependentes de nós próprios para chegar à fase final na frente, com o ascendente psicológico que isso nos pode dar.

 

Um grande #DiaDeSporting que se espera de alegria e sem incidentes nas bancadas do Casal Vistoso.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Há vários pontos de contacto entre Sporting e Borussia de Dortmund. Ambos têm uma massa adepta fiel e apaixonada, ambos são dos clubes mais titulados do seu país, ambos venceram uma Taça das Taças na década de 60 e ambos têm uma ligação à Bola de Ouro, o Sporting com dois formados em sua casa (Figo e Ronaldo), o Borussia com um vencedor em sua representação (Sammer).

 

Na maior competição de clubes da Europa nem há comparação. Embora o Sporting tenha mais participações em ambos os formatos da prova (16 vs 14), tem muito menos jogos (68 vs 110) e a história dos alemães na prova é incomparavelmente mais bem sucedida. O melhor que o Sporting fez foi uma presença nos 1/4 no formato antigo e nos 1/8 no formato actual, enquanto que os germânicos levam já cinco 1/2 finais e duas finais (uma delas coroada com o título, em 1996/97).

 

Curioso que nunca antes Sporting e Borussia se defrontaram. O histórico do Sporting não é positivo frente a clubes alemães. Em 12 recepções a equipas germânicas apenas vencemos duas vezes (Hertha, em 2009/10 e Schalke em 2014/15), tendo empatado cinco e perdido outros tantos. Curiosamente, em Portugal, o Borussia perdeu 3 dos 4 confrontos. Esperemos que seja para manter o registo negativo, até porque há indicadores positivos para o nosso lado. Há nove jogos que o Sporting vence sempre em casa e segue com uma série de 3 vitórias consecutivas em casa para a Champions. Quanto aos momentos actuais de ambas as equipas, o Sporting segue há 4 jogos sem perder, enquanto que o Borussia não vence há 3.

 

Abandonando os factos históricos e abordando o jogo em si e as expectativas por nós criadas, é impossível negar que só a vitória nos interessa. Depois do jogo em Madrid todos nos convencemos de vez que podemos fazer frente a qualquer equipa da Europa, sabendo que não bastará anular o colectivo de uma grande equipa mas também sabendo condicionar as individualidades, sob pena delas nos fazerem sofrer, como acabou por acontecer no Santiago Bernabéu.

 

Ao que parece, Rúben Semedo estará apto, facto que me parece fundamental para o equilíbrio defensivo, ainda mais num momento em que as laterais (sobretudo a esquerda) não nos dão a segurança desejada. Espero o quarteto defensivo que defrontou o Real e um onze muito próximo do desse jogo.

Pese embora as baixas da parte do Borussia, não podemos ignorar o poderio do trio de ataque, formado por Götze, Aubameyang e Dembélé, bem como a profundidade das laterais.

 

Só um jogo perto da perfeição nos dará os tão preciosos três pontos que alimentarão as nossas expectativas de estar presentes na fase a eliminar.

Eu acredito!

SPOOOOOOOOOOOOORTING!

 

NOTA: Não esquecer que antes, às 15 horas (directo SportTV 1), jogam os juniores para a Youth League, onde o Sporting procura a primeira vitória e a possibilidade de se estabelecer nos lugares de acesso à fase seguinte.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Jogo grande em Alvalade. Um Clássico com casa cheia e o já habitual fervor leonino. "O Mundo Sabe que" entoará, vindo das gargantas de mais de 45 mil leões.

Uma estreia e uma provável despedida. Por mim, podem marcar um cada. Uma entrada em grande e uma saída ovacionada.

 

O Sporting recebe o Porto após 11 vitórias seguidas para a Liga (a contar com as do final da época passada), as últimas 4 sem sofrer qualquer golo (Rui Patrício não sofre golos há 415 minutos).

Uma vitória deixaria-nos isolados no comando da Liga, depois de ontem um árbitro ter voltado a ser "eficaz" num jogo do Benfica.

Todos teremos de estar em forma para arrecadar mais 3 pontos. Os jogadores, o treinador e os adeptos, não só os da curva sul mas todo o estádio tem a responsabilidade de apoiar e empurrar a equipa para a vitória, como quase sempre acontece.

 

O Porto vem moralizado, após a passagem à fase de grupos da Champions mas há 7 épocas que não vence em Alvalade, na altura com o actual treinador na baliza dos Dragões.

Há que ter os olhos atentos à movimentação de André Silva, não dar espaço aos cruzamentos de Layún e condicionar o jogo de Herrera, para evitar dissabores.

 

Para o campeonato, frente ao Porto, são 44 vitórias, 19 empates e 19 derrotas em nossa casa. Um bom registo que queremos consolidar com a segunda vitória consecutiva em casa para o campeonato, algo que não acontece desde a década de 80. 

No geral, tudo empatado. 80 vitórias, 63 empates e 80 derrotas. Hoje é o dia de desequilibrar a balança a nosso favor e estes são os 11 escolhidos.

SPOOOOOOOOOORTING!

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Finalmente é 2ª feira!

Para a maioria dos portugueses, isto é um contra-senso. Para os Sportinguistas, esta semana, uma realidade.

Depois da pausa para as selecções, tardava em chegar o tão ansiado #DiaDeSporting.

É hoje!

Dia de ansiedade para muitos. Por todo um dia de espera, pelo resultado positivo do rival mais directo (o Porto também jogará antes) e por não haver qualquer margem de erro.

O jogo é decisivo (como todos até final). Não podemos vacilar, sob pena de já não bastar apenas um deslize do Benfica para que possamos chegar-nos à frente.

Se dependentes de um deslize já é difícil, dependendo de dois é quase impossível.

Por isso, hoje, só uma onda verde em grande número e uma equipa concentrada trarão de Belém os preciosos três pontinhos que nos permitem manter a pressão ao líder.

A desculpa da 2ª feira não pega.

Nós quase enchemos o José Alvalade nos últimos dois jogos a uma 2ª feira. O jogo é em Lisboa e temos obrigação de marcar presença em grande número. Só os bilhetes de 30€ assustam mas, se estás na dúvida e podes ir, não hesites. Ainda dá para comprar bilhete, depois de comer um pastelinho de Belém.

Sem grandes novidades na lista de convocados (apenas estranho a ausência de João Pereira), será um onze perto daquele que recebeu e venceu o Arouca a apresentar-se hoje em Belém.

Espero que Slimani volte a marcar e Teo possa manter a veia goleadora. 

Espero que o Belém mantenha a sua matriz habitual pois, de outra forma, será "estranho". Essa matriz habitual poderá beneficiar o nosso estilo de jogo e será, como quase sempre, o número de minutos que demoremos a marcar que definirá o grau de dificuldade do encontro.

Naturalmente, espero acabar o dia com a mesma diferença para a liderança que tínhamos no início da jornada e, para a semana, voltaremos a tentar o assalto ao 1º lugar.

Bora lá comer os pastéis!

SPOOOOOOOOOORTING!

Hoje joga o Sporting

O dia hoje começa em Odivelas, com um sempre escaldante derby em futsal. Em disputa está o primeiro lugar, que pode revelar-se importante no playoff, pois dá-nos a possibilidade de disputar a 'negra' sempre em nossa casa.

Seja como for, nada se decide hoje mas, se há jogo que gostamos de vencer, é este.

 

Sigo para o José Alvalade e o adversário é a sensação do campeonato, o Arouca do 'mergulhador' Lito.

O pedido é o mesmo do que para qualquer jogo em que entre o Sporting: a vitória.

Há que ter cuidado pois, entre os 'autocarros' que habitualmente visitam a nossa casa, o de Arouca é dos mais fiáveis e bem apetrechados.

O 'mergulhador' sabe montar as equipas defensivamente e tem arte para, pela certa, procurar ser feliz (ou ter uma vaca do caraças).

O cliché já se vai gastando: "Há que entrar forte", dizemos nós quase sempre. Mas, mais do que uma entrada forte com golos cedo (que nunca é de enjeitar), vai ser necessário que saibamos variar o estilo de jogo, afim de baralhar a estratégia defensiva dos arouquenses.

Quando falo em variar o estilo de jogo estou a ser muito directo. Todos nós percebemos a ideia do 'mister' e o modelo de jogo implementado mas, contra 'autocarros', há que tentar tudo, variar...há que surpreender.

Ataquemos muito e bem. Pela direita, pela esquerda, apoiado, longo, cruzemos da linha de fundo e antes ainda da grande área e, por favor, joguemos com as probabilidades.

O que quero dizer com isto?!

Que rematem à baliza. Dentro e de fora da área. Quanto mais rematarmos, maiores são as probabilidades de fazer golo, de provocar o erro.

Uma das coisas que mais me irrita é o número reduzido de tentativas de remate de média e longa distância.

Seja como for, seremos nós a mandar no jogo, a ter a posse de bola e o mais importante é saber como a usar, de forma rápida e o mais imprevisível possível.

Porque os adversários nos estudam e também já sabem cada vez melhor como contrariar o nosso jogo.

Depois, é estar atento aos contra-ataques e às bolas paradas. O habitual.

É a primeira de 8 finais e tudo o que peço é que a joguemos como se fosse a última.

 

SPOOOOOOOOOOOOORTING!

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal